Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

relacionamento

#Ministração |Seminário da Côrte – Rede MOVE

 

Oi gente!

No último final de semana, aconteceu o “Seminário da Côrte” promovido pela Igreja Dínamus e Rede MOVE.

São ministrações de homens consagrados, cheios de vida e poder de Deus falando sobre o padrão do Reino para os relacionamentos.

chaves

Se você tem procurado respostas sobre guardar o coração, como vencer a pornografia,como andar em santidade ou como saber o tempo certo pra se relacionar, com certeza essas ministrações irão marcar sua vida.

 

Invista seu tempo e seja marcado por Deus.

Que Jesus te abençoe.

Com encargo,

 

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Eu – Temperamentos.

tempeR

 

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Nessa série de posts que intitulamos de “EU” queremos focar a questão do Ego, dos temperamentos e como lidar com tudo isso.

Na semana passada falamos sobre a reação de pessoas contrariadas e que a chave para fluir nos relacionamentos (seja lá qual for) é CEDER.

Para os temperamentos, temos 4 classificações que são: sanguíneo, melancólico, fleumático e colérico.

É importante dizer que nenhuma pessoa se encaixa perfeitamente apenas em uma classificação, cada um tem um percentual de cada temperamento e geralmente dois sobressaem mais.

Vamos ver as qualidades e defeitos de cada um?

temp

 

Com toda certeza você já se identificou com alguma classificação ou com todas! Kkkkk…

Geralmente quando comento com as pessoas que uma das classificações que sobressaem em meu temperamento é colérico já ouço um “vishhhh…!!” ou “Nossa!”. Quero esclarecer que não existe uma classificação melhor ou pior que a outra, pois todas têm as qualidades e os defeitos. Não temos porque nos orgulhar de ter essa ou aquela classificação de temperamento.

Se você quer saber qual é o percentual que define o seu temperamento, acesse através desses links dois tipos de testes:

Ambos os testes não são tão completos, mas dá para ter uma noção do que compõe o seu perfil.

A Fabiola Melo falou um pouco sobre temperamentos nesse vídeo:

 

Agora que você já sabe se é sanguíneo, fleumático, melancólico ou colérico, quero te falar algo: Nenhuma dessas classificações define quem você é e muito menos é respaldo para agir como age!

Como assim Carol? :O

Pois bem, já te explico! 😉

Muitas pessoas usam a questão dos temperamentos para respaldar seus erros, o descontrole, as intolerâncias, a insubmissão e o velho egocentrismo. Existem aqueles que inclusive falam “Eu sou assim mesmo!” e andam segundo os desejos deles em nada ouvindo o ES.

Em Gálatas 5:22-26 vemos o que nosso temperamento e caráter devem expressar:

Entretanto, o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas virtudes não há Lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos de igual modo sob a direção do Espírito. Não nos tornemos arrogantes, provocando-nos uns aos outros e tendo inveja uns dos outros.

 (Versão King James – grifo meu! 😀 )

 

Podemos notar que no texto após serem citados os frutos do ES é falado a respeito de crucificar a carne, as paixões e os desejos, ou seja, não fazer a sua própria vontade.

Temos sempre que ter em mente que apesar do nosso temperamento o que deve sobressair em nós é o caráter de Cristo, que tem cada um dos frutos do ES citados logo acima. Antes de pensar que você é colérico, pense: Sou cristão, um pequeno Cristo, e devo expressar a Ele.

Mas como fazer isso?

Confesso que para mim não foi e não é fácil lutar contra mim mesma, pois sempre quero fazer o mais cômodo que claro, é a minha vontade. Por exemplo: O que realmente pesa em meu temperamento é a autossuficiência, não depender de ninguém, quero fazer tudo sozinha… mas a palavra de Deus me diz o que? Que devo ser dependente de Deus, assim como Jesus foi. Então eu renovo a minha mente pela palavra para ver as situações de uma perspectiva diferente (a de Deus, claro!), não cedo a minha vontade, mas consulto ao ES e me deixo ser guiada por Ele. Repito: não é fácil… mas como diz um amigo meu: Quem disse que seria fácil? Rsrsrsrsrs.

Saber qual é a classificação do seu temperamento ajuda, mas não é um guia tipo um horóscopo que diz exatamente como você é e sempre será (misericórdia se você lê horóscopo!! :O). Lembre-se que estamos em constante transformação e inclusive o seu temperamento precisa ser transformado e conduzido pelo ES.

Se você se interessou pelo assunto e quer entender mais profundamente sobre, temos duas indicações de livros que irão te ajudar!

 

Qual a combinação do seu temperamento? Compartilha com a gente nos comentários qual tem sido a sua maior dificuldade! 😉

Com amor,

 

pickerimage

 

 

 
@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Corte – Seguindo a direção certa.

TREM 02

 

Oi gente!

Como já sabem muitas coisas tem acontecido com o DZ e uma delas é que fomos convidadas para ministrar sobre #relacionamentos em um Seminário de Princesas na Igreja Emanação. Estamos muito honradas com o convite e já estamos orando e nos preparando pra sermos canal de Deus naquele lugar. Orem por nós também. J

 

Eu pretendia continuar a série #santidade, já tinha até algumas coisas em mente pra escrever, mas orando e falando com o Senhor ele me direcionou a escrever sobre outro assunto, quero falar sobre o tempo de espera e oração pela corte e as direções da nossa liderança.

Para começar quero compartilhar essa palavra:

 

Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.
Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
Remindo o tempo; porquanto os dias são maus.
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
Efésios 5:14-17

 

Vemos aqui que Paulo faz uma citação: “Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá”. E ele continua falando, para estarmos atentos a maneira na qual temos vivido, para não vivermos como tolos e sim como sábios, pois os sábios sabem aproveitar bem o tempo (remir o tempo). Para ficar mais claro ainda, Paulo diz que a melhor forma de aproveitarmos bem o tempo é sabendo qual é a vontade de Deus.  Uau!

 

Meditando nesta palavra, li sobre Jesus, a respeito de seu ministério que foi tão assertivo.  Jesus não começou a investir em um discípulo e depois percebeu que tinha se enganado a respeito dele, mesmo Judas foi escolhido para cumprir as escrituras. Poxa, como Jesus fez isso? Percebemos então que para que Jesus escolhesse seus discípulos ele dedicou tempo com Deus para saber qual era a sua VONTADE, ou seja, Jesus sabendo a vontade de Deus não perdeu tempo.

Analisando tudo isso, vemos que se para escolher discípulos, pessoas as quais Jesus firmaria uma aliança, ele se dedicou em buscar a vontade de Deus, imagine nós para o casamento. Será que não é necessário fazer o mesmo? Afinal é uma aliança entre duas pessoas para toda a vida, será que pode haver erros?

 

Infelizmente, o que mais vemos são pessoas que se casam errado, e por esse motivo acabam perdendo muito tempo de suas vidas tentando consertar algo que nem precisaria estar errado. Dá pra entender? O pior de tudo é que mesmo hoje com a visão da corte, cursos de noivos, discipulado, muitos de nós temos sido enganados e estamos perdendo a benção de Deus, por não seguirmos as direções.

 

Na entrevista que fiz com o Pr. Isaías Sardinha (em breve aqui no blog!) ele falou algo que veio como revelação pra mim. Ele falou: Direções são como peças de um quebra-cabeça, quanto antes as seguirmos, mais rápido teremos esse quebra-cabeça montado. Porém se não seguirmos as direções, poderemos ter problemas lá na frente, talvez seja necessário voltar tudo de novo para encaixar aquela peça que ficou faltando.

 

Eu sempre tive muito medo de parar o propósito de Deus na minha vida por minha própria causa, principalmente com um casamento errado, fora da VONTADE d´Ele. Minhas orações sempre foram pedindo para o Senhor alinhar todas as coisas e testificar no meu coração, no coração da minha liderança e dos meus pais.

 

Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.
Provérbios 11:14

 

Eu não podia imaginar perder tudo o que o Senhor sonhou pra mim apenas por uma paixonite.  Não queria de forma alguma trocar Jesus por um homem. Essa era minha crise, mas depois falo da revelação que tive sobre essa questão :D.

Bem, com todo esse receio que tinha, procurei seguir todas as direções durante o tempo que eu orava pelo  meu noivo. Muitas vezes eu achei que minha liderança não queria que eu me relacionasse, porque sempre que eu falava do assunto a resposta era sempre a mesma, continue orando. Affs…!!!  Ai eu chorava ouvindo aquela música do Thalles Roberto – Mesmo sem entender, essa era a minha trilha sonora rsrs, porém, o Senhor sempre falava comigo e eu obedecia.  As vezes a direção era pra me afastar mais dele (do meu noivo), pois como éramos muito amigos acabávamos conversando muito e eu poderia abrir o meu coração antes do tempo. Por temor de fazer caquinha e estragar tudo eu sempre obedeci. Sabia que mesmo não entendo as coisas (by Thalles) era o melhor pra mim.

 

Uma das orações perigosas que fiz antes mesmo de começar a orar por alguém, foi: “Senhor, não me deixa entrar em um relacionamento sem estar pronta para ele”.  Fiz essa oração em um momento de rendição quando eu nem tinha alguém em mente. Eu me conhecia e me lembrava de toda imaturidade que havia no meu relacionamento mundano e de forma alguma queria viver aquilo novamente. Talvez, por esse motivo, demorou tanto pra eu entrar na corte rsrs!!! Falando sério, em muitos momentos de desespero e até incredulidade eu pensava: “Senhor, se o Senhor não permitiu é porque sabe que ainda não é o momento.” E isso me confortava.

 

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

 

Eu contei tudo isso, para exemplificar que em todo momento, eu entreguei para Deus a direção da minha vida e, mesmo sabendo disso, nos momentos que o Senhor usou minha liderança para me direcionar eu ainda hesitava. Graças a Deus que meu desejo pela vontade de Deus era maior e rapidamente eu me dava conta do que estava fazendo e obedecia.  Quando por fim, meus lideres e meus pais direcionados por Deus entenderam que era tempo e liberaram a corte. Deus me mostrou claramente que se eu tivesse entrado na corte antes talvez o que era sonho teria se tornado um pesadelo.  Nem eu nem ele estávamos prontos para o relacionamento. Graças a Deus pela nossa liderança e por seu ES.

 

O tempo é algo que corre e não há como mudá-lo ou comprar mais dele, no entanto, não se engane achando que pulando etapas você estará “remindo o tempo”, como o Pr. Isaias disse, essa direção pode ser a peça chave da sua vida, ministério e relacionamento. Ainda que contrariado, faça como Jesus, tome tempo com Deus para saber qual a VONTADE d´Ele. Eu estava preocupada com o tempo, afinal 25, 26, 27 anos e nada, mas tinha certeza que se eu tomasse a direção das mãos de Deus para as minhas, a coisa poderia se estender por muito mais anos.

 

Hoje, como noiva já tenho outra experiência sobre essa questão de cuidado e direções no discipulado, mas com certeza isso é tema pra outro post. 😉

 

Que o Senhor traga luz a sua vida e que você possa obedecê-lo e desfrutar do melhor que ele tem para seu relacionamento.

 

Com encargo,

 

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Eu – Ego

ego_ok

 

Olá pessoal, tudo bem com vocês!?

 

Como a Dani já compartilhou, estamos muito felizes de termos participado da conferência dos vencedores e por ter conhecido alguns de vocês por lá! 😉

 

Hoje vindo para o trabalho passei por uma situação um tanto engraçada, mas foi bem infantil. Um rapaz estava saindo do ônibus e eu passei na frente dele, afinal, tinha espaço… mas, por eu ter entrado entre ele e a namorada, ele ficou muito nervoso e fez um barulho em minha orelha a fim de que eu me assustasse…rsrsrs é engraçado, pois as pessoas mostram quem são por tão pouco e a situação com ele não durou 10 segundos, mas ele se sentiu contrariado e agiu como a maioria de nós, como uma criança.

Essa circunstância me vez refletir como está cada vez mais nítido o egocentrismo das pessoas e as doenças emocionais que elas têm. Muitos agem como esse rapaz, como verdadeiras crianças quando as coisas não saem da forma que queriam que fossem.

crioonça

 

Mais um fato dessa semana que me fez chegar nessas conclusões, foi que eu estava conversando – pra variar! – sobre relacionamentos com algumas colegas de trabalho e surgiu o assunto sobre as mulheres serem explosivas, impacientes que muitas vezes tratam seus parceiros como seus filhos por conta de algumas atitudes passivas por parte deles. Não quero entrar a fundo nesse tipo de situação, podemos falar dela mais pra frente, mas quero ressaltar o principio de se agir assim, que é a tal briga de egos.

 

Quero alertar que um dos princípios para manter qualquer relacionamento, – seja com os pais, irmãos, colegas, amigos, corte, noivo, marido – é “ceder”. Isso mesmo, ceder! 😉

Palavra tão difícil de aplicar porque o EGO não permite que isso aconteça. Muitos estão com o EGO tão inflado que não conseguem ouvir, conversar e muito menos CEDER.

Alguns não conseguem nem ceder o lugar que vão comer, tem que ser do seu jeito… ou até mesmo a forma com que vão fazer determinada coisa. E se não for como o planejado… ai, ai, ai!! Cuidado, porque terá uma cena infantil que chamamos popularmente de “piti”.

Você pode até me perguntar: Mas só eu tenho que ceder e o outro??!

Bom, uma vez Deus usou o pastor Marcelo Almeida pra me “desbancar” nesse sentido. Ele disse em uma das pregações o seguinte: Quem tem a revelação é você, então quem tem que dar o passo é você! 😮

Essa frase foi marcante para que eu tomasse algumas decisões em minha vida.

 

Não ceder nos relacionamentos implica em algumas consequências, pois pessoas egocêntricas são difíceis de lidar, muitas vezes são chatas, pois todos sabem que em algum momento ocorrerá um “piti” e infelizmente, fica uma situação insustentável que as pessoas preferem ficar longe.

E você me pergunta de novo: Mas Carol, eu nem percebo quando dou “piti”, quando vejo, já foi! Como posso me ver livre desse mal?!?!? 🙁

 

É algo simples e que muitos fogem de fazer. Ore ao Senhor pedindo que Ele traga luz nas suas trevas, que Ele abra os seus olhos para que você se enxergue. Quando o ES começar a mostrar quem você é, dará uma tremenda vergonha, mas não fuja, é assim mesmo a primeira fase do tratamento rsrsrs. Depois que você ver quem é, terá que tomar atitudes práticas para mudar as suas ações. Já adianto que não será fácil… mas é um caminho respaldado pelo ES para que você avance!

E toda vez que você ver que algo está saindo do seu controle e está prestes a dar um “piti”, conte até 10, chame o ES para te auxiliar e prossiga para ser tratado (a). 😉

 

Com amor,

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | A morte do namoro – Pr. Ivan Rodrigues

Olá pessoal!

 

Estamos participando da Conferência dos Vencedores 2015 e além de sermos edificadas e transformadas para transformar, temos conhecido muitos irmãos apaixonados pela visão da corte e um deles é o Pr. Ivan Rodrigues que foi ordenado ontem (03/04) aqui mesmo na conferência.

privan

 

“Eu amo a corte e acredito que é a única forma de termos relacionamentos saudáveis para o casamento.

Sou radicalmente contra o namoro, pois nesse tipo de relacionamento temos um grande problema: Quando pensamos em casar com aquela pessoa que foi um dia a nossa namorada (o), nós precisamos na verdade matar a(o) nossa (o) namorada (o) para que ela (e) possa ser de fato a esposa e não a namorada que vive debaixo do mesmo teto. Se não for assim, a que um dia foi a namorada vai concorrer dentro do nosso coração com aquela mesma pessoa com quem casamos. Porque a namorada (o) faz o possível e o impossível para nos agradar e o proposito do casamento não é que sejamos agradados, mas sim que amando aquela pessoa possamos cumprir o que Deus planejou para o casamento, uma aliança.

Numa aliança nós cumprimos a nossa parte independente de que a outra pessoa cumpra a sua, então não necessariamente precisamos ser sempre agradados (o que acontece no namoro). O namoro na verdade é uma fantasia com atores desempenhando papeis, se enganando mutuamente.

Te convido a ingressar nessa aventura de ser um homem casado, que cumpre o propósito de Deus e exerce a sua masculinidade na plenitude durante o casamento. E você mulher, a ser uma grande auxiliadora nessa aventura chamada casamento.”

 

Pastor Ivan Rodrigues auxiliar igreja Videira Vila Mariana em São Paulo, casado há 28 anos com Wanda Rodrigues e pai de Ives Filipe, de 21 anos.

privan2

 

Gostou? Ficou com gostinho de quero mais, né? Mas fique ligado, faremos uma entrevista com o Pr. Ivan e com certeza você vai pirar com tudo que ele tem pra compartilhar. E isso é só um pouco de tudo o que tem acontecido aqui na Conferência dos Vencedores.

O Diário da Zoe.


#Relacionamentos |Corte – Inimigos do Sonho IV

inimigos_do_sonho_3-447x420

 

Oi gente,

Falta muito pouco pra Conferência dos Vencedores aqui em São Paulo, onde nós participaremos e além de tudo seremos ministrados por grandes homens de Deus. Essa conferência será a conclusão do nosso jejum de 21 dias com o tema “Sentimentos”. Imagina o quanto esse tema não foi sugestivo para nós?! Confesso que foi um tempo muito marcante, onde Deus trouxe muita luz as minhas trevas, foi tipo um encontro com Deus de 21 dias hehe.

Bem, finalizando a série Inimigos do Sonho, chegamos ao ultimo inimigo: as Expectativas erradas.  Escrever hoje sobre esse tema é uma vitória e uma luta pra mim, pois como falei acima esse período de jejum foi um tempo de cura na minha alma. Certa vez o nosso querido Pastor Aluizio – Videira, falou que sempre haverá um novo nível para aquilo que vencemos em nossa vida e ministério. Por exemplo: se um dia você avançou na questão do perdão, certamente lá na frente haverá uma circunstância de nível maior onde você terá que liberar o perdão e avançará mais um degrau nessa área e assim em qualquer outra área, como submissão, humildade, relacionamentos etc., ou seja, sempre ficará mais hard. #thankyoujesus \o/

Eu havia vencido esse inimigo antes de entrar na corte e noivar, mas descobri nesse tempo de jejum que ele voltou pra me assombrar e em um nível muito mais forte :(, no entanto falarei disso depois. Vamos ao nosso inimigo da vez!

Expectativas erradas são aquelas expectativas que você cria a respeito de alguém ou de algo, sem nem mesmo comunicar o outro sobre isso.  Você tem um amigo e lança uma expectativa sobre ele de que ele sempre será fiel a sua amizade e nunca falhará com você, até que BUMMM!!! Ele erra com você e suas expectativas são frustradas.  Ou então você se prepara para uma viagem, pensa em todos os detalhes, gera diversas expectativas e quando a tal viagem acontece, nada daquilo de você planejou dá certo e suas expectativas são mais uma vez frustradas. Agora imagina isso em um nível de relacionamento.  A menina ou o rapaz decide esperar em Deus e se guardar para o seu amado (a) e coloca diversas expectativas, e ainda usa o chamado “Tô profetizando” dizendo: Ele será lindo, será rico, será espiritual e lança toneladas de expectativas na pessoa que nem imagina o cenário no qual está envolvido. O que acontece muitas vezes é que a pessoa que Deus reservou pra você chega, mas ele é um sapo ainda, não encaixa nas suas expectativas e você perde a oportunidade de viver a vontade de Deus simplesmente porque tinha expectativas erradas.

Não estou dizendo que não podemos sonhar com coisas que gostaríamos que a pessoa tivesse ou mesmo orar por isso, mas também não podemos fazer uma listinha e descartar a primeira pessoa que não se encaixar nos padrões dela. As coisas não funcionam assim e se você quer se relacionar precisa destruir desde já o inimigo da idealização, pois isso é uma expectativa errada que só impedirá o sonho de casar.

Contei que eu venci esse inimigo antes de cortejar e noivar, mas não foi fácil e talvez foi um dos maiores inimigos que eu tive que enfrentar.  No mundo sempre me relacionei com um tipo especifico de rapazes, eu visava sempre à aparência e essa era a minha base, mas se você tem acompanhado meus posts, já sabe que só me dei mal com essas escolhas. Quando decidi viver em santidade e aguardar o homem de Deus pra mim, eu gerei uma série de expectativas e padrões que eu gostaria que esse homem tivesse.  Como por exemplo: ser um homem consagrado como o Pr. Aluizio, um homem visionário como o Pr. Marcelo e generoso como o Pr. Naor.  Sempre dizia que não queria um novo convertido, afinal eu já era líder de célula, queria um discipulador, obreiro, pastor.  Sai da base fútil da escolha por aparência e parti pra base religiosa da escolha pelo nível de espiritualidade.  E sabe o que aconteceu? NADA. Nunca! Nunca ninguém me chamava a atenção e é claro que Deus também não permitiu ninguém se interessar por mim. Eu vivia em crise, pois eu era tão disposta, com o coração pra Deus, mas ninguém se interessava por mim.

Em um dos meus discipulados, minha discipuladora falou que a cada dia meu valor aumentava e que o homem de Deus teria que pagar um preço alto por mim. Ai, eu me achei! Pensei é isso mesmo! Mas ela continuou falando e disse que esse homem pode não vir na embalagem que você espera e muito menos pronto.  Que eu deveria ver sempre com os olhos do Senhor. Nessa hora eu até murchei :(, mas entendi o que ela estava me falando.  A partir disso comecei a orar, pra Deus alinhar todas as coisas e que eu pudesse vê-lo como Deus o via.

“Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração”.1 Samuel 16:7

Quando Deus abriu os meus olhos para quem seria o tão esperado “príncipe” eu retruquei e pensei: “ah não Deus, não pode ser!” Mas como havia decidido romper com toda expectativa errada, fui orar e pedi mais uma vez pra Deus me fazer ver como ele via. E foi tão doido, porque comecei a ver coisas que NUNCA tinha visto. Virtudes, atitudes, afinidades entre tantas outras coisas que aos meus olhos naturais seria impossível de ver. Deus me mostrou tantas coisas, que eu sabia exatamente como eu seria tratada durante o relacionamento, cada detalhe que eu ficava abismada, pois o Senhor já havia me mostrado.

Contudo, percebi nesse período de jejum, que esse inimigo voltou a me perturbar.  Ou seja, você vence expectativas erradas antes do relacionamento e precisa vencer as expectativas erradas durante o relacionamento, sempre em um novo nível.

Pela graça de Deus, estou respondendo nessa área e desfrutando da benção de ser obediente a Deus, tendo atitudes práticas para que esse inimigo não tome o terreno que já foi conquistado por Jesus.

Se você assim como eu travou uma luta contra esse inimigo, responda de forma prática e aqui vão algumas dicas:

  • Se arrependa de toda expectativa errada que foi gerada;
  • Peça perdão por colocar todo esse peso de expectativas erradas sobre a vida da outra pessoa, mesmo que você ainda nem conheça ela;
  • Converse sobre essas questões com seus líderes;
  • Ore para que você possa enxergar as pessoas através da ótica do Senhor.

Essas dicas não servem apenas para expectativas erradas geradas com respeito a um relacionamento de corte, noivado ou casamento, mas serve para tudo. Expectativas geradas sobre seus líderes, pais, irmãos, amigos, colegas etc.

Quero indicar um combo (Livro + Ministração) que me ajudou muito, já li o livro diversas vezes e também já perdi as contas de quantas vezes ouvi essa ministração.

Livro: A maldição da expectativa – Pr. Marcelo Almeida

b_high_mald_expectativa__88131_zoom

 

Ministração: A Maldição da expectativa – Pr. Marcelo Almeida

 

Os posts:

#Relacionamentos | Para Meninos: Sapo ou Príncipe?
#Relacionamentos | Para Meninas: Sapo ou Príncipe?

Também são excelentes para que você tenha mais clareza a respeito desse inimigo.

Que Jesus continue nos dando direção e trazendo luz as nossas trevas, para que nenhum engano nos faça perder suas bênçãos para nós.

PS: Essa série foi baseada no livro: Quero me casar, o que devo fazer? – Marília Pedrosa

Com encargo e vida,

20140417-103021.jpg

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Testemunho | Corte – Amanda e Guilherme.

2Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

Alinhado com o post Tenho filhos, posso cortejar?, pela primeira vez temos um testemunho duplo, onde o casal conta a restauração dos sonhos e inicio da corte onde há um filho envolvido.

Leia, seja edificado (a), se inspire e creia que você também pode viver a restauração dos seus sonhos! <3

 

4

Vou contar um pouquinho do meu testemunho e de como Deus tem alinhado cada detalhe.

Sempre fui da igreja desde pequena, ia às células de criança, participava do Ministério de Dança, comecei a tocar teclado e ia participar do Ministério do louvor, todos sonhos que o Senhor tinha colocado em meu coração. Só que por motivos de ‘relacionamentos’ me desviei fiquei por um longo período desviada, mais ou menos uns 6 anos, ia em alguns domingos pra igreja, depois sumia de novo, aparecia do nada rs.

Tive um relacionamento de um ano, onde eu engravidei e nasceu o Gabriel. Eu e  o pai do meu filho não demos certo e com isso o diabo foi roubando meus sonhos, destruindo as minhas esperanças onde eu achava muitas vezes que nunca ia conseguir achar alguém que aceitasse o meu filho, que não tivesse preconceito. O meu sonho sempre foi a Corte, pois eu via desde pequena esses princípios e achava algo maravilhoso da parte do Senhor, o fato de o Senhor ser o centro, da pessoa esperar por você, isso me encantava.

Nesse período de desvio o Senhor sempre colocou pessoas maravilhosas na minha vida e que nunca desistiram de mim, pessoas que eu agradeço a Deus por ter permitido conhecer, e com isso comecei a voltar a ir aos cultos, a me envolver com o pessoal da igreja e o Guilherme foi uma das pessoas que investiu em mim, sempre me chamando pra todos os eventos, tudo quanto é tipo de reunião, ele também estava voltando ambos querendo algo da parte do Senhor, querendo cumprir o propósito que o Senhor separou pras nossas vidas. Com isso cresceu uma amizade muito grande, onde a cada dia ele me aproximava de Deus, mandando louvores, exercitando pra que eu mandasse palavras que Deus tinha falado comigo.

Da minha parte começou a surgir um sentimento diferente e conversei com ele, resolvemos conversar com os nossos lideres e começamos a orar todos juntos. Em minhas orações sempre pedi que a pessoa que o Senhor tivesse separado pra mim amasse meu filho, o respeitasse porque isso é o mais importante, quando se é mãe a primeira coisa que pensamos é no bem estar dos nossos filhos. No começo foi meio estranho o Gabriel não ia muito com ele, pois também ele era muito pequeno tinha só dois aninhos. Oramos mais ou menos uns 10 meses e o Senhor nos tratou demais, fomos amadurecendo espiritualmente, amadurecendo nas atitudes, o Gabriel começou a ficar um grude com ele rs o Gui toca violão e o Gabriel ama pegar a palheta dele pra tocar também, o Gabriel vê ele com um referencial. Na igreja quando o Gui está orando ele fica olhando admirado e isso me encanta porque ele faz o mesmo.

E então no dia 29.11.2014 começamos a Corte, eu olho e vejo a mão do Senhor em cada detalhe, restaurando os sonhos dos dois, mostrando pra mim que apesar dos meus erros o que Cristo mais ama é um coração quebrantado e contrito, foi assim que Ele fez comigo.

5Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

E fazer Corte é realmente coisa de outro mundo rsrsrs… realmente nós não somos dessa terra hahahaha! Quando Cristo é o centro das nossas vidas, quando buscamos fazer a vontade d’Ele e o Seu reino, Ele vem acrescentando as demais coisas de uma maneira sobrenatural. DEUS É BOM DEMAIS! Sem Ele eu não estaria contando esse testemunho.

E você que acha que não pode se casar, que nunca vai achar ninguém que ame seu filho por ser mãe solteira, eu te digo que o nosso Deus é um Deus misericordioso, Ele nos ama e vai cumprir os sonhos d’Ele pra sua vida, busque as coisas do Senhor, busque ensinar seu filho a andar nos caminhos d’Ele porque quando você menos esperar o Senhor te acrescenta as demais coisas, o seu futuro esposo *–*

Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação; as coisas antigas já passaram, eis que tudo se fez novo. – II Coríntios 5:17

– Amanda Nunes

 

 

3

Fiel é esta palavra: Se já morremos com ele, também viveremos com ele; se perseveramos, também com ele reinaremos; se o negamos, ele, por sua vez, nos negará; se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar- se a si mesmo. – 2 Timóteo 2:11-13

 

1Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

Esse texto resume a nossa história, temos uma longa história, erros, aprendizados, enganos, acertos, infidelidade, confiança, alegria, tristeza, mágoa… algumas coisas que marcaram as nossas vidas, antes de termos uma corte que a cada dia está mais firmada em Cristo, tivemos muitos momentos de guerra. A Amanda depois de muitos relacionamentos frustrados colecionou diversas decepções, assim como eu, ela por sua vez recebeu em um desses relacionamentos uma bênção da parte de Deus, o Gabriel. O Senhor tem o prazer de consertar as nossas vidas. Quando a conheci, era uma jovem muito retraída, sem sonhos ou expectativas, com um semblante bem triste, os dois tinham acabado de voltar aos caminhos do Senhor, os dois com a vida estragada, ansiando por restauração. A amizade sempre foi nosso ponto forte, sempre conversamos, compartilhamos juntos, Deus foi aos poucos alinhando os pontos, enquanto orava por um sentimento estranho em meu coração, vi Deus me surpreendendo, e já organizando tudo, fui infiel às promessas de Deus. Sempre fui daqueles que quer tudo para ontem, e com a minha futura esposa não foi diferente. Sempre fui muito ansioso e quebrei a cara por isso rs. O tempo foi passando e Deus foi se mostrando um Deus das terceiras chances, erramos muito; agora éramos dois antigos desviados tentando se fortalecer no Senhor, a minha grande dificuldade foi em relação ao Gabriel, como seria a aceitação dele, mas Deus se mostrou presente de novo, as orações já estavam sendo feitas, e aquilo que antes era uma dificuldade, hoje se tornou a minha alegria, amo ele como se fosse meu filho mesmo, Deus alinhou os pontos, no começo foi difícil me relacionar com ele, mas depois tudo foi dando certo. Mas enfim, o nosso testemunho se resume na fidelidade de Deus, Ele nos prometeu e cumpriu, fomos infiéis sim, mas Ele permaneceu fiel, o Senhor fez tudo perfeito e ainda faz, a cada dia estamos sendo moldados, a cada dia eu olho pra Deus com mais paixão, antes aqueles dois inconsequentes, agora dois jovens com o coração incendiado por Deus. SEM DEUS NÃO SERIA POSSÍVEL.

 

– Guilherme Artigiani

 

Testemunho: Amanda Nunes e Guilherme Artigiani

Igreja: Videira Parque São Vicente – Mauá/SP

 

Se você também tem um testemunho, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br. Lembre-se o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar.

 

O Diário da Zoe.

 


#Relacionamentos | Corte – Tenho filhos, posso cortejar?

filhos_ok

Olá pessoal!

Quero expressar a nossa felicidade com o alcance dos posts e que a igreja está sendo edificada, aleluia! 🙂

Confesso estar ansiosa para a Conferência dos Vencedores… está chegando e espero ter o prazer de conhecer muitos de vocês que nos leem aqui no blog.

Há alguns dias (para não dizer meses… rsrrsrs) tenho sido conduzida a escrever sobre este tema, tenho resistido por ser um tema extremamente polêmico, mas não pude mais esperar para escrever, pois tenho certeza que algumas pessoas se identificarão e serão edificadas.

Em nossa vida temos duas decisões importantíssimas e que mudam o curso das nossas vidas. A primeira delas é aceitar Jesus como Senhor e Salvador e a segunda é a escolha da pessoa com quem vamos nos casar, afinal, é uma decisão pra vida toda!

Pensando na importância dessa decisão e no propósito de Deus envolvido nisso tudo, resolvi falar a respeito de duas dúvidas que sempre surgem, mas que quase ninguém tem coragem de responder:

  • Tenho um filho, tenho obrigatoriamente que me casar com ela com o pai/mãe dele?
  • Tive um filho na adolescência, posso cortejar?

Minhas respostas para tais perguntas são: Não e Sim!

  • Não! Você não tem que obrigatoriamente se casar com essa pessoa.
  • Sim! Você pode cortejar.

Para explicar, vamos por partes 🙂

  1. Não! Você não tem que obrigatoriamente que se casar com essa pessoa.

Algumas pessoas pensam que essa afirmação é antibíblica, pois vai contra o princípio de família. Entendo que um filho é uma ligação muito forte entre duas pessoas, mas sei também que o filho veio ou porque foi um ato no tempo de ignorância (antes da pessoa conhecer Jesus), ou porque mesmo consciente do pecado houve a queda, ou seja, isso é uma consequência de um ato do passado, mas vamos dar nome aos bois, o filho é uma consequência do pecado cometido.

A instrução que SEMPRE dou para essas pessoas é a seguinte: Ore! Peça para que o ES fale com você e confirme se o pai/mãe do seu filho é realmente a pessoa para você se casar e cumprir o plano de Deus.

Em alguns casos é nítido que não é a pessoa, o ES está berrando ao invés de falar, sinaliza de todas as formas, mas muitas vezes por comodidade, por medo, por acharem que é assim mesmo que as coisas funcionam acabam por se casarem com pessoas que não são o plano perfeito de Deus para a vida delas e sofrem muito em seus relacionamentos. Quero te lembrar que a nossa vida é feita de escolhas, o fato de você ter tido um filho com essa pessoa não define que você deve passar o resto da sua vida ao lado dela. Esteja sensível ao ES, ouça e obedeça!

  1. Sim! Você pode cortejar.

Se você se arrependeu do pecado que cometeu no passado e hoje tem buscado a vontade de Deus para a sua vida, respostas para o seu relacionamento, entenda que independente de ter um filho, o Senhor tem um plano perfeito para você, um plano santo, um plano que cumpre o propósito d’Ele. A minha pergunta é: Você está disposto(a) a pagar o preço para viver este plano perfeito?

Mas que preço é esse, Carol? É o preço que todo jovem que não tem filhos paga: o preço da espera, da consagração ao Senhor, da dependência…e por aí vai. Não é porque você tem um filho que as coisas serão diferentes para você, a palavra e os propósitos de Deus continuam os mesmos. 😉

Quando orar por um relacionamento santo não aceite acusações em sua mente, pois a palavra de Deus nos diz em 1 Co 5:17 que as coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo. Aleluia! O que você praticou no passado é lá mesmo que deve ficar. É claro que as consequências disso te acompanharão, mas filho é bênção de Deus!

Você pode até falar: Carol, tenho um filho…. ninguém se interessará por mim!!

Quero te dizer que Deus não une pessoas, Ele une propósitos! Deus tem uma pessoa separada para você que te aceitará com o seu filho e tudo será lindo e perfeito! Creia nisso e se consagre ao Senhor, guarde seu coração, espere n’Ele e veja que no lugar da vergonha você terá dupla honra (Is 61:7)!

Quero deixar claro que pode sim ser o plano de Deus que você se case com o pai/mãe do seu filho, a questão toda está em ouvir a opinião do ES e obedecê-la.

Enquanto eu escrevia este post, estava ouvindo a música Light Of THe World da Lauren Daigle:

O Senhor é a luz e a luz vem para mostrar a verdade, verdade essa que é o próprio Jesus. Jesus não nos trás confusão, nem dúvidas… Ele nos dá a resposta e a instrução do que fazer. Portanto, guarde o seu coração no Senhor e viva o melhor d’Ele para a sua vida. Com filho ou não, Deus quer glorificar o nome d’Ele nessa área da sua vida… onde muitos já não acreditavam mais, Ele acredita e quer fazer novas todas as coisas. Você quer?

 

Você passa por isso? Compartilhe conosco, a sua experiência pode edificar outros.

 

 

Com amor,

 

pickerimage

 

 

 

 

 

 

@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

 

 


#Testemunho| Da corte ao casamento – Joice e Rodrigo

Hoje temos um testemunho lindo, uma história regada pelo cuidado de Deus. Leia e inspire-se! Da corte ao Casamento Joice e Rodrigo.

 

11051611_1068768186473110_1466080911_n

 

Esses dias parei para pensar como Deus foi bondoso e gracioso em minha vida, não poderia imaginar a perfeita fidelidade dEle para comigo.

Eu aceitei Jesus aos meus 16 anos de idade, eu era mimada e rebelde, mas mesmo bagunçada a graça do Senhor me alcançou.

Eu sentia que o Senhor cobrava de mim um nível maior de entrega e santidade e aos 17 anos decidi entregar completamente o meu coração para que Deus o guardasse e  que eu pudesse entregar para a pessoa que Ele tinha reservado para mim.

Aproveitei muito o meu tempo de solteira fui viver o favor de Deus e confesso que esse tempo foi precioso demais, pude me conhecer, pude fazer amizades sinceras, eram várias noites da camisola na casa da minha mãe! rs, recebi muitas bênçãos em minha vida, entrei na faculdade, me tornei líder de célula, tive muitas discípulas fieis e sou muito grata a Ele por ter me proporcionado viver esse tempo tão bom!

Aos meus 19 anos eu nem imaginava que o Senhor iria me surpreender.

Eu trabalhava na região da Paulista e pegava o metro todos os dias na mesma porta e no mesmo vagão. Um dia dentro do vagão eu percebi que tinha um rapaz que ficava me observando, e por algum tempo a cena se repetia. Passou um tempo e não vi mais o rapaz no vagão.

Um dia eu indo trabalhar normalmente encontrei um amigo da igreja no vagão e seguimos o trajeto conversando, nos despedimos e ele desceu na estação seguinte. Eu já estava sozinha quando um rapaz me cutucou e perguntou se eu aceitaria uma bala, eu achei estranho e comecei a rir e quando olhei para ele lembrei que era ele o rapaz que ficava me observando há um tempo. Ele continuou e puxou assunto:

– Faz um tempo que não te vejo mais no metrô e não podia perder a oportunidade de falar com você! O meu nome é Rodrigo, eu trabalho com Marketing, sou graduado e você?

 

Na hora fiquei morrendo de vergonha, todos no vagão já estavam olhando para minha cara e eu respondi o meu nome e que estudava e então ele continuou:

– Eu sei que você já vai descer, então quero deixar o meu cartão, caso você queira conversar comigo me liga!

 

Ele me entregou o cartão eu peguei e desci, e quando eu já tinha descido ele colocou a cabeça para fora do vagão e gritou:

 

– Me liga mesmo tá!

 

Eu sai dando risada. 😀

 

Confesso que na hora fiquei meio balançada e confusa, pois nunca havia acontecido algo do tipo comigo, eu tinha decidido guardar o meu coração e desde então estava solteira esperando o meu príncipe chegar, mas o Rodrigo mexeu comigo e eu senti paz e mandei um e-mail para ele dizendo que atitude dele foi corajosa e que eu achei engraçado. Só que eu não tinha tirado a assinatura eletrônica do meu e-mail e tinha o meu telefone e logo ele me ligou e disse que queria a oportunidade para me conhecer melhor.  Fiquei em crise e pensei comigo mesma, vou sair com ele, vou falar que sou evangélica, que estou esperando o homem de Deus pra minha vida e daí ele já cairia fora da minha vida e me deixaria em paz.

 

E no dia 28 de agosto de 2006 saímos pela primeira vez, combinei com ele para ele me buscar na faculdade, cheguei à sala de aula e falei para as minhas amigas o que tinha ocorrido e que ele iria me buscar na faculdade e que era para elas olharem bem a cara dele, pois se eu não fosse na aula no outro dia era para elas irem até a policia denunciar e ele e fazer o retrato falado.

O Rodrigo chegou à faculdade brincando com todo mundo como se ele fosse amigo de todos, fiquei super envergonhada, então saímos para tomar um café. Ele ficou por horas falando dele, dos projetos, das coisas que ele achava legal e quando ele me deu a oportunidade eu disse:

 

– Sou evangélica, tenho me guardado para um homem de Deus, agora que você já falou do seu mundo, gostaria de apresentar o meu.

 

Eu o convidei para visitar uma célula e no sábado seguinte ele foi à célula e aceitou Jesus e depois desse dia ele nunca mais deixou de frequentar. Eu sabia que ele ia por minha causa, até o dia que ele foi para o encontro com Deus, se batizou e teve a vida transformada. Foi um processo até a gente se relacionar de fato. O meu coração já era dele, mas não tínhamos um relacionamento assumido. Tive de esperar ele crescer em Deus. Foi um tempo de muito choro, tanto pra mim quanto para ele, mas ele tinha de provar que maior na vida dele era Deus e não eu. Em junho de 2008 entramos na corte e em novembro de 2009 nos casamos.  Nesse processo de espera, a família dele toda se converteu. Eu vi os milagres de Deus na vida dele várias vezes.
11026613_1068768113139784_521732679_nImagem: acervo de fotos do casal

O Rodrigo é um esposo exemplar, além de ser lindo, rs . Lógico que ele tem falhas como também tenho, mas nos amamos e muito, ele me completa!

 

Todas as vezes que me lembro da nossa história eu vejo como o Senhor me guardou, eu sei que Deus separou o Rodrigo pra mim, e talvez se ele tivesse falado comigo a primeira vez que ele me viu certamente essa história não seria contada. Eu senti paz em conversar e sair com o Rodrigo, porém confesso que me arrisquei, ele poderia ter várias intenções comigo e me ferir, mas Deus me deu paz e eu não iria fazer nada que o Senhor não permitisse.

 

O Rodrigo também foi uma lição pra mim! Eu imaginava que o meu esposo viria em um cavalo branco rs, cheio de unção e que jamais eu iria me relacionar com um novo convertido. Com isso eu aprendi que não podemos limitar o poder de Deus.

 

Hoje nós lideramos uma rede de discipulado, o Rodrigo é muito mais sábio do que eu, e toda vez que ele ministra eu me sinto inspirada, ele é cheio de unção!

 

Para você que está lendo esse testemunho quero dizer, não limite o poder de Deus e seja guiado pelo Espirito Santo. Não seja carnal, nem olhe só a posição ou a aparência, mas busque em Deus a pessoa que Ele tem pra você.  A própria bíblia diz, O homem vê a aparência, mas Deus olha o coração. Viva em santidade e desfrute do tempo de solteiro. É um tempo tão precioso que não volta mais. A bíblia diz que o solteiro deve cuidar das coisas do Senhor e o casado deve cuidar da sua esposa e das coisas do Senhor.

 

Eu sei que Deus viu o meu coração acima de tudo e me honrou. Ele certamente honrará você também.

 

Confira o vídeo onde a história do casal é contada.

 

Testemunho: Joice Barroso e Rodrigo Vicente

Igreja: Videira Itaquera –SP

 

Se você também tem um testemunho, envie um  e-mail para: contato@odiáriodazoe.com.br
Lembre-se o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar.

O Diário da Zoe


#Relacionamentos | Noivado – O componente essencial, FÉ!

Quero contar um pouco do meu testemunho de noivado e gerar em você noiva ou noivo expectativa para o que o Senhor pode mover no seu noivado e na realização do seu casamento.



Continue reading

 
1 2 3 4 5
 
Top