Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

propósito

#Missões | Chamado Missionário – Como se preparar?

Sem título

 

Essa é uma das perguntas que mais passa pela nossa cabeça, depois que o Senhor nos revela (seja lá qual a forma) que somos os valentes que vão. Como vou me preparar para o campo missionário? Como vou? Quando vou? Para onde vou? E essas são as perguntas seguintes… rsrsrs

Compartilhei com vocês no post sobre o mundo segundo os brasileiros, que antes de nos casarmos eu e meu esposo já tínhamos a convicção do chamado missionário em nossas vidas e quando ainda estávamos noivos, na conferencia Radicais Livres 2013, no Estádio Serra Dourada, o Senhor mostrou em visão para o Marcos o lugar que iria nos enviar: a Índia.  Depois daquele episodio ficamos cheios de sonhos e muitas coisas vinham para confirmar aquilo. Deus falou muito comigo sobre irmos a outros lugares através de visões e de pessoas que oravam por nós.

Depois dessa enxurrada de informações, nos casamos e o meu pensamento é que iríamos pra Índia na semana seguinte do casamento, o que não aconteceu. Voltamos para a nossa vida normal com as células, discipulado e etc. Confesso que isso fez com o sonho de ir as nações se esfriasse em meu coração. E um dia eu estava falando com Jesus sobre o assunto e Ele me disse de forma clara que tudo o que eu estava passando aqui era uma forma de adquirir experiência para ir às nações. Aquilo de certa forma acalmou meu coração ansioso e eu pude enxergar tudo, mas tudo mesmo como um grande treinamento para o propósito de fato.

Quero te dar algumas dicas do que fazer nesse tempo de tanta dúvida e incerteza:

 

Veja como Deus vê

tumblr_mcbnpsWUYC1rpj04no1_r1_500

 

“…porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.” – 1 Samuel 16:7

 

Assim como comigo, creio que ao saber sobre alguma nação ou lugar que o Senhor te enviará você deve ter entrado em um estado de ansiedade profundo…rsrsrsrs

É importante entender que cada um dos lugares que você passa TAMBÉM faz parte do propósito. Enxergar com o Senhor vê é chave para que você não deixe o sonho morrer e queira obedecer da forma mais rápida possível. Sempre falo isso e realmente é um temor no meu coração, de eu ser a responsável por barrar o mover de Deus em minha própria vida e agora o temor aumentou, pois sei que hoje sou uma só com outra pessoa, o Marcos! *_____*

 

Aproveite cada oportunidade

Sim! Aproveite cada oportunidade para ser treinado, se for trabalho com crianças, seja intenso! Se for com jovens, casais, senhores… enfim! Seja intenso em tudo, aceite desafios, absorva o máximo de experiência e sempre tenha o pensamento de que está aprendendo com tudo e com todos para cumprir o propósito para o qual você foi chamado. Como alguns dizem: Se joga! rsrsrsrsrs

 

Não perca o alvo

leela alvo

 

Lembre SEMPRE para que o Senhor te chamou, não perca o foco. Enquanto não sabe para onde vai ou se já sabe e ainda está em treinamento missionário nos bairros próximos a sua casa, invista em cursos de línguas, pesquise sobre o lugar, veja filmes, documentários, leia livros, revistas, saiba o que se passa no lugar, sempre esteja antenado se terá alguma missão Holiday nas férias.

Eu ainda não fui enviada e também não sei como e quando isso acontecerá, só sei de uma coisa, eu estou aproveitando as oportunidades que estão sendo dadas em minha igreja local e tenho sempre sonhado muito com tudo o que o Senhor ainda fará em mim e através de mim até chegar o dia de eu ir.

E você, também está nesse tempo de espera? Compartilha com a gente!

 

Um abraço,

pickerimage

 

 

 

@anacarolina.dz
anacarolina@odiariodazoe.com.br


#Testemunho | Das missões para o casamento – Ruth e Matheus Blazejuk.

11245339_10153830247645410_1683307989_n

 

 

Oi gente,

Esse testemunho é incrível! Uma mistura de missões (tema que começamos a abordar aqui no blog) e casamento (nosso tema central)… hehehehe 🙂

 

Nosso testemunho começa na infância. Nós dois crescemos em lares cristãos e desde cedo fomos ensinados a caminhar nos caminhos de Jesus. Nossas mães sempre nos ensinaram a orar a respeito do nosso cônjuge e a guardar os nossos corações. Chegamos aos 22 e 27 anos, sem nos relacionar com ninguém, para honra e glória de Jesus! (Sim. Isso é possível!)

Desde pequenos experimentamos o Espírito Santo, aos 11 anos (tanto meu, quanto dele) recebemos nosso chamado missionário e a medida que o tempo foi passando, sonhos maiores,  mais de Deus e um desejo profundo por ver seu Reino estabelecido na terra foram gerados dentro do nosso interior que nos levavam a queimar!

O Senhor usou muitas pessoas para falar conosco a cerca do nosso destino profético. Ainda sim caímos naquela crise dos 20 e poucos anos, sabe? O que farei depois que terminar a faculdade? Onde está a tampa da minha panela? Rs Será que ela existe? Onde o Senhor me quer? O que eu devo fazer pra chegar lá?

Em 2012, nos sentíamos assim (os dois rs). O Matheus morava em Curitiba, tinha um trabalho estável e muito bom, já pensava em se estabilizar, comprar um apartamento, procurar uma moça na igreja com quem pudesse constituir família e fazia planos que envolviam anos de sua vida até que, em um culto muito especial o Senhor o lembrou do chamado missionário que havia recebido na infância e falou com ele: Se você não for agora, você não irá mais.

Ele passou cerca de um mês orando com o seu pastor para que o Senhor revelasse aonde ir. Então, ele saiu do trabalho, deixou tudo o que tinha para trás, se despediu dos pais como se nunca mais fosse voltar e partiu rumo a Moçambique, na África, para uma escola de missões que o Senhor havia falado ao coração dele.

 

11287082_10153830249415410_40271278_n

Enquanto isso, eu estava em São Paulo, já fazia um ano que tinha terminado a minha faculdade e deixado o trabalho secular para viver integralmente no ministério. Mesmo assim, havia algo dentro de mim, que me deixava inquieta também. Parecia que não era só aquilo, tinha que haver mais… E eu sempre perguntava ao Senhor qual era o próximo passo. Um dia em uma conferência recebi uma palavra que nunca tinha imaginado: um pastor usado pelo Senhor me disse que eu iria para a África. Mais tarde, um outro irmão da igreja me deu a mesma palavra e pela terceira vez eu ouvi a mesma coisa.  Então pensei: ok!3 vezes? Talvez eu realmente devesse me posicionar em direção aquilo que o Senhor está me dizendo hoje – Aprendi que quando Deus nos dá uma palavra, não é pra que fiquemos de braços cruzados esperando que ela caia no nosso colo, mas devemos nos posicionar em direção ao cumprimento dela. Eu comecei a pesquisar alguns ministérios na África que pudessem me receber e entre eles a Harvest School do ministério da Heide Baker se destacou para mim e resolvi aplicar, mas não esperava passar… Era muito caro! E imaginava que havia muitas aplicações… Por fim, fui aceita. Mas ainda assim imaginei: Minha mãe nunca vai deixar eu ir! Imagina? Eu sozinha, solteira, na África? Quando contei pra ela, a resposta dela foi: Vai, filha! Eu te ajudo! 😮 Fiquei chocada! Mas ainda assim era muito caro para mim! Expliquei a situação para o diretor, então ele me fez pela metade do preço e uma série de milagres aconteceram pra que eu pudesse ir! Foram dias muito intensos! Mas em menos de 3 meses eu estava lá! – Outra lição: Quando Ele te chama, Ele provê e nunca te desampara!

 

 

11225894_10153830248605410_966334970_n

 

Como não confiar nesse amor de pai tão profundo? No momento em que nós decidimos submeter todos os nossos desejos e vontades no altar do Senhor, lançando sobre Ele todas as nossas ansiedades, deixando tudo para trás ele fez muito mais do que pensávamos!

 

11289516_10153830263150410_391035278_n

 

A escola tinha um grupo na internet e comecei a conversar com o Matheus pela internet, pouquinho tempo antes da viagem. Conversávamos a cerca de alguns livros e sobre o que levar. Por sermos brasileiros, tudo o que íamos fazer éramos colocados pelos próprios lideres pra fazermos juntos, demos aulas de inglês para pastores moçambicanos, lideramos louvor. Tudo cooperava para que ficássemos muito perto um do outro, Não estávamos focados nisso e fomos bem resistentes… bom… pelo menos eu tentei haha… Mas por mais que nos esforçássemos, não conseguíamos ficar longe um do outro, nem nos afastar do nosso pensamento, e além do mais sempre tinha um fazendo piadinha sobre a gente, dizendo como nós combinávamos… rs <3

 

 

11245225_10153830264590410_1082961226_n

 

 

Um dia, fiquei doente e todas as minhas amigas haviam viajado e ele ficou cuidando de mim enquanto eu tomava soro, fez sopa para mim, mas no dia seguinte, a sopa veio acompanhada de flores haha… Estranho… Será que eu deveria desconfiar de alguma coisa?

11269638_10153830249065410_1795862548_n

 

 

Ele já havia pedido que seus pais e pastores orassem a meu respeito, mas não tinha me dito nada e depois disso, ele se afastou de mim por uma semana (eu quase fiquei doida!), depois me explicou que estava orando, pedindo a confirmação de Deus…
Foi engraçado que naquela semana, tivemos aula da Heide e ela contou testemunhos de casamentos que saíram de lá, e logo após um outro missionário chegou no Matheus e disse: Cara, já encontrou sua esposa aqui? Eu acho que este é o lugar certo para encontrá-la! Se eu fosse você, não deixaria escapar! Rs… Foi o que o impulsionou a falar comigo.

 

11258620_10153830251205410_1060770734_n

 

Quando ele disse que queria falar comigo, eu passei o resto do dia fugindo dele, fiquei tão nervosa! Era óbvio que eu sabia o que ele queria dizer haha… Mas meu estômago doía de pensar, eu nunca havia nem pegado na mão de alguém haha… Que vergonha! Haha… Mas no fim do dia, ele me olhou firme e disse: lembra que eu disse que queria falar com você? aiai…

Resolvi encarar a conversa rs E na hora eu senti tanto a presença de Deus e uma paz incontrolável… Eu percebi que ele estava mais nervoso que eu rs Mas o céu estava presente… Foi lindo… Ele foi bem direto, disse: eu não acredito em namoro e eu quero iniciar um relacionamento pra casar. Rs

11287232_10153830250500410_1326963605_n (1)

 

 

Nos casamos 1 ano depois. Não tínhamos muita ideia do futuro, mas tínhamos uma convicção muito forte: onde Deus nos mandasse ir era para lá que iríamos. Estávamos prontos a obedecer.11267297_10153830251715410_1455695212_n A ideia do Matheus era sair da escola e ir para Tanzânia, no meio do mato, ajudar em uma missão apoiada pela igreja dele. Isto não me preocupava, mas seria muito difícil nosso contato, já que ele estaria incomunicável e eu teria que voltar ao Brasil. Então os planos mudaram novamente, o mesmo missionário norte-americano que disse a ele que ali era o lugar certo para encontrar uma esposa, estava iniciando um projeto de desenvolvimento social na capital de Moçambique, mais ao sul e convidou o Matheus para trabalhar com ele, de forma que ele tivesse uma casa, um carro concedido pela empresa e um salário mensal. A proposta era um contrato de 2 anos na área em que ele atuou durante seu tempo no Brasil. Com muita oração e muitas palavras, entendemos que era plano de Deus e isto nos deu todas as condições necessárias para que nos casássemos e tivéssemos um primeiro ano de casamento mais estável, mesmo em uma nação totalmente diferente da nossa. Tá certo que nosso primeiro ano de casamento foi banhado em poeiras e roupas marrons rs mas não poderia ter sido mais especial em qualquer lugar do mundo!

11124542_10153830250995410_37928092_n (1)

 

 

Pudemos juntos testemunhar de Jesus para as pessoas e assistir novos nascimentos, abraçar o órfão, a viúva e desejar de todo o coração viver pelo Reino não importa o que nos viesse custar, aprendemos a sonhar juntos, este sonho que antes era só individual… E para que não nos sentíssemos sozinhos, ganhamos uma família africana muito especial, que nos amou e cuidou de nós quando mais precisamos! – Mas ainda não terminou aí… Deus ainda quis nos surpreender mais um pouquinho e no dia 01/01/2015, descobrimos mais um presente concebido na África: mais um coração batendo dentro de mim..

11267332_10153830248245410_1130184417_n Ele é SEMPRE fiel! A obediência vale a pena! A espera vale a pena! Seja antes do dilúvio, no meio da sarça ardente ou depois de 3 dias no túmulo… Ele vem! E Ele nunca chega tarde demais, mas no tempo certo!

 

Testemunho: Ruth e Matheus Blazejuk
Igreja: Comunidade Alcance – Londrina

Se você também tem um testemunho, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br.

Lembre-se que o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar!

 

O Diário da Zoe.


#Missões | Corações Apaixonados – Carluz Magalhães.

CAPA

 

Aventura é pouco para definir missões. Como definir algo que você desconhece e situações que você não controla? Como ir a lugares diferentes e não sentir-se impactado pela cultura e costumes do lugar? Como prever o que Deus irá fazer naquela região através de você e dos irmãos? Como o poder de Deus se manifestará naquele dia? Como irão reagir aqueles que aguardam uma resposta dos céus? A Palavra diz que sinais hão de seguir os que crerem. (Mc.16:17-18)

Se você é um líder de célula está como Davi, sendo treinado combatendo ursos e leões enquanto apascenta as ovelhas, não espere ser enviado para uma terra distante para começar o treinamento, porque ele já começou. Se você olhar a partir dos olhos de Deus verá que todos os caminhos que você trilhar o levará a apenas um: VIDAS. Isso significa que em cada situação, por mais inusitada que seja te levará a pessoas sedentas por respostas, por presença de Deus, por um milagre e por um toque divino. O mais interessante é que esses encontros não são planejados por homens, mas pelo Senhor. Deus, que é fiel a sua Palavra, porque é desejo d’Ele que todos sejam salvos, proporciona encontros onde você menos espera. Pode ser numa fila de banco, de padaria, lanchonete, na célula, num jogo de futebol. A questão é se seus olhos estão preparados pra ver que os campos estão brancos! De fato, seus sentidos precisam ser treinados, e sua percepção aguçada.

seminario

 

No campo missionário, que é o mundo, prevalece aquele que é sensível ao Espírito Santo e que responde aos seus comandos. Isso é o que mais me atrai em qualquer projeto que eu esteja envolvido. A multiforme manifestação da salvação, do poder, da graça de Deus, levando pessoas a terem um encontro com Cristo Jesus, libertando cativos, curando enfermos, salvando os perdidos, restaurando vidas, e incluindo pessoas nessa grande família que é a Igreja. Experiências que tenho vivido desde que comecei a liderar célula em 2008 e que não param de acontecer até hoje. Como isso é possível? Disposição para percorrer o campo e uma só Frase: Eis-me aqui, envia-me a mim. Um dia, falei isso para Deus. A frase pode ser simples, mas para aquele que é chamado o seu efeito é devastador. A começar pela célula. As visitas começam a ficar cada vez mais distantes e um par de tênis já não é mais suficiente! Em alguns momentos eu falava: “Deus, manda pessoas que moram mais perto para eu visitar! Assim está ficando difícil, Senhor!” E quanto mais eu falava, mais quilômetros tinha que andar. Depois percebi que tudo faz parte do treinamento, inclusive as experiências. Quantas vezes liderando células, visitei irmãos com apenas a passagem de ida, e o Senhor me surpreendia com muito mais que eu necessitava. Sem falar no carinho dos irmãos que me hospedavam em suas casas. Quanto custa para uma mãe ter um filho fora das drogas, por ser impactado em um dos nossos encontros ou uma palavra que consola um coração aflito? Em cada situação vi a mão de Deus e o seu cuidado para comigo.

 

celuladiscipucoiso

 

Aonde os teus pés te levarão? Só o seu coração poderá responder e determinar. O meu me levou a envolver-me com vidas, através das células e me transportou de Salvador- Ba para o seminário da Turma Especial em São Paulo no ano passado. Você percebe que os quilômetros acumulados te dão maturidade, exercitam a fé, quebram paradigmas na mente, fazem com que você se esvazie de si mesmo para encher-se do Espírito de Deus. Em determinados trechos você anda só; em outros, Deus te dá verdadeiros companheiros de ministério que fazem a sua jornada mais leve e cheia de alegria, bem como pastores e líderes que te auxiliam como uma bússola celestial. Nada no Reino é desperdiçado, nem os momentos de solitude, de renúncia, de oração, e de busca pela presença de Deus! Assim é cada projeto missionário.

 

ribeirão

 

No início do ano tive o prazer de participar das missões em Ribeirão Preto – SP, visitando sete cidades próximas: Cajuru, Jardinópolis, Batatais, Cravinhos, Sertãozinho, Santa Rosa do Viterbo, Jaboticabal, além de Ribeirão Preto. Cada dia uma experiência diferente. Imagine uma equipe de seis irmãos ministrando o Evangelho aos perdidos em praças, lojas, bairros, semáforos e nas vizinhanças. Também fiquei surpreso com a quantidade de pessoas desviadas, que não querem mais ouvir a palavra “igreja” e por isso, esfriaram-se na fé. Mesmo assim, o Senhor sempre nos direcionava para as pessoas certas, e muitos foram reconciliados com Deus. Nesse tempo Deus me fez enxergar quão preciosa é a obra da transformação, de glória em glória, e de como precisamos renovar a nossa mente para vivermos o Evangelho da Graça, experimentando a boa, perfeita, e agradável vontade de Deus.

 

conferencia em paris

 

Em junho/2015 estarei envolvido em mais uma nova experiência: Nações. Estaremos visitando Portugal, Espanha e França, cumprindo com o ide do Senhor, contribuindo com as igrejas locais daquele continente. Há uma expectativa grande para a conferência em Paris nos dias 19 e 20 de Junho e creio que será um tempo de grande derramar do Senhor e de despertamento das igrejas. Quer se envolver? Aqueça o seu coração pelas vidas e prepare seus pés porque “… Como são formosos os pés daqueles que anunciam as boas Novas!” Rm. 10:15.

 

carluz

 

Carluz Magalhães, tem 35 anos, faz parte da igreja Videira da Armênia em São Paulo, é seminarista tempo integral na obra e tem o coração apaixonado pelas missões.

 

 

 

 

 

 

Se você é chamado como um dos valentes que fica, que financiam essa obra prevalecente e quer ofertar na vida desse preciso irmão que entendeu o chamado de Deus e tem doado a sua vida em prol disso, seguem os dados para ajuda-lo nessa nova experiência nas nações:

 

Banco: Bradesco

Agência: 2363-9

Conta poupança: 1002331-9

E-mail: magalhaezcarluz@gmail.com

Telefone: (11) 98758-3291

 

Se você tem um testemunho de chamado missionário e uma experiência com missões, nos envie sua história com algumas fotos no e-mail contato@diariodazoe.com.br. Lembre-se, o testemunho edifica a igreja, seja um canal de edificação. 🙂

 

 

O diário da Zoe.

 


#Testemunho | O sonho acabou?

1454605_461283390656080_1416115325_n

O sonho acabou? Confira esse testemunho e seja edificado!

Os nomes no testemunho são fictícios.

 

Tudo começou aos 16 anos quando me converti no encontro da Videira. Tive um encontro poderoso e transformador com Deus. Neste encontro fomos eu, minha prima, meu irmão e dois jovens que eu não conhecia.

Um deles era o irmão João e desde esse dia o irmão João disse que sentiu algo por mim, porém eu não correspondia a esse sentimento.
Continuei crescendo dentro da igreja e ele também. Na época éramos uma igreja pequena de 60 membros mais ou menos, então os membros tinham muito contato uns com os outros. Como eu e o João éramos envolvidos na obra nos aproximamos através da amizade, e com o passar do tempo vi que ele me tratava diferente das outras irmãs. Para encurtar a historia (rs)  passaram 2 anos, eu já tinha 18 anos e o irmão 19 e o sentimento dele por mim ainda continuava, e isso ficou notório para os irmãos da igreja. Devido a isso ouvi muitas palavras como:” Vocês ainda vão casar!”,”vocês formam um casal bonito”,” vocês dois não sei não….” e etc.

Porém meu coração não tinha gerado nenhum sentimento, nada mesmo. Eu não pensava em casar e construir família porque ainda precisva ser curada e receber transformação na mente. Eu vim de uma família onde os casamentos não davam certo, e cresci em um lar onde meus pais brigavam muito, ao ponto de algumas vezes ter que chamar polícia para separar. Cresci vendo tudo isso e gerou um sentimento ruim no meu coração referente ao casamento e pensava: “casar para que? Se for para ser assim prefiro ficar solteira”.

Alimentei esse sentimento durante um bom tempo, mesmo depois de convertida. Eu precisava ter a mente renovada referente ao casamento.Em resumo eu dizia que meu coração era do Senhor para a obra dEle, que não pensava em casar, que queria fazer celibato (e eu falava isso não era de brincadeira, mas era na verdade uma fortaleza havia em minha mente, que para destruí-la precisou de oração e revelação da vontade de Deus).

Minha discipuladora começou a orar por mim e ter conversas falando de casamento e que Deus era Deus de família e casamento era de Deus. Depois de tanto ela orar e conversar comigo sobre casamento, um dia Deus mudou VERDADEIRAMENTE meu coração, através de uma revelação de um versículo em Genesis ” Não é bom que o homem esteja só, farei uma auxiliadora que seja idônea.” Ali eu tive revelação do casamento.

Após essa mudança de mente eu comecei a orar por casamento e pedi que o Senhor enviasse a pessoa correta. Foi neste tempo, aos 19 anos que decidi então dar oportunidade para o irmão João, visto que ele ainda gostava de mim e eu apesar de não gostar muito dele ficava na duvida se ele era a pessoa correta para mim. Eu ficava me apoiando no sentimento dele por mim, e o que me gerava dúvida era porque ele dizia com muita convicção que gostava de mim e queria casar comigo. 

Um dia após uma conferencia de jovens, o Espírito Santo me deu uma palavra em meu coração, que dizia que era para eu conhecer o João e só assim eu iria saber se daria certo ou não. Então uma vez em uma conversa com ele, decidi ceder para começarmos orar juntos para saber qual era a vontade de Deus. Nesta época eu já era líder e ele discipulador de jovens. Então conversamos com os pastores e os discipuladores e começamos a orar, oramos 1 mês depois decidimos entrar na corte.

Neste tempo de corte, percebi que gostava dele como amigo e não como um homem para a minha vida, não conseguia me ver casada com ele para toda a vida, eu tinha muitas duvidas, não achava ele bonito, o nosso chamado era comum, ser pastores, porém tinha algumas coisas que não concordávamos. Minha família não gostou desse relacionamento, e alguns irmãos na igreja também não gostavam da ideia. Enfim, sei que ficava com muitas duvidas e sentimentos confusos, porém o João as vezes me pressionava para casar e dizia que Deus iria alinhar as coisas e mudar o coração das pessoas, mas na verdade ele queria antecipar as coisas com medo de me perder. Uma vez falei para uma pastora muita preciosa, que acompanhou minha conversão, que estava na corte, ela com muita autoridade e sabedoria e me disse: “Eu não sei se você vai casar com o irmão, mas não é tempo na sua vida para pensar em relacionamento”.
Através desta palavra comecei a refletir, ouvir ministrações sobre corte e relacionamento, e comecei a pensar será que aproveitei meu tempo de ser solteira? Ouvi uma ministração que falava da benção de estar solteiro, então comecei a perceber que realmente não era tempo.

tumblr_m3s8uw8UsD1qjtdvno1_500_large

Ficamos na corte 5 meses, tempo suficiente para nos conhecermos e decidirmos que não era isso que o Senhor tinha para nós. Graças a Deus neste tempo, vivemos em santidade, não nos beijamos e nem tivemos momentos de abraços e carícias, algo que tanto eu como ele tínhamos era o temor de Deus e zelo pelo chamado, então sempre que saíamos era com velas (pessoas que nos guardavam).

Amo a visão da corte, me ajudou amadurecer e discernir os tempos de Deus para minha vida. Hoje oro e desejo muito casar, vejo que estou “preparada” emocionalmente e financeiramente também. Hoje sou discipuladora de jovens na igreja, tenho chamado pastoral e sei o que quero para a minha vida que é servir ao Senhor, fazer a sua obra e casar debaixo de um casamento com propósito.

imagem_dz

Hoje as pessoas me perguntam por que seu relacionamento da corte não deu certo?

Porque não era tempo de Deus para minha vida. Entrei no relacionamento baseada apenas nos sentimentos, era muito nova e não tinha a aprovação dos meus pais e admirava ele como amigo e não como a pessoa que iria viver para o resto da minha vida.

O que eu aprendi com tudo isso?

Aprendi e tive mais certeza que a visão da corte é maravilhosa, e que realmente ela nos guarda para evitamos decepções. Apesar de hoje não conversamos, fico pensando como seria se tivéssemos namorado, iríamos sofrer muito.

Aprendi a ouvir a Deus e confiar nEle. Vi que Deus é Deus de propósitos e de tempos e quando O amamos Ele faz com que todas coisas cooperem para o nosso bem, então amadureci, cresci e essa experiência me ajudou a aconselhar melhor as irmãs e entender mais os sentimentos delas. Em tudo vejo que o Senhor permitiu para o meu crescimento.

Testemunho: Anônimo
Igreja: Videira – SP

Se você também tem um testemunho, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br.

Lembre-se que o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar!

 

O Diário da Zoe.


#Dica | Chamados Para Fora Tube – Ministrações

chamadostube

 

Oi gente,

Hoje minha dica é o canal Chamados Para Fora Tube. 🙂

Conheço esse canal há um tempão, o ouvi do começo ao fim e do fim ao começo. Pois é! Sou viciada em ministrações. Sempre que tenho acesso a internet aproveito o tempo investindo em ministrações. Afinal, como está na palavra:

“Logo a fé vem pelo ouvir, e o ouvir vem pela palavra de Cristo”. Romamos 10:17

 

O canal está um pouco desatualizado, mas tem muito conteúdo de altíssima qualidade. Com certeza até eles postarem algo novo você não vai ter terminado de desfrutar de tudo que tem lá. E mais, alguns especialistas dizem que para absorver bem um assunto devemos ouvi-lo no mínimo sete vezes.  Então, ta esperando o que?

Quero compartilhar algumas das ministrações que mais marcaram a minha vida, e olha que muitas delas eu nem estava presente, fui marcada via internet. 😉

 

Sem dúvida, essa é uma das palavras que mais marcou minha vida. Lembro-me do dia que a ouvi pela primeira vez. Tive que parar tudo o que estava fazendo no trabalho e correr chorando pro banheiro. Tenho certeza que não será diferente com você. Essa é claro,  eu não estava presente. Era conferência dos pastores e em 2009 eu tinha acabado de conhecer Jesus! hehe

 

Claro, mais uma vez o Pr. Marcelo Almeida “puqe eli fais içu cumingu” rsrs! As palavras dele sempre me marcam. Eu estava lá, foi minha primeira conferência. 🙂

 

Essa é a famosa ministração do “Até, que…”  haha

 

Nessa ministração do Pr. Wilson, Deus me deu a revelação da visão da corte. Foi minha primeira conferência Nazireus. Quanta história!!! 🙂

 

Nessa ministração fiz um voto com Deus de me guardar e viver para Ele. Entreguei as chaves do meu coração. (To quase chorando aqui, relembrando tudo)

 

Após a minha entrega no Nazireus, Deus confirmou meu chamado no ministério kids, na conferência Kids São Paulo. Apesar desse marco, essa ministração na verdade ficou gravada na minha memória, pois foi quando tive uma experiência muito forte de encargo pelos meus familiares e amigos com a revelação da realidade do inferno. Foi poderoso. Lembro-me de todos aos prantos caidos ao chão, praticamente urrando, clamando pelas vidas.

São tantas palavras e tantas histórias que não caberia em um post. Só de compartilhar com vocês, senti vontade de ouvir tudo pra relembrar as promessas de Deus. Quer saber, farei isso! Haha

Que você invista seu tempo ouvindo a palavra e que o Senhor marque sua vida como ele me marcou.

#Partiu

Com carinho,

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Eu – Temperamentos.

tempeR

 

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Nessa série de posts que intitulamos de “EU” queremos focar a questão do Ego, dos temperamentos e como lidar com tudo isso.

Na semana passada falamos sobre a reação de pessoas contrariadas e que a chave para fluir nos relacionamentos (seja lá qual for) é CEDER.

Para os temperamentos, temos 4 classificações que são: sanguíneo, melancólico, fleumático e colérico.

É importante dizer que nenhuma pessoa se encaixa perfeitamente apenas em uma classificação, cada um tem um percentual de cada temperamento e geralmente dois sobressaem mais.

Vamos ver as qualidades e defeitos de cada um?

temp

 

Com toda certeza você já se identificou com alguma classificação ou com todas! Kkkkk…

Geralmente quando comento com as pessoas que uma das classificações que sobressaem em meu temperamento é colérico já ouço um “vishhhh…!!” ou “Nossa!”. Quero esclarecer que não existe uma classificação melhor ou pior que a outra, pois todas têm as qualidades e os defeitos. Não temos porque nos orgulhar de ter essa ou aquela classificação de temperamento.

Se você quer saber qual é o percentual que define o seu temperamento, acesse através desses links dois tipos de testes:

Ambos os testes não são tão completos, mas dá para ter uma noção do que compõe o seu perfil.

A Fabiola Melo falou um pouco sobre temperamentos nesse vídeo:

 

Agora que você já sabe se é sanguíneo, fleumático, melancólico ou colérico, quero te falar algo: Nenhuma dessas classificações define quem você é e muito menos é respaldo para agir como age!

Como assim Carol? :O

Pois bem, já te explico! 😉

Muitas pessoas usam a questão dos temperamentos para respaldar seus erros, o descontrole, as intolerâncias, a insubmissão e o velho egocentrismo. Existem aqueles que inclusive falam “Eu sou assim mesmo!” e andam segundo os desejos deles em nada ouvindo o ES.

Em Gálatas 5:22-26 vemos o que nosso temperamento e caráter devem expressar:

Entretanto, o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas virtudes não há Lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos de igual modo sob a direção do Espírito. Não nos tornemos arrogantes, provocando-nos uns aos outros e tendo inveja uns dos outros.

 (Versão King James – grifo meu! 😀 )

 

Podemos notar que no texto após serem citados os frutos do ES é falado a respeito de crucificar a carne, as paixões e os desejos, ou seja, não fazer a sua própria vontade.

Temos sempre que ter em mente que apesar do nosso temperamento o que deve sobressair em nós é o caráter de Cristo, que tem cada um dos frutos do ES citados logo acima. Antes de pensar que você é colérico, pense: Sou cristão, um pequeno Cristo, e devo expressar a Ele.

Mas como fazer isso?

Confesso que para mim não foi e não é fácil lutar contra mim mesma, pois sempre quero fazer o mais cômodo que claro, é a minha vontade. Por exemplo: O que realmente pesa em meu temperamento é a autossuficiência, não depender de ninguém, quero fazer tudo sozinha… mas a palavra de Deus me diz o que? Que devo ser dependente de Deus, assim como Jesus foi. Então eu renovo a minha mente pela palavra para ver as situações de uma perspectiva diferente (a de Deus, claro!), não cedo a minha vontade, mas consulto ao ES e me deixo ser guiada por Ele. Repito: não é fácil… mas como diz um amigo meu: Quem disse que seria fácil? Rsrsrsrsrs.

Saber qual é a classificação do seu temperamento ajuda, mas não é um guia tipo um horóscopo que diz exatamente como você é e sempre será (misericórdia se você lê horóscopo!! :O). Lembre-se que estamos em constante transformação e inclusive o seu temperamento precisa ser transformado e conduzido pelo ES.

Se você se interessou pelo assunto e quer entender mais profundamente sobre, temos duas indicações de livros que irão te ajudar!

 

Qual a combinação do seu temperamento? Compartilha com a gente nos comentários qual tem sido a sua maior dificuldade! 😉

Com amor,

 

pickerimage

 

 

 
@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Corte – Seguindo a direção certa.

TREM 02

 

Oi gente!

Como já sabem muitas coisas tem acontecido com o DZ e uma delas é que fomos convidadas para ministrar sobre #relacionamentos em um Seminário de Princesas na Igreja Emanação. Estamos muito honradas com o convite e já estamos orando e nos preparando pra sermos canal de Deus naquele lugar. Orem por nós também. J

 

Eu pretendia continuar a série #santidade, já tinha até algumas coisas em mente pra escrever, mas orando e falando com o Senhor ele me direcionou a escrever sobre outro assunto, quero falar sobre o tempo de espera e oração pela corte e as direções da nossa liderança.

Para começar quero compartilhar essa palavra:

 

Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.
Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
Remindo o tempo; porquanto os dias são maus.
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
Efésios 5:14-17

 

Vemos aqui que Paulo faz uma citação: “Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá”. E ele continua falando, para estarmos atentos a maneira na qual temos vivido, para não vivermos como tolos e sim como sábios, pois os sábios sabem aproveitar bem o tempo (remir o tempo). Para ficar mais claro ainda, Paulo diz que a melhor forma de aproveitarmos bem o tempo é sabendo qual é a vontade de Deus.  Uau!

 

Meditando nesta palavra, li sobre Jesus, a respeito de seu ministério que foi tão assertivo.  Jesus não começou a investir em um discípulo e depois percebeu que tinha se enganado a respeito dele, mesmo Judas foi escolhido para cumprir as escrituras. Poxa, como Jesus fez isso? Percebemos então que para que Jesus escolhesse seus discípulos ele dedicou tempo com Deus para saber qual era a sua VONTADE, ou seja, Jesus sabendo a vontade de Deus não perdeu tempo.

Analisando tudo isso, vemos que se para escolher discípulos, pessoas as quais Jesus firmaria uma aliança, ele se dedicou em buscar a vontade de Deus, imagine nós para o casamento. Será que não é necessário fazer o mesmo? Afinal é uma aliança entre duas pessoas para toda a vida, será que pode haver erros?

 

Infelizmente, o que mais vemos são pessoas que se casam errado, e por esse motivo acabam perdendo muito tempo de suas vidas tentando consertar algo que nem precisaria estar errado. Dá pra entender? O pior de tudo é que mesmo hoje com a visão da corte, cursos de noivos, discipulado, muitos de nós temos sido enganados e estamos perdendo a benção de Deus, por não seguirmos as direções.

 

Na entrevista que fiz com o Pr. Isaías Sardinha (em breve aqui no blog!) ele falou algo que veio como revelação pra mim. Ele falou: Direções são como peças de um quebra-cabeça, quanto antes as seguirmos, mais rápido teremos esse quebra-cabeça montado. Porém se não seguirmos as direções, poderemos ter problemas lá na frente, talvez seja necessário voltar tudo de novo para encaixar aquela peça que ficou faltando.

 

Eu sempre tive muito medo de parar o propósito de Deus na minha vida por minha própria causa, principalmente com um casamento errado, fora da VONTADE d´Ele. Minhas orações sempre foram pedindo para o Senhor alinhar todas as coisas e testificar no meu coração, no coração da minha liderança e dos meus pais.

 

Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.
Provérbios 11:14

 

Eu não podia imaginar perder tudo o que o Senhor sonhou pra mim apenas por uma paixonite.  Não queria de forma alguma trocar Jesus por um homem. Essa era minha crise, mas depois falo da revelação que tive sobre essa questão :D.

Bem, com todo esse receio que tinha, procurei seguir todas as direções durante o tempo que eu orava pelo  meu noivo. Muitas vezes eu achei que minha liderança não queria que eu me relacionasse, porque sempre que eu falava do assunto a resposta era sempre a mesma, continue orando. Affs…!!!  Ai eu chorava ouvindo aquela música do Thalles Roberto – Mesmo sem entender, essa era a minha trilha sonora rsrs, porém, o Senhor sempre falava comigo e eu obedecia.  As vezes a direção era pra me afastar mais dele (do meu noivo), pois como éramos muito amigos acabávamos conversando muito e eu poderia abrir o meu coração antes do tempo. Por temor de fazer caquinha e estragar tudo eu sempre obedeci. Sabia que mesmo não entendo as coisas (by Thalles) era o melhor pra mim.

 

Uma das orações perigosas que fiz antes mesmo de começar a orar por alguém, foi: “Senhor, não me deixa entrar em um relacionamento sem estar pronta para ele”.  Fiz essa oração em um momento de rendição quando eu nem tinha alguém em mente. Eu me conhecia e me lembrava de toda imaturidade que havia no meu relacionamento mundano e de forma alguma queria viver aquilo novamente. Talvez, por esse motivo, demorou tanto pra eu entrar na corte rsrs!!! Falando sério, em muitos momentos de desespero e até incredulidade eu pensava: “Senhor, se o Senhor não permitiu é porque sabe que ainda não é o momento.” E isso me confortava.

 

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

 

Eu contei tudo isso, para exemplificar que em todo momento, eu entreguei para Deus a direção da minha vida e, mesmo sabendo disso, nos momentos que o Senhor usou minha liderança para me direcionar eu ainda hesitava. Graças a Deus que meu desejo pela vontade de Deus era maior e rapidamente eu me dava conta do que estava fazendo e obedecia.  Quando por fim, meus lideres e meus pais direcionados por Deus entenderam que era tempo e liberaram a corte. Deus me mostrou claramente que se eu tivesse entrado na corte antes talvez o que era sonho teria se tornado um pesadelo.  Nem eu nem ele estávamos prontos para o relacionamento. Graças a Deus pela nossa liderança e por seu ES.

 

O tempo é algo que corre e não há como mudá-lo ou comprar mais dele, no entanto, não se engane achando que pulando etapas você estará “remindo o tempo”, como o Pr. Isaias disse, essa direção pode ser a peça chave da sua vida, ministério e relacionamento. Ainda que contrariado, faça como Jesus, tome tempo com Deus para saber qual a VONTADE d´Ele. Eu estava preocupada com o tempo, afinal 25, 26, 27 anos e nada, mas tinha certeza que se eu tomasse a direção das mãos de Deus para as minhas, a coisa poderia se estender por muito mais anos.

 

Hoje, como noiva já tenho outra experiência sobre essa questão de cuidado e direções no discipulado, mas com certeza isso é tema pra outro post. 😉

 

Que o Senhor traga luz a sua vida e que você possa obedecê-lo e desfrutar do melhor que ele tem para seu relacionamento.

 

Com encargo,

 

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Dica | Missões – O mundo segundo os brasileiros

missoes

Hello! 🙂

Hoje estou falando em inglês, pois estou no clima das missões… kkkkk

Você tem chamado missionário?

Se a sua resposta foi sim, você já sabe para qual lugar o Senhor te enviará?

Eu particularmente tenho chamado pastoral missionário e sei que pisarei meus pés na índia! 🙂

Meu marido e eu tivemos essa “informação” da parte de Deus, enquanto ainda estávamos noivos e temos a plena convicção de que iremos para aquela nação.

Isso tudo que estou falando para você é parte do sonho da minha vida, meu coração queima por isso, mas nem sempre as coisas caminham dessa forma… tem tempos que diante dos desafios diários acabo me “esquecendo” do sonho, mas não é isso que Deus quer que eu faça. Posso ir para a Índia amanhã ou daqui 10 anos, mas o sonho precisa manter-se vivo em mim. Para isso, tenho adotado algumas técnicas comigo mesma e quero indicar isso para você!

Tenho adotado a prática de alimentar o sonho das missões, sempre pesquisando sobre e principalmente sobre a Índia. Nos últimos dias tenho assistido ao programa que passa na Band: O mundo segundo os brasileiros. Nele, os brasileiros que residem em determinados países contam curiosidades sobre esses lugares e mostram como vivem por lá! É realmente muito interessante, pois você tem pelo menos uma ideia de como o povo vive por lá e já verifica os desafios que talvez possa ter.

Como não tenho tempo, vejo os vídeos pelo canal do youtube mesmo!

o mundo

Seguem dois vídeos que me edificaram e me deixaram sonhando com a ida para a Índia:

 

 

E você? Como tem alimentado o sonho?

Compartilha com a gente! 😉

Bye bye,

 

pickerimage

 

 

 

 

 

@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos |Corte – Inimigos do Sonho IV

inimigos_do_sonho_3-447x420

 

Oi gente,

Falta muito pouco pra Conferência dos Vencedores aqui em São Paulo, onde nós participaremos e além de tudo seremos ministrados por grandes homens de Deus. Essa conferência será a conclusão do nosso jejum de 21 dias com o tema “Sentimentos”. Imagina o quanto esse tema não foi sugestivo para nós?! Confesso que foi um tempo muito marcante, onde Deus trouxe muita luz as minhas trevas, foi tipo um encontro com Deus de 21 dias hehe.

Bem, finalizando a série Inimigos do Sonho, chegamos ao ultimo inimigo: as Expectativas erradas.  Escrever hoje sobre esse tema é uma vitória e uma luta pra mim, pois como falei acima esse período de jejum foi um tempo de cura na minha alma. Certa vez o nosso querido Pastor Aluizio – Videira, falou que sempre haverá um novo nível para aquilo que vencemos em nossa vida e ministério. Por exemplo: se um dia você avançou na questão do perdão, certamente lá na frente haverá uma circunstância de nível maior onde você terá que liberar o perdão e avançará mais um degrau nessa área e assim em qualquer outra área, como submissão, humildade, relacionamentos etc., ou seja, sempre ficará mais hard. #thankyoujesus \o/

Eu havia vencido esse inimigo antes de entrar na corte e noivar, mas descobri nesse tempo de jejum que ele voltou pra me assombrar e em um nível muito mais forte :(, no entanto falarei disso depois. Vamos ao nosso inimigo da vez!

Expectativas erradas são aquelas expectativas que você cria a respeito de alguém ou de algo, sem nem mesmo comunicar o outro sobre isso.  Você tem um amigo e lança uma expectativa sobre ele de que ele sempre será fiel a sua amizade e nunca falhará com você, até que BUMMM!!! Ele erra com você e suas expectativas são frustradas.  Ou então você se prepara para uma viagem, pensa em todos os detalhes, gera diversas expectativas e quando a tal viagem acontece, nada daquilo de você planejou dá certo e suas expectativas são mais uma vez frustradas. Agora imagina isso em um nível de relacionamento.  A menina ou o rapaz decide esperar em Deus e se guardar para o seu amado (a) e coloca diversas expectativas, e ainda usa o chamado “Tô profetizando” dizendo: Ele será lindo, será rico, será espiritual e lança toneladas de expectativas na pessoa que nem imagina o cenário no qual está envolvido. O que acontece muitas vezes é que a pessoa que Deus reservou pra você chega, mas ele é um sapo ainda, não encaixa nas suas expectativas e você perde a oportunidade de viver a vontade de Deus simplesmente porque tinha expectativas erradas.

Não estou dizendo que não podemos sonhar com coisas que gostaríamos que a pessoa tivesse ou mesmo orar por isso, mas também não podemos fazer uma listinha e descartar a primeira pessoa que não se encaixar nos padrões dela. As coisas não funcionam assim e se você quer se relacionar precisa destruir desde já o inimigo da idealização, pois isso é uma expectativa errada que só impedirá o sonho de casar.

Contei que eu venci esse inimigo antes de cortejar e noivar, mas não foi fácil e talvez foi um dos maiores inimigos que eu tive que enfrentar.  No mundo sempre me relacionei com um tipo especifico de rapazes, eu visava sempre à aparência e essa era a minha base, mas se você tem acompanhado meus posts, já sabe que só me dei mal com essas escolhas. Quando decidi viver em santidade e aguardar o homem de Deus pra mim, eu gerei uma série de expectativas e padrões que eu gostaria que esse homem tivesse.  Como por exemplo: ser um homem consagrado como o Pr. Aluizio, um homem visionário como o Pr. Marcelo e generoso como o Pr. Naor.  Sempre dizia que não queria um novo convertido, afinal eu já era líder de célula, queria um discipulador, obreiro, pastor.  Sai da base fútil da escolha por aparência e parti pra base religiosa da escolha pelo nível de espiritualidade.  E sabe o que aconteceu? NADA. Nunca! Nunca ninguém me chamava a atenção e é claro que Deus também não permitiu ninguém se interessar por mim. Eu vivia em crise, pois eu era tão disposta, com o coração pra Deus, mas ninguém se interessava por mim.

Em um dos meus discipulados, minha discipuladora falou que a cada dia meu valor aumentava e que o homem de Deus teria que pagar um preço alto por mim. Ai, eu me achei! Pensei é isso mesmo! Mas ela continuou falando e disse que esse homem pode não vir na embalagem que você espera e muito menos pronto.  Que eu deveria ver sempre com os olhos do Senhor. Nessa hora eu até murchei :(, mas entendi o que ela estava me falando.  A partir disso comecei a orar, pra Deus alinhar todas as coisas e que eu pudesse vê-lo como Deus o via.

“Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração”.1 Samuel 16:7

Quando Deus abriu os meus olhos para quem seria o tão esperado “príncipe” eu retruquei e pensei: “ah não Deus, não pode ser!” Mas como havia decidido romper com toda expectativa errada, fui orar e pedi mais uma vez pra Deus me fazer ver como ele via. E foi tão doido, porque comecei a ver coisas que NUNCA tinha visto. Virtudes, atitudes, afinidades entre tantas outras coisas que aos meus olhos naturais seria impossível de ver. Deus me mostrou tantas coisas, que eu sabia exatamente como eu seria tratada durante o relacionamento, cada detalhe que eu ficava abismada, pois o Senhor já havia me mostrado.

Contudo, percebi nesse período de jejum, que esse inimigo voltou a me perturbar.  Ou seja, você vence expectativas erradas antes do relacionamento e precisa vencer as expectativas erradas durante o relacionamento, sempre em um novo nível.

Pela graça de Deus, estou respondendo nessa área e desfrutando da benção de ser obediente a Deus, tendo atitudes práticas para que esse inimigo não tome o terreno que já foi conquistado por Jesus.

Se você assim como eu travou uma luta contra esse inimigo, responda de forma prática e aqui vão algumas dicas:

  • Se arrependa de toda expectativa errada que foi gerada;
  • Peça perdão por colocar todo esse peso de expectativas erradas sobre a vida da outra pessoa, mesmo que você ainda nem conheça ela;
  • Converse sobre essas questões com seus líderes;
  • Ore para que você possa enxergar as pessoas através da ótica do Senhor.

Essas dicas não servem apenas para expectativas erradas geradas com respeito a um relacionamento de corte, noivado ou casamento, mas serve para tudo. Expectativas geradas sobre seus líderes, pais, irmãos, amigos, colegas etc.

Quero indicar um combo (Livro + Ministração) que me ajudou muito, já li o livro diversas vezes e também já perdi as contas de quantas vezes ouvi essa ministração.

Livro: A maldição da expectativa – Pr. Marcelo Almeida

b_high_mald_expectativa__88131_zoom

 

Ministração: A Maldição da expectativa – Pr. Marcelo Almeida

 

Os posts:

#Relacionamentos | Para Meninos: Sapo ou Príncipe?
#Relacionamentos | Para Meninas: Sapo ou Príncipe?

Também são excelentes para que você tenha mais clareza a respeito desse inimigo.

Que Jesus continue nos dando direção e trazendo luz as nossas trevas, para que nenhum engano nos faça perder suas bênçãos para nós.

PS: Essa série foi baseada no livro: Quero me casar, o que devo fazer? – Marília Pedrosa

Com encargo e vida,

20140417-103021.jpg

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Testemunho | Corte – Amanda e Guilherme.

2Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

Alinhado com o post Tenho filhos, posso cortejar?, pela primeira vez temos um testemunho duplo, onde o casal conta a restauração dos sonhos e inicio da corte onde há um filho envolvido.

Leia, seja edificado (a), se inspire e creia que você também pode viver a restauração dos seus sonhos! <3

 

4

Vou contar um pouquinho do meu testemunho e de como Deus tem alinhado cada detalhe.

Sempre fui da igreja desde pequena, ia às células de criança, participava do Ministério de Dança, comecei a tocar teclado e ia participar do Ministério do louvor, todos sonhos que o Senhor tinha colocado em meu coração. Só que por motivos de ‘relacionamentos’ me desviei fiquei por um longo período desviada, mais ou menos uns 6 anos, ia em alguns domingos pra igreja, depois sumia de novo, aparecia do nada rs.

Tive um relacionamento de um ano, onde eu engravidei e nasceu o Gabriel. Eu e  o pai do meu filho não demos certo e com isso o diabo foi roubando meus sonhos, destruindo as minhas esperanças onde eu achava muitas vezes que nunca ia conseguir achar alguém que aceitasse o meu filho, que não tivesse preconceito. O meu sonho sempre foi a Corte, pois eu via desde pequena esses princípios e achava algo maravilhoso da parte do Senhor, o fato de o Senhor ser o centro, da pessoa esperar por você, isso me encantava.

Nesse período de desvio o Senhor sempre colocou pessoas maravilhosas na minha vida e que nunca desistiram de mim, pessoas que eu agradeço a Deus por ter permitido conhecer, e com isso comecei a voltar a ir aos cultos, a me envolver com o pessoal da igreja e o Guilherme foi uma das pessoas que investiu em mim, sempre me chamando pra todos os eventos, tudo quanto é tipo de reunião, ele também estava voltando ambos querendo algo da parte do Senhor, querendo cumprir o propósito que o Senhor separou pras nossas vidas. Com isso cresceu uma amizade muito grande, onde a cada dia ele me aproximava de Deus, mandando louvores, exercitando pra que eu mandasse palavras que Deus tinha falado comigo.

Da minha parte começou a surgir um sentimento diferente e conversei com ele, resolvemos conversar com os nossos lideres e começamos a orar todos juntos. Em minhas orações sempre pedi que a pessoa que o Senhor tivesse separado pra mim amasse meu filho, o respeitasse porque isso é o mais importante, quando se é mãe a primeira coisa que pensamos é no bem estar dos nossos filhos. No começo foi meio estranho o Gabriel não ia muito com ele, pois também ele era muito pequeno tinha só dois aninhos. Oramos mais ou menos uns 10 meses e o Senhor nos tratou demais, fomos amadurecendo espiritualmente, amadurecendo nas atitudes, o Gabriel começou a ficar um grude com ele rs o Gui toca violão e o Gabriel ama pegar a palheta dele pra tocar também, o Gabriel vê ele com um referencial. Na igreja quando o Gui está orando ele fica olhando admirado e isso me encanta porque ele faz o mesmo.

E então no dia 29.11.2014 começamos a Corte, eu olho e vejo a mão do Senhor em cada detalhe, restaurando os sonhos dos dois, mostrando pra mim que apesar dos meus erros o que Cristo mais ama é um coração quebrantado e contrito, foi assim que Ele fez comigo.

5Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

E fazer Corte é realmente coisa de outro mundo rsrsrs… realmente nós não somos dessa terra hahahaha! Quando Cristo é o centro das nossas vidas, quando buscamos fazer a vontade d’Ele e o Seu reino, Ele vem acrescentando as demais coisas de uma maneira sobrenatural. DEUS É BOM DEMAIS! Sem Ele eu não estaria contando esse testemunho.

E você que acha que não pode se casar, que nunca vai achar ninguém que ame seu filho por ser mãe solteira, eu te digo que o nosso Deus é um Deus misericordioso, Ele nos ama e vai cumprir os sonhos d’Ele pra sua vida, busque as coisas do Senhor, busque ensinar seu filho a andar nos caminhos d’Ele porque quando você menos esperar o Senhor te acrescenta as demais coisas, o seu futuro esposo *–*

Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação; as coisas antigas já passaram, eis que tudo se fez novo. – II Coríntios 5:17

– Amanda Nunes

 

 

3

Fiel é esta palavra: Se já morremos com ele, também viveremos com ele; se perseveramos, também com ele reinaremos; se o negamos, ele, por sua vez, nos negará; se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar- se a si mesmo. – 2 Timóteo 2:11-13

 

1Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

Esse texto resume a nossa história, temos uma longa história, erros, aprendizados, enganos, acertos, infidelidade, confiança, alegria, tristeza, mágoa… algumas coisas que marcaram as nossas vidas, antes de termos uma corte que a cada dia está mais firmada em Cristo, tivemos muitos momentos de guerra. A Amanda depois de muitos relacionamentos frustrados colecionou diversas decepções, assim como eu, ela por sua vez recebeu em um desses relacionamentos uma bênção da parte de Deus, o Gabriel. O Senhor tem o prazer de consertar as nossas vidas. Quando a conheci, era uma jovem muito retraída, sem sonhos ou expectativas, com um semblante bem triste, os dois tinham acabado de voltar aos caminhos do Senhor, os dois com a vida estragada, ansiando por restauração. A amizade sempre foi nosso ponto forte, sempre conversamos, compartilhamos juntos, Deus foi aos poucos alinhando os pontos, enquanto orava por um sentimento estranho em meu coração, vi Deus me surpreendendo, e já organizando tudo, fui infiel às promessas de Deus. Sempre fui daqueles que quer tudo para ontem, e com a minha futura esposa não foi diferente. Sempre fui muito ansioso e quebrei a cara por isso rs. O tempo foi passando e Deus foi se mostrando um Deus das terceiras chances, erramos muito; agora éramos dois antigos desviados tentando se fortalecer no Senhor, a minha grande dificuldade foi em relação ao Gabriel, como seria a aceitação dele, mas Deus se mostrou presente de novo, as orações já estavam sendo feitas, e aquilo que antes era uma dificuldade, hoje se tornou a minha alegria, amo ele como se fosse meu filho mesmo, Deus alinhou os pontos, no começo foi difícil me relacionar com ele, mas depois tudo foi dando certo. Mas enfim, o nosso testemunho se resume na fidelidade de Deus, Ele nos prometeu e cumpriu, fomos infiéis sim, mas Ele permaneceu fiel, o Senhor fez tudo perfeito e ainda faz, a cada dia estamos sendo moldados, a cada dia eu olho pra Deus com mais paixão, antes aqueles dois inconsequentes, agora dois jovens com o coração incendiado por Deus. SEM DEUS NÃO SERIA POSSÍVEL.

 

– Guilherme Artigiani

 

Testemunho: Amanda Nunes e Guilherme Artigiani

Igreja: Videira Parque São Vicente – Mauá/SP

 

Se você também tem um testemunho, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br. Lembre-se o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar.

 

O Diário da Zoe.

 


 
1 2 3 4 5
 
Top