Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

amor

#Relacionamentos | Corte – Já posso pensar nisso?

Deus fez tudo para um tempo determinado e cremos que Deus tem sempre o melhor pra nós mesmo quando nós achamos que não.



Continue reading

#Relacionamentos | Corte – Como saber quem é a pessoa certa?

pessoa_certa_dzImagem: isabelafreitas.com.br

Olá pessoal!

Hoje quero compartilhar com vocês sobre essa dúvida que mora na cabeça de muita gente. Como saber quem é o príncipe ou a princesa de Deus para você? Já digo de antemão que não tem nenhuma fórmula mágica para isso, mas tenho algumas dicas baseada em minha experiência para passar a vocês.

Ore por um esposo (a)

Orar já deve ser um hábito em sua vida, afinal você é um (a) homem/mulher de Deus, né?!

É de suprema importância você orar pelo seu futuro cônjuge, mesmo sem conhecê-lo, pois isso demonstra o seu interesse e preocupação com essa área da sua vida. Há pessoas que matam o sonho de casar-se dentro de si e acabam não orando ou até mesmo não crendo que se casarão um dia. Ore pela salvação da pessoa se ela ainda não conhece Jesus, ore para que seja uma pessoa consagrada e por aí vai.

Orei por tudo isso e orava também para que o meu esposo se convertesse em nossa igreja local para que eu não precisasse ir embora. O que eu não sabia é que o “prometido” estava bem do meu lado o tempo todo. Conto o testemunho na integra em outro post! 🙂

Dependa do Espírito Santo

É importante nesse tempo de oração ter fé e confiar que Deus tem o melhor para você, – uma música que me marcou nesse tempo foi a “Canção de Jó” do Fred Arrais, eu sempre declarava que mesmo que eu não visse nada, eu confiava no que o Senhor estava preparando para mim.  – pois as coisas de Deus são diferentes das do mundo e muitas vezes tendemos a dar uma “ajudinha” para o Senhor. Esteja alinhado (a) com o Espírito Santo e siga as suas direções.

Faça amizades

Cultive amizades! Na amizade não há mascaras, as pessoas são o que elas realmente são, pois não querem impressionar ninguém. Portanto é mais fácil de conhecer as pessoas. Muitas vezes é das amizades mais próximas que saem os mais lindos casais. Invista em amizades que te edificarão e tenha sempre muito cuidado para não misturar as coisas, lembre-se o coração é enganoso. E por fim, nunca se aproxime de alguém apenas com a intenção de fazer a corte.

Não busque profetas

Muitos têm o costume de buscar profetas para saber do seu futuro, buscam as “cartomantes gospel” para saciar a sua curiosidade em saber quem será o ungido de Deus que viverá para sempre ao seu lado. Não faça isso, o Espírito Santo quer ter um relacionamento intimo com você e acredite, nem sempre as lindas profecias estão certas e você pode se frustrar. Nada melhor do que falar com quem planejou toda a sua história, DEUS.

Valide o chamado

A corte é uma forma de relacionamento com propósito e te digo que o propósito final não é casar e sim do casal cumprir o propósito de Deus juntos.

No tempo de oração, é fundamental ter revelação do seu chamado, pois o de ambos precisa ser compatível. Imagine a infelicidade de ter um chamado missionário e casar-se com alguém que tem um chamado de mantenedor, de empresário?! Ou até mesmo de ambos terem o chamado missionário, mas um tem convicção que o lugar pra onde irá é a Índia e o outro a África?!?! É importante validar em Deus essa questão de chamado. Me Lembro que quando soube do chamado do meu esposo, fiquei animada, pois era o mesmo que o meu e claro que li isso como um dos muitos sinais que Deus estava me dando.

Essas dicas são básicas e resumem-se em depender de Deus. Dependa de Deus em todas as áreas da sua vida, você só colherá ótimos frutos desse relacionamento intimo com o Pai.

Compartilhe a sua experiência conosco! Envie e-mail para contato@odiariodazoe.com.br ou deixe nos comentários.

Com amor,

pickerimage

 


#Relacionamentos| Corte – Eu namoro e agora?

interrogacao

Oi Pessoal!

Como estamos falando sobre relacionamentos, quero abordar aqui um tema que gera muita dúvida nos adolescentes e jovens do nosso meio que é o NAMORO.

Como vocês já leram em posts anteriores entendemos que o padrão de relacionamento para avançar em santidade e casamento com propósito é a corte.

Quando nossa igreja se associou a VINHA uma das primeiras preocupações dos jovens foi a questão do padrão de relacionamentos, principalmente para a liderança (no caso eu! 🙂 ). Eu vinha de um histórico de namoro cristão – que em alguns aspectos nada difere do namoro do mundo – que estava passando por algumas crises, mas estávamos mantendo o relacionamento, pois naquela altura do campeonato já estávamos completamente dependentes um do outro.  Começamos a avançar dentro da visão e ter revelação do propósito eterno, do padrão de santidade e Deus começou a me incomodar nesse sentido. À medida que eu tinha revelação não via mais propósito em continuar o relacionamento, pois não tinha certeza de que era com ele mesmo com quem me casaria. A ideia de que talvez eu estivesse me relacionando com o possível marido de outra pessoa me dava desespero, pois eu imaginava que estava beijando o esposo de outra pessoa e que o meu marido poderia estar por ai com outra assim como eu estava fazendo, me atormentavam. Foi então que oramos e junto com nossos pais decidimos romper o relacionamento para crescer em Deus e esperar pelo nosso cônjuge. Confesso que essa foi uma das melhores decisões que tomei, cresci em Deus e foquei no alvo que é Jesus.

Dou aqui algumas dicas para que você pule etapas neste processo:

Não tente convencê-lo (a)

Você não é o Espírito Santo, não tente convencer o outro a entrar no relacionamento de corte se não há revelação do que é.

Não construa nada sobre escombros

Para mim foi crucial haver a separação. Eu pude desfrutar de um tempo precioso com Jesus, tive as experiências mais profundas nesse tempo, pois eu não tinha mais ninguém para me apoiar, tinha somente Jesus. Uma oração que fiz quando tomamos a decisão foi que eu não queria nada velho, que mesmo que fosse ele eu queria “uma história nova e linda, escrita pelo dedo de Deus” (by Thalles).

trilho

Quebre os laços de alma

Quando nos relacionamos com alguém o envolvimento emocional é muito forte e nisso são criados os laços de alma que te prendem a outra pessoa. Quando a decisão for tomada há a necessidade de que seja quebrado todo laço de alma para que você avance e a pessoa também. Me lembro que o laço de alma foi quebrado de tal forma, que nós nem imaginávamos que nos relacionaríamos de novo e desenvolvemos uma amizade muito saudável. A possibilidade de ser ele era tão remota que eu orava desesperadamente pedindo que o “varão” estivesse em minha igreja local, pois eu não queria ir para longe dos meus pais e dos discípulos que já havia formado ali.

escrevendo

Imagem: mayaracan.blogspot.com

Não tente “fabricar” uma história

O Espírito Santo é perito em escrever novas histórias, seja com o seu atual namorado (a) ou com outra pessoa. Muitas vezes queremos insistir em um relacionamento por conta do tempo, do apego, de “n” motivos, mas não se prenda a isso, obedeça à voz do Espírito. É melhor sofrer com a separação agora do que casar-se e perceber que o fez com a pessoa errada.

solteira

Imagem: francielle-de-souza.tumblr.com

Aproveite o tempo de solteirice

Como eu estava neste relacionamento desde os 15 anos de idade, eu me prendia demais, mas quando tomamos a decisão, eu me abri para conhecer novas pessoas, participei de muitos eventos (festas, conferencias, reuniões de líderes de jovens), viajei e aproveitei tudo com muita intensidade.

Se você namora e tem tido revelação sobre o relacionamento em corte com propósito, creia que Deus tem falado com você, não hesite em obedecê-lo, pois a palavra nos diz que é melhor obedecer do que sacrificar (I Sm 15:22). Seja obediente e colha os frutos no futuro.

Compartilhe conosco o seu testemunho nos comentários ou mande um e-mail para contato@odiariodazoe.com.br.

Com amor,

pickerimage

 


#Relacionamentos | O que fazer durante a Corte?

#relacionamentos-corte-

Oi pessoal,

Essa é uma pergunta muito comum e que infelizmente as respostas que encontramos por ai acabam nos confundindo muito mais. Então quero compartilhar um pouco da minha experiência.

Uma das primeiras coisas que devemos nos atentar é que não podemos transformar a corte em uma “modinha”. Infelizmente somos capazes de banalizar até mesmo um relacionamento baseado em santidade. Já vi muitos se relacionarem na corte como o “ficar” do mundo trocando de parceiro todo o tempo, defraudando o irmão (ã), ou mesmo agindo como em um namoro onde quem reina é o ego, o ciúme e a falta de compromisso.

Por não saber como agir durante a corte é que muitas pessoas acabam entrando por esse caminho. É importante planejar o seu relacionamento, isso não significa que deverá seguir regras. Se eu falasse de “pode ou não pode” eu estaria inventando a palavra de Deus. O que devemos lembrar é que todo bom cristão precisa ser conduzido pelo Espirito Santo em toda e qualquer circunstância.

Quando eu estava em vias de iniciar a corte, busquei muita informação através de livros, ministrações e testemunhos dos irmãos e isso foi fundamental. Aprendi algumas coisas que fizeram toda a diferença no meu relacionamento.

Dicas do que fazer durante a corte:

  • A história dele (a)

A corte é para conhecer a outra pessoa então planeje encontros onde vocês possam mostrar um para o outro fotos antigas de quando eram bebês, de quando estavam escola, viagens com a família, fotos do casamento dos pais.

Enquanto olham as fotos, elabore perguntas criativas que te darão uma maior clareza sobre a história e personalidade do seu par. Certamente vocês se divertirão muito.

  • Brincando de casinha…


homem-que-lava-louca-e-mais-feliz-afirma-pesquisa-30-1362-thumb-570-7

Foto: Jose Luis Pelaez Inc/Blend Images/Corbis

Se tem algo que importante é sobre o paladar do seu par e também sobre suas habilidades domésticas. Programam-se de cozinhar um para o outro.Conversem sobre suas preferências, sobre como é o horário das refeições no lar, descubra quais das atividades domésticas ele (a) detesta. Conversem sobre quais coisas gostariam de fazer diferente de suas famílias quando tiverem sua casa.  É legal envolver a família. As mães sempre terão pérolas para contar rsrs!

  • É a hora do jogo!

Programem com seus amigos uma partida de jogo coletivo, onde você e seu par possam competir e também jogarem no mesmo time. Observe como vão se comportar sendo rivais, e depois como parceiros do mesmo time. Esse com certeza será um encontro revelador.

  • Um dia de babá…

pais e filhos brincando7

Programe um passeio onde vocês possam cuidar de crianças, sei lá quem sabe levar o sobrinho ao parque ou a priminha ao cinema.  Esse é um encontro interessante, você vai conseguir observar como o seu par lida com crianças e depois podem conversar sobre como foi a infância, as formas usadas para educação e quais as lembranças mais fortes dessa época. Não force a barra se perceber que a infância foi algo traumático, ajude-o (a) a vencer isso com sabedoria.

  • Money, money , money, money …

financas-casais-7

Programem algum passeio, ou investimento e determinem o valor que poderão utilizar. Nesse encontro vocês poderão compartilhar sobre as dificuldades e habilidades com as finanças.  Conversem sobre como os pais lidam com dinheiro e o que aprenderam com eles (erros e acertos), opinem sobre conta conjunta no casamento e também sobre o principio de dizimar e ofertar. Esse encontro pode ser um divisor de águas.

  • Encontro de casais…

Programem um jantar com um casal que seja um referencial para vocês. Ao se divertirem na companhia deles faça questões sobre relacionamentos, se eles estiverem dispostos a compartilhar de sua intimidade, claro! Pergunte sobre como começou a história de amor deles, quais as dificuldades que já enfrentaram juntos, explore coisas mais engraçadas como quais as dificuldades de convivência como roncos, ruídos sonoros e manias diversas. Conversem sobre princípios da palavra de Deus como a submissão da esposa.

Após o a conversa com o casal, conversem entre si sobre o que observaram no casal e o que puderam aprender com o encontro.

  • Orando…

309418_341117492638695_1815953641_n7

Uma das principais atividades de vocês deve ser orar. Orem juntos pelo relacionamento, dependam de Deus para caminharem em santidade, orem para que Deus prepare circunstâncias para que vocês se conheçam melhor, orem pelos lideres e familiares, orem para Deus trazer clareza sobre a vontade dele para esse relacionamento.

Neste quesito tão importante, tive uma experiência de dificuldade que foi rapidamente solucionada, quando iniciamos a corte sabíamos que não deveríamos estar sozinhos, então pensamos como é que vamos orar juntos? Pois nas reuniões da igreja normalmente o homem ora com o homem e a mulher com mulher. Então vimos que uma solução seria orarmos pelo telefone, mas por conta dos altos custos com celular, descobrimos o facetime hehe e começamos a orar pela internet através dele. Para nós até agora o facetime tem sido uma benção.

Importante: Você precisa tomar cuidado, pois o facetime é uma ótima ferramenta de aproximação, mas é preciso atenção para não banalizar aquilo que é benção. Cuidado para não mostrar sua intimidade fora do tempo, seja “GUIADO PELO ESPIRITO”.

Mais dicas do que fazer:

  • Sirvam a Deus em sua igreja local;
  • Compartilhem a palavra;
  • Conversem em privado no whats (sem acusação hehe);
  • Aproveitem para ter comunhão com os irmãos;
  • Assistam filmes em casa com a família;
  • Vá ao cinema com pessoas queridas;
  • Almocem um na casa do outro e na casa de amigos;
  • Explorem restaurantes;
  • Pratiquem esportes juntos;
  • Estejam sempre rodeado de amigos e familiares;
  • Envolvam a todos;
  • Evitem contatos físicos para não defraudarem um ao outro;
  • Evitem os excessos;
  • Sejam guiados pelo Espírito;
  • Não troque seu relacionamento com Deus, para se relacionar com seu (a) corte;
  • Fujam da aparência do mal;
  • Falem palavras bonitas;
  • Elogiem-se;
  • Troquem presentes;
  • Apaixonem-se ..

Desejo que você e seu (a) corte possam desfrutar da benção de Deus nesse relacionamento , que sejam testemunho de que é possível  viver em santidade e que assim como eu, descubram  “o melhor de Deus” para você e avancem para o noivado rumo a um casamento segundo o padrão de Deus.

Texto baseado no livro: Garoto encontra garota – Joshua Harris, Editora Atos.

Siga-nos nas redes sociais:
Facebook
Instagram
Youtube

Com encargo,

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br

 


Amamos o Senhor mais do que imaginamos

amaradeus
Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças
Deuteronômio 6:5

Recentemente me falaram que eu sou alguém apaixonado por Deus. Eu fiquei extremamente surpreso e passei a meditar a respeito: “isso não pode ser verdade”. Eu sempre me achei muito aquém daquilo que eu acreditava que esperavam de mim. Sempre pensei de mim como se estivesse em débito, mas depois de reavaliar tudo isso, decidi registrar nessas breves palavras aquilo que creio ser a verdade sobre o ser ou não ser apaixonado por Deus.

Tive meu novo nascimento na época que o pastor José Carlos Mello (hoje à frente da Supervisão Vinha Cone Sul) fazia seus retiros intitulados “Chamados Para Reinar”. Mais de trezentos adolescentes acampados por cinco dias em busca da glória do Senhor. Desses adolescentes, muitos hoje pastoreiam nossas igrejas em Goiânia, Brasil, e no mundo. Esses dias foram de ordem sobrenatural, mas e em mim, o que ficou?

Eu abandonei a Igreja.

Aos dezessete anos saí do convívio dos irmãos pra tocar profissionalmente pelo Brasil afora. Aprontei, blasfemei, e joguei muito tempo fora, mas voltei, voltei mesmo, pra valer. Me envolvi logo na estrutura e segui em frente, mas a grande questão era “daquilo tudo, o que ficou?” Eu me perguntava se tudo foi questão de momento, emoção, empolgação.

Vivemos hoje em um tempo de extrema cobrança, e quando você não se sobressai você fica pra baixo, você pensa que não ama a Deus, não o serve, e na verdade é um tipo de pseudocristão infiltrado na noiva. Foi analisando esse texto de Mateus que eu entendi que não somos medidos pelas nossas palavras, pelas canções que cantamos, nem mesmo pelas vigílias de oração, fogo, poder, e manifestações do Espírito:

Mas, que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha.
Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi.
E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi.
Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram-lhe eles: O primeiro. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus.

Mateus 21:28-31

Jesus aqui fala claramente que o que nos recomenda diante de Deus são nossas escolhas, respostas, ações, e não nossa aparência de “espiritual”. Ele me disse que o meu amor por Ele era o bastante! Pra Ele já era o suficiente! Ele estava contente comigo!

Certo dia eu estava conversando com um colega de seminário que também afirmava que não se sentia tão apaixonado por Deus mais. Eu então o rebati. Disse que ele não fazia ideia do quanto amava ao Senhor, Sua obra, Sua Igreja. Ele havia largado um bom emprego, a casa dos seus pais, e a chance de uma faculdade pra ser um interno na nossa turma de seminário pastoral, dividindo uma casa com quase trinta irmãos, e vivendo com menos de um salário mínimo por mês. Tudo isso pela obra.

Não é o volume da nossa voz ao orar que dita o quanto nossos corações estão entregues ao Senhor, são as decisões que tomamos, o caminho que trilhamos, e o preço que pagamos só pra cumprir a sua Santa vontade e ver o seu sorriso.

Às vezes você afirma que ainda não é apaixonado pelo Senhor, mas eu duvido muito. Você provavelmente já disse “não” ao pecado muitas vezes. Provavelmente já desfez planos pra ir a uma reunião de célula, e o que dizer se você já entregou seu dízimo? Precisa de prova maior de amor? O seu amor pode ainda ser pequeno, simples demais, mas ele já é verdadeiro! Você foi completamente tomado pelo Amor de Deus no momento que nasceu de novo!

E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.
Romanos 5:5

Pense numa criança de três anos. Ela por muitas vezes bate, chuta aos pais, joga comida no chão e apronta muita coisa. Eu não consigo ver esses pais decepcionados com uma criança de três anos por ela não ser um grande exemplo de vida, mas pense por mais um momento, se essa criança resolve falar um “eu te amo” a eles. Posso imaginar os olhares que eles trocariam na hora, contariam isso aos outros familiares, talvez até ligariam pra contar a seus amigos. Entenda, Deus se alegra com você sempre! Você o ama até mesmo de forma inconsciente, suas escolhas dizem isso.

“O Reino dos céus é como um tesouro escondido num campo. Certo homem, tendo-o encontrado, escondeu-o de novo e, então, cheio de alegria, foi, vendeu tudo o que tinha e comprou aquele campo.
Mateus 13:44

Nós encontramos o Tesouro no momento em que nascemos de novo. Às vezes nos esquecemos de quão valioso ele é, mas ao abrirmos os olhos vislumbramos as jóias preciosas com as quais o Senhor nos enfeitou. Vemos até onde chegamos e nos alegramos, pois Ele nos fez felizes, e seremos eternamente gratos. Cantaremos canções, clamaremos por sua face, e nos deleitaremos nele. Ele é nossa porção, nossa herança, e o mundo não tem mais cores pra nós.

Por: Rafael Coelho

FONTE: Blog – Rafael Coelho


Cupido – Uma linda história

Calma! Não se escandalize com o título do post,”Cupido” esse é só o nome do curta metragem, mas é tão linda a história, que vale a pena compartilhar com vocês.

Eu adoro filmes de comédia romântica, histórias fofinhas, mas ultimamente é tão raro um filme que dê pra assistir, sem ficar pulando as cenas ou tapando os olhos e ouvidos.
Achei o curta super delicado, retrô e emocionante.!  😉

E não se esqueça, o Espírito Santo é suficiente para te ajudar a identificar a pessoa certa!

20140417-103021.jpg

 


O dia inteiro – Ministério Vibe

Sabe aquela fase mais gostosa de um relacionamento, quando você só pensa nisso? Só fala disso? Não vê a hora de encontrar a pessoa amada?
É isso que Jesus espera daqueles que o amam.
Essa é a trilha sonora perfeita! Música do Ministério Vibe

 

Eu quero estar contigo o dia inteiro
Em tua presença estar o dia inteiro
Eu quero estar contigo o dia inteiro

Quero falar de amor o dia inteiro
Do meu amor por Ti o dia inteiro
Quero falar de amor o dia inteiro

Me entregar a Ti por inteiro
Deixar pra lá meu orgulho e meu medo
Me entregar a Ti por inteiro

E confiar em você por inteiro
Que o seu plano é melhor e vem primeiro
E confiar em você por inteiro

Pra poder cantar
Pra poder dizer
Jesus,tua vida me mudou
Jesus,tua vida me mudou
Jesus,tua vida me mudou

Eu não consigo merecer essa luz que brilha em mim
Hoje vivo pela graça
Hoje canto pela graça

Jesus,tua vida me mudou
Jesus,tua vida me mudou
Jesus,tua vida me mudou

pickerimage (1)


 
1 2
 
Top