Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

amor

#Diário de Viagem | África 02 – África não é um país!

diario 2

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Estamos muito ansiosos com a viagem e registrando tudo pra vocês nos acompanharem nessa missão. 🙂

 

 

 

Segue uma playlist de vídeos com os programas O Mundo Segundo os Brasileiros da África, assim você poderá ver conhecer alguns países desse continente!

 

 

Continue nos acompanhando nessa aventura missionária e não deixe de orar por nós! 🙂

 

Grande abraço,

 

 

Carol Assinatura

 

 

Ana Carolina Ferreira

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz

 

 

 


#Testemunho | Casamento – Douglas & Vera.

O testemunho de hoje é um tanto diferente, pois esse casal oficializou o casamento diante dos homens/lei e apenas depois de um tempo realizaram o casamento religioso e passaram a viver como casal.

 

Assista e seja edificado! 😉

 

 

Testemunho: Douglas e Vera.

Igreja: Videira Armênia – São Paulo/SP

 

Lembre-se, o testemunho edifica a igreja. Compartilhe o seu conosco através do e-mail contato@odiariodazoe.com.br.

 

O Diário da Zoe

 


#Aconteceu | Seminário da Corte – Comunidade Betânia.

IMG_1725

No dia 08/08 (sábado) fizemos o nosso primeiro seminário da corte em nossa igreja local, a Comunidade Evangélica Betânia. õ/

 

Como sempre, Deus nos surpreendeu com tudo o que fez e como fez. Parecia um encontro com Deus só que voltado para relacionamentos. Houve libertação, cura e unção, e as dúvidas dos nossos irmãos sobre a corte foram respondidas.

 

Acompanhe o vlog!

 

 

Se você quer que o DZ ministre na sua igreja, entre em contato conosco através do e-mail: contato@odiariodazoe.com.br.

 

Grande abraço,

 

O Diário da Zoe.

 


#Relacionamentos | Vida de Casada – Sozinhos?

aloness

 

Semana passada comecei a falar como foram os primeiros dias de casada e as atividades que podemos fazer juntos para aproveitar todos os momentos. Hoje quero compartilhar com vocês um pouco mais do que tenho vivido depois de um dos dias mais importantes da minha vida: 15/11/2013! *____*

 

Depois do esperado “sim!”, muitas coisas mudam… O seu nome (se você escolher mudar), a sua casa e a sua família (sua família agora é o seu cônjuge e os seus pais e irmãos se tornam parentela). Outra coisa que muda é que se você se relacionou na corte, provavelmente sempre estava rodeado de pessoas para te guardar (as famosas velas), mas de um instante pro outro, todos desaparecem e você fica nesse conflito de: “cadê todo mundo?”.

kd

Confesso que vivi isso e nos primeiros dias de casada, quando saíamos sozinhos ou estávamos em casa eu sentia a falta da galera e para preencher esse “vazio” começamos a receber muitos discípulos em casa a ponto deles já dormirem por lá, tanto era o nosso costume de estarmos juntos. Todos adoravam isso, mas com o passar das semanas isso começou a nos atrapalhar um pouco, pois não tínhamos muitos momentos sozinhos e sempre tinha uma visita.

 

SLEEP

 

Em um discipulado compartilhamos essa dificuldade e nosso pastor nos orientou a inicialmente banir essa pratica das visitas diárias, semanais e do pessoal dormir em casa, para que aproveitássemos esse momento de conhecimento, sozinhos. Desse dia em diante não recebemos mais ninguém em casa e começamos a fazer a lição de casa, ficando sempre juntos para nos conhecermos melhor. Foi a melhor coisa que fizemos.

 

A corte é uma ferramenta importantíssima para nos relacionarmos para o casamento, mas não podemos incorrer no erro de querer continuar a corte depois de casarmos. Isso aconteceu conosco por puro hábito, mas com certeza nos prejudicamos um pouco.

Você até deve se perguntar: “Mas qual é a importância de estarmos sozinhos? Podemos nos conhecer em meio a galera!”. O tempo para se conhecerem em meio à galera já passou. Agora o tipo de conhecimento é outro e de fato você só conhece mesmo uma pessoa depois que passa a morar debaixo do mesmo teto. Você descobre coisas que nem imaginava de manias, reações e etc.

 

 

oh-my-god-janice-friends-gif-79nu

 

Fico pensando… se na corte temos algumas surpresas depois que casamos, imagine quem namora, que não conhece nada da outra pessoa? Pois no tempo de se conhecerem o casal ficou fazendo teatro para serem agradáveis, trocavam o tempo de conversa com beijos intermináveis ou discussões ciumentas.

 

Sempre citamos Eclesiastes 3 para falar do tempo de espera, mas ali cita que há tempo para todas as coisas, ou seja, há tempo de ficarmos rodeados de pessoas e há tempo de ficarmos sozinhos. 😉

 

Depois desse jejum de visitas em casa, começamos a voltar a receber pessoas, mas hoje ponderamos a questão de alguém dormir em casa ou de ir nos visitar, pois como trabalhamos secularmente, fazemos seminário, temos o discipulado e mais um monte de atividades, temos pouco tempo pra desfrutarmos sozinhos, e cada momento sozinhos é essencial para desfrutarmos da companhia um do outro.

 

 

Você tem uma experiência parecida? Compartilhe com a gente!

 

 

Um beijo!

 

pickerimage

 

 

 

 

Ana Carolina Ferreira

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz

Snap: anacarolina1705

 


#Relacionamentos | Eu – Sai da minha aba, sai pra lá!

sai da minha aba

 

Com toda certeza do mundo o título deste post te lembrou uma música antiga do grupo Só Pra Contrariar chamada “Sai da minha aba (Bicão)”.

 

 

Calma! Não caia da fé… kkkk quero falar de uma situação na qual essa música é literalmente a trilha sonora.

Quem não gosta de ser querido e amado por alguém? Quem não se sente bem em saber que tem alguém que o admira ou até mesmo “paga um pau”? Você pode, talvez, responder: “Eu não!” hahaahhaha… quero te provar o contrário!

 

hum

Como vimos em alguns pots da série EU, nosso EGO a-do-ra ser massageado e em uma dessas situações é que somos provados e, quase sempre, somos reprovados. :/

Com esse tipo de situação, nosso EGO infla (tipo o baiacu mesmo) e a nossa atitude muda ao saber que alguém nos admira ou está interessado em nós. Passamos até a ter mais motivação para nos arrumar e ir para o lugar de convívio com essa pessoa; seja na escola, no trabalho, na igreja… enfim, nos produzimos (isso se aplica para as meninas e para os meninos também, ok?!) para encontrar essa pessoa, mesmo que seja um nerd todo desajeitado.

 

nerd

Às vezes até olhamos para a pessoa e pensamos: “NããããããoooOOOO! Eu jamais me relacionaria com essa pessoa, veja esses 344 mil defeitos que ela tem! E ainda por cima é feia!” … kkkkk essas jogadinhas do nosso ego são demais, pois, por mais que a pessoa seja feia, que realmente não queiramos nada com ela e o fato de já saber que não há propósito nesse relacionamento, mesmo assim não largamos o osso. Sabe porque?!?! Porque você e eu gostamos de ter alguém na nossa aba! #prontofalei!

Isso mesmo! Seja a pessoa mais feia, mais chata, mais bafuda (com muito bafo), mais tudo de ruim que exista nesse mundo, nós curtimos alguém no nosso pé, só pra massagear o nosso ego e por isso não cortamos de vez o mal pela raiz.

Quando esse tipo de situação acontece com um ‘EX-alguma coisa’, é pior ainda. Infelizmente, não se quer largar o osso e sempre ter alguém na manga para aqueles momentos de solidão. O que é mais triste é que você sabe que nada vai acontecer, que agora sua vida foi transformada, que você conheceu Jesus… mas sempre que bater a solidão, você vai querer ligar pra pessoa que está na manga, pra matar aquela saudade. Alguns ainda têm a cara de pau de falar pra pessoa: “Só você me entende!”, “Só você me acolhe em momentos como esse!”, “Eu sei que posso contar com você!”… isso tudo não passa de um jogo sentimental para que a pessoa que sempre volta e te acolhe não se sinta usada apenas naquele momento e sempre te acolha quando necessário.

Na música que é o tema do post, o Alexandre Pires canta que a pessoa não sai da aba dele, mas no nosso caso, cantamos para que fiquem na nossa aba. Gostamos disso! 🙁

Não vou entrar nos méritos da psicologia que explica o porquê de tal comportamento, mas quero te mostrar que esse tipo de comportamento pode ser transformado pelo ES e tenha muita certeza, Ele quer transformar isso logo.

 

– Ok Carol, agora que sei que sou um monstro, o que eu faço?!?

 

Decida dar um basta na situação

ursinhupanda

Decida dar um basta nisso tudo! Decida, realmente, romper com esse tipo de prática, uma vez que é feia e tem cara de novela mexicana. Sei que não será fácil se desvencilhar desse admirador/amigo/ex-alguma-coisa, pois existem laços de alma e sobre isso já falamos aqui no blog.

 

Entenda que vocês não poderão mais ser amigos

hug

A palavra de Deus nos orienta a fugir de toda aparência do mal (I Tes. 5:22) e fala para nós, também, que o nosso coração é enganoso (Jer. 17:9), então, se essa amizade tem cara de outra coisa, fuja disso! Se os outros acham que tem algo entre vocês… fuja, também! Não insista em uma amizade que todos já estão vendo o fim, menos você. Seja honesto com você mesmo, não confie no seu coração, pois quando você menos esperar, estará refém dos sentimentos envolvidos de novo e a história nunca vai acabar.

 

Aceite o tratamento de Deus e avance!

vSCPEN

 

Às vezes o tratamento de Deus parece ser muito doloroso, mas na verdade só é doloroso porque esperneamos e queremos que a nossa vontade seja feita. Se você crê que Deus é bom, que Ele quer só o melhor para os seus filhos, que a vontade d’Ele é boa, agradável e perfeita e que o que Ele te direciona a fazer é sempre o melhor, já se renda e obedeça aos direcionamentos que Ele tem te dado. Seja usando a sua liderança para falar, seja a palavra ou outra forma… simplesmente obedeça e desfrute da provisão que Ele dará, trazendo novos amigos (como a Dani já testemunhou aqui) e alargando a sua visão, para que enxergue de fato o que Ele quer fazer em você e através de você.

 

Declaro que nesses dias muitos “mortos” ressuscitaram na sua vida, mas serão, não para matar saudades e, sim, para que você se posicione e corte todo mal pela raiz.

 

Ficou com dúvida sobre o assunto? Pode me mandar um e-mail. Responderei com todo o prazer.

 

Beijos,

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

 

 

 

@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

www.facebook.com.br/annacarolinafer


#Relacionamentos | Eu – Da solidão a solitude!

solidao

 

Oi gente,
Estou muito surpresa com o alcance dos posts. É muito prazeroso descobrir que pessoas que você nunca imaginou estão lendo seus textos e mais, estão sendo edificados. Que privilégio!
Hoje quero compartilhar sobre um assunto comum, muito falado, mas pouco resolvido: Solidão.

Quem nunca se sentiu sozinho? Não importa o tanto de atividades que você tenha no seu dia a dia, se está cercado de pessoas, se é solteiro, corte, noivo ou casado. Todos já fomos acometidos pela “solidão”. Aquele sentimento profundo e palpável de estar só. O desejo sobre-humano de se isolar.
Algumas vezes não identificamos a solidão. Sentimos uma inconstância nos sentimentos e no humor, achamos que é um período de TPM (para as meninas), ou cansaço (para os meninos). Nos sentimos desanimados para os eventos sociais e estar em casa parece bem mais atraente do que uma roda de amigos. Nossos estímulos criativos são afetados também. Chegamos em casa já ligando a TV, o rádio ou o computador e saímos a procura de algo interessante, mas nada parece despertar nossa atenção então o melhor mesmo é dormir.
Nesse momento somos bombardeados com pensamentos como: “Ninguém sente minha falta”, “Ninguém me liga”, “Não tenho amigos”, “A vida é tão chata”, “Não sou importante para ninguém”, “Nem Deus me ouve”, “Tenho muitos problemas”, “Nunca vou mudar” e etc.
São tantos pensamentos, tantos sentimentos que pra ajudar colocamos aquela música de fossa, pra criar um climão de velório onde enterramos todos os sonhos e promessas que Deus nos deu. Agora é só abrir a boca cheia de dentes e dar oi, porque a #depressão chegou!
Você pode dizer: Nossa Dani, que deprê esse post!
Pois é, mas é bem assim que muitos de nós nos sentimos e acabamos indo de um estado mal para um pior.
Lembro que quando eu ainda não era convertida, esse ai em cima era o meu cenário. Tanto é que cheguei a tomar remédios (aqueles tarja preta) para resolver o problema, mas é claro que não resolveu. Eu tinha pavor de ficar sozinha comigo mesma, odiava almoçar sozinha, vivia o tempo inteiro conectada ou rodeada de amigos. Nos finais de semana eu sempre tinha que ter uma programação, se não era #morte. Creio que é por isso que tantas pessoas vivem de balada em balada, ou trabalho atrás de trabalho sem hora pra voltar pra casa. Afinal, estar em casa muitas vezes representa “estar sozinho”. Mas eu não tinha Jesus, e sem Ele a vida é uma verdadeira #depressão.
E porque ainda encontramos cristãos que vivem na “bad” da solidão? Sabemos que o homem tem necessidade de se relacionar, isso é algo comprovado cientificamente. Algumas pesquisas mostram que pessoas solitárias tem a tendência de morrerem mais cedo do que as pessoas que são conectadas a famílias e amigos. Necessitamos de relacionamento e eles são a base para nossa transformação.
O que nos faz sentir a solidão é a falta de identidade. Pessoas que não sabem quem são vivem tentando ser aceitos e com isso deixam de lado suas vontades e personalidade acabando por se perderem nesse caminho dando de cara com a #depressão.
Precisamos nos lembrar quem somos e o que temos. Muitos na ânsia de resolver o problema da solidão, buscam desesperadamente por um “par romântico” e caem nos laços da alma e é claro nos destroços dela também.

 

tumblr_ltyh13m2rt1qhrq7eo1_500
Só há uma solução para nossas vidas. É a solução para todos os problemas, para todas as crises, para nossas emoções! Sim, essa solução é Jesus! Mas não é simplesmente conhecer Jesus e fazer uma oração de entrega. É necessário desfrutar d´Ele e é ai onde muitos se perdem, inclusive eu mesma me perdi algumas vezes. Nos tempos de pressão onde as coisas não acontecem como gostaríamos temos a tendência de ouvir e aceitar as falácias de satanás, nos isolamos e não queremos a ajuda de ninguém.
Alguns erroneamente dizem que a solidão é saudável. Que todos precisamos de um tempo a sós, mas não é bem assim. Claro que não discordo dessa afirmação, e também não quero deixar você confuso, mas é certo de que nunca estaremos a sós. O homem que está só é aquele que ainda não conheceu a Cristo, esse na verdade não sabe que o Senhor sempre estará com ele.

Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?
Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também.
Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,
Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.
Salmos 139:7-10

…porque Deus mesmo disse:
“Nunca o deixarei,
nunca o abandonarei”.
Hebreus 13:5

O que precisamos é sair da solidão em direção a solitude. A solitude é o desejo de estar só. Um desejo consciente de se isolar para ter contato e relacionamento com Deus. Já fizemos um post para o Sou Igreja falando sobre um livro que foi escrito pelo Pr. Wilson Oliveira, onde ele fala sobre a solitude, esse livro é pequeno, mas é muito poderoso. Nesse livro tive uma revelação que mudou meu relacionamento com o Senhor. Eu entendi que sou completamente livre pra me relacionar com Ele, entendi que não há regras. Talvez você assim como eu, esteja vivendo um tempo de solidão por não saber como desfrutar de Cristo, e infelizmente tem perdido o tempo que é tão precioso e único.
Precisamos entender algo fundamental: Não existe ninguém que vai nos amar como Ele nos amou. Não existe nada que vai nos suprir como ele nos supre. Não existe razão para viver se não for por Ele.
Quando entendermos e experimentarmos dessas verdades, não deixaremos mais a solidão tomar conta de nossos corações, mas buscaremos a solitude a fim de sermos completamente satisfeitos nEle.
Por experiência, estar na corte não muda seu mundo interior. Ter um bom emprego, não satisfaz sua alma. Viver os sonhos naturais é bom, mas não chegam nem aos pés do amor de Jesus.
Ainda quero compartilhar uma das experiências que tive, em um momento de pressão que vivi. Eu me sentia muito deprimida e parecia que o Senhor havia me abandonado. Eu não conseguia ouvi-lo, não conseguia orar, foi uma fase horrível. E em meio a esse desespero, me posicionei e em um momento de solitude clamei pela voz do Senhor. Comecei a pedir pra ele falar comigo, ainda que fosse uma disciplina, ainda que Ele fosse me mostrar o quão miserável eu era. Eu precisava ouvir a voz d’Ele. Coloquei a música da Ludmila Ferber – Dá-me ouvidos , e comecei a orar e quando menos esperava eu ouvi: Você é a menina dos meus olhos! Aquela frase quebrantou meu coração, fui cheia de amor. Fiquei tão constrangida, pois eu não esperava ouvir aquilo. Aquela experiência me deu revelação do amor de Deus, pois muitas vezes fugi da presença d´Ele por saber que estava errada e achava que Ele iria esfregar isso na minha cara quando na verdade Ele está sempre nos esperando com seu imensurável amor.
Convido você a não perder mais tempo na fossa da solidão, mas sim a investir tempo de solitude na presença do amado da nossa alma.

Ainda que me abandonem pai e mãe,
o Senhor me acolherá.
Salmos 27:10

Por isso não tema, pois estou com você;
não tenha medo, pois sou o seu Deus.
Eu o fortalecerei e o ajudarei;
eu o segurarei
com a minha mão direita vitoriosa.
Isaías 41:10

Deixo uma música que fala a respeito do amor de Deus que nos enche. A música é da Laura SougueLlis e no video você confere a versão em inglês e português. 🙂

Com amor,

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Testemunho | Das missões para o casamento – Ruth e Matheus Blazejuk.

11245339_10153830247645410_1683307989_n

 

 

Oi gente,

Esse testemunho é incrível! Uma mistura de missões (tema que começamos a abordar aqui no blog) e casamento (nosso tema central)… hehehehe 🙂

 

Nosso testemunho começa na infância. Nós dois crescemos em lares cristãos e desde cedo fomos ensinados a caminhar nos caminhos de Jesus. Nossas mães sempre nos ensinaram a orar a respeito do nosso cônjuge e a guardar os nossos corações. Chegamos aos 22 e 27 anos, sem nos relacionar com ninguém, para honra e glória de Jesus! (Sim. Isso é possível!)

Desde pequenos experimentamos o Espírito Santo, aos 11 anos (tanto meu, quanto dele) recebemos nosso chamado missionário e a medida que o tempo foi passando, sonhos maiores,  mais de Deus e um desejo profundo por ver seu Reino estabelecido na terra foram gerados dentro do nosso interior que nos levavam a queimar!

O Senhor usou muitas pessoas para falar conosco a cerca do nosso destino profético. Ainda sim caímos naquela crise dos 20 e poucos anos, sabe? O que farei depois que terminar a faculdade? Onde está a tampa da minha panela? Rs Será que ela existe? Onde o Senhor me quer? O que eu devo fazer pra chegar lá?

Em 2012, nos sentíamos assim (os dois rs). O Matheus morava em Curitiba, tinha um trabalho estável e muito bom, já pensava em se estabilizar, comprar um apartamento, procurar uma moça na igreja com quem pudesse constituir família e fazia planos que envolviam anos de sua vida até que, em um culto muito especial o Senhor o lembrou do chamado missionário que havia recebido na infância e falou com ele: Se você não for agora, você não irá mais.

Ele passou cerca de um mês orando com o seu pastor para que o Senhor revelasse aonde ir. Então, ele saiu do trabalho, deixou tudo o que tinha para trás, se despediu dos pais como se nunca mais fosse voltar e partiu rumo a Moçambique, na África, para uma escola de missões que o Senhor havia falado ao coração dele.

 

11287082_10153830249415410_40271278_n

Enquanto isso, eu estava em São Paulo, já fazia um ano que tinha terminado a minha faculdade e deixado o trabalho secular para viver integralmente no ministério. Mesmo assim, havia algo dentro de mim, que me deixava inquieta também. Parecia que não era só aquilo, tinha que haver mais… E eu sempre perguntava ao Senhor qual era o próximo passo. Um dia em uma conferência recebi uma palavra que nunca tinha imaginado: um pastor usado pelo Senhor me disse que eu iria para a África. Mais tarde, um outro irmão da igreja me deu a mesma palavra e pela terceira vez eu ouvi a mesma coisa.  Então pensei: ok!3 vezes? Talvez eu realmente devesse me posicionar em direção aquilo que o Senhor está me dizendo hoje – Aprendi que quando Deus nos dá uma palavra, não é pra que fiquemos de braços cruzados esperando que ela caia no nosso colo, mas devemos nos posicionar em direção ao cumprimento dela. Eu comecei a pesquisar alguns ministérios na África que pudessem me receber e entre eles a Harvest School do ministério da Heide Baker se destacou para mim e resolvi aplicar, mas não esperava passar… Era muito caro! E imaginava que havia muitas aplicações… Por fim, fui aceita. Mas ainda assim imaginei: Minha mãe nunca vai deixar eu ir! Imagina? Eu sozinha, solteira, na África? Quando contei pra ela, a resposta dela foi: Vai, filha! Eu te ajudo! 😮 Fiquei chocada! Mas ainda assim era muito caro para mim! Expliquei a situação para o diretor, então ele me fez pela metade do preço e uma série de milagres aconteceram pra que eu pudesse ir! Foram dias muito intensos! Mas em menos de 3 meses eu estava lá! – Outra lição: Quando Ele te chama, Ele provê e nunca te desampara!

 

 

11225894_10153830248605410_966334970_n

 

Como não confiar nesse amor de pai tão profundo? No momento em que nós decidimos submeter todos os nossos desejos e vontades no altar do Senhor, lançando sobre Ele todas as nossas ansiedades, deixando tudo para trás ele fez muito mais do que pensávamos!

 

11289516_10153830263150410_391035278_n

 

A escola tinha um grupo na internet e comecei a conversar com o Matheus pela internet, pouquinho tempo antes da viagem. Conversávamos a cerca de alguns livros e sobre o que levar. Por sermos brasileiros, tudo o que íamos fazer éramos colocados pelos próprios lideres pra fazermos juntos, demos aulas de inglês para pastores moçambicanos, lideramos louvor. Tudo cooperava para que ficássemos muito perto um do outro, Não estávamos focados nisso e fomos bem resistentes… bom… pelo menos eu tentei haha… Mas por mais que nos esforçássemos, não conseguíamos ficar longe um do outro, nem nos afastar do nosso pensamento, e além do mais sempre tinha um fazendo piadinha sobre a gente, dizendo como nós combinávamos… rs <3

 

 

11245225_10153830264590410_1082961226_n

 

 

Um dia, fiquei doente e todas as minhas amigas haviam viajado e ele ficou cuidando de mim enquanto eu tomava soro, fez sopa para mim, mas no dia seguinte, a sopa veio acompanhada de flores haha… Estranho… Será que eu deveria desconfiar de alguma coisa?

11269638_10153830249065410_1795862548_n

 

 

Ele já havia pedido que seus pais e pastores orassem a meu respeito, mas não tinha me dito nada e depois disso, ele se afastou de mim por uma semana (eu quase fiquei doida!), depois me explicou que estava orando, pedindo a confirmação de Deus…
Foi engraçado que naquela semana, tivemos aula da Heide e ela contou testemunhos de casamentos que saíram de lá, e logo após um outro missionário chegou no Matheus e disse: Cara, já encontrou sua esposa aqui? Eu acho que este é o lugar certo para encontrá-la! Se eu fosse você, não deixaria escapar! Rs… Foi o que o impulsionou a falar comigo.

 

11258620_10153830251205410_1060770734_n

 

Quando ele disse que queria falar comigo, eu passei o resto do dia fugindo dele, fiquei tão nervosa! Era óbvio que eu sabia o que ele queria dizer haha… Mas meu estômago doía de pensar, eu nunca havia nem pegado na mão de alguém haha… Que vergonha! Haha… Mas no fim do dia, ele me olhou firme e disse: lembra que eu disse que queria falar com você? aiai…

Resolvi encarar a conversa rs E na hora eu senti tanto a presença de Deus e uma paz incontrolável… Eu percebi que ele estava mais nervoso que eu rs Mas o céu estava presente… Foi lindo… Ele foi bem direto, disse: eu não acredito em namoro e eu quero iniciar um relacionamento pra casar. Rs

11287232_10153830250500410_1326963605_n (1)

 

 

Nos casamos 1 ano depois. Não tínhamos muita ideia do futuro, mas tínhamos uma convicção muito forte: onde Deus nos mandasse ir era para lá que iríamos. Estávamos prontos a obedecer.11267297_10153830251715410_1455695212_n A ideia do Matheus era sair da escola e ir para Tanzânia, no meio do mato, ajudar em uma missão apoiada pela igreja dele. Isto não me preocupava, mas seria muito difícil nosso contato, já que ele estaria incomunicável e eu teria que voltar ao Brasil. Então os planos mudaram novamente, o mesmo missionário norte-americano que disse a ele que ali era o lugar certo para encontrar uma esposa, estava iniciando um projeto de desenvolvimento social na capital de Moçambique, mais ao sul e convidou o Matheus para trabalhar com ele, de forma que ele tivesse uma casa, um carro concedido pela empresa e um salário mensal. A proposta era um contrato de 2 anos na área em que ele atuou durante seu tempo no Brasil. Com muita oração e muitas palavras, entendemos que era plano de Deus e isto nos deu todas as condições necessárias para que nos casássemos e tivéssemos um primeiro ano de casamento mais estável, mesmo em uma nação totalmente diferente da nossa. Tá certo que nosso primeiro ano de casamento foi banhado em poeiras e roupas marrons rs mas não poderia ter sido mais especial em qualquer lugar do mundo!

11124542_10153830250995410_37928092_n (1)

 

 

Pudemos juntos testemunhar de Jesus para as pessoas e assistir novos nascimentos, abraçar o órfão, a viúva e desejar de todo o coração viver pelo Reino não importa o que nos viesse custar, aprendemos a sonhar juntos, este sonho que antes era só individual… E para que não nos sentíssemos sozinhos, ganhamos uma família africana muito especial, que nos amou e cuidou de nós quando mais precisamos! – Mas ainda não terminou aí… Deus ainda quis nos surpreender mais um pouquinho e no dia 01/01/2015, descobrimos mais um presente concebido na África: mais um coração batendo dentro de mim..

11267332_10153830248245410_1130184417_n Ele é SEMPRE fiel! A obediência vale a pena! A espera vale a pena! Seja antes do dilúvio, no meio da sarça ardente ou depois de 3 dias no túmulo… Ele vem! E Ele nunca chega tarde demais, mas no tempo certo!

 

Testemunho: Ruth e Matheus Blazejuk
Igreja: Comunidade Alcance – Londrina

Se você também tem um testemunho, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br.

Lembre-se que o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar!

 

O Diário da Zoe.


#Testemunho | Corte – Amanda e Guilherme.

2Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

Alinhado com o post Tenho filhos, posso cortejar?, pela primeira vez temos um testemunho duplo, onde o casal conta a restauração dos sonhos e inicio da corte onde há um filho envolvido.

Leia, seja edificado (a), se inspire e creia que você também pode viver a restauração dos seus sonhos! <3

 

4

Vou contar um pouquinho do meu testemunho e de como Deus tem alinhado cada detalhe.

Sempre fui da igreja desde pequena, ia às células de criança, participava do Ministério de Dança, comecei a tocar teclado e ia participar do Ministério do louvor, todos sonhos que o Senhor tinha colocado em meu coração. Só que por motivos de ‘relacionamentos’ me desviei fiquei por um longo período desviada, mais ou menos uns 6 anos, ia em alguns domingos pra igreja, depois sumia de novo, aparecia do nada rs.

Tive um relacionamento de um ano, onde eu engravidei e nasceu o Gabriel. Eu e  o pai do meu filho não demos certo e com isso o diabo foi roubando meus sonhos, destruindo as minhas esperanças onde eu achava muitas vezes que nunca ia conseguir achar alguém que aceitasse o meu filho, que não tivesse preconceito. O meu sonho sempre foi a Corte, pois eu via desde pequena esses princípios e achava algo maravilhoso da parte do Senhor, o fato de o Senhor ser o centro, da pessoa esperar por você, isso me encantava.

Nesse período de desvio o Senhor sempre colocou pessoas maravilhosas na minha vida e que nunca desistiram de mim, pessoas que eu agradeço a Deus por ter permitido conhecer, e com isso comecei a voltar a ir aos cultos, a me envolver com o pessoal da igreja e o Guilherme foi uma das pessoas que investiu em mim, sempre me chamando pra todos os eventos, tudo quanto é tipo de reunião, ele também estava voltando ambos querendo algo da parte do Senhor, querendo cumprir o propósito que o Senhor separou pras nossas vidas. Com isso cresceu uma amizade muito grande, onde a cada dia ele me aproximava de Deus, mandando louvores, exercitando pra que eu mandasse palavras que Deus tinha falado comigo.

Da minha parte começou a surgir um sentimento diferente e conversei com ele, resolvemos conversar com os nossos lideres e começamos a orar todos juntos. Em minhas orações sempre pedi que a pessoa que o Senhor tivesse separado pra mim amasse meu filho, o respeitasse porque isso é o mais importante, quando se é mãe a primeira coisa que pensamos é no bem estar dos nossos filhos. No começo foi meio estranho o Gabriel não ia muito com ele, pois também ele era muito pequeno tinha só dois aninhos. Oramos mais ou menos uns 10 meses e o Senhor nos tratou demais, fomos amadurecendo espiritualmente, amadurecendo nas atitudes, o Gabriel começou a ficar um grude com ele rs o Gui toca violão e o Gabriel ama pegar a palheta dele pra tocar também, o Gabriel vê ele com um referencial. Na igreja quando o Gui está orando ele fica olhando admirado e isso me encanta porque ele faz o mesmo.

E então no dia 29.11.2014 começamos a Corte, eu olho e vejo a mão do Senhor em cada detalhe, restaurando os sonhos dos dois, mostrando pra mim que apesar dos meus erros o que Cristo mais ama é um coração quebrantado e contrito, foi assim que Ele fez comigo.

5Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

E fazer Corte é realmente coisa de outro mundo rsrsrs… realmente nós não somos dessa terra hahahaha! Quando Cristo é o centro das nossas vidas, quando buscamos fazer a vontade d’Ele e o Seu reino, Ele vem acrescentando as demais coisas de uma maneira sobrenatural. DEUS É BOM DEMAIS! Sem Ele eu não estaria contando esse testemunho.

E você que acha que não pode se casar, que nunca vai achar ninguém que ame seu filho por ser mãe solteira, eu te digo que o nosso Deus é um Deus misericordioso, Ele nos ama e vai cumprir os sonhos d’Ele pra sua vida, busque as coisas do Senhor, busque ensinar seu filho a andar nos caminhos d’Ele porque quando você menos esperar o Senhor te acrescenta as demais coisas, o seu futuro esposo *–*

Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação; as coisas antigas já passaram, eis que tudo se fez novo. – II Coríntios 5:17

– Amanda Nunes

 

 

3

Fiel é esta palavra: Se já morremos com ele, também viveremos com ele; se perseveramos, também com ele reinaremos; se o negamos, ele, por sua vez, nos negará; se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar- se a si mesmo. – 2 Timóteo 2:11-13

 

1Imagem: Acervo pessoal Amanda e Guilherme.

 

Esse texto resume a nossa história, temos uma longa história, erros, aprendizados, enganos, acertos, infidelidade, confiança, alegria, tristeza, mágoa… algumas coisas que marcaram as nossas vidas, antes de termos uma corte que a cada dia está mais firmada em Cristo, tivemos muitos momentos de guerra. A Amanda depois de muitos relacionamentos frustrados colecionou diversas decepções, assim como eu, ela por sua vez recebeu em um desses relacionamentos uma bênção da parte de Deus, o Gabriel. O Senhor tem o prazer de consertar as nossas vidas. Quando a conheci, era uma jovem muito retraída, sem sonhos ou expectativas, com um semblante bem triste, os dois tinham acabado de voltar aos caminhos do Senhor, os dois com a vida estragada, ansiando por restauração. A amizade sempre foi nosso ponto forte, sempre conversamos, compartilhamos juntos, Deus foi aos poucos alinhando os pontos, enquanto orava por um sentimento estranho em meu coração, vi Deus me surpreendendo, e já organizando tudo, fui infiel às promessas de Deus. Sempre fui daqueles que quer tudo para ontem, e com a minha futura esposa não foi diferente. Sempre fui muito ansioso e quebrei a cara por isso rs. O tempo foi passando e Deus foi se mostrando um Deus das terceiras chances, erramos muito; agora éramos dois antigos desviados tentando se fortalecer no Senhor, a minha grande dificuldade foi em relação ao Gabriel, como seria a aceitação dele, mas Deus se mostrou presente de novo, as orações já estavam sendo feitas, e aquilo que antes era uma dificuldade, hoje se tornou a minha alegria, amo ele como se fosse meu filho mesmo, Deus alinhou os pontos, no começo foi difícil me relacionar com ele, mas depois tudo foi dando certo. Mas enfim, o nosso testemunho se resume na fidelidade de Deus, Ele nos prometeu e cumpriu, fomos infiéis sim, mas Ele permaneceu fiel, o Senhor fez tudo perfeito e ainda faz, a cada dia estamos sendo moldados, a cada dia eu olho pra Deus com mais paixão, antes aqueles dois inconsequentes, agora dois jovens com o coração incendiado por Deus. SEM DEUS NÃO SERIA POSSÍVEL.

 

– Guilherme Artigiani

 

Testemunho: Amanda Nunes e Guilherme Artigiani

Igreja: Videira Parque São Vicente – Mauá/SP

 

Se você também tem um testemunho, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br. Lembre-se o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar.

 

O Diário da Zoe.

 


#Relacionamentos | Hall da corte – Não seja um adolescente idiota!

Hall da Corte vem antes da Corte. É o tempo de preparação para cortejar. Muitos ao ouvirem falar de Corte ficam ouriçados, mas quando falamos de Hall da Corte os semblantes murcham. Parem já com isso! Quero com o post de hoje te mostrar que o tempo de Hall é também muito precioso.



Continue reading

#Relacionamentos | Corte – A Segunda Espera.

Pedi a direção do Espírito, pois sei que existem muitas dúvidas sobre relacionamentos – se você tem dúvida de algum tema que ainda não abordamos aqui no blog, pode nos sugerir nos comentários! – e Hoje vou abordar algo que quase ninguém fala que é a SEGUNDA ESPERA.



Continue reading

 
1 2
 
Top