Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

corte

#Relacionamentos | Pré -corte?

 

Oi, gente!

Já falei que falta pouco pro meu casamento, né? Ainnn… não vejo a hora! 😀

Estamos super atarefadas, pois é a semana do primeiro Seminário da Corte organizado pelo DZ e as expectativas são grandes.  Aproveitando que estou me preparando para falar muito sobre corte no seminário, lembrei de um termo que ouvi recentemente a “Pré-corte” e  resolvi  escrever esse post, porque… affs!

Como assim “Pré-corte” ? :O Pois é, essa é a minha cara ao ouvir sobre isso.

 hein

O que é a Pré-corte?

Segundo os especialistas praticantes dessa modalidade, a pré-corte se caracteriza pela amizade entre duas pessoas que são candidatos à corte. Esses “amigos íntimos” trocam mensagem por WhatsApp horas a fio, ligam um para o outro, saem juntos e os demais amigos já tratam os dois como um casal. Ah, mas vale ressaltar que não é oficial é só a “Pré-corte”.

 meme_pare

Opaaa, para tudo!

Quer saber a verdade nua e crua da pré-corte? Vou te contar. A pré-corte nada mais é do que um “namorico”! Ridículo esse nome, né? Mas a pré-corte é exatamente assim, ridícula. É a banalização de uma visão que é uma benção de Deus pra nós.  Você deve estar pensando “Nossa, Dani! Por que você é tão radical com isso?“

Quero, então, esclarecer o porquê de ser tão radical com respeito à pré-corte. Ela se caracteriza por aspectos que são vividos em determinado estágio da corte, só que de forma não oficial, ou seja, não tem a benção para acontecer e isso caracteriza rebeldia.

Viu como é mais sério do que parece? Infelizmente, no meio da igreja isso tem acontecido “por atacado” e tem gerado muitos corações defraudados.

jack

Como não cair nessa?

Precisamos, antes de tudo, ter informação. Você precisa saber o que é a corte e, principalmente, decidir se quer andar nesse caminho ou não. Você precisa ter a revelação de que a corte não é um ajuste que os crentes fizeram no “namoro” tirando o beijo e o sexo e continuando com as conversas, flertes e mentalidade envolvidos no namoro.

No meu tempo de espera, tomada pela ansiedade, me peguei vivendo uma pré-corte. Comecei uma amizade sem nenhuma outra pretensão além do compartilhar da vida de Deus. Acontece que as conversas pela internet passaram para o celular. Todos os dias, no mesmo horário, lá estava eu no celular contando todo o meu dia para esse amigo. Isso gerou confusão nas minhas emoções e criou um laço emocional.  Comecei a cogitar que esse meu “amigo” poderia ser um pretendente à corte mas, como já falei, essas conversas acontecem “na corte”. Fui transparente com minha liderança e, quando aquilo começou a me incomodar, compartilhei com minha discipuladora que,  sabiamente, me orientou a dar um fim nessa história.

Me senti horrível naquele dia, pois estava entregando meu coração ao poucos para um amigo.

No meu caso, não chegamos ao nível de pré-corte de conhecer famílias, sairmos juntos, etc., mas talvez isso só não tenha acontecido porque esse meu amigo morava em outra cidade.

Quero, então, deixar algumas dicas para que você passe bem longe de viver algo assim:

 

  • Não se precipite

Atente-se para o que a palavra de Deus diz:

Não despertem nem incomodem o amor enquanto ele não o quiser.
Cânticos 8:4

 

Você já viu alguém que se precipita no falar? Há mais esperança para o insensato do que para ele.
Provérbios 29:20

 

  • Diga não à intimidade sem compromisso


Existe uma grande diferença entre amizade e intimidade, saiba dar limites às suas amizades. Esses limites é você que precisa estabelecer.  Uma dica saudável para uma amizade sem segundas intenções com o sexo oposto é incluir outras pessoas nas conversas.

 

  • Não aceite insinuações

 

É possível se envolver em uma pré-corte apenas por se deixar levar pelas insinuações dos amigos, que sugerem que há “um clima” diferente entre você e “tal amigo(a)”. Seja posicionado e corte esse tipo de brincadeirinha. Infelizmente no meio da igreja, muitos irmãos ainda tem a mentalidade mundana de “cupido” e querem dar uma mãozinha para Deus.

 

  • Não estabeleça a corte em uma base errada

 

Sempre que tiramos Deus do centro somos facilmente dominados pela paixão e podemos cair nas bases erradas de um relacionamento: O flerte e a paixão platônica.  Tudo isso se resume em ilusão e com toda certeza acabará em frustração.

Tem uma frase/pergunta muito boa para isso:

 

Quando você olhar para sua história de amor, ela te fará chorar de alegria ou de remorso?

 

 

  • Tenha bons conselheiros

Precisamos valorizar nossos pais e líderes, pois Deus colocou essas pessoas em nossas vidas para nos ajudarem a cumprir o propósito d’Ele. Seja transparente com seus conselheiros e conte tudo a respeito de seus sentimentos e a respeito de suas amizades, lembre-se do que a palavra diz:

 

Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.
Provérbios 11:14

 

YES – Corte | NO – Pré-corte

Espero ter esclarecido suas dúvidas sobre a pré-corte. Que você decida andar pelo caminho sobremodo excelente da CORTE até o casamento. 🙂

 

Com amor ♥,

 

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br
facebook.com/odiariodazoe


#Relacionamentos | Hall da Corte – Enquanto espero… O que eu faço?

espera-no-senhor_okOK

 

Já falamos muito sobre espera, tempo certo para se relacionar e etc… Mas sabemos que muitos ainda têm dúvida do que fazer nesse período de espera, pois o mundo ao perverter os valores das coisas, prega pra nós que só aproveitaremos a vida se estivermos com alguém, o que não é verdade.

 

Confesso que eu também tinha esse pensamento e dúvidas, pois dos 15 aos 20 anos eu estava envolvida em um relacionamento (sim, foi muito tempo… Pasmem!! Kkkk) e quando me encontrei com Jesus e fui direcionada a terminar aquele namoro, pensei: E agora? O que vou fazer? Ele era meu companheiro em tudo… E todas aquelas dúvidas vieram à minha mente.

Hahahahaha… Como somos limitados, né!? E acabamos limitando o agir de Deus (só na nossa mente, é claro, porque Ele não deixa de ser Deus e soberano), óbvio que só penso isso hoje, porque no momento eu só chorava por ter aberto mão daquele relacionamento, mas cri que Deus faria algo. Aleluia, Ele fez!

 

Acredito que algumas das coisas que eu fiz em meu tempo de espera, de Hall da Corte, possam te ajudar, vamos lá?

 

 

1. Desenvolva um relacionamento com Deus

relaGodok

Sempre falamos isso pra vocês, pois o relacionamento com Deus é a base de tudo! Não há como eu me relacionar com os irmãos ou com alguém para o casamento, se não me relaciono com o Pai.

Depois que terminei o namoro eu fiquei “sozinha”, foi quando me vi em uma situação de extrema necessidade de Deus. Na verdade eu só tirei da minha vida aquilo que estava barrando meu relacionamento com Ele. Nos primeiros dias não foi fácil, mas me apeguei de fato ao Senhor e tive as mais doidas experiências com Ele em meu quarto. Conto sempre quando ministro sobre as vezes que eu dormia literalmente nos braços de Jesus e Ele me consolava. 🙂 só de lembrar já quero chorar, pois vi ali como Ele estava cuidando de mim. Como falamos no post sobre carência, fomos feitos para ter relacionamento com Deus.

 

 

2. Invista em você!

O tempo de espera é o tempo que você mais deve ser egoísta… Como assim, Carol? Isso mesmo! Seja egoísta no sentido de focar em você. Focar em seu crescimento com Deus, com seus amigos, família, nos seus estudos, na sua profissão e etc. Nesse tempo, dedique-se a leitura, a assistir filmes e séries que vão te enriquecer culturalmente, matricule-se em um curso de língua estrangeira, faça tudo o que você não poderá mais fazer quando for casado, pois como Paulo diz, o casado cuida das coisas de casado (I Co 7:33).

 

 

3. Desfrute da companhia dos amigos

friend

Outra pratica que mudei em minha vida foi em relação aos outros relacionamentos, os de amizade. Sai daquele mundinho do namoro onde só existia ele e eu, e parti para conhecer pessoas novas e até mesmo as que já estavam comigo há um tempo, mas não tive a oportunidade de conhecer de fato. Nesse tempo, ter a Dani ao meu lado (BFF *_____* ) foi fundamental pra eu experimentar coisas novas e ter sempre companhia para ir em qualquer lugar que fosse. Comecei a ir às conferências e a fazer amigos em outros lugares, amizades que perduram até hoje. 🙂

 

 

4. Invista no seu ministério

tesouro

Esse é o tempo de você buscar a Deus com relação ao seu chamado, se aplicar na célula, ser um membro do corpo que funciona.

Confesso que eu nunca avancei tão rápido no ministério como nesse tempo de espera. Me joguei de cabeça na liderança da célula, fiz eventos evangelísticos, multipliquei e como estávamos implantando a visão em nossa igreja, eu liderava a rede de jovens. Foi um tempo muito bom! A cada rede tínhamos experiências e mais experiências com o ES. Era até engraçado, pois éramos em poucos, mas mesmo assim fazíamos o louvor, a palavra e orávamos em muitas cadeiras vazias, que hoje em dia senta uma pessoa convertida. Aleluia! Seja intenso nesse tempo, lembre-se, Paulo também fala que o solteiro cuida das coisas do Senhor (I Co 7:32).

 

 

5. Ande mais perto da sua família

Siiiimmm!! A família é peça fundamental nesse tempo de espera, inclusive quando você se casar, sentirá certa falta deles, portanto, aproveite!

Como sou a única filha menina e tenho 3 irmãos mais velhos, sempre tive um bom relacionamento com meus irmãos e no tempo de espera eu pude ser mais amiga deles, fomos ao cinema, fazíamos coisas juntos e hoje continuamos com essa amizade.

 

É importante que no tempo de espera você “agilize” as coisas para o casamento, que você se resolva em algumas áreas da sua vida, assim tudo correrá mais rápido. No post Enrolados indicamos o livro “Uma vida resolvida” do Pr. Ricardo Guimarães. Esse post/livro é muito bom para detectar áreas e situações que precisam ser ajustadas.

 

Não há nenhum segredo para o que se pode ou deve fazer enquanto se espera pelo start para a corte, se você é nascido de novo e segue a dica 1, o próprio ES irá te conduzir a fazer tudo o que precisa.

 

Você tem mais alguma dúvida sobre o que fazer no tempo de espera? Deixe sua pergunta nos comentários ou nos mande um e-mail em contato@odiariodazoe.com.br. Teremos o imenso prazer em te responder. 😉

 

 

Um grande abraço,

 

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz


#Testemunho | Mariana Loh – Casamento + Missões + Desafios.

IMG_1432

 

Pra você que acompanhou a primeira parte do testemunho da Mariana Loh, temos um pouco mais para compartilhar com você!

 

 

Lembre-se, o testemunho edifica a igreja! Compartilhe o seu conosco também através do e-mail: contato@odiariodazoe.com.br.

 

Grande abraço,

 

O Diário da Zoe.


#Evento | Seminário da Corte

Oi gente,

Estamos muito felizes com o que Deus tem feito em nós e através de nós. E com muita alegria e encargo teremos o nosso primeiro evento do DZ, o Seminário da Corte.

Para você que já nos acompanha aqui no blog, sabe que falamos muito sobre o tema “Corte” e agora teremos a oportunidade de compartilhar sobre esse assunto ao vivo, e o melhor interagindo com você! Será muito legal! 😀

Convidamos todos para participarem do nosso seminário. Nossa expectativa é que você seja marcado por Deus e decida-se por viver esse caminho.

Coiso DZ

 

Será um privilégio contar com sua presença.

Inscreva-se aqui

Você também pode levar o Seminário da Corte – DZ para sua igreja, para isso entre em contato conosco: contato@odiariodazoe.com.br

😉

Nos vemos lá! #seminariodacortedz

O Diário da Zoe

facebook.com/odiariodazoe


#Minuto Zoe – O que é corte?

IMG_1394

 

Confira mais um Minuto Zoe! 🙂

 

 

 

Não esqueça de curtir o vídeo, compartilhar com os seus amigos e nos seguir em todas as redes sociais.

 

O Diário da Zoe

 


#Testemunho | Obediência x Livramento.

 

Sem título

A paz, queridos!

Fui desafiada a compartilhar meu testemunho com vocês e, a princípio, fiquei muito nervosa porque não sou nenhum talento para escrever e, como meu testemunho envolve outras pessoas, minha preocupação é a de não expô-las aqui, e sim, testemunhar o grande livramento que Deus me deu e que, quando o Senhor sonha algo para você, nada pode frustrar os sonhos Dele. Nós podemos atrasá-los, e acho que é o que mais fazemos. Além disso, esse testemunho traz a importância de sermos obedientes à nossa liderança, a bênção que é cada processo da corte e, principalmente, parar para OUVIR DEUS. Deus fala conosco o tempo todo. Espero, de todo o coração, que algo aqui fale com você, que a minha experiência possa evitar possíveis frustrações na sua vida ou na vida de alguém que você conheça e que está caminhando por algo semelhante. Ok, então vamos lá!!!

Meu nome é Marcela, tenho 33 anos e tenho 1 ano e meio de convertida. Em Janeiro desse ano eu terminei um relacionamento que, em Julho, completaria 9 anos.

Era uma relação de altos e baixos, mas nós sempre estávamos juntos. Quando ele começou a frequentar a igreja em que está até hoje, achei um milagre e fiquei maravilhada da maneira que ele louvava e falava de Deus. Até então eu nunca havia ido a igreja que ele frequentava. Passado um ano que ele havia começado a ir à igreja e, meses após o falecimento do meu pai, o Senhor começou a mudar a minha história. Através do meu professor de inglês conheci a célula que fica na rua da minha casa (risos).

Começamos, ele e eu, a fazer a “corte” (que de corte não tinha nada). Estávamos em ministérios diferentes, nós não éramos acompanhados (da minha parte porque eu não era transparente com a minha liderança). No começo, nós ainda tínhamos recaídas em relação à intimidade. Nós estávamos assumindo o controle de tudo e tudo estava errado.

Em 2014 eu tive minha primeira experiência com o Senhor que marcou e mudou minha vida e minhas escolhas. E esse relacionamento foi uma delas. Eu entendia que o Senhor tinha um propósito na minha vida e eu estava (estou…risos…glória a Deus!!) apaixonada, ou melhor, amando o Senhor. Penso que quando nós temos esse encontro e entendemos, um pouco que seja, do Seu amor por nós, não dá mais para continuar a viver como antes. Então, naquele momento eu só queria morrer para as minhas vontades e viver de maneira que engrandeça o meu Senhor. Antes de eu ter esse encontro com o Senhor, as intimidades no meu relacionamento já haviam parado. Lembro que teve um dia que foi desesperador, horrível, depois desse dia nunca mais, mas eu ainda sentia que precisava me posicionar mais para viver o que Deus tinha reservado para mim. Foi aí que comecei a permitir ser cuidada, discipulada e meu namorado (na época) e eu começamos a orar, jejuar, buscar se essa era a vontade de Deus. Lembro que ele dizia com muita convicção que o Senhor já havia respondido que eu era a mulher que Deus havia reservado pra ele e que o casamento só dependia do meu ‘sim’. Dizia, inclusive, ele havia terminado de construir uma casa, mas eu não tinha paz para tomar essa decisão.

Queridos, esse período foi pra mim angustiante porque ele vinha com notícias de que estava sendo treinado para liderança de célula de jovens, já estava liderando uma célula de criança junto com outra moça, estava ministrando libertação no encontro da igreja dele, além disso, ele já era um homem com a situação financeira estável. Minha discipuladora não tinha paz nessa relação, mas não queria terminar porque gostava muito dele. Nós sempre estávamos juntos. Ele sempre presente na minha vida. Era o mais carinhoso e sempre quis me agradar de todas as maneiras. Vinha na célula da qual eu sou a anfitriã. Minha família gostava demais dele. Mas eu precisava ouvir a Deus, precisava que Ele falasse comigo. Foi aí que, orando, pedi a Deus que, por favor, não usasse nenhum irmão, mas falasse diretamente comigo, me mostrasse se essa era a vontade d’Ele.

Durante esse tempo, minha discipuladora havia marcado um jantar conosco para conversarmos. Minha liderança queria conversar com nós dois, até porque havia a questão de em qual igreja nós iríamos servir. Esse jantar acabou sendo adiado, mas eu já não aguentava mais essa situação. Eu só chorava diante de Deus porque meu namorado se mostrava ‘o cara’ e eu não estava nada feliz.

Lembro que um dia minha mãe disse que eu iria acabar perdendo a bênção que Deus estava me dando. Sabem o que eu fiz? Aceitei o pedido de casamento! Sem falar com a minha liderança. Aceitei e pronto. Achei que, quando eu dissesse ‘sim’ tudo mudaria e, de fato, mudou, mas eu não imaginava que seria da maneira que foi. MEU NAMORADO FICOU CHOCADO, ACHEI QUE ERA EMOÇÃO (risos). Na hora o Espírito Santo me incomodou de uma maneira tão forte que eu não tive o discernimento para compreender, estava sendo uma experiência nova com o Senhor. Lembro que nesse dia ele me pediu um beijo para comemorar o tão esperado ‘SIM’, mas eu disse que o beijo seria somente no altar.

Na semana que seguia eu estava com os pensamentos “a milhão”, estava um trapo, sem ânimo de estar na célula, morria de vergonha de falar com a minha discipuladora. Na verdade, não queria falar com ninguém que já sabia o que estava acontecendo. Eu acabei compartilhando com uma irmã-amiga…risos… Ela me disse que seria bom eu conhecer a liderança dele, me apresentar. Foi o que fiz.

DESFECHO

No dia em que eu fui à igreja dele, notei que o endereço que eu havia pego na internet era diferente do que ele tinha me passado, os horários do culto também. Somente depois de confirmar com uma irmã que estava entrando no prédio o nome dos pastores e ter visto uma lista com o nome de todos os membros daquela congregação, que estava fixada na parede, eu tive certeza de que estava no lugar certo e esperei o começo e o término do culto para conversar com os pastores dele. Confesso que me não lembro de nada da palavra ministrada naquele dia. Ele me viu sentada, mas fez que não tinha visto, e eu só olhava pra frente, não mudava a direção do meu olhar, mas percebia a agitação dele tentando confirmar se era eu mesma que estava lá.

Quando terminou o culto, consegui conversar com a pastora dele. Já não havia mais ninguém na igreja. Então eu me apresentei, expliquei toda a situação de quanto tempo nós nos relacionávamos, que nós estávamos orando para casar, que ele já havia feito o pedido para mim, para minha mãe, que eu queria saber como ele era na igreja, já que ele estava liderando. Falei de mim, mostrei a foto dele que eu tinha no celular, porque ela estava até em dúvida de que estávamos falando da mesma pessoa. Para a nossa surpresa a pastora me falou que ele não tinha função nenhuma na igreja e que ERA CASADO há mais de 1 ano com a moça com quem ele dizia liderar célula infantil.

Bem, diante de Deus, irmãos, depois do que eu tinha acabado de ouvir eu só consegui conduzir a conversa porque o Espírito Santo de Deus me sustentou naquela hora. Eu pensava: “Não, a pastora deve estar enganada. Não pode ser”. E ela me perguntava: “Você tem certeza de que não sabia que ele é comprometido? Conforme nós íamos conversando, mais em choque nós duas ficávamos.

No dia seguinte ele me ligou, fingindo que nada estava acontecendo, até porque ele nem imaginava com quem eu tinha conversado. Falei o que eu havia descoberto e ele confirmou tudo. Até então, eu não havia derramado um lágrima, mas quando ele confessou… pensa… eu chorava, tinha raiva, pensava que aquilo não poderia estar acontecendo.

Teve uma noite que fiquei procurando no Facebook o perfil da esposa dele e, quando encontrei, tinha fotos dos dois. Ela havia marcado ele no perfil de relacionamento “casada desde…” Ele tinha dois perfis, um com ela e outro comigo e com nosso grupo de amigos. Encontrei os proclamas de casamento. Naquela hora minha vontade era mandar todas as fotos que eu tinha dele para ela e contar tudo. Eu entrava no meu Face no dia 8, tinha foto comigo, daí eu entrava no dela no dia 9, tinha foto com ela. Eu pensava como ele conseguiu? São mais de dois anos de casado!!! Mas nesse dia eu fechei meu computador e fui orar. Chorava e orava para que Deus tirasse do meu coração aquele sentimento. Eu não queria pedir justiça porque justo somente Deus, então, eu orava para que Jesus preenchesse cada espaço do meu ser.

Foram semanas muito difíceis, mas o Senhor é BOM O TEMPO TODO!!! Quando você se vê destruída e não merecendo socorro nenhum, é quando você mais prova do amor de Deus.

“A minha graça é tudo o que você precisa, pois o meu poder é mais forte quando você está fraco” 2 Co 12-9.

Posso dizer a vocês que senti um amor tão grande de Deus por mim… As pessoas próximas que estavam vivendo tudo aquilo comigo ficaram muito mal com tudo. Teve um dia (QUE EU ESPERO NUNCA ESQUECER NA MINHA VIDA) quando cheguei na casa de uma irmã-amiga e eu estava muito mal, ainda, e ela chorava junto comigo. Eu nunca tinha vivido aquilo… Eu via o amor de Deus se manifestando através da vida das pessoas. Minha discipuladora chorou junto comigo.

Sabe, Deus é soberano demais!!!

Eu orei ao Senhor por uma resposta e Ele deu. A liderança dele ficou sabendo do que estava acontecendo. Creio que o Senhor está dando novas chances pra ele se arrepender e mudar, verdadeiramente. O propósito de Deus na minha vida não poderia ser frustrado.

Quando nós deixamos e queremos ser tratados, o Senhor logo vem nos socorrer. As irmãs oravam por mim com um encargo tão grande… Meu discipulado foi duro, mas muito importante naquela fase. Eu não poderia ser tratada como “ai, coitadinha dela”. A irmã que havia me auxiliado em ir à igreja e falar com a liderança do “moço”, teve uma participação muito importante, também, porque ela e outra irmã fizeram comigo uma oração desfazendo laços de alma e foi tão libertador. Confesso que quando cheguei na casa delas eu estava me sentindo “a mais coitada”, com raiva, me sentindo prejudicada, “a enganada”, enfim… Mas conforme eu orava junto com as irmãs e liberava perdão, mais em paz eu me sentia. Conforme eu reconhecia que eu havia sido desobediente a Deus e à minha liderança, eu me sentia liberta.

Conforme as coisas foram sendo desfeitas e curadas tudo começou a mudar na célula. Começaram a vir mais visitantes, começamos a mandar muita gente para o impacto. Fiz o anjo de uma dessas pessoas e foi uma bênção pra mim. Comecei a ser treinada para a liderança e hoje estou no processo para se enviada para fazer seminário.

Depois de passar por tudo isso, digo a vocês, com todo amor, o quanto é importante que nossa liderança esteja envolvida nos nossos relacionamentos. Não queira começar nada sem a ciência do seu líder. Há uma unção sobre a vida deles que chega a nós para sermos guardados e não podemos desprezar. O que acontece com você reflete no seu ministério. Não pule as etapas da CORTE. CORTE É BÊNÇÃO! Esteja atento(a) aos sinais que o Senhor te mostra. Tudo o que fazemos pela nossa própria vontade, tende a não ser o melhor. Não baixe o preço, UMA VEZ QUE DECIDIMOS MORRER PARA O MUNDO E VIVER PARA CRISTO, NÃO SÃO MAIS NOSSAS VONTADES QUE DEVEM DOMINAR.

 

 

DEUS TEM O MELHOR PARA NÓS!!!

 

 

Testemunho: Marcela Rodrigues

Igreja: Comunidade do Discipulos

Cidade: São Paulo/SP

 

 

Lembre-se o testemunho edifica a igreja, compartilhe o que Deus tem feito em sua vida também pelo e-mail: contato@odiariodazoe.com.br.

 

O Diário da Zoe.


#Aconteceu | Seminário da Corte – Videira Lapa.

IMG_1330

Este final de semana fomos até a Videira Lapa no Seminário da Corte que o pastor Abel Rodrigo organizou e ministrou.

 

Confere tudo no #vlog! 😉

 

 

Quer saber mais sobre corte? Veja nossos posts sobre o assunto! 🙂

 

Não esqueça de curtir o vídeo, deixar a sua opinião nos comentários e nos seguir em todas as redes sociais.

 

Grande abraço,

 

O Diário da Zoe.

 

 

 


#Relacionamentos | Corte – Como começar?

Start-Line__

 

 

O título desse post é a dúvida que permeia a mente de muita gente que já entendeu que a corte não é o substituto do namoro, que ela foi estabelecida com o propósito de conhecer a outra pessoa para o casamento, que é vivida por revelação e não leis/regras e que precisa estar alinhada com o propósito eterno de Deus.

 

No post Corte – Já posso nisso? falamos sobre os requisitos para saber se já estamos prontos para relacionar na corte. Se você já está pronto, pode partir para a parte prática! 😉

 

 

1 passo: Orar

 

 

menina_rezando

 

Hahahaha com certeza você achou que eu ia falar que era pra você avistar alguém para conversar e oficializarem a corte!?!?! Vamos com calma… Somos seres espirituais guiados pelo ES, então o primeiro passo é sim a oração. Para alguns quando falamos de oração, já pensam que queremos enrolar, deixar o tempo passar… Mas pelo contrário! A oração estabelece a conexão com Deus, que é quem te direcionará na escolha da pessoa que irá cumprir o propósito d’Ele ao seu lado pelo resto dos seus dias, então é importante consultá-lo para não perder o seu tempo em algo que Ele não é para você. O mundo banalizou o casamento e isso fez com que as pessoas, mesmo as crentes, pensem que se não der certo podem desfazer o “contrato” do casamento e partir pra outra. Quero te dizer que esse é um pensamento satânico, porque o casamento não é um contrato e sim uma aliança e alianças são eternas. Por isso a grande importância da oração, porque se você errar, o erro será para o resto da vida… Até que a morte os separe.

 

 

 

2 passo: Observar

 

tumblr_md0xw2Oxvj1ryfqeb

 

 

É importante que no tempo de oração você peça para o Senhor tirar as vendas dos seus olhos para que você possa enxergar as qualidades e defeitos das pessoas que te cercam, pois assim como falamos no post Sapo ou Príncipe, o seu príncipe/princesa pode estar do seu lado e você está julgando como sapo.

Observe os irmãos que já tem as prontos para se relacionar, assim como você. Veja se são frutíferos, intensos na obra, se trabalham e etc.

 

 

 

3 passo: Alinhe com a sua liderança

 

 

Desde que a intenção de casar surgiu em seu coração, é importante compartilhar com a sua liderança, para que você seja coberto de oração e seja instruído. Muitas vezes quando estamos dentro de uma situação, não conseguimos enxergar as causas e efeitos de forma abrangente, então é sim importante que a liderança esteja envolvida em todo o processo. Tem alguns irmãos que são super exigentes, se acham o melhor partido da igreja, mas não olham para si… E nada melhor do que um discipulado para aparar essas arestas.

Sua liderança nunca substituirá o ES, mas poderão te instruir dentro da palavra e te acompanhar nessa decisão super importante, que é com quem você irá passar o resto da sua vida.

 

 

 

4 passo: Envolva seus pais

 

 

Muitas pessoas agem conforme o mundo e acabam escondendo o processo de oração, de espera e observação de seus pais. Quero te dizer que a corte envolve sim a família, o contrário do namoro, que exclui. A família é peça chave para que o seu relacionamento avance. Seus pais não querem o seu mal, eles te amam e se não concordam com algo, é bom ponderar.

 

 

 

 

5 passo: A apresentação

 

tumblr_lp5wznp9971qf2oo3o1_500

 

 

Após todos os “sims” de Deus, dos pais, da liderança, das condições, é tempo de a sua liderança entrar em contato com a liderança da pessoa que há o interesse para que comecem a orar juntos e especificamente pelo relacionamento. Se a paz que é o árbitro em nossos corações permanecer confirmando no coração de todos para que o relacionamento prossiga, a corte é oficializada e de fato você pode começar a colocar em pratica as dicas do post o que fazer durante a corte. 😉

 

 

Lembre-se, cada um de nós é um indivíduo, portanto o que listei acima pode talvez acontecer de forma diferente com você em parte do processo ou nele todo.

 

 

Esse post foi inspirado nas perguntas do Leonardo Lopes Barbosa, da igreja Videira de Itaquera, São Paulo.

 

 

Ainda tem dúvida?

 

 

Fique a vontade para nos perguntar!

 

 

 

Um grande abraço,

 

 

pickerimage


#Testemunho | Da amizade ao casamento – Rodolfo e Barbara

Cas Barbara e Rodolfo-1053

 

 

Oi gente tudo na paz!? Meu nome é Rodolfo Coelho, tenho 32 anos, sou casado com a Bárbara Beatriz e pai da Valentina de 11 meses. Eu e a Bárbara fizemos a Corte por 2 anos, de 27 de junho de 2008 a 23 de julho de 2010, quando nos casamos.

Nossa história começou em 2003, quando nos conhecemos através de amigos em comum e passamos a voltar dos cultos da Videira de Goiânia sempre juntos, já que morávamos bem perto do prédio da Igreja. Tivemos um tempo de amizade bem proveitoso e somente quando realmente tivemos uma confirmação da parte do Senhor que veio através de um tempo de oração e conselhos de irmãos mais maduros.

 

Fotos testemunho

Assim que começamos a nos relacionar Deus trouxe uma alegria muito grande ao nosso coração e pudemos desfrutar realmente do “melhor de Deus”. Foi um período de muita comunhão, mas também de muitos desafios. Desafios financeiros, espirituais, emocionais, já que relacionamento e casamento requer maturidade.

Tivemos dificuldade de marcar a data do casamento porque o meu sogro queria que a Bárbara se formasse primeiro. Mas como faltava muito tempo pra ela formar e tínhamos convicção do tempo de Deus pra nós, seguimos em frente. Me lembro bem de um conselho que ouvi de um irmão quando eu disse que ainda não havia marcado uma data. Ele me olhou bem firme e disse pra eu buscar ao Senhor em oração, marcar uma data e não adiar nem um dia!

 

 

Também não posso deixar de mencionar a bênção que foi esse tempo pelo fato de decidirmos algumas coisas ali, na Corte mesmo. Coisas como o chamado pastoral, disposição pra ser enviado, planos e sonhos para o futuro, filhos, relacionamento familiar.

Aproveitamos esse tempo e chegamos ao casamento bem resolvidos, sem pendências no coração e com disposição de seguir ao Senhor no novo tempo que se iniciaria. Já depois de casados, logo ingressei no seminário pastoral da Videira, que durou 2 anos, e 6 meses depois de formado fomos enviados pra pastorear uma igreja na cidade de Minaçu, no extremo norte goiano, onde estamos até hoje.

 

Posso testemunhar que a vida a dois é a melhor e mais satisfatória experiência que um homem e uma mulher podem viver juntos. Nosso casamento é uma bênção e podemos através dele desfrutar do Senhor Jesus que é o alvo do nosso coração, como uma forma de viver aquilo que o Senhor planejou pra nós. Através dos desafios do casamento temos sido aperfeiçoados e motivados a perseverar na graça do Senhor.

Quero deixar um versículo pra todos aqueles que desejam o casamento, como uma forma de glorificar a Deus e desfrutar de abundante alegria:

 Filipenses 1.9,10 “E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento, Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;”

 

Que Deus abençoe vocês!

 

 

Testemunho: Pr. Rodolfo e Barbara Coelho
Igreja: Videira Minaçu – GO

 

Se você também tem um testemunho, envie por e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br.

 

Lembre-se que o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar.

 

O Diário da Zoe.

 


#Relacionamentos | Corte – Relacionamento com Propósito.

 

corte-1

Oi gente!

Estou um pouco sumida aqui do blog porque meu casamento está chegando e vocês devem imaginar a correria que é preparar tudo.  Confesso que apesar da correria, tudo isso é muito gostoso. Estou vivendo os dias que tanto sonhei e o melhor, desfrutando da infinita graça de Deus. Como é maravilhoso depender de Deus e receber o cuidado dele. ♥

Nesses últimos dias temos falado bastante sobre os temas básicos de Corte x Namoro. Estamos fazendo isso, pois mesmo com tantos posts que já fizemos ainda existem pessoas que nos seguem e tem dúvidas a respeito disso.

Como a Carol já falou no post Desmistificando a corte, muitas pessoas acham lindo e romântico essa forma de se relacionar, mas dizem que não conseguiriam viver assim. Pois bem, eu era uma dessas pessoas. Detalhe: uma das primeiras vezes que ouvi sobre corte, quem me contou foi o meu noivo que na época estava se relacionando com outra pessoa :O, sim isso foi há uns 6 anos atrás.

O que me levou a entender e desejar a corte foi quando encontrei meu propósito de vida, quando tive um verdadeiro encontro com Deus.  Descobri que nasci para andar na contramão do mundo, pra estabelecer o reino de Deus e que estou destinada ao avivamento. Sou uma Radical Livre!

Como que tendo essa convicção posso pensar em compartimentar a minha vida? Vida espiritual, vida financeira, vida familiar, vida emocional? Não existe isso! Eu sou um conjunto e uma coisa está ligada a outra. Entendi que sou chamada para a comunhão com Deus no meu espírito, entendi a benção de ser dizimista, entendi a honra aos pais e como posso ignorar a questão de ser santa nos meus relacionamentos? Deus me chamou para expressar a gloria Dele em tudo o que eu fizer.

“…fazei tudo para glória de Deus”
1 Coríntios 10:31

Assim como todo mundo que nasce de novo, estou trilhando o processo de renovação da mente e nessa questão de relacionamentos não foi diferente, afinal  nunca havia me relacionado no padrão do reino, mas algo essencial para quem quer viver esse padrão é ansiar pela vontade de Deus e o ES te conduzirá ao plano d’Ele. Falo isso porque muitas pessoas pensam que a visão da corte é algo estabelecido por homens, e isso é um grande engano. A corte é uma questão de revelação.

Tive o privilégio de conhecer homens e mulheres apaixonados por Jesus, que nunca nem ouviram falar de “corte” e sabe como se relacionaram até o casamento?  Hahaha em corte. Sério! Ao compartilharem comigo contaram que sentiam uma necessidade de mais pureza e santidade no relacionamento e ao buscarem o Senhor decidiram caminhar até o casamento, numa amizade sem contatos físicos, regada de vida de Deus e desejo pela presença d’Ele.

Fui muito impactada por cada testemunho que ouvi e por isso hoje temos esse blog como canal de testemunhos de pessoas que decidiram viver o caminho sobremodo excelente na corte.

A corte não é pesada para quem tem convicção. Ela só será um peso para quem não tem revelação do seu propósito de vida. Posso testemunhar que em 11 meses de relacionamento, o contato físico através do beijo e outros, nunca me fez falta. Muito pelo contrário, faltando pouco mais de 100 dias para meu casamento sinto borboletas no meu estômago em pensar no meu primeiro beijo que será no altar.

A corte não é pra qualquer um realmente, ela é pra quem foi chamado para o propósito de Deus. Para quem sabe para o que veio e para onde vai.

Se você é alguém que assim como eu, que teve um encontro verdadeiro com Deus e deseja ser radical em todos os âmbitos da sua vida convido você a, sem medo, entregar seu coração a Deus e deixar Ele conduzir suas emoções.

Agora renove sua mente conhecendo mais sobre o caminho da corte. Deixo aqui algumas dicas de posts sobre o assunto e desejo que seja profundamente marcado por Deus.

Corte, o que é isso? 

#Relacionamentos | Corte – Mais que amigos, menos que apaixonados! 

#Corte | Bênçãos e desafios

#Relacionamentos | Corte – Já posso pensar nisso? 

#Relacionamentos | Corte – Como saber quem é a pessoa certa? 

#Relacionamentos | Corte – Como achar a mulher certa? 

#Relacionamentos | Corte – Mulheres podem tomar a iniciativa? 

#Relacionamentos | Corte – A Segunda Espera 

#Relacionamentos | Corte – Seguindo a direção certa. 

#Relacionamentos | O que fazer durante a Corte?

 

E se ainda tiver alguma dúvida rondando sua cabeça: #Ask | Você Pergunta e o DZ Responde ! 

 

Com encargo,

20140417-103021.jpg

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br
Snap: @solwila


 
1 2 3 4 5 6 10
 
Top