Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

corte

#Testemunho |Corte – Rafael e Luana, um relacionamento tipicamente atípico!

foto

Olá. Somos Luana e Rafael. Vamos separar os parágrafos e temas para cada um. Primeiro as apresentações:

Rafael: Quando começamos a nos relacionar, em junho de 2014, eu era seminarista interno e já morava em Goiânia. Apaixonado por música, cultura e teologia. Sempre vi a Luana como amiga, e nada mais que isso.

     Luana: No início do nosso relacionamento morava em Itaberaí, a 100 km de Goiânia. Já cursava fisioterapia em São de Montes Belos, a 110 km de Itaberaí. Acordava todos os dias às 4:30 am para ir a aula e chegava às 15:00 pm. O restante do tempo estudava e me envolvia na igreja. Sempre gostei do Rafael como amigo e não o via como um futuro cônjuge.

Nossas famílias sempre nos “empurravam”, e o pessoal da igreja fazia uma certa torcida, mas demoramos muito para ver um ao outro como um interesse amoroso. Depois de um ano separados pela distância, algumas ocasiões nos permitiram reatar uma amizade e esse hiato nos fez com que olhássemos com outros olhos um para o outro.

Luana: Quando nos reaproximamos, percebi que ele me tratava diferente, com mais atenção, um tom de voz diferente, e no início não imaginava que ele tinha interesse em mim, mas eu estava aberta para ele e essa abertura fez toda a diferença.

  Rafael: Eu já estava orando a algum tempo e havia sofrido uma grande mudança de mentalidade, eu passei a identificar características específicas que me atraiam em uma mulher como esposa. Isso colocou as prioridades no lugar certo na minha mente, e desmistificou algumas coisas. Quando nós nos reaproximamos eu vi que a Luana não era moça para fazer côrte, era moça para casar. Como um homem crescido abandonei toda vergonha de adolescente e fui direto ao ponto, falei do meu interesse por ela e que aos meus olhos ela era moça para casar. É claro que ela ficou caidinha por mim.

Luana: Esses 100 km as vezes eram perto o bastante para ele fugir do seminário dias de semana para me visitar (se você é do sudeste entenda que 100 km para nós é longe). E as vezes era longe o bastante para ficarmos quase um mês sem nos encontrar. Foi aí que decidimos que no fim de 2014 eu me mudaria para Goiânia, transferiria minha faculdade e passaria a morar em uma república. Não tente fazer isso em casa rsrsrs, só tomamos essas decisões porque tivemos pleno apoio dos nossos pais, afinal sempre a nossa bússola para entender a vontade de Deus. Muito se fala hoje sobre autoridade espiritual, porém pastores e líderes não tem base bíblica para serem mais honrados que os pais. Nós não pedimos a autorização dos nossos pastores e sim aos nossos pais, então comunicávamos aos nossos pastores para que nos abençoassem. Andar nesses princípios foi uma grande bênção pra nós.

Rafael: Enquanto em cidades diferentes tínhamos sempre o costume de orar juntos mesmo que por telefone, e como Deus nos respondia. Ao organizar a cerimônia do casamento descobrimos que tudo que buscássemos o Senhor nos daria (que pena que não buscamos mais coisas). Ganhamos tudo que sonhamos, mas foi um grande teste de fé. O que nos fez permanecer foi sempre uma convicção e paz interior que mesmo em meio a discussões sérias podíamos perceber. O Senhor se fez muito presente. Uma grande dificuldade que tive foi a adaptação cultural. Tivemos criações muito diferentes, e é aí que se separam os meninos dos homens. Precisei ter maturidade para abandonar questões periféricas, como que tipo de batom eu gostaria que ela usasse, ou que estilo de musica ela deveria ouvir. Ao invés disso decidi focar nas coisas mais importantes, pelas quais fiz questão de discutir até o fim. Esse alinhar foi algo muito doloroso, processo esse que às vezes ainda temos que passar.

Quando a data do casamento foi se aproximando nós percebemos que não tínhamos poupado nenhum centavo e que não tínhamos nada. Pensamos em adiar a data várias vezes até que ouvimos o seguinte conselho: “não adie seu casamento, nem um mês, nem um dia, nem um minuto.” Foi aí que decidimos acreditar no alinhamento divino, e então, e só então as coisas começaram a acontecer. Aprendemos que ser adultos algumas vezes significa entrar por um caminho sem volta. É quando você é obrigado a tomar decisões irreversíveis. Sabemos que o planejamento prévio era o melhor caminho, porém, naquelas circunstâncias seria para nós uma escolha contrária aos impulsos do Espírito em nós.

Nossos amigos e familiares se envolveram no nosso sonho e entraram conosco de cabeça, possibilitando não apenas que a cerimônia acontecesse, mas também que nós acreditássemos de verdade que tudo iria dar certo.

Se pudéssemos deixar uma mensagem apenas, diríamos “escute a voz de Deus”. Isso implica em escutar o seu espírito, o seu companheiro, seus familiares, e as demais pessoas que Ele colocou na sua vida. Em nossa experiência entendemos que o casamento não é o desfecho, mas sim o início da jornada de uma família.

Por isso não se relacione para casar, mas sim com a intenção de ser casado, ter um cônjuge, construir uma família, levar uma pessoa a viver os melhores dias da vida dela ao seu lado.

foto1

Rafael e Luana – Hoje fazemos planos de quando adotaremos um cachorro, quando adquirir um automóvel, e de quantos filhos teremos. Estamos em obras 😉

 

Testemunho: Rafael e Luana
Igreja: Videira – Goiânia

Se você também tem um testemunho, envie um  e-mail para: contato@odiáriodazoe.com.br
Lembre-se o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar.


#Relacionamentos | Hall da Corte – Enquanto espero, como devo agir? (Para meninas) I

tumblr_l918f18ein1qaesqjo1_500_large1

 

Olá!

O blog está voltando à ativa, realmente não dá para fazermos nada sozinhas. Eu preciso da Dani aqui e com certeza ela precisa de mim (não estou sendo convencida! Hahahahaha).

 

O título do post está sinalizado para meninas, mas se você é um menino, não se sinta acusado em ler. Informação nunca é demais! 🙂

 

Quando pensamos em como agir durante a espera pelo nosso futuro esposo, sempre pensamos que temos que ser mulheres de respeito, puras, santas e “recatadas”. Essa é uma palavra antiga, mas que tem um significado muito forte, principalmente para nós cristãs!

Vamos entender melhor?

Recato

  1. Resguardo; precaução; cautela; cuidado.
  2. Pudor; pureza; vergonha; moralidade; honestidade; modéstia; simplicidade.
  3. (FIg.)- Lugar retirado; recanto; retiro; recesso.

Recato tem vários significados e todos são virtudes.

Informação retirada do site: dicionarioinformal.com.br

 

Gostei da definição de que todos os significados de recato são virtudes, pois dentro da palavra de Deus somos encorajadas a sermos mulheres virtuosas.

Estive pesquisando sobre o assunto e encontrei esse vídeo do Paul Washer:

 

O que me impactou nesse vídeo é que ele fala que a mulher de Deus atrai os homens, não pela beleza ou sensualidade (que é maligna e que revela um coração imoral), mas sim por Cristo manifesto na vida dela. Por mim eu poderia parar aqui falando sobre como agir enquanto esperamos… mas calma, vou falar um pouco mais.

Porque estou falando a respeito disso? Pois as mulheres cristãs de hoje estão um tanto quanto perdidas em meio ao comportamento que o mundo exige de nós e de como de fato temos que nos portar.

Mesmo com o avanço da internet e com tanta informação sobre pureza, santidade, guardar o coração, côrte e etc, vemos muitas mulheres agindo de forma completamente mundana na forma de se vestir, de falar e de agir com relação ao sexo oposto. Já falamos aqui no blog a respeito da santidade no vestir e que dessa forma guardamos os irmãos de pecarem. Infelizmente o que temos visto são mulheres que oram por santidade, mas que agem de forma que provoca os homens a avançarem alguns limites com elas.

A palavra de Deus nos fala em I Timóteo 4:12 para sermos exemplo, padrão para os cristãos no falar, no agir, no amor, na fé e na pureza.

 

Não deixe que ninguém o despreze por você ser jovem. Mas, para os que creem, seja um exemplo na maneira de falar, na maneira de agir, no amor, na fé e na pureza. – I Timóteo 4:12

 

 

No falar

 

A maneira de uma mulher falar é algo muito importante, e aqui não me refiro apenas às palavras que são utilizadas, mas também a forma que a mulher de Deus se comunica, o que ela transmite.

Hoje com a facilidade de comunicação onde temos Smartphones, WhatsApp, Facebook, Instagram e mais um monte de redes sociais para expor as nossas vidas para aqueles que nos seguem, temos que analisar bem qual imagem temos passado.

Falando em falar…rsrsrsrs o WhatsApp é uma ferramenta muito boa se utilizada de forma sábia e para o bem, ela aproxima as pessoas e nos dá a oportunidade de falarmos com os irmãos que as vezes estão longe ou tem a rotina diferente da nossa, – já fiz até célula por WhatsApp… kkkk o pessoal mandava áudio com as orações e o compartilhar, muito legal! – mas é claro que se não soubermos usar, só nos fará mal. De tempos em tempos eu faço um jejum, nem que seja de um dia inteiro sem as redes, para que eu não fique bitolada e nem esteja trocando as prioridades na minha vida. Mas falando a respeito da facilidade que essa ferramenta nos trás, temos que como mulheres de Deus estabelecer algumas “regras” para nós mesmas e para os outros, porque o nosso coração é enganoso e corrupto (Jr 17:9).

Sempre instruo as meninas que caminham comigo a não conversarem no privado com meninos, sempre compartilharem o que tem a dizer nos grupos, seja da célula, da rede ou da igreja… afinal, se não tem nada de mais, não tem problema de todos lerem sobre o que estão falando também, não é mesmo?! E sempre falo também para terem um limite de horário para responderem as mensagens.

 

tumblr_mdcncqc3831qmai7go1_500_large

Imagine só a situação: uma mulher solteira, de Deus, conversando depois das 01h da manhã no privado com um irmão da igreja. Pode sair algo bom daqui? Na maioria das vezes, não.

Conforme eles vão conversando sobre as coisas de Deus, o coração pode suscitar sentimentos que podem até ser legítimos, mas que muitas vezes não são para aquele tempo ou até mesmo não com aquela pessoa. 😮 Quando os dois forem se dar conta, podem estar na temida Pré-Corte e apaixonados, não conseguem enxergar que estão errados.

Entende que tudo começou com uma conversa no privado? Algo aparentemente inocente, mas que tem atingido dezenas de mulheres e atrasado o processo de Deus na vida delas. Isso faz com que elas percam o precioso tempo se envolvendo nisso e atrasem a chegada do tão sonhado esposo. *_____*

 

Quero te alertar hoje para como você tem se relacionado com os meninos que te cercam? Como andam as suas conversas no WhatsApp? Você só fala no privado? Passa das 02h da manhã batendo papo? Lembre-se sempre, quem estabelece os limites de uma relação é você e se você dá esse tipo de abertura, para recuperar depois é um pouco penoso.

 

Bom, vou parar por aqui… na próxima semana continuamos falando sobre como agir no tempo de espera. Mas nesses dias, analise bem como tem sido a sua fala. Paulo exorta Timóteo para seu padrão, exemplo. Seja exemplo também, não deixe que desprezem a sua mocidade. 😉

 

 

 

Com amor,

 

 

eu noivaaaaaa

 

E-mail: anacarolina@odiariodazoe.com.br

Insta: anacarolina.dz

Snap: anacarolina.dz

 


#Relacionamentos | Casamento – Enfim casados!

 

IMG_6547

Oiiii gente!

 

Que saudade de vocês, rsrs. Parece besta falar assim, mas é real. Estava sentindo falta de compartilhar aqui.

Bem, como posso começar !?! Estou CASADA!!!

Quase todos os dias falo isso pro meu “marido” rsrs.

 

O sentimento é esse mesmo, de sonho. De estar vivendo dentro de um filme de romance, daqueles que nossa imaginação nem conseguiria pensar. E nada do que estou falando ou vou falar é exagero. Minha frase nesses dias é: A benção de Deus é completa.

 

Conversando outro dia na conferência com uma das pastoras, ela que também fez corte me disse: Fazer a corte é maravilhoso, mas vencer a corte e casar é melhor ainda!  Hoje já venci a corte como ela disse e posso testificar  que realmente é uma benção, mas casar é muito melhor. ♥

 

Antes do ” Grande dia” eu escrevi um post falando da minha expectativa, e contei que eu estava amando casar. Porque o casamento começa no dia em que você fica noiva. É como se no dia do noivado você recebesse uma autorização para pôr em pratica o sonho.  Até chegar o dia tão esperado. A caminhada é longa, não pelo tempo, mas pela maratona de coisas que precisam ser feitas para que tudo aconteça. Também não é nada fácil, mas quero ser aqui uma testemunha de que vale a pena.

 

Eu contei pra vocês, o tanto que Deus tinha me honrado nos meus chás disso e daquilo, na minha despedida da célula de jovens e zás. Mas nada disso se compara com tudo que vivi no meu casamento, lua de mel e no “felizes pra sempre”.

 

A presença de Deus foi marcante, e tudo o que eu tinha sonhado e planejado aconteceu. E ainda fui surpreendida com o cuidado de Deus e a manifestação da Glória d’Ele. As pessoas choravam, adoravam a Deus. Todos ficaram encantados com tudo, muitos testemunharam que nunca foram em um casamento como o meu e que sentiram a presença do Senhor.

Já postamos aqui, mas se você ainda não viu e quiser saber um pouquinho do que rolou no meu “Grande dia” assista o Vlog.

 

Eu desfrutei de tudo, inclusive da comida, coisa que as pessoas falam que os noivos nunca desfrutam. Curtimos até o fim e depois partimos felizes e realizados para nossa vida de casados.

 

Alguns podem pensar: “Nossa! Sua vida é perfeita, tudo acontece com você de modo perfeito.” ou podem pensar: “Isso tudo é bonito demais pra ser verdade”.  E eu te entendo, um dia eu já pensei assim também. Eu via os casais nos lugares, se declarando, namorando, isso e aquilo e eu pensava, que falsidade, nada disso existe.  E é bem possível que muitos desses casais que eu vi, viviam mesmo uma mentira, mas eu preciso reconhecer que eu não acreditava no amor, porque eu não conhecia a Deus.

 

Tudo que estou contando é fruto de fé e confiança em um Deus que não mente e que me ama. Eu só acreditei que Ele tinha o melhor pra mim e estou aqui desfrutando disso em tempo real.

 

Não consigo descrever como é maravilhoso ver cumprir diante dos seus olhos a promessa de Deus. Só sei de uma coisa, quero isso pra minha vida toda.

 

Sei que Deus estava feliz com nossa escolha de nos guardarmos e ele nos surpreendeu! Pra quem sempre me perguntava, mas e se o beijo for ruim, e se na noite de núpcias você se frustrar. Eu posso afirmar a resposta que eu sempre dava: Deus sabe o que eu gosto, e eu confio que Ele tem o melhor pra mim. Haha Ele tinha mesmo o melhor. Não precisei testar, já veio aprovado pelos céus.

 

Tenho muito testemunho pra contar, muito post pra escrever, e espero que cada um deles acrescente sua fé para que assim como eu estou vivendo no centro da vontade de Deus, você também viva e possa compartilhar com a gente.

 

Estou de volta, muito bem casada e pronta pra escrever muito pra vocês.

 

Com amor, muito amor! ♥

 

dani_noiva

 

 

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Côrte – Ponto fraco?

LEGO-Superman-Kryptonita_ok

Olá pessoal!!

 

Confesso que tenho andando sem muita inspiração para escrever, mas algo nesses dias me deu um estalo e resolvi compartilhar com vocês. 🙂

 

Quando éramos solteiras, não tínhamos tanta informação sobre a côrte com a facilidade que temos hoje. Existem blogs, livros, ministrações, fazemos workshops e seminários. Se você faz parte de uma das igrejas da Vinha/Videira, deve saber que o que eu estou falando é verdade, sempre falamos sobre a côrte.

 

Diante disso tem uma pergunta que não quer calar: Mesmo com toda essa informação, porque temos jovens que caem ou abandonam os sonhos de Deus por conta de um relacionamento fora da vontade de Deus?

 

Bom, isso tem realmente me intrigado nos últimos dias, temos toda essa informação, mas falta o fundamental: a REVELAÇÃO da visão da corte e de viver a vontade perfeita de Deus.

 

Mas como assim, revelação?

Vou exemplificar: Sabe quando lemos um trecho da bíblia mil vezes e na 1001x lemos e temos aquele estalo, onde entendemos realmente o que está sendo dito ali e temos convicção daquela palavra? Pois bem… a revelação é isso! É quando você entende de fato no seu espírito, então aquilo se torna vida em você.

 

entendi-gif-bcq

 

Voltando a pergunta inicial, isso infelizmente acontece por conta da falta de revelação… costumamos dizer que esse tipo de crente, é o crente cabeção! Ele tem muita informação, mas não tem revelação, então não se torna vida nele e é algo pesado de se carregar, de levar adiante.

 

A visão da corte é uma visão de santidade e antes que a pessoa comece a vivê-la, existe o tempo de espera. E é aqui que muitos acabam “escorregando” e perdem a bênção. Muito já falamos sobre o tempo de espera aqui no blog, você que sempre nos acompanha já deve saber o que fazer, como fazer, como eu e a Dani fizemos em nosso tempo de espera, mas quando a situação acontece com você, aí a situação é um pouquinho diferente…

 

Você pode conhecer a côrte, saber o que se faz antes, durante e depois… mas só saberá de fato como é, quando começar a viver. Aqui procuramos tirar dúvidas, orientar… mas cada pessoa tem uma resposta diferente.

 

Vejo irmãos que agem como se já soubessem de tudo, são verdadeiros Supermans, convictos, que entregaram o coração à Deus, que estão orando pelo cônjuge e fazendo a sua listinha, nada os atingirá… mas assim como o Superman, sempre existe um ponto fraco, uma kriptonita, que tira as forças e os faz desfalecer. A kriptonita desses irmãos é a vida sentimental, e quando surge a primeira crise de carência, agem sem vigilância e claro que ela bate na porta, a PAIXONITE AGUDA! Então, todo o “conhecimento” e convicção que se tinha vão ralo abaixo. 🙁

 

O tempo de espera realmente não é fácil, mas é o tempo onde a sua fidelidade/confiança em Deus será provada (no sentido de fazer apenas a vontade d’Ele), e aguardar pela hora certa onde irá se relacionar e essa crise toda passar. Mas até esse dia chegar, é necessário responder à Deus de forma positiva.

 

Quero nesses dias te encorajar a tomar a posição de uma pessoa realmente consagrada e de sempre, SEMPRE confessar diante de Deus as suas fraquezas e procurar ajuda, pois quando a kriptonita for colocada diante de você, será inevitável, você desfalecerá e não suportará. Caminhe com a sua liderança e sempre ler algo sobre a corte, ore para que tenha revelação sobre isso e não viva a côrte na lei, mas sim desfrute da graça na côrte.

 

Abraços,

 

carol

E-mail: anacarolina@odiariodazoe.com.br

Insta: @anacarolina.dz

Snap: anacarolina.dz


#DZResponde | 01

DZRESPONDE_CAPA

Demorou mas o nosso primeiro DZ Responde saiu!!! 🙂

 

Confere aí:

 

 

Tem alguma dúvida? Manda pra gente no e-mail: contato@odiariodazoe.com.br ou em nossas redes sociais:

 

@odiariodazoe

FB/odiariodazoe

 

 

O Diário da Zoe.


#Testemunho | Amanda e Guilherme – Tenho um filho e agora? Posso Cortejar?

testemunho amanda_OK

 

A Amanda e o Guilherme já testemunharam para nós uma vez aqui no blog, lembram?

A Amanda assim como muitas meninas no nosso meio, entrou em um relacionamento que não deu certo e acabou engravidando, dentro disso Satanás minou todos os sonhos dela, inclusive de viver em santidade e casar no padrão da corte. Como nosso Deus é maravilhoso, fez novas todas as coisas (I Co 5:17). Confere o testemunho:

 

 

 

Você tem um testemunho? Compartilhe com a gente através do e-mail: contato@odiariodazoe.com.br.

 

Lembra-se, o testemunho edifica a igreja! 😉

 

Grande abraço,

 

 

O Diário da Zoe.

 

 


#Relacionamentos | A Morte do Namoro – Pr. Ivan Rodrigues.

Olá! 🙂

 

A entrevista de hoje é com o Pr. Ivan Rodrigues, ordenado na Conferência dos Vencedores deste ano. Ele já escreveu sobre a morte do namoro aqui no blog e fala um pouco mais sobre o assunto no vídeo. Confira!

 

 

 

Não esqueça de curtir, compartilhar o vídeo e se inscrever em nosso canal no youtube! 😉

 

O diário da Zoe.

 


#Relacionamentos | Côrte – S.O.S Solteiros I

ansiedade_ok

 

Hello! 😉

 

Quando você lê a palavra S.O.S já deve pensar em uma emergência…como quando éramos crianças e tocava a musiquinha do Plantão da Globo, o pensamento geral era: alguma catástrofe aconteceu ou alguém morreu – eu especificamente me lembro da morte do Airton Senna.

 

Plantao-Globo

Quero sim falar de algo emergencial, mas que não devemos ter tanta pressa assim… Confuso?!? Vou explicar!

 

Os solteiros de plantão (não o plantão da globo rsrsrs) muitas vezes estão vivendo deixando a vida levar e acabam não conseguindo enxergar as bases que precisam ter pro futuro. Infelizmente esse é o mal da nossa geração, uma geração sem referenciais, sem compromisso, sem senso de urgência e o pior, sem nenhum propósito de vida.

 

Falando no quesito relacionamentos, entendemos que o casamento não é e nunca foi um propósito de vida (pra alguns eu sei que é! Inclusive podem se casar e morrer em seguida, pois o propósito de vida daquela pessoa foi cumprido rsrsrsrs), mas sim existe um propósito onde o casamento está incluso.

 

nicole-morte-amor-a-vida0242719

A nossa geração tem algo chamado pressa! E essa pressa exige atitudes para colocar o desejo em questão em pratica. É a pressa pra se relacionar e fazer tudo que uma pessoa casada “pode” fazer, como ter relações sexuais, viver uma vida compartilhada com outra pessoa, isso quando não decidem morar juntos. Essa pressa é maléfica, pois atropela muitas coisas e acabam tirando o desfrute de cada uma delas em sua totalidade.

Alguém já te disse que a pressa é inimiga da perfeição?

 

Muitos em razão da pressa e da ansiedade acabam por entrarem e situações difíceis, que prejudicam a si mesmos, os que cercam, isso quando os frutos dessas decisões (filhos) também não sofrem.

 

Um exemplo claro de pressa são as crianças que são “adultos precoces”. Me desculpe, mas não tem nada mais ridículo do que uma criança de 6/7 anos achando que tem 15, ou uma de 16 achando que tem 20. Não fica algo forçado e feio? Pois é… É esse papelão que passamos quando queremos fazer as coisas antes do momento certo, momento esse que o próprio Deus que sabe nos orientar, pois só Ele conhece o nosso coração de fato.

 

mc-melody-capa

 

O senso de urgência é diferente, pois antes de agir paro, penso, reflito, planejo… Esse senso dá o sentimento de que algo irá acontecer logo, então é preciso se preparar pra alcançar isso. Os exemplos que tenho dado aqui estão ligados a relacionamentos, pois quero abordar a questão de como a côrte nos guarda desse tipo de pressa, mas você pode aplicar em qualquer âmbito da sua vida. Às vezes somos ansiosos por um cargo na empresa, por fazer um curso e esquecemos que há um tempo determinado para todas as coisas debaixo do céu. Muitas vezes somos como criança, que quer algo e o pai está vendo que aquilo não fará bem, mas só permite para dar uma lição no filho. Conosco realmente não é diferente, Deus tem sua vontade permissiva, nem sempre Ele vai te barrar de fazer coisas que ainda não estão no tempo, até porque você tem o tal do livre arbítrio. Então você já pode se desarmar da famosa frase: “Se aconteceu é porque tinha que acontecer!”… A frase correta é: “Se aconteceu foi porque eu quis!”.

 

giphy

 

Nesses dias, troque a pressa pelo senso de urgência. Busque o Senhor no intuito de saber o propósito específico d’Ele em sua vida, para você saber os próximos passos que deverá dar. Confesso que eu sou muito apressada, e já quebrei muitíssimo a cara com isso… Mas hoje não confundo o senso de urgência com a pressa, vejo as coisas de outra perspectiva e com certeza, sofro menos.

Não perca mais tempo com aquilo que não é pra você! Seja específico (a) em suas decisões. Se você tem um chamado pastoral, missionário viabilize desde já, fazendo o curso pastoral, cursos de línguas, desenvolva a liderança em sua célula e etc. Se Deus te chamou pra ser um mantenedor, um empresário, busque saber a área, vá estudar, se preparar, pois há duas coisas na vida que não se pode voltar atrás: o tempo que passa e a oportunidade perdida.

 

Entendeu agora porque falei de algo emergencial, urgente… Mas que devemos ir com calma pra não sermos “vítimas” da pressa?!?! 🙂

 

Você já sofreu alguma consequência por ter tido pressa? Compartilha aqui nos comentários!

 

Grande abraço,

 

 

pickerimage

E-mail: anacarolina@odiariodazoe.com.br

Insta: anacarolina.dz

Snap: anacarolina.dz


#Testemunho | Do namoro para a Côrte – Pr. Adriano Rieffel e Erika Furlan.

Confira o testemunho do Pr. Adriano Rieffel e da sua esposa, Erika Furlan. Eles decidiram caminhar em santidade e hoje tem colhido os frutos dessa decisão.

 

 

Testemunho: Pr. Adriano Rieffel e Erika Furlan.

Igreja: Videira Jova Rural – São Paulo/SP

 

 

Lembre-se, o testemunho edifica a igreja. Compartilhe o seu conosco através do e-mail contato@odiariodazoe.com.br.

 

O Diário da Zoe


#Relacionamentos | Corte – Voto.

pray_2

 

Hello! 😉

 

Tudo bem com vocês?

 

Como sempre, estamos sumidas e corridas, mas é por boas causas.  🙂

 

Hoje vamos falar sobre VOTO. Afinal, o que é isso?

 

De acordo com o dicionário informal voto é a promessa que alguém faz à divindade, para obter uma graça ou simplesmente para agradá-la. Uma oferenda em cumprimento dessa promessa: depositar o voto ao pé do altar.

Lendo essa definição parece até aquelas religiões que temos que agradar os santos, mas calma, vou explicar direitinho.

 

Na bíblia, temos o exemplo do voto de Ana, onde ela pede ao Senhor um filho e faz o voto de entregá-lo para servir ao Senhor como sacerdote e que ele não cortaria seus cabelos.

E fez um voto, dizendo: Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.

1 Samuel 1:11

 

Muitos cristãos, principalmente os do nosso meio, acham que para iniciarem a corte ou se relacionarem, precisam fazer um voto, como se fosse algo cabalístico.  Bom, não é necessariamente assim que as coisas acontecem. Temos que lembrar que nosso Deus é gracioso e não temos nenhuma obrigação de fazermos coisas pra comove-lo ou até mesmo merecer “a graça alcançada” com alguma promessa, mas podemos sim fazer votos não para atingir o Senhor e sim como marca de uma consagração nossa ao Senhor, para que nós não esqueçamos o voto que fizemos.

 

Em meu período de solteirísse fiz um voto com o Senhor, foi algo bem pessoal, eu precisava fazer um voto como sinal da minha consagração ao Senhor e só me relacionar ou entregar meu coração para o homem com quem eu me casaria.

Sempre fui meio doida, falo com Jesus a todo momento… Costumo dizer que conversamos bastante. E me lembro que eu estava andando na rua e falando com Jesus, foi então que entrei no assunto de casamento, que eu tinha o desejo de fazer um voto, pra que todas as vezes que eu me lembrasse do voto ou olhasse para o que eu ia fazer, me lembraria da consagração que fiz da minha vida sentimental e do meu coração. Comecei a pensar sobre o que fazer?

 

Um voto não pode ser algo fácil e muito menos algo que cairá no esquecimento, a palavra já nos diz para não fazermos voto de tolo, ou seja, fazer um voto que não vamos cumprir.

Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus; cumpra o seu voto. É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir.

Eclesiastes 5:4,5

 

Olhei ao meu redor e pensei: podia ser algo de comer…kkkkk mas como estamos em constantes jejuns, não seria um diferencial. Depois pensei que teria que ser algo bem penoso pra mim e que fosse aparente. Foi então que eu tive a brilhante ideia de não cortar meu cabelo (tipo Sansão kkkkkk) até o dia do meu casamento. Porque o cabelo?

Pra quem me conhece antes desse período do voto, sabe que sempre fui meio doida com meus cabelos, sempre enjoei fácil dos cortes e metia a tesoura mesmo. Então de fato, foi algo bem difícil de manter e que eu não esquecia nenhum dia, porque meu cabelo quebrava as pontas e eu não podia nem acertar. rsrsrsrs

 

O voto é um passo de fé e confiança que o Senhor fará algo, porque eu poderia muito bem estar solteira até hoje e meus cabelos já estarem varrendo o chão. Mas o Senhor é rico em misericórdia e me honrou muito, providenciando um marido lindo e rápido. Hahahahahaha…

 

Nesse período de voto, as pessoas me zoavam muito, me marcavam nas redes sociais em fotos de mulheres com os cabelos nos pés, cabelos despontados e mal tratados. Fora a vontade incontrolável de cortar meus cabelos, minha mão coçava pra fazer algo.

 

cabeloslongos2

 

 

A dica que dou é que se você pense em fazer um voto, precisa pensar em todos os aspectos que o envolvem. Se você dará conta de manter o voto de pé, se não cairá no esquecimento, se você está fazendo algo com propósito e o mais importante, você saber que esse voto não é pro Senhor e sim pra você!

 

Explicando melhor o que eu disse no inicio do post, o voto assim como o jejum, é pra que você se lembre da consagração que fez, o Senhor continua belo, lindo, poderoso, maravilhoso, com ou sem o seu voto. Então, não pense que o fato de eu não cortar o cabelo fez com que o Senhor mandasse logo meu esposo, Ele poderia era ter me provado e deixado o cabelo chegar no pé! Mas vocês sabem que a graça de Deus é maravilhosa, né?! hahahhaha!!

 

Me casei com os cabelos na altura da cintura – a ultima ponta dele, né?! – , até fiz uns cachinhos pra poder disfarçar as pontas, mas mesmo assim não dava pra esconder o tamanho do cabelo.

 

eu noiva1

 

Algumas semanas depois que me casei cortei o cabelo e até hoje não paro de cortar, até raspar uma parte careca, raspei! 😮 hahahahahaha!

 

1511164_629759573753561_440756303_n

 

 

Alguma vez você fez voto? Compartilha com a gente! 😉

 

 

 

Abraços,

 

 

pickerimage

 

 

 

 

E-mail: anacarolina@odiariodazoe.com.br

Insta: @anacarolina.dz

Snap: anacarolina.dz


 
1 2 3 4 10
 
Top