Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

pecado

#Relacionamentos | Corte – CORTE É PARA OS FRACOS!

fracos_1

Oi gente!

Estava pensando sobre a Corte e me lembrei de algo que muitas pessoas falam e eu mesma também já pensei: – A visão da Corte é linda, mas não sou forte para isso!

A primeira vez que ouvi falar sobre a corte fiquei encantada, mas pensando que não teria forças o suficiente para ficar sozinha e esperar alguém que também quisesse viver um relacionamento em santidade. Se encontrasse alguém assim não conseguiria ficar sem beijar na boca até casar.

Apesar de parecer coerente este pensamento para uma menina que tinha acabado de se converter, é equivocado. Entendo que eu pensava assim, porque eu não entendia o que era a corte em sua essência.  Hoje, muitas pessoas estão enroladas neste mesmo pensamento e por isso ainda estão vivendo relacionamentos furados e sendo frustrados. Pensam que por seu passado, pelo histórico de muitas quedas no pecado, não são fortes o suficiente para recomeçar e viver uma vida de santidade.

Muitos acreditam piamente que a Corte é só para os SANTINHOS, só para os CRENTÕES, para os ANJOS DA TERRA.  Infelizmente, muitos que entram na Corte pensam mesmo que são os TAIS. Quanta tolice!

É triste ver pessoas que se acham superiores porque fazem a Corte e acabam tratando com indiferença aqueles que não tiveram revelação sobre ter um relacionamento com propósito. No entanto, se alguém que diz ter revelação sobre a Corte e decidiu viver um relacionamento nessa visão se acha superior, é bem provável que essa Corte não seja pura em sua essência e motivações. Sabe o por que? Porque a Corte é para os fracos!

A Corte é para aqueles que reconheceram sua fraqueza diante das tentações, que não confiam em si e sabem bem que seu coração é enganoso.  A Corte também é para aqueles que erraram e admitiram que são péssimos em suas decisões, que  entenderam que beijar na boca, dar uns pegas ou até mesmo ter intimidade sexual não revela o caráter de alguém.

Então se você é alguém fraco, limitado e já errou muito no passado, saiba que a Corte além de todos os seus benefícios é muito conhecida por manifestar o poder restaurador de Deus, e Deus só pode restaurar algo que foi quebrado, afinal se algo está forte, inteiro, intacto não necessita de milagre.

Com isso não estou dizendo que você deva se estragar para depois viver a Corte, porque mesmo alguém que é totalmente BV, precisa admitir sua fraqueza e reconhecer que só consegue viver neste mundo e se manter puro na depende de Deus. Nem vou falar sobre a diferença entre pureza e virgindade, pois este é assunto para outro post.

Quero lembrar que a palavra de Deus mostra claramente como Deus ama transformar, pessoas cheias de fraquezas em testemunhos de seu poder.

Eis alguns exemplos:

A fraqueza de Moisés era seu gênio. Por causa do seu temperamento  assassinou um egípcio,  feriu a rocha, quebrou as tábuas da lei. Mas Deus o transformou em um homem manso, mais do que qualquer outro na terra. Gideão era inseguro e com baixa autoestima, mas Deus o transformou em um homem valente, Davi foi adúltero e ainda assim Deus o fez o homem segundo seu coração. Jacó tinha um sério problema de caráter, sua fraqueza era enganar os outros, mas Deus o transformou em Príncipe de Deus.

Você pode ter um passado promíscuo, mas o mesmo Deus que mudou a história desses homens de fé pode transformar sua vida e te fazer viver um relacionamento santo, no padrão de Deus através da Corte.

Você é forte ou fraco?

Com encargo,

 

dz

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Corte – Tenho filhos, posso cortejar?

filhos_ok

Olá pessoal!

Quero expressar a nossa felicidade com o alcance dos posts e que a igreja está sendo edificada, aleluia! 🙂

Confesso estar ansiosa para a Conferência dos Vencedores… está chegando e espero ter o prazer de conhecer muitos de vocês que nos leem aqui no blog.

Há alguns dias (para não dizer meses… rsrrsrs) tenho sido conduzida a escrever sobre este tema, tenho resistido por ser um tema extremamente polêmico, mas não pude mais esperar para escrever, pois tenho certeza que algumas pessoas se identificarão e serão edificadas.

Em nossa vida temos duas decisões importantíssimas e que mudam o curso das nossas vidas. A primeira delas é aceitar Jesus como Senhor e Salvador e a segunda é a escolha da pessoa com quem vamos nos casar, afinal, é uma decisão pra vida toda!

Pensando na importância dessa decisão e no propósito de Deus envolvido nisso tudo, resolvi falar a respeito de duas dúvidas que sempre surgem, mas que quase ninguém tem coragem de responder:

  • Tenho um filho, tenho obrigatoriamente que me casar com ela com o pai/mãe dele?
  • Tive um filho na adolescência, posso cortejar?

Minhas respostas para tais perguntas são: Não e Sim!

  • Não! Você não tem que obrigatoriamente se casar com essa pessoa.
  • Sim! Você pode cortejar.

Para explicar, vamos por partes 🙂

  1. Não! Você não tem que obrigatoriamente que se casar com essa pessoa.

Algumas pessoas pensam que essa afirmação é antibíblica, pois vai contra o princípio de família. Entendo que um filho é uma ligação muito forte entre duas pessoas, mas sei também que o filho veio ou porque foi um ato no tempo de ignorância (antes da pessoa conhecer Jesus), ou porque mesmo consciente do pecado houve a queda, ou seja, isso é uma consequência de um ato do passado, mas vamos dar nome aos bois, o filho é uma consequência do pecado cometido.

A instrução que SEMPRE dou para essas pessoas é a seguinte: Ore! Peça para que o ES fale com você e confirme se o pai/mãe do seu filho é realmente a pessoa para você se casar e cumprir o plano de Deus.

Em alguns casos é nítido que não é a pessoa, o ES está berrando ao invés de falar, sinaliza de todas as formas, mas muitas vezes por comodidade, por medo, por acharem que é assim mesmo que as coisas funcionam acabam por se casarem com pessoas que não são o plano perfeito de Deus para a vida delas e sofrem muito em seus relacionamentos. Quero te lembrar que a nossa vida é feita de escolhas, o fato de você ter tido um filho com essa pessoa não define que você deve passar o resto da sua vida ao lado dela. Esteja sensível ao ES, ouça e obedeça!

  1. Sim! Você pode cortejar.

Se você se arrependeu do pecado que cometeu no passado e hoje tem buscado a vontade de Deus para a sua vida, respostas para o seu relacionamento, entenda que independente de ter um filho, o Senhor tem um plano perfeito para você, um plano santo, um plano que cumpre o propósito d’Ele. A minha pergunta é: Você está disposto(a) a pagar o preço para viver este plano perfeito?

Mas que preço é esse, Carol? É o preço que todo jovem que não tem filhos paga: o preço da espera, da consagração ao Senhor, da dependência…e por aí vai. Não é porque você tem um filho que as coisas serão diferentes para você, a palavra e os propósitos de Deus continuam os mesmos. 😉

Quando orar por um relacionamento santo não aceite acusações em sua mente, pois a palavra de Deus nos diz em 1 Co 5:17 que as coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo. Aleluia! O que você praticou no passado é lá mesmo que deve ficar. É claro que as consequências disso te acompanharão, mas filho é bênção de Deus!

Você pode até falar: Carol, tenho um filho…. ninguém se interessará por mim!!

Quero te dizer que Deus não une pessoas, Ele une propósitos! Deus tem uma pessoa separada para você que te aceitará com o seu filho e tudo será lindo e perfeito! Creia nisso e se consagre ao Senhor, guarde seu coração, espere n’Ele e veja que no lugar da vergonha você terá dupla honra (Is 61:7)!

Quero deixar claro que pode sim ser o plano de Deus que você se case com o pai/mãe do seu filho, a questão toda está em ouvir a opinião do ES e obedecê-la.

Enquanto eu escrevia este post, estava ouvindo a música Light Of THe World da Lauren Daigle:

O Senhor é a luz e a luz vem para mostrar a verdade, verdade essa que é o próprio Jesus. Jesus não nos trás confusão, nem dúvidas… Ele nos dá a resposta e a instrução do que fazer. Portanto, guarde o seu coração no Senhor e viva o melhor d’Ele para a sua vida. Com filho ou não, Deus quer glorificar o nome d’Ele nessa área da sua vida… onde muitos já não acreditavam mais, Ele acredita e quer fazer novas todas as coisas. Você quer?

 

Você passa por isso? Compartilhe conosco, a sua experiência pode edificar outros.

 

 

Com amor,

 

pickerimage

 

 

 

 

 

 

@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

 

 


#Relacionamentos| Corte – Eu namoro e agora?

interrogacao

Oi Pessoal!

Como estamos falando sobre relacionamentos, quero abordar aqui um tema que gera muita dúvida nos adolescentes e jovens do nosso meio que é o NAMORO.

Como vocês já leram em posts anteriores entendemos que o padrão de relacionamento para avançar em santidade e casamento com propósito é a corte.

Quando nossa igreja se associou a VINHA uma das primeiras preocupações dos jovens foi a questão do padrão de relacionamentos, principalmente para a liderança (no caso eu! 🙂 ). Eu vinha de um histórico de namoro cristão – que em alguns aspectos nada difere do namoro do mundo – que estava passando por algumas crises, mas estávamos mantendo o relacionamento, pois naquela altura do campeonato já estávamos completamente dependentes um do outro.  Começamos a avançar dentro da visão e ter revelação do propósito eterno, do padrão de santidade e Deus começou a me incomodar nesse sentido. À medida que eu tinha revelação não via mais propósito em continuar o relacionamento, pois não tinha certeza de que era com ele mesmo com quem me casaria. A ideia de que talvez eu estivesse me relacionando com o possível marido de outra pessoa me dava desespero, pois eu imaginava que estava beijando o esposo de outra pessoa e que o meu marido poderia estar por ai com outra assim como eu estava fazendo, me atormentavam. Foi então que oramos e junto com nossos pais decidimos romper o relacionamento para crescer em Deus e esperar pelo nosso cônjuge. Confesso que essa foi uma das melhores decisões que tomei, cresci em Deus e foquei no alvo que é Jesus.

Dou aqui algumas dicas para que você pule etapas neste processo:

Não tente convencê-lo (a)

Você não é o Espírito Santo, não tente convencer o outro a entrar no relacionamento de corte se não há revelação do que é.

Não construa nada sobre escombros

Para mim foi crucial haver a separação. Eu pude desfrutar de um tempo precioso com Jesus, tive as experiências mais profundas nesse tempo, pois eu não tinha mais ninguém para me apoiar, tinha somente Jesus. Uma oração que fiz quando tomamos a decisão foi que eu não queria nada velho, que mesmo que fosse ele eu queria “uma história nova e linda, escrita pelo dedo de Deus” (by Thalles).

trilho

Quebre os laços de alma

Quando nos relacionamos com alguém o envolvimento emocional é muito forte e nisso são criados os laços de alma que te prendem a outra pessoa. Quando a decisão for tomada há a necessidade de que seja quebrado todo laço de alma para que você avance e a pessoa também. Me lembro que o laço de alma foi quebrado de tal forma, que nós nem imaginávamos que nos relacionaríamos de novo e desenvolvemos uma amizade muito saudável. A possibilidade de ser ele era tão remota que eu orava desesperadamente pedindo que o “varão” estivesse em minha igreja local, pois eu não queria ir para longe dos meus pais e dos discípulos que já havia formado ali.

escrevendo

Imagem: mayaracan.blogspot.com

Não tente “fabricar” uma história

O Espírito Santo é perito em escrever novas histórias, seja com o seu atual namorado (a) ou com outra pessoa. Muitas vezes queremos insistir em um relacionamento por conta do tempo, do apego, de “n” motivos, mas não se prenda a isso, obedeça à voz do Espírito. É melhor sofrer com a separação agora do que casar-se e perceber que o fez com a pessoa errada.

solteira

Imagem: francielle-de-souza.tumblr.com

Aproveite o tempo de solteirice

Como eu estava neste relacionamento desde os 15 anos de idade, eu me prendia demais, mas quando tomamos a decisão, eu me abri para conhecer novas pessoas, participei de muitos eventos (festas, conferencias, reuniões de líderes de jovens), viajei e aproveitei tudo com muita intensidade.

Se você namora e tem tido revelação sobre o relacionamento em corte com propósito, creia que Deus tem falado com você, não hesite em obedecê-lo, pois a palavra nos diz que é melhor obedecer do que sacrificar (I Sm 15:22). Seja obediente e colha os frutos no futuro.

Compartilhe conosco o seu testemunho nos comentários ou mande um e-mail para contato@odiariodazoe.com.br.

Com amor,

pickerimage

 


#Ciúmes

ciumes

A palavra de Deus nos diz que o mundo jás no maligno (1 João 5:19). Infelizmente, os valores têm sido invertidos e de forma sutil e avassaladora alguns princípios satânicos têm entrado na vida da noiva de Cristo e sido tratados como se fossem normalidades. Quem nunca ouviu alguém encher os pulmões e dizer com orgulho: “Tenho ciúmes mesmo! Tenho ciúmes da minha família, amigos…”.  tsc, tsc,tsc… valores invertidos. Veja o que a palavra de Deus nos diz sobre isso:

“Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.” – Gálatas 5:19-21 (grifo nosso).

Entendemos que somos espírito, temos uma alma e habitamos em um corpo. Temos sim emoções e expressamos cada uma delas, mas temos que decidir o que deixaremos dominar, nossa alma ou o espírito? Ciúmes é PECADO e quem o pratica, não herdará o reino.

A questão maior é a raiz das coisas, porque tenho ciúmes? Muitas vezes o ciúmes deriva de inveja, de inimizades ou até mesmo rejeição. Salmos 42:7 nos diz que um abismo chama outro abismo, ou seja, após o ciúme pode ter certeza que virão as discórdias, iras, dissensões, facções e por ai vai. O pecado nos afasta do Senhor e esse tipo de prática nos torna insensíveis a voz do Espírito, fazendo com que o avanço em maturidade e intimidade com Ele acabe ficando cada vez mais longe, até muitas vezes tornar-se zero.

É tempo de nos arrependermos diante do Senhor pelos pecados cometidos. Como o Salmista declara no capitulo 18:28, peça que o Senhor derrame luz em suas trevas para que o pecado do ciúme, que aparentemente é algo normal, seja removido.

Com encargo,

pickerimage

 


#Defraudação

defraudação

Drefrau… o que? O que é isso?

Defraudação do verbo defraudar, significa lesar, fraudar, iludir, enganar, usar a inocência de alguém para tirar proveito para si.

“Ninguém iluda ou defraude nisso a seu irmão, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.” – 1 Tessalonicenses 4:6

O ser humano é um ser caído e sempre pende para o pecado. Infelizmente existem algumas circunstâncias que agimos de forma consciente/inconscientemente e acabamos defraudando o nosso irmão ou a nós mesmos, dando esperanças de coisas que nunca se cumprirão, despertando desejos que não serão supridos, fantasiando coisas que jamais acontecerão e mais uma infinidade de circunstâncias.

A questão de defraudar-se é tão séria quanto defraudar o irmão, pois você fica sonhando, alimentando em seu coração vontades e desejos que quando não acontecem, resultam em frustração e amargura.

O fato primordial é analisar como você tem se relacionado com os irmãos e com você mesmo, pois aquilo que fazemos, pensamos, lemos, assistimos… influenciam. Sempre testemunho isso pois foi uma das chaves para que eu avançasse em Deus, me lembro que quando decidi viver em santidade, guardar meu coração para o meu esposo – mesmo sem saber quem ele seria – eu parei de me defraudar, não via mais filmes românticos, não lia mais livros que falassem do assunto, não alimentei mais amizades com “possíveis côrtes”, até que o Senhor falasse comigo e te digo que Ele falou na hora certa e as coisas aconteceram.

Declaro que nesses dias o Senhor irá incomoda-lo (a), quanto as amizades, atitudes e influencias que não tem colaborado para o seu crescimento, que tem apenas feito com que você defraude os outros e se defraude também. Que o Espírito Santo o convença que tais práticas são pecado e tais coisas te afastam d’Ele.

pickerimage


Espelho, espelho meu…

Espelho, espelho meu… sou pecadora, sou horrível, nunca mudarei? Diga-me como posso viver em paz, longe dos tormentos da minha alma. O diabo está me acusando, mas ele tem razão. Eu sou assim e não tem jeito pra mim!

espelhoA primeira grande mira de satanás é a nossa identidade em Cristo.
Na caminhada cristã, devemos aprender a discernir os ataques do maligno, e não nos deixarmos levar pelas mentiras que ele lance diariamente a nossa posição em Cristo.

Declare a palavra e não aceite outra verdade, se não a de que você está em Cristo e agora tudo se fez novo.

“Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte? Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova”. (Romanos 6:3-4)


20140417-103021.jpg

 


 
 
Top