Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

#Testemunho | Corte – Guardando o coração

 

guardando_o_coração

Estamos muito contentes, pois temos recebido testemunhos edificantes que com certeza vocês irão se identificar. E hoje o testemunho é sobre guardar o coração.

Oii…

Primeiramente quero dizer que O diário da Zoe tem sido benção demais na minha vida. E um dos posts que mais me marcou foi o “Por que é tão difícil guardar o coração?”, por muito tempo eu me fiz essa pergunta, e depois de quebrar muuuuuuuito a cara, tenho, pela graça de Deus, conseguido guardar o meu coração.

 

Antes de me converter, eu tinha uma ideia muito errada sobre casamento, relacionamentos e afins, e tinha decidido nunca me relacionar com ninguém devido ás muitas frustrações na área sentimental, histórico de família destruída e por aí vai.

 

Mas quando fui encontrada pelo Senhor, conheci a visão da corte e me apaixonei pela visão, entretanto achava que nunca viveria isso, porque me imaginava vivendo forever alone viajando pelo mundo e estudando (rsrrsrsr esse era o meu projeto de vida). Até que um dia… Algo inesperado aconteceu, fui convidada a ir num casamento de irmãos que tinha feito corte e tals, eu fui sem nenhuma expectativa de que algo sobrenatural acontecesse, nessa época eu tinha três meses de convertida. E, para a minha surpresa, aquele casamento mudou totalmente a minha história, foi ali que o Senhor me deu a revelação do propósito para o qual eu nasci e me deu o sonho de ter uma família que glorificaria a Ele, me lembro de que eu chorei forever naquele dia. E desde então, comecei a orar e sonhar com aquele que seria o meu lindo esposo.

 

Porém, eu acabei indo de um extremo para o outro, antes não queria nem saber de casamento e depois só pensava nisso, minha vida se resumia em encontrar o grande amor da minha vida, e pra piorar parecia que todo mundo tinha encontrado “a sua metade” e eu não, e isso gerou ansiedade no meu coração e deu brecha para que eu entregasse o meu coração para pessoas que não estavam dispostas a cuidar dele. Hoje tenho 19 anos, e nos meus três anos de cristã, eu já tive o desprazer de ser defraudada e me auto defraudar inúmeras vezes, eu nunca me envolvi fisicamente com ninguém desde que me converti. Mas a sensação de achar que encontrei a pessoa certa, criar expectativas de um relacionamento com aquela pessoa e no final das contas não ser nada daquilo que eu fantasiei, minava a vida de Deus em mim e me deixava extremamente mal.

 

Todos os finais de ano eu declarava a seguinte frase “ano que vem meu corte vem”, e até agora não veio kkkk, até que em outubro de 2014 eu cheguei ao meu fim, desisti de tudo, não queria mais casar, iria dar andamento no meu projeto de viver solteira para sempre, não queria mais saber de corte, casamento, propósito de Deus, não queria saber de mais nada, iria viver para os meus projetos, para os meus sonhos, e “ser feliz”.

 

Fiquei um bom tempo com esse pensamento, até que uma discípula passou por uma frustração na área sentimental e disse que não queria mais saber de corte, nem de casamento, nem de nada, e naquela hora eu comecei a declarar os sonhos de Deus sobre a vida dela, de que ela iria se casar sim, que Deus tinha uma pessoa para ela e tals, e aquelas palavras serviram totalmente para mim, kkk, quando cheguei em casa pedi perdão á Deus pelas besteiras que havia falado e passei a crer naquilo que ele me prometeu.

 

Eu ainda não tenho o testemunho de como eu encontrei meu corte, pq acho que ainda nem o conheço rsrrsrsr, mas posso testemunhar que os meus dias de solteira estão sendo perfeitos, eu demorei pra ter revelação disso, mas o tempo de solteiro é bom demais, estou aproveitando cada momento, estou fazendo tudo o que não poderei fazer com tanta frequência quando tiver responsabilidades de casada.

Testemunho: Ana Carolina Nunes
Igreja: Videira São Paulo

Se você também tem um testemunho para compartilhar, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.brou deixe seu comentário.

O Diário da Zoe

 

 

2 de fevereiro de 2015 Tempo de solteiro (a)Testemunho
No comments yet


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top