Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

Relacionamentos

#Relacionamentos | Corte – Conflitos!

conflitos

 

Oi gente,

Estamos bem empolgadas com algumas coisas que estão acontecendo nos bastidores do DZ, em breve teremos novidades. 😀

Hoje quero compartilhar sobre algo que gera muita dúvida. Não sei se você já pensou o mesmo que eu, mas a minha ideia de corte é que a era um relacionamento perfeito! O céu na terra. Sem brigas e discussões apenas amor, amor, amor. Mas não é bem assim!

Cuidado com a maldição da expectativa, já falamos sobre ela no post Inimigos do sonho IV. Eu mesma sofri com isso. Como falei, apesar de ter orado tanto sobre o assunto, ainda tinha uma visão distorcida do que de fato a corte é.

Por idealizar a corte eu vivi dias de pesadelo naquilo que era pra ser um sonho. 🙁

Eu achava que na corte, não haveria desentendimentos. Que seria um relacionamento completamente em paz. Eu só havia me esquecido de um detalhe, estou sendo transformada e ele também. Não somos perfeitos e pra ajudar ainda somos diferentes!

Calma, não quero assustar ninguém. A corte é uma bênção e não tem nada a ver com o namoro, mas não é um mar de rosas assim como nenhum relacionamento é, mesmo aquele casal super referencial tem suas dificuldades. Relacionar-se exige um alto preço.

Quando começamos a cortejar (meu noivo e eu) não tínhamos desentendimentos, tudo realmente era muito tranquilo. No entanto à medida que passamos a conviver mais, ter mais intimidade as coisas passaram a ficar um pouco mais densas. Começamos a nos desentender. O fato de termos opiniões diferentes sobre determinados assuntos passaram a gerar discussões intermináveis e o pior, por coisas irrelevantes.

A coisa ficou pior quando começamos a organizar o noivado, se ele não concordava com alguma idéia minha, o circo fechava e vice versa.

Isso tudo começou a gerar um peso em nós e satã aproveitava pra lançar muitas setas em nossa mente. Mesmo com todas as nossas orações e convicções algumas dúvidas surgiram como: Será que devemos continuar? É isso mesmo?

Eu particularmente me preocupava muito pensando em como seria no casamento, se nesse tempo já estávamos vivendo esses conflitos, como sustentaríamos um CASAMENTO? O fato é que sempre tivemos muito desejo de acertar e corríamos pro Senhor que não nos desamparou e graças a Ele, nossa amada liderança percebendo o que estava acontecendo nos socorreu.

Com o acompanhamento dos nossos líderes vimos que o nosso problema era o famoso EGO, destruidor de famílias. Pois é, começamos a nos enxergar e ver que se realmente queríamos nos casar precisaríamos aprender a CEDER.

Confesso que não foi nada fácil expor essa dificuldade para a liderança, mas depois que fizemos isso entendemos o quanto é importante ter acompanhamento. Não apenas individualmente, mas como casal, afinal, não sabemos mesmo como nos relacionar a maneira do reino e precisamos dos irmãos mais experientes para nos auxiliar e termos êxito nessa caminhada.

Algum tempo depois passamos a estudar sobre Corte, Noivado e Casamento no seminário. Foi muito de Deus isso! 🙂 Nessas aulas algumas coisas foram esclarecidas pra mim e quero compartilhar com você.

  • A corte não é como o namoro, cheio de máscaras. Por ser uma amizade a corte permite que os dois se conheçam mais. Os conflitos são saudáveis, mas não confunda conflito com falta de respeito. É nesse momento que o coração é revelado.
  • Ter desentendimentos na corte não significa que o relacionamento está fadado ao fracasso. Pelo contrário, a resposta diante dessa dificuldade determinará o futuro da corte.
  • Até que os dois cheguem ao ponto de serem “um” no casamento, há muitas ideias, conceitos, tradições que precisam ser fundidas.
  • No tempo de corte devemos orar para Deus preparar circunstâncias para que o nosso coração seja revelado a tempo de sermos tratados.

Tudo o que compartilhei que vivi foram respostas das nossas orações. Sempre pedimos a Deus para mostrar tudo o que éramos e precisávamos avançar antes de casar e Deus nos ouviu.

Não estou dizendo que você deve provocar esses conflitos, pois cada casal é único. Alguns tiveram mais dificuldades, outros menos. O fato é que precisamos aprender a lidar com cada situação e principalmente depender de Deus.

A cada dia vejo o quanto o relacionamento para o casamento é algo sério, são tantas questões envolvidas que não consigo entender como que as pessoas podem decidir pelo casamento sem a ajuda do ES. Talvez seja por isso que temos tantos índices de separação e divórcio.

Ah! E sobre nós, sobrevivemos!!! Graças a Jesus por sua imensa misericórdia. Nosso relacionamento hoje é outro. Ainda temos conflitos, mas são completamente diferentes daqueles que vivemos no tempo da corte. Sentimo-nos mais maduros e mais parceiros. Como os casais mais experientes falam: “As dificuldades só fortalecem o casal” e é assim que nos sentimos.

Outro dia enquanto ministrava em um curso na igreja, compartilhei sobre esse período que vivemos como casal, pois as pessoas olham pra nós e acham que tudo é perfeito. Ao final do curso uma irmã casada me procurou e disse que estava entendendo como a corte era importante, pois aquilo que eu aprendi durante a corte ela só foi aprender depois de 11 anos de casada.

Desejo que esse meu testemunho ajude você que está no tempo de espera, a pular essa fase, que você aprenda a ceder desde já. E você que está se relacionando, não deixe de compartilhar com sua liderança, isso é o que fará a diferença no seu relacionamento.

Que o Senhor abençoe cada casal que decidiu viver a vontade de Deus e que os conflitos não transformem o sonho de Deus em um pesadelo mundano.

 

Com encargo,

 

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br
Snapchat: solwila


Posts no Sou Igreja

Se você gosta de ler nossos posts aqui no DZ, também pode acompanhar nossas postagens no blog Sou Igreja onde somos colunistas no tema: Relacionamentos. 😉

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se você já leu alguns dos nossos textos, deixe seu comentário.

O Diário da Zoe


#Relacionamentos | Amizades Alienígenas

ET

Helloo!! Tudo bem com vocês?

Vocês devem estar se perguntando: A Carol enlouqueceu? Amizade alienígena? Hãm?!?!

Esse termo “amizade alienígena” quem usou foi Pr. Marcelo Almeida em uma das suas ministrações para dar o exemplo de amizade esquisita que temos visto nos últimos dias. Na verdade foi uma tradução do que eu sempre pensei sobre alguns tipos de amizades e não tinha ainda chegado a uma conclusão clara.

No post sobre ansiedade que fiz para o blog Sou Igreja, comentei que somos ansiosos com absolutamente tudo, inclusive com as amizades. Somos tão ansiosos que não conseguimos esperar uma amizade amadurecer, não esperarmos um tempo até conhecer a pessoa de verdade para saber se é nossa amiga mesmo ou se é somente uma conhecida… é triste dizer, mas a metade dessas amizades não duram nada, terminam em frustração e geram aqueles comentários de pessoas que se acham perseguidas, invejadas e que tem “inimigas”.

Hoje em dia as coisas estão tão banalizadas que você conhece uma pessoa hoje e amanhã já é BFF (Best Friend Forever) e posta nas fotos do facebook: “te amo”, “Minha”, “Meu”, “Linda”, “Lindo”, “Perfeito”, “Perfeita” e por aí vão os elogios extraterrestres que são comuns em adolescentes e sinceramente me dão vontade de vomitar…

bob_arcoiris

Antes de continuarmos, vamos ver o significado das palavras conhecido, colega e amigo no dicionário:

Conhecido

Que se conhece; sabido. Ilustre, célebre.
Indivíduo com quem se mantêm relações superficiais.

Colega

Pessoa que pertence ao mesmo colégio, à mesma classe, escola, instituição, corporação, repartição ou sociedade, principalmente literária ou científica, que outra ou outras; aquele que preenche as mesmas funções, que exerce a mesma profissão ou atividade que outras pessoas: colegas de escola, de magistratura.
Companheiro de estudos, de folguedos; camarada.

Amigo

Indivíduo com quem se tem uma relação de amizade, de afeto, de companheirismo: tem muitos amigos.
adj. Que expressa afeto: irmãos amigo.
Que demonstra amizade, sentimento de afeição: ato amigo.
Perceba que há diferença de conhecido, colega e amigo. Como meu querido amigo Milton Nascimento já dizia que “Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito… amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves…” …. rsrsrsrs. Infelizmente as amizades atuais são tipo Cup Noodlles, joga água quente espera um pouquinho e voilá, está pronto! Minha frustração com Cup Noodlles é que sou apressada e muitas vezes o macarrão fica meio durinho ainda! 🙁 Alguma semelhança com algumas amizades?

Não digo que amizades verdadeiras não podem surgir de forma rápida, mas é necessário ter uma base para que a amizade fortaleça e permaneça. Algo em comum, como o estilo de vida, a fé e etc.

Tenho um exemplo muito claro de amizade “relâmpago”, mas que foi na verdade uma junção divina em minha vida. No ano de 2011 eu queria ir para a conferência de pastores e lideres em Goiânia e não tinha onde ficar, pois a grana estava super curta para pagar hotel e eu decidi ir de ultima hora. Falei com uma colega aqui em São Paulo, se ela conhecia alguém lá que poderia me abrigar… enfim, ela me indicou uma irmã de lá chamada Érica e nos adicionamos no face. Conversei poucas vezes com ela sobre a viagem e marcamos de nos encontrar no aeroporto de Goiânia para eu ir até a casa dela e ficar por lá naqueles dias. Meu voo chegou e fiquei esperando por ela… sinceramente eu não ficava imaginando com ela era fisicamente, nem coisas do tipo, mas eu tinha um pouco de receio de ser uma pessoa que eu não tivesse afinidade. Vocês acham que aconteceu o que? Hahahahahahaha… viramos BFF instantaneamente!! Conversamos muito naqueles dias, eu pude conhecê-la e ela a mim e o mais doido de tudo é que ela tinha uma vida igual a minha só que em outro lugar do país, ela era discipuladora, temente a Deus, tinha as mesmas brisas com Jesus (o que eu acho que nos uniu ainda mais). No período todo da conferencia, ficamos muito amigas e o Senhor nos uniu ainda mais. Quando voltei pra São Paulo eu a trouxe junto comigo (em sua primeira experiência no avião! 🙂 ) para passar uns dias na casa daquela colega lá que nos apresentou.

Resumindo a historia, somos amigas desde então e nos encontramos ao menos uma vez no ano, seja em conferencias, ela vindo para o meu casamento (sim ela veio! *_____*), ficando em minha casa para passar uns dias ou até mesmo para trabalhar no encontro em nossa igreja.

Hoje a Érica foi enviada para as missões em Nova Hamburgo/RS e mesmo tão longe, nos falamos com muita frequência e para mim é como se ela estivesse aqui, só morando em um bairro vizinho.

Quis te contar toda essa história doida que aconteceu comigo para mostrar que uma amizade improvável pode sim surgir, mas não podemos de forma alguma alimentar as alienígenas com aquela melação toda que na verdade não passa de pura falsidade, pois não se pode contar com essas pessoas para conselhos e ajuda quando houver a necessidade, principalmente quando essa pessoa não tem o mesmo estilo de vida que você.

erica e eu

Um exemplo bíblico de amizade é a que acontece entre Jônatas (filho de Saul) e Davi. Podemos acompanhar a amizade deles a partir do capitulo 18 do livro de I Samuel e ver como o companheirismo, a lealdade e a amizade era algo que os unia. Eles tinham uma verdadeira aliança:

“Jônatas e Davi fizeram uma aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.”

I Samuel 18:3

Se hoje as suas amizades tem sido tipo essas alienígenas, com pessoas que não professam a mesma fé, que só curtem as suas fotos no face, pessoas que não te acompanham, não são leais e só querem status, recomendo que fuja! Invista naqueles que você percebe que estão do seu lado de verdade e que de fato acrescentarão algo em sua vida, não apenas um comentário que massageia o seu ego.

Te convido a se posicionar nesses dias, a avaliar as suas amizades e pedir que o ES mostre se você também não tem sido o alienígena da situação. 😉

 

Saudações, terráqueos!

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz

www.facebook.com.br/annacarolinafer


#Relacionamentos | Vontade de Deus

vontade de Deus_ok

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

No final de semana passado fui a um casamento da família do meu marido e em conversa com uma pessoa sobre o relacionamento dela, fiz algumas perguntas: “Você está orando o que? Para que o Senhor faça a vontade d’Ele? Você já parou pra pensar que a vontade de Deus pode ser que você termine tudo e espere?”. Depois me pus a pensar sobre essa questão da vontade de Deus e analisei como foi em minha vida no quesito relacionamentos.

Eu estava em um relacionamento de 5 anos, ambos não sabíamos o que queríamos e como já falei em outros posts, eu tinha muito medo de estar me relacionando com a pessoa errada. Quando eu tive um verdadeiro encontro com Deus, comecei a fazer a oração suicida: “Deus, que seja feita a sua vontade!”. Essa oração é suicida porque você de livre espontânea vontade está abrindo mão dos seus planos para obedecer e viver a vontade de Deus para a sua vida. O que há de errado nisso?!?! NADA! Está completamente correto, pois a vontade de Deus é boa, agradável e perfeita (Romanos 12:2) e como filhos que confiamos em nosso Pai Celestial, entregamos a Ele o controle de tudo, afinal Ele sabe muito mais o que é melhor para nós do que nós mesmos.

Depois dessa oração Deus me disse que a vontade d’Ele não era que eu continuasse naquele relacionamento, que eu serviria de exemplo para muitos com a atitude de obedecê-lO e por mais que fosse doer, Ele estaria comigo. Nesse tempo, a palavra que me marcou foi:

“Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto. Quem ama a sua vida perde-a; mas aquele que odeia a sua vida neste mundo preservá-la-á para a vida eterna. Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará. Agora, está angustiada a minha alma, e que direi eu? Pai, salva-me desta hora? Mas precisamente com este propósito vim para esta hora.” – João 12:24-27

 

Confesso que obedecer e permanecer em obediência não foi nada fácil. Tive momentos de intensa crise onde até falei pra Jesus que “se eu fosse Ele não teria morrido por seu ninguém!”. Mas nesse tempo tive a ajuda dos irmãos e como nunca, me joguei nos braços de Jesus e vivi coisas profundas como nunca antes. Hoje colho os frutos da decisão de obedecer e permanecer! 🙂

Contei essa experiência para vocês, pois muitas vezes oramos e cantamos que a vontade de Deus seja feita, até choramos… Mas você já parou pra pensar que a vontade de Deus pode ser o contrário do que você tem planejado? Que Ele pode pedir isso que você tanto preserva e ora para que aconteça? Às vezes nem é um relacionamento, mas é a faculdade que quer cursar, ou a área que quer trabalhar, são as missões que você quer realizar… são coisas legitimas, mas são realmente a vontade perfeita de Deus para você?

Hoje vim com muitas perguntas para que você avalie se está disposto(a) a pagar o preço pelas orações suicidas. Te digo que nem para Cristo foi fácil! Como lemos em João 12, Ele estava com a alma angustiada, mas disse algo que foi chave para mim e que eu sempre repetia: “…e que direi eu? Pai, salva-me desta hora? Mas precisamente com este propósito vim para esta hora.”. Eu tinha entendido que o propósito de tudo aquilo era a glória de Deus em minha vida e não o meu sofrimento.

E você? Tem orado o que? Se for para que a vontade de Deus seja feita esteja preparado(a) para tomar decisões, muitas vezes difíceis, mas que glorificarão o Pai.

Compartilhe conosco a sua experiência com a vontade de Deus para sua vida!

 

Com amor,

 

pickerimage

 

 

 

 

 

 

 

 

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz


#Relacionamentos | Corte – Inimigos do Sonho III

inimigos_do_sonho_3

 

Oi gente,

Vamos continuar falando dos Inimigos do sonho de casar. Estou muito feliz com o alcance desses posts. Todas as vezes que escrevo tenho um profundo encargo por todos os que estão vivendo debaixo dos ataques desses inimigos, pois eu vivi cada um deles na pele e sei o quanto a luta é dura.

Bem, hoje quero compartilhar sobre As Maldições – esse inimigo pode parecer menos perigoso que os demais, mas não se engane ele pode destruir o sonho de casar antes e depois do casamento.

Significado de Maldição

s.f. Ato ou efeito de amaldiçoar.
Palavras com que uma pessoa deseja que advenham males a outra; praga.
Desgraça, fatalidade: a maldição caiu sobre o infeliz.

Sinônimos de Maldição

Sinônimo de maldição: esconjuraresconjuroimprecação e praga

FONTE:  http://www.dicio.com.br/

Existem alguns tipos de maldições, mas aqui quero falar sobre a Maldição Hereditária. Essa é aquela maldição que herdamos dos nossos antepassados e que influenciam a nossa vida e impedem a benção de Deus sobre nós.  Muitos ignoram esse fator, mas satanás se aproveita de qualquer circunstância para roubar, matar e destruir (João 10:10).

Para identificar se há maldições sobre sua vida você precisa avaliar o seu histórico familiar. Neste caso nos concentraremos nas maldições de relacionamentos, mas existem diversas maldições como: vícios, mortes especificas, doenças, desemprego, dívidas entre outros.

As maldições hereditárias de relacionamento podem ser:

  • Pessoas que nunca se casam na família;
  • Pessoas que só casaram após gravidez inesperada;
  • Diversos casos de separação e divórcio;
  • Casos de adultério;
  • Muitos casais amasiados;
  • Agressão do parceiro dentro do relacionamento;
  • Brigas constantes entre os casais;
  • Casos de bigamia;
  • Muitas mães solteiras;
  • Casos constantes de viuvez.

Se você notou que há casos como esses em sua família, há indícios de maldição.

No meu caso ao fazer essa análise descobri que praticamente todas as mulheres da minha família sofreram com adultério em seus casamentos e isso vem de longa data, ou seja, é uma maldição.  Sempre fui fortemente atacada nessa questão, o medo de ser traída. Por esse motivo muitas vezes tive o sonho de casar quase morto, mas pela graça de Deus entendi que mesmo que essa maldição tenha alcançado até mesmo a minha geração, ela não precisa continuar.

Temos duas escolhas a fazer. Podemos escolher a BENÇÃO ou a MALDIÇÃO.

Eu escolhi a benção e com isso me apropriei das verdades da palavra de Deus. Mesmo que o meu passado familiar tenha esse histórico de maldição, agora sou nova criatura em Cristo e faço parte de outra família, tenho uma nova filiação e também uma nova herança. Por isso decidi andar de acordo com minha herança familiar atual, escolhi a SANTIDADE, pra desde já quebrar toda e qualquer raiz de maldição que satanás queira se aproveitar para destruir o meu sonho de casar e o meu casamento.

Então, se você assim como eu escolhe a BENÇÃO, ore repreendendo e quebre toda e qualquer maldição hereditária e se aproprie da herança que temos em Cristo.  A herança de um relacionamento saudável, com propósito, preparado por Deus para que você desfrute de um casamento abençoado e construa uma família fundamentada na rocha que é Jesus. É nisso que você deve crer.

Ainda quero comentar sobre as maldições que recebemos através de palavras lançadas sobre nós.  Essas maldições são aquelas famosas frases matadoras de sonhos, como:

  • Você nunca vai se casar;
  • Você vai ficar pra titia;
  • Você é um (a) encalhado (a);
  • Vai ficar com quarenta anos e ainda vai morar com os pais;
  • Ninguém vai se interessar por alguém como você;
  • Você vai casar com uma pessoa pior do que você;
  • Não sei por que vai se casar, em menos de um ano vai se separar;
  • Você vai casar grávida;
  • Você vai cair em pecado, não vai aguentar até casar.

Essas e muitas outras maldições são lançadas sobre nós, principalmente se você escolheu caminhar em santidade, mas mantenha-se firme em sua decisão e creia, pois o Senhor te honrará.  Quebre através da oração cada uma dessas palavras de maldição, não aceite a mentira de satanás em sua mente se arme com a palavra de Deus. Lembre-se do exemplo que temos em Abraão, homem de fé que em nada duvidou da promessa de Deus:

“E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus,
E estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para o fazer”.Romanos 4:20-21

Que você possa ser a quebra dessa maldição em sua família e que Deus te conceda um casamento segundo a vontade dele.

Com muito amor,

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle_dz
danielle@odiariodazoe.com.br

 


#Relacionamentos | Corte – Inimigos do sonho II

 

inimigos_do_sonho_II

Oi gente,

Hoje quero compartilhar com vocês sobre outro inimigo do sonho de casar: Os relacionamentos do passado.

Esse inimigo é gerado por nós mesmos, pois se trata das escolhas que fizemos no passado e suas consequências, mas não precisa continuar assim, certo?

Durante todo meu tempo de espera (que não foi pouco rs), tive algumas experiências com esses inimigos do sonho especialmente os relacionamentos do passado. Como já contei no post anterior, eu tinha uma vida mundana, me relacionei com alguns rapazes no chamado “ficar” e também tive um namorado.  Eu ansiava encontrar a pessoa certa, então não importava se era um simples ficar em uma festa, ou um ficar de três meses, eu sempre me envolvia emocionalmente.

Quando me converti eu ainda namorava, mas somente ao final do namoro eu me entreguei genuinamente à Cristo. Nesse momento, eu só queria saber de Jesus e sua palavra, queria ter experiências com ele e não pensava em relacionamento. No entanto, percebia que de tempos em tempos eu sentia uma carência bem aguçada e sempre nesse período algum “falecido” (os ex alguma coisa) aparecia.

Bom, no inicio eu não sabia lidar muito bem com isso e ficava balançada, chegava até pensar que se essa pessoa tinha ressurgido na minha vida era plano de Deus, podia ser o “escolhido”. Humpf!!! Quanto engano!

Apesar de ser fortemente atacada por satanás, Deus sempre me guardou e felizmente não cai nas armadilhas do inferno, mas as vezes saia com alguma ferida :(.  Até o dia que eu decidi não viver mais assim, pois a cada balançada que meu coração dava e a cada decepção eu ia me fechando pro sonho de casar.  Fiz uma limpeza nas minhas coisas, joguei tudo que eu tinha ganhado ou que me lembrava essas pessoas, fiz uma fogueira e queimei tudo. Cortei todos os laços de alma que existia. Foi difícil, mas eu fiz.

No início algumas pessoas nas quais eu cortei contato, não entendiam o porquê não poderíamos ser apenas amigos, mas eu havia entendido que não poderia sobrar nada, exatamente como Deus falou em sua palavra pra Moisés:

“E falou o Senhor a Moisés, nas campinas de Moabe junto ao Jordão na direção de Jericó, dizendo:
Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando houverdes passado o Jordão para a terra de Canaã,
Lançareis fora todos os moradores da terra de diante de vós, e destruireis todas as suas pinturas; também destruireis todas as suas imagens de fundição, e desfareis todos os seus altos;
E tomareis a terra em possessão, e nela habitareis; porquanto vos tenho dado esta terra, para possuí-la”. – Números 33:50-53

No entanto, apesar de expulsar todos os antigos moradores do meu coração, eu ainda vivia sendo atacada por esse inimigo. Eu sonhava constantemente com as pessoas do passado e sempre acordava angustiada, até que entendi que além de cortar os laços de alma, eu precisava perdoar essas pessoas. E algo transformador, foi quando li em um livro que precisamos perdoar as pessoas por nós mesmos termos dado a elas a chance de nos magoar.

Então me posicionei e um dia em meu quarto, lembrei-me de cada experiência que havia me machucado e comecei a desencavar coisas do meu coração, lembro-me de começar a chorar e a sentir a dor que senti em cada situação, mas ao invés de empurrar essas lembranças para o fundo do baú eu as entreguei a Deus. Entreguei todo sentimento de dor e rejeição e tantos outros sentimentos que me perturbavam. Não queria mais, ao ouvir o nome dessas pessoas, sentir aquela dorzinha no coração, sabe? Nem mesmo, ao encontrar alguém na rua, fingir que não conheço, porque não é essa a questão e sim o concluir o passado.  Fiz tudo isso e refiz todas as vezes que percebia que ainda havia algo, foi libertador!

A partir dessas experiências comecei a me sentir aberta para um relacionamento a maneira de Deus.

Se você, assim como aconteceu comigo, tem sofrido ataques desse tipo de inimigo, posicione-se e não aceite as mentiras e enganos de satanás que dizem:

  • Se você cortar o relacionamento com essa pessoa, você vai se arrepender;
  • Se você jogar essas coisas fora, você vai arrumar confusão;
  • Não foi você que errou, foi ele (a) porque você vai liberar perdão? Quem tem que te pedir perdão é ele (a);
  • É sempre bom ter alguém correndo atrás de você.

Esses e muitos outros pensamentos podem surgir ao se decidir por concluir o seu passado. Rejeite todos eles e faça aquilo que precisa ser feito. Não se preocupe, o melhor de Deus está por vir.

Que o Senhor te dê forças para destruir esse inimigo e tomar posse da terra prometida!!!

Tem uma música, que me faz lembrar essa fase de entrega onde nossa alma grita por suas vontades. O nome do ministério é muito lindo 😀 😀 😀 Ministério Zoe , música Aquieta Minh´alma. Pode chorar litros!

Confere a letra aqui 

PS: Não deixe de compartilhar conosco a sua experiência.

Com amor e encargo,

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle_dz
danielle@odiariodazoe.com.br

 


#Relacionamentos | Corte – Laços de Alma.

large_ok

Olá pessoal!

 

Quero esclarecer uma dúvida que muitas pessoas têm, falarei sobre laços de alma. Mas antes, explicarei desde o inicio como surge tal laço.

 

Bom, toda pessoa é composta por três partes: espírito, alma e corpo. Por conta do pecado, todos nós nascemos com o espírito adormecido, até aceitarmos Jesus como Senhor e Salvador das nossas vidas, resultando no novo nascimento que nos vivifica através Espírito Santo de Deus.

A alma é composta por mente, vontade e emoções e era nessa parte que eu queria chegar!

O laço de alma envolve as suas emoções, que é uma faculdade da alma. Ele surge quando você se envolve emocionalmente com alguém, seja por telefone, internet, ao vivo, com ou sem contato físico e por ai vai. O laço (como a palavra já é explícita) nos prende a outra pessoa de forma que não conseguimos nos desconectar até que isso seja realmente quebrado por nossa iniciativa.

 

Muitos pensam que o laço de alma só acontece no ato sexual, pois é quando o homem e a mulher se tornam “uma só carne”. Quero dizer que se você pensa assim, está enganado (a), o laço envolve as emoções.

 

Lembro-me que em meu tempo de espera fui atacada por satanás na mente (outra faculdade da alma) para não me relacionar no padrão de santidade que Deus tinha pra mim e certa vez, em um período de muita crise, um amigo da faculdade que eu não falava havia muito tempo apareceu no facebook e começamos a conversar (não tinha nada demais, não é mesmo!?), mas essas conversas começaram a ficar bem frequentes, tipo, todo dia e toda hora. Quando vi, eu já estava emocionalmente enlaçada, sem nem mesmo ter encontrado o rapaz! Sempre falo que o Senhor é misericordioso demais comigo e me guardou de fazer alguma besteira, pois todas as vezes que eu planejava me encontrar com o rapaz, dava tudo errado e claro que na época eu ficava super brava, porque nem pecar Deus deixava, todos podiam pecar menos eu! Rsrsrsrsrs… Hoje vejo o cuidado de Deus com a minha vida e sou muito grata por isso.

 

Para avançarmos em nosso relacionamento com Deus e nos prepararmos para a corte é necessário que esses laços do passado sejam quebrados, caso contrário você ficará embaraçado (a) e isso dificultará o caminho que deve ser trilhado.

 

– Ok Carol, mas como quebro esses laços!?

 

Existem formas práticas de se quebrar um laço de alma, inclusive, foi o que eu fiz quando isso aconteceu comigo.

 

Inicialmente é importante que seja cortado qualquer tipo de contato, seja ele físico ou apenas por e-mail, telefone, whatsapp e etc.

 

Isso mesmo! Parece ser impossível, mas não é.

 

Quando isso aconteceu comigo, eu liguei para o rapaz e expliquei que eu não queria aquilo para minha vida, que meus valores eram outros e que eu decidia esperar pelo melhor de Deus para mim. Por não ser crente (olha a enrascada que eu estava!) ele me achou uma louca, disse que não tinha nada a ver e que era pra eu deixar as coisas “rolarem”. Foi então que eu excluí o número dele da agenda, o bloqueei no facebook, literalmente o exclui da minha vida, pois sabia que aquela amizade hipster colorida não o traria para Cristo e sim me afastaria do propósito.

 

Se no seu caso o relacionamento estiver em um nível mais profundo, é necessário que haja uma posição sua de parar de se encontrar e fazer o que tem feito. Converse explicando a sua posição e novo estilo de vida e em seguida corte tudo! Não é fácil, mas tenha certeza que o ES (Espírito Santo) vai te ajudar.

 

Após cortar contato, é necessário que se desfaça de tudo o que te faz lembrar o relacionamento, sejam presentes, cartas, e-mails, fotos, mensagens… é um verdadeiro processo de libertação, para que nada te prenda mais à essa pessoa. Eu costumo fazer a fogueira da libertação com as pessoas que acompanho, queimamos TUDO para que não tenha a possibilidade de arrependimento.

 

É importante que nesse processo você seja acompanhado (a) pelo seu líder de célula ou discipulador, para que tenha apoio em oração e o compromisso com alguém de não voltar atrás em sua decisão.

 

Se você está nessa situação, enlaçado (a), se posicione! Não perca o melhor de Deus, por estar envolvido (a) com outras pessoas. O tempo certo de cortejar chegará, mas você precisa estar pronto(a) e livre para desfrutar do melhor de Deus.

 

Você já teve alguma experiência de laço de alma? Compartilha com a gente nos comentários! 😉

Leia também: Investindo em Laços de Alma | Laços de Alma – Tudo novo!

Siga-nos nas redes sociais:
Facebook
Instagram
Youtube

Com amor,

 

pickerimage

 

 

 

 

 

anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

 


#Aconteceu | Conferência Revival

Este final de semana prolongado de carnaval estivemos na Conferência Revival que aconteceu na Videira Itaquera. Deus nos surpreendeu mais uma vez e saímos marcados daquele lugar! 🙂



Continue reading

#Defraudação

defraudação

Drefrau… o que? O que é isso?

Defraudação do verbo defraudar, significa lesar, fraudar, iludir, enganar, usar a inocência de alguém para tirar proveito para si.

“Ninguém iluda ou defraude nisso a seu irmão, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.” – 1 Tessalonicenses 4:6

O ser humano é um ser caído e sempre pende para o pecado. Infelizmente existem algumas circunstâncias que agimos de forma consciente/inconscientemente e acabamos defraudando o nosso irmão ou a nós mesmos, dando esperanças de coisas que nunca se cumprirão, despertando desejos que não serão supridos, fantasiando coisas que jamais acontecerão e mais uma infinidade de circunstâncias.

A questão de defraudar-se é tão séria quanto defraudar o irmão, pois você fica sonhando, alimentando em seu coração vontades e desejos que quando não acontecem, resultam em frustração e amargura.

O fato primordial é analisar como você tem se relacionado com os irmãos e com você mesmo, pois aquilo que fazemos, pensamos, lemos, assistimos… influenciam. Sempre testemunho isso pois foi uma das chaves para que eu avançasse em Deus, me lembro que quando decidi viver em santidade, guardar meu coração para o meu esposo – mesmo sem saber quem ele seria – eu parei de me defraudar, não via mais filmes românticos, não lia mais livros que falassem do assunto, não alimentei mais amizades com “possíveis côrtes”, até que o Senhor falasse comigo e te digo que Ele falou na hora certa e as coisas aconteceram.

Declaro que nesses dias o Senhor irá incomoda-lo (a), quanto as amizades, atitudes e influencias que não tem colaborado para o seu crescimento, que tem apenas feito com que você defraude os outros e se defraude também. Que o Espírito Santo o convença que tais práticas são pecado e tais coisas te afastam d’Ele.

pickerimage


 
1 2 3 4
 
Top