Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

amizade

#Relacionamentos | Amizade – Friends Forever!

 

 

dsc_0481

 

Oi gente!

Falamos muito aqui no blog sobre relacionamentos e parece que quanto mais falamos mais assunto gera, isso porque a nossa vida gira em torno deles.

A Bíblia nos diz que tudo o que Jesus fez por nós, foi para nos reconciliar com o Pai. Agora nós é que devemos ser os agentes de reconciliação para que todos os homens também possam voltar à comunhão com Deus. Contudo, às vezes nos esquecemos que ser agente de reconciliação também se aplica a nossa vida com respeito aos nossos relacionamentos.

Algo que é comum em toda igreja local são pessoas com relacionamentos quebrados. Vivemos em busca de ganharmos novas almas para Cristo e por consequência novos relacionamentos, mas raramente nos esforçamos para restaurar relacionamentos quebrados.

No que depender de vocês, façam todo o possível para viver em paz com todas as pessoas. – Romanos 12:18

 

Neste trecho da palavra está explícito que precisamos nos esforçar para vivermos em comunhão com todos, ou seja, não podemos ignorar o problema e viver segundo o provérbio do mundo: “O tempo cura todas as coisas.” Isso não é verdade! Se há um problema precisamos resolvê-lo, não podemos esperar pelo outro.

Vivemos pedindo pra Deus revelação de sua palavra, mas confesso que algumas revelações não são nada prazerosas. Uma vez que agora sei, preciso praticar. Puff!!

Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta. – Mateus 5:23-24

 

Aqui não diz, se você tem algo contra seu irmão e sim se ele tem algo contra você, ou seja, como você controla isso? Não tem jeito, se você tem algum tipo de relacionamento (e é claro que tem, porque não vivemos numa bolha) terá em algum momento que procurar a pessoa para acertar as coisas, mesmo que a questão seja dela.

Sorry, agora você também está sabendo disso e não poderá mais fugir!

Paulo diz que é um sinal de maturidade resolvermos conflitos e ficou escandalizado com a igreja de Corínto:

Que vergonha! Será que entre vocês não existe alguém com bastante sabedoria para resolver uma questão entre irmãos? – 1 Coríntios 6:5

 

É importante entendermos que viver em paz, não é ser alguém que não se incomoda com as coisas, porque em todos os relacionamentos teremos conflitos, isto é fato. Somos diferentes, temos opiniões que hora ou outra vão se chocar, mas a questão não é o conflito, a divergência de ideias etc… e sim como continuar a se relacionar apesar das diferenças?

Sempre procuramos aplicar um testemunho em nossos textos, afinal tudo o que falei aqui está na palavra e em inúmeros textos e livros, mas quando contamos algo particular você se identifica com a situação e fica mais fácil até pra entender e aplicar na vida.

Então vamos lá!

Nesses últimos meses, vivi um monte de coisas que resumo em “pressão.” Uma série de dificuldades que geraram crises e mais crises, mas um fator foi responsável tanto pela crise quando pela superação dela. Imaginem o que é? Se você pensou em RELACIONAMENTOS, acertou! Haha

Pois bem, eu e a Carol somos amigas desde 2009 que foi quando nos conhecemos e de lá para cá tivemos diversas DRs desde a mais simples a mais complicada e claro isso é normal, lembra? Somos diferentes.

O fato é que quanto maior intimidade, maior o risco de se ferir. Afinal para ter intimidade é necessário ter confiança, amor, entrega e zás. Se uma pessoa que você não confia muito te decepciona, você diz: – Já esperava por isso! No entanto, quando a pessoa é aquela que você coloca a mão no fogo por ela e algo do tipo acontece? O mundo cai!

No meu caso e da Carol não houve nada com respeito à confiança, mas algo muito mais simples e comum chamado de “EXPECTATIVAS.” Tanto eu quanto ela, tínhamos muitas expectativas a cerca da nossa amizade e ao longo desses anos, muitas delas foram frustradas, algumas nós resolvemos e outras não e aí é onde mora o problema.

No meu caso, a coisa ficou tão grave que cheguei a pensar que nossa amizade não tinha mais como continuar. Eu tinha certeza das coisas boas que vivemos e em virtude dessas memórias viveria um relacionamento continuo, mas não profundo. Mas apesar de tomar essa decisão, meu coração não ficou em paz. Por  que? Exatamente porque isso não está alinhado à vontade de Deus.

Esse relacionamento quebrado me paralisou de tal forma e não só a mim, mas ela também. Ambas não conseguíamos avançar nas coisas, inclusive o blog estagnou. Além disso, comecei a pensar que nenhum relacionamento valia à pena e até que era muito difícil viver no corpo de Cristo, afinal eu não sentia amor fluir ali.

Contudo o problema estava nela ou nas pessoas? Essa era a pergunta que não queria calar. E para que toda essa situação mudasse precisei de luz nas minhas trevas.

Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão. – Mateus 7:3-5

Antes de culparmos os outros, precisamos olhar para nós. Com certeza não é nada gostoso se ver diante da luz de Deus e entender que você é falho também.

E mais uma vez, nós conversamos. Claro até tomar essa decisão de conversar e expor tudo, foi muito difícil!!! Mas ou nós fazíamos isso ou fazíamos. E assim como eu tinha expectativas frustradas a respeito da nossa amizade ela também tinha, mas não nos atentamos a solução do problema em justificativas ou em descobrir de quem era a culpa e sim na restauração do relacionamento. Isso é o que realmente importa!

 

Se vocês receberam algo bom por seguir a Cristo; se o amor dele fez alguma diferença na vida de vocês; se estar numa comunidade do Espírito significa algo para vocês; se vocês têm um coração; Se vocês se importam uns com os outros – façam me um favor: concordem um com o outro, amem um ao outro, sejam amigos de verdade. – Filipenses 2.1-2

 

Se não buscarmos a Deus antes de procurarmos alguém para restaurar um relacionamento, pode ser que isso fique pior do que estava. Precisamos da graça de Deus para ver que também erramos. Mas quando colocamos diante de Deus todos nossos sentimentos de raiva, injustiça e frustração. Deus nos conduz à melhor forma de resolver esse conflito.

A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira.  – Provérbios 15:1

Quem tem coração sábio é conhecido como uma pessoa compreensiva; quanto mais agradáveis são as suas palavras, mais você consegue convencer os outros. – Provérbios 16:21

 

Depois de uma conversa sincera, com graça no falar e acima de tudo o desejo de cumprir o mandamento do Senhor, temos visto Deus conduzir as coisas em nossas vidas. Coisas paradas voltaram a fluir.

Sabe, esse é um testemunho pessoal do que a falta de unidade provoca em nós. Imagine isso no meio da igreja. Deus deseja que tenhamos relacionamentos restaurados. E olha, agora que superamos isso, quão mais forte é nossa amizade!

Aprendi com a Carol a orar esse versículo:

No que depender de MIM, farei todo o possível para viver em paz com todas as pessoas. – Romanos 12:18

 

Quero deixar uma pergunta:

Com quem você precisa restaurar o relacionamento hoje?

 

 

Que Deus te abençoe!
Com encargo,

 

 

 

dz

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br
 


#Relacionamentos | Investindo em laços de alma! 

laços_20

 

Oi gente,

Sempre acompanhamos a audiência do blog, e dentre os textos que são mais acessados o post sobre Laços de Alma é um dos campeões de visualização! Então quero abordar um outro aspecto sobre esse tema.

Você sabia que nem todos os laços de alma são ruins ? Pois é, e ainda temos que investir em certos relacionamentos para que os laços de alma se tornem cada vez mais fortes.

Calma! Não fique escandalizado. Os laços de alma bons pra nós estão na palavra. Como o casamento, relacionamento entre pais e filhos e amizades genuínas de companheirismo. Todos esses relacionamentos envolvem laços de alma e só são possíveis através do amor ágape, amor de Deus fluindo em nós.

Quero mostrar alguns exemplos desses laços de alma na palavra:

 

CASAMENTO 

A primeira menção desse tipo de laço de alma aconteceu no Éden:

Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem. e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; e da costela que o Senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. Portanto deixará o homem a seu pai e li sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne. Genesis 2: 21 a 24

Sem dúvida o casamento é um dos laços mais fortes e mais importantes. Por isso a questão do sexo é tratada de forma tão séria na Bíblia. A perversão desse ato que pertence exclusivamente ao matrimônio está levando a sociedade e a igreja a decadência humana.

É fácil observar que maior parte de pessoas com problemas de depressão estão com problemas nessa área da vida. Uns por se divorciarem e romperem uma aliança que foi feita com o princípio de durar até morte,  outros por se envolverem sexualmente fora do casamento e unirem-se completamente com uma ou muitas pessoas.

Ainda sobre esse laço de alma é importante ressaltar alguns aspectos:

Por meio das ligações, se estabelece um canal espiritual. Por exemplo: em um casamento sadio, o Espírito Santo opera entre esposo e esposa. As bênçãos de Deus são comuns entre os dois, porque são “um“.

O mesmo princípio opera nas ligações de alma demoníacas. Os espíritos malignos em uma pessoa expõem a outra para a entrada de espíritos semelhantes ao ocorrer uma união pecaminosa entre eles pela qual se tomou “um” (transferências de demônios).

 

PAIS E FILHOS

“Agora, pois, se eu for ter com o teu servo, meu pai, e o menino não estiver conosco, como a sua alma está ligada com a alma dele, acontecerá que, vendo ele que o menino ali não está, morrerá; e teus servos farão descer as cãs de teu servo, nosso pai, com tristeza ao Seol.”(Gn.44:30-31).

 

Nesse exemplo, Jacó havia apegado sua alma a de seu filho Benjamin, isso aconteceu após a suposta morte de seu filho José. Jacó teve Benjamin como consolo por sua perda. Era um filho muito estimado.

É inegável o amor dos pais pelos filhos e a palavra ainda fala sobre isso para exemplificar o amor de Deus.

Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Isaías 49:15

 

 

AMIZADE

A amizade entre Jônatas e Davi:

“Ora, acabando Davi de falar com Saul, a alma de Jônatas ligou-se com a alma de Davi; e Jônatas o amou como à sua própria alma“. Esta amizade foi muito elevada e em todo o tempo houve presença de amor e respeito um pelo outro. 1 Sm.18:1 

 

Essa amizade é muito usada com uma interpretação errada, para justificar alguns comportamentos iníquos e abomináveis diante de Deus. Contudo seu real significado é uma amizade genuína de profundo companheirismo. Ela expressa o amor ágape entre dois amigos que se entregam completamente em confiança um para com o outro. Jônatas arrisca sua própria vida por amor a Davi, e Davi por sua vez cumpre até o fim sua aliança com o amigo Jônatas.

São o verdadeiro exemplo descrito em Provérbios.

O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável, mas há um amigo mais chegado do que um irmão. Provérbios 18:24

 

Temos outro exemplo desse tipo de amor e companheirismo, que é entre Noêmi e sua nora Rute.

Nos dias em que os juízes governavam houve um período de grande fome na terra e a família de Noêmi (ela, o marido Elimeleque e os dois filhos Malom e Quiliom) partem em direção à Moabe e ali permanecem. Seu marido morre e os dois filhos casam-se com mulheres moabitas (Orfa e Rute). Passando-se alguns anos morreram também os dois filhos, ficando assim Noêmi desamparada de seus dois filhos e de seu marido. Assim sendo, Noêmi e as duas noras saem de Moabe, caminhando para a terra de Judá novamente, pois ouvia-se que o Senhor havia visitado o seu povo, dando-lhe pão. Noêmi então sugere às suas noras, agora viúvas, que cada uma delas volte para a casa de sua respectiva mãe. Quando Noêmi as beijou, ambas levantaram a voz e choraram.

“Então levantaram a voz, e tornaram a chorar; e Orfa beijou a sua sogra, porém Rute se apegou a ela. Pelo que disse Noêmi: Eis que tua concunhada voltou para o seu povo e para os seus deuses; volta também tu após a tua concunhada. Respondeu, porém, Rute: Não me instes a que te abandone e deixe de seguir-te. Porque aonde quer que tu fores, irei eu; e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo será o meu povo, o teu Deus será o meu Deus. Onde quer que morreres, morrerei eu, e ali serei sepultada. Assim me faça o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti. “Rute 1:14-17

Uma forte ligação entre almas estava estabelecida entre Rute e Noêmi.

 

 

IGREJA

Há ainda outro exemplo desse laço de alma importante para nós. Esse expressa a clara vontade de Deus nos relacionamentos. É a genuína essência da igreja.

“Da multidão dos que criam, era um só o coração e uma só a alma, e ninguém dizia que coisa alguma das que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. ” Atos 4:32

 

Paulo, era tão fascinado por essa verdade que sempre frisou em suas cartas o seu encargo pela igreja, com orações aos santos por essa revelação:

Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito,
para que Cristo habite em seus corações mediante a fé; e oro para que vocês, arraigados e alicerçados em amor,
possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade,
e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus. Efésios 3:16-19

 

Vimos em todos esses exemplos laços de alma, mas não aqueles que como a palavra diz são destrutivos pra nós:

“Espinhos e laços há no caminho do perverso; que guarda a sua alma retira-se para longe deles. Não faças amizade com iracundo: nem andes com homem colérico; para que não aprendas as suas veredas, e tomes um laço para a tua alma.” Pv.22:5;24-25

 

Os laços que estamos falando tratam-se de laços fundamentais para nossa vida.

Em cada um de nós há um desejo de vivermos um bom casamento, constituirmos família e termos bons relacionamentos com nossos pais e filhos. Possuir amizades verdadeiras e vivermos em unidade com os irmãos. Esse é um desejo legítimo e está dentro do propósito de Deus, afinal ele nos criou com essa finalidade. Fomos feitos pra nos relacionarmos.

Por isso é necessário investimos nesses nesses laços de alma. É perceptível que os problemas que nos cercam estão ligados diretamente à algum desses níveis de relacionamento. Também é claro o investimento de satanás para destruí-los.

Nos últimos 21 dias fizemos em nossa igreja local um jejum pela unidade, e pudemos compreender que a unidade fala do estilo de vida de Deus e que sem ela nunca desfrutaremos da plenitude d’Ele.

Nesse tempo eu tive revelação do peso dos relacionamentos na nossa vida, e também descobri que o descontentamento com a vida está ligado diretamente a eles.

Então, como investir nesses laços de alma?

Enquanto os passos para romper com os laços de alma malignos falam de tirar das nossas vidas tudo o que nos liga a eles, sejam lembranças, contatos físicos ou espirituais ou até mesmo objetos, para investir em laços de alma devemos fazer ao contrário:

  • Restaurar os relacionamentos quebrados;
  • Liberar perdão, ter uma conversa sincera;
  • Ser alguém que investe tempo de qualidade com essas pessoas;
  • Estar disposto e disponível;
  • Ouvir;
  • Abrir mão de sua razão em virtude de manter um relacionamento saudável;
  • Criar oportunidades para que esses relacionamentos se desenvolvam;
  • Dar prioridade.

Tive uma experiência recente onde uma amiga querida estava praticamente isolada, percebia a frieza dela no meio da igreja, e eu simplesmente havia abandonado esse relacionamento. Foi então que percebi meu erro e passei a contatá-la, conversamos, demos inicio a restauração desse relacionamento e posso testemunhar de um milagre que aconteceu, em pouco tempo ela voltou a atividade, é perceptível a transformação. Claro, ela ainda tem suas dificuldades, mas agora estamos juntas caminhando pra superar isso, mas eu tive que dar o primeiro passo.

As vezes estamos perdendo pessoas preciosas simplesmente porque não estamos dispostos a sofrer o dano, investir tempo, morrer pra nossa vontade ou mesmo passar por cima do ego e pedir perdão.

É importante valorizar os relacionamentos que Deus nos deu, eles são o canal pelo qual seremos tocados pelo amor de Deus.

Espero que esse post faça você refletir, buscar restaurar e investir nos relacionamentos da sua vida.

 

 

Com encargo,

 

 

 

dz

 

 

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br

 

 


#Relacionamentos | Amizade – Café com leite!

Mrs_Puff_inflated_10

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

 

Nas últimas semanas meu querido e lindo esposo tem compartilhado na rede de jovens sobre amizades e unidade. Em uma das pregações ele usou o exemplo do “Bro Code” da série How I Met Yout Mother.

 

84d9a2772c87f30fb0c00066d693bee3

 

A série retrata a amizade de 5 pessoas que gira em torno da vida amorosa de um dos amigos, o Ted Mosby. Dentre esses amigos, tem o Barney Stinson que é o “inventor” do Bro Code, que não passa de tipo de código de conduta dos amigos.

 

tumblr_mubtu8du8k1rny9ino2_250

Pensando nessa questão toda de amizade, me faz lembrar como eu era com meus amigos e um dia (graças a Deus!!) o Senhor me fez enxergar o que eu estava fazendo.

 

Bom, vamos começar do começo, né?! Rsrsrsrs Sou a filha mais nova de 3 irmãos e a única menina, então pense em alguém mimado?!?! Me lembro que sempre que íamos brincar de pega-pega ou esconde-esconde eu era a Café com Leite da turma. Porque isso? Porque eu era mimada o suficiente para quando as coisas não fossem do jeito que eu queria eu ficava nervosa e pegava muito ar, parecia a professora do Bob Esponja. 🙁

 

2932685-download28

Então para evitar desgastes comigo a turma falava que eu era café com leite, ou seja, se eu fosse pega na brincadeira, não valeria. Com o tempo eu parei de brincar, porque ficou muito sem graça! Pensa você correr pra brincar e na verdade ninguém estava contando com você ali, era melhor que não estivesse, não é mesmo?!

 

Bom, comecei a crescer e a desenvolver amizades, mas quando elas não faziam as coisas como eu queria, lá ia eu de novo pegar ar e muitas vezes com as minhas palavras eu destruía a amizade. Provérbios 14:1 diz que toda mulher sábia edifica a casa, mas a tola com as próprias mãos a destrói, eu acredito que não se aplica só as mulheres casadas, mas creio que se aplica nas amizades, porque eu destruía cada uma das que eu construía.  🙁

 

Quando me converti, continuei com as antigas práticas, afinal a minha mente teria que ser renovada. Então um dia eu falei com Jesus, que eu queria ter amigos e que eu não entendia o porquê as pessoas se afastavam, porque ninguém queria ser meu amigo ou até mesmo porque só me suportavam… foi aí que Jesus me mostrou como eu destruía as amizades, muitas vezes falando o que eu pensava e machucando as pessoas, ou até mesmo dando chiliques porque as coisas não aconteciam como eu esperava. Sabe quando você sente que tem um holofote em cima de você? Pois bem… me senti terrível naquele momento e pedi perdão para o Senhor por isso. A partir dali começou um processo de transformação na minha alma nesse sentido, transformação que acontece até hoje, para ser uma amiga melhor, uma pessoa menos egoísta e menos sem noção.

 

Quis compartilhar minha experiência com você, porque eu sei bem que a maioria de nós sofre com isso de alguma forma. Toda essa circunstância que eu não enxergava me fazia ser cada vez mais ser amarga, chatolina e ter uma mania de perseguição terrível. Eu sempre pensava que havia alguém conspirando contra mim, falando de mim… quando na verdade ninguém estava nem aí, até porque eu era tão chata que ninguém queria perder o seu tempo comigo.

 

Decida hoje avaliar as suas amizades, como você trata as pessoas e os resultados que você tem colhido. Muitas vezes estamos olhando as circunstâncias do ângulo errado e queremos respostas de Deus. Você pode se perguntar: mas eu vou mudar a forma que sou para agradar os outros? Deixa eu te falar algo… a vida cristã é constante mudança e o contrário do que o mundo prega, nós sim nos importamos com o que os outros pensam. Seja um agente edificador, um “resolvedor de problemas” e não o causador deles.

 

Você já teve experiências assim com as suas amizades? Compartilha com a gente!

 

 

Grande abraço,

 

 

12004975_975008145895367_1100591987522721068_n

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

anacarolina.dz


#Relacionamentos | Eu – Sai da minha aba, sai pra lá!

sai da minha aba

 

Com toda certeza do mundo o título deste post te lembrou uma música antiga do grupo Só Pra Contrariar chamada “Sai da minha aba (Bicão)”.

 

 

Calma! Não caia da fé… kkkk quero falar de uma situação na qual essa música é literalmente a trilha sonora.

Quem não gosta de ser querido e amado por alguém? Quem não se sente bem em saber que tem alguém que o admira ou até mesmo “paga um pau”? Você pode, talvez, responder: “Eu não!” hahaahhaha… quero te provar o contrário!

 

hum

Como vimos em alguns pots da série EU, nosso EGO a-do-ra ser massageado e em uma dessas situações é que somos provados e, quase sempre, somos reprovados. :/

Com esse tipo de situação, nosso EGO infla (tipo o baiacu mesmo) e a nossa atitude muda ao saber que alguém nos admira ou está interessado em nós. Passamos até a ter mais motivação para nos arrumar e ir para o lugar de convívio com essa pessoa; seja na escola, no trabalho, na igreja… enfim, nos produzimos (isso se aplica para as meninas e para os meninos também, ok?!) para encontrar essa pessoa, mesmo que seja um nerd todo desajeitado.

 

nerd

Às vezes até olhamos para a pessoa e pensamos: “NããããããoooOOOO! Eu jamais me relacionaria com essa pessoa, veja esses 344 mil defeitos que ela tem! E ainda por cima é feia!” … kkkkk essas jogadinhas do nosso ego são demais, pois, por mais que a pessoa seja feia, que realmente não queiramos nada com ela e o fato de já saber que não há propósito nesse relacionamento, mesmo assim não largamos o osso. Sabe porque?!?! Porque você e eu gostamos de ter alguém na nossa aba! #prontofalei!

Isso mesmo! Seja a pessoa mais feia, mais chata, mais bafuda (com muito bafo), mais tudo de ruim que exista nesse mundo, nós curtimos alguém no nosso pé, só pra massagear o nosso ego e por isso não cortamos de vez o mal pela raiz.

Quando esse tipo de situação acontece com um ‘EX-alguma coisa’, é pior ainda. Infelizmente, não se quer largar o osso e sempre ter alguém na manga para aqueles momentos de solidão. O que é mais triste é que você sabe que nada vai acontecer, que agora sua vida foi transformada, que você conheceu Jesus… mas sempre que bater a solidão, você vai querer ligar pra pessoa que está na manga, pra matar aquela saudade. Alguns ainda têm a cara de pau de falar pra pessoa: “Só você me entende!”, “Só você me acolhe em momentos como esse!”, “Eu sei que posso contar com você!”… isso tudo não passa de um jogo sentimental para que a pessoa que sempre volta e te acolhe não se sinta usada apenas naquele momento e sempre te acolha quando necessário.

Na música que é o tema do post, o Alexandre Pires canta que a pessoa não sai da aba dele, mas no nosso caso, cantamos para que fiquem na nossa aba. Gostamos disso! 🙁

Não vou entrar nos méritos da psicologia que explica o porquê de tal comportamento, mas quero te mostrar que esse tipo de comportamento pode ser transformado pelo ES e tenha muita certeza, Ele quer transformar isso logo.

 

– Ok Carol, agora que sei que sou um monstro, o que eu faço?!?

 

Decida dar um basta na situação

ursinhupanda

Decida dar um basta nisso tudo! Decida, realmente, romper com esse tipo de prática, uma vez que é feia e tem cara de novela mexicana. Sei que não será fácil se desvencilhar desse admirador/amigo/ex-alguma-coisa, pois existem laços de alma e sobre isso já falamos aqui no blog.

 

Entenda que vocês não poderão mais ser amigos

hug

A palavra de Deus nos orienta a fugir de toda aparência do mal (I Tes. 5:22) e fala para nós, também, que o nosso coração é enganoso (Jer. 17:9), então, se essa amizade tem cara de outra coisa, fuja disso! Se os outros acham que tem algo entre vocês… fuja, também! Não insista em uma amizade que todos já estão vendo o fim, menos você. Seja honesto com você mesmo, não confie no seu coração, pois quando você menos esperar, estará refém dos sentimentos envolvidos de novo e a história nunca vai acabar.

 

Aceite o tratamento de Deus e avance!

vSCPEN

 

Às vezes o tratamento de Deus parece ser muito doloroso, mas na verdade só é doloroso porque esperneamos e queremos que a nossa vontade seja feita. Se você crê que Deus é bom, que Ele quer só o melhor para os seus filhos, que a vontade d’Ele é boa, agradável e perfeita e que o que Ele te direciona a fazer é sempre o melhor, já se renda e obedeça aos direcionamentos que Ele tem te dado. Seja usando a sua liderança para falar, seja a palavra ou outra forma… simplesmente obedeça e desfrute da provisão que Ele dará, trazendo novos amigos (como a Dani já testemunhou aqui) e alargando a sua visão, para que enxergue de fato o que Ele quer fazer em você e através de você.

 

Declaro que nesses dias muitos “mortos” ressuscitaram na sua vida, mas serão, não para matar saudades e, sim, para que você se posicione e corte todo mal pela raiz.

 

Ficou com dúvida sobre o assunto? Pode me mandar um e-mail. Responderei com todo o prazer.

 

Beijos,

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

 

 

 

@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

www.facebook.com.br/annacarolinafer


#Relacionamentos | Amizades Alienígenas

ET

Helloo!! Tudo bem com vocês?

Vocês devem estar se perguntando: A Carol enlouqueceu? Amizade alienígena? Hãm?!?!

Esse termo “amizade alienígena” quem usou foi Pr. Marcelo Almeida em uma das suas ministrações para dar o exemplo de amizade esquisita que temos visto nos últimos dias. Na verdade foi uma tradução do que eu sempre pensei sobre alguns tipos de amizades e não tinha ainda chegado a uma conclusão clara.

No post sobre ansiedade que fiz para o blog Sou Igreja, comentei que somos ansiosos com absolutamente tudo, inclusive com as amizades. Somos tão ansiosos que não conseguimos esperar uma amizade amadurecer, não esperarmos um tempo até conhecer a pessoa de verdade para saber se é nossa amiga mesmo ou se é somente uma conhecida… é triste dizer, mas a metade dessas amizades não duram nada, terminam em frustração e geram aqueles comentários de pessoas que se acham perseguidas, invejadas e que tem “inimigas”.

Hoje em dia as coisas estão tão banalizadas que você conhece uma pessoa hoje e amanhã já é BFF (Best Friend Forever) e posta nas fotos do facebook: “te amo”, “Minha”, “Meu”, “Linda”, “Lindo”, “Perfeito”, “Perfeita” e por aí vão os elogios extraterrestres que são comuns em adolescentes e sinceramente me dão vontade de vomitar…

bob_arcoiris

Antes de continuarmos, vamos ver o significado das palavras conhecido, colega e amigo no dicionário:

Conhecido

Que se conhece; sabido. Ilustre, célebre.
Indivíduo com quem se mantêm relações superficiais.

Colega

Pessoa que pertence ao mesmo colégio, à mesma classe, escola, instituição, corporação, repartição ou sociedade, principalmente literária ou científica, que outra ou outras; aquele que preenche as mesmas funções, que exerce a mesma profissão ou atividade que outras pessoas: colegas de escola, de magistratura.
Companheiro de estudos, de folguedos; camarada.

Amigo

Indivíduo com quem se tem uma relação de amizade, de afeto, de companheirismo: tem muitos amigos.
adj. Que expressa afeto: irmãos amigo.
Que demonstra amizade, sentimento de afeição: ato amigo.
Perceba que há diferença de conhecido, colega e amigo. Como meu querido amigo Milton Nascimento já dizia que “Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito… amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves…” …. rsrsrsrs. Infelizmente as amizades atuais são tipo Cup Noodlles, joga água quente espera um pouquinho e voilá, está pronto! Minha frustração com Cup Noodlles é que sou apressada e muitas vezes o macarrão fica meio durinho ainda! 🙁 Alguma semelhança com algumas amizades?

Não digo que amizades verdadeiras não podem surgir de forma rápida, mas é necessário ter uma base para que a amizade fortaleça e permaneça. Algo em comum, como o estilo de vida, a fé e etc.

Tenho um exemplo muito claro de amizade “relâmpago”, mas que foi na verdade uma junção divina em minha vida. No ano de 2011 eu queria ir para a conferência de pastores e lideres em Goiânia e não tinha onde ficar, pois a grana estava super curta para pagar hotel e eu decidi ir de ultima hora. Falei com uma colega aqui em São Paulo, se ela conhecia alguém lá que poderia me abrigar… enfim, ela me indicou uma irmã de lá chamada Érica e nos adicionamos no face. Conversei poucas vezes com ela sobre a viagem e marcamos de nos encontrar no aeroporto de Goiânia para eu ir até a casa dela e ficar por lá naqueles dias. Meu voo chegou e fiquei esperando por ela… sinceramente eu não ficava imaginando com ela era fisicamente, nem coisas do tipo, mas eu tinha um pouco de receio de ser uma pessoa que eu não tivesse afinidade. Vocês acham que aconteceu o que? Hahahahahahaha… viramos BFF instantaneamente!! Conversamos muito naqueles dias, eu pude conhecê-la e ela a mim e o mais doido de tudo é que ela tinha uma vida igual a minha só que em outro lugar do país, ela era discipuladora, temente a Deus, tinha as mesmas brisas com Jesus (o que eu acho que nos uniu ainda mais). No período todo da conferencia, ficamos muito amigas e o Senhor nos uniu ainda mais. Quando voltei pra São Paulo eu a trouxe junto comigo (em sua primeira experiência no avião! 🙂 ) para passar uns dias na casa daquela colega lá que nos apresentou.

Resumindo a historia, somos amigas desde então e nos encontramos ao menos uma vez no ano, seja em conferencias, ela vindo para o meu casamento (sim ela veio! *_____*), ficando em minha casa para passar uns dias ou até mesmo para trabalhar no encontro em nossa igreja.

Hoje a Érica foi enviada para as missões em Nova Hamburgo/RS e mesmo tão longe, nos falamos com muita frequência e para mim é como se ela estivesse aqui, só morando em um bairro vizinho.

Quis te contar toda essa história doida que aconteceu comigo para mostrar que uma amizade improvável pode sim surgir, mas não podemos de forma alguma alimentar as alienígenas com aquela melação toda que na verdade não passa de pura falsidade, pois não se pode contar com essas pessoas para conselhos e ajuda quando houver a necessidade, principalmente quando essa pessoa não tem o mesmo estilo de vida que você.

erica e eu

Um exemplo bíblico de amizade é a que acontece entre Jônatas (filho de Saul) e Davi. Podemos acompanhar a amizade deles a partir do capitulo 18 do livro de I Samuel e ver como o companheirismo, a lealdade e a amizade era algo que os unia. Eles tinham uma verdadeira aliança:

“Jônatas e Davi fizeram uma aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.”

I Samuel 18:3

Se hoje as suas amizades tem sido tipo essas alienígenas, com pessoas que não professam a mesma fé, que só curtem as suas fotos no face, pessoas que não te acompanham, não são leais e só querem status, recomendo que fuja! Invista naqueles que você percebe que estão do seu lado de verdade e que de fato acrescentarão algo em sua vida, não apenas um comentário que massageia o seu ego.

Te convido a se posicionar nesses dias, a avaliar as suas amizades e pedir que o ES mostre se você também não tem sido o alienígena da situação. 😉

 

Saudações, terráqueos!

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz

www.facebook.com.br/annacarolinafer


#Testemunho | O sonho acabou?

1454605_461283390656080_1416115325_n

O sonho acabou? Confira esse testemunho e seja edificado!

Os nomes no testemunho são fictícios.

 

Tudo começou aos 16 anos quando me converti no encontro da Videira. Tive um encontro poderoso e transformador com Deus. Neste encontro fomos eu, minha prima, meu irmão e dois jovens que eu não conhecia.

Um deles era o irmão João e desde esse dia o irmão João disse que sentiu algo por mim, porém eu não correspondia a esse sentimento.
Continuei crescendo dentro da igreja e ele também. Na época éramos uma igreja pequena de 60 membros mais ou menos, então os membros tinham muito contato uns com os outros. Como eu e o João éramos envolvidos na obra nos aproximamos através da amizade, e com o passar do tempo vi que ele me tratava diferente das outras irmãs. Para encurtar a historia (rs)  passaram 2 anos, eu já tinha 18 anos e o irmão 19 e o sentimento dele por mim ainda continuava, e isso ficou notório para os irmãos da igreja. Devido a isso ouvi muitas palavras como:” Vocês ainda vão casar!”,”vocês formam um casal bonito”,” vocês dois não sei não….” e etc.

Porém meu coração não tinha gerado nenhum sentimento, nada mesmo. Eu não pensava em casar e construir família porque ainda precisva ser curada e receber transformação na mente. Eu vim de uma família onde os casamentos não davam certo, e cresci em um lar onde meus pais brigavam muito, ao ponto de algumas vezes ter que chamar polícia para separar. Cresci vendo tudo isso e gerou um sentimento ruim no meu coração referente ao casamento e pensava: “casar para que? Se for para ser assim prefiro ficar solteira”.

Alimentei esse sentimento durante um bom tempo, mesmo depois de convertida. Eu precisava ter a mente renovada referente ao casamento.Em resumo eu dizia que meu coração era do Senhor para a obra dEle, que não pensava em casar, que queria fazer celibato (e eu falava isso não era de brincadeira, mas era na verdade uma fortaleza havia em minha mente, que para destruí-la precisou de oração e revelação da vontade de Deus).

Minha discipuladora começou a orar por mim e ter conversas falando de casamento e que Deus era Deus de família e casamento era de Deus. Depois de tanto ela orar e conversar comigo sobre casamento, um dia Deus mudou VERDADEIRAMENTE meu coração, através de uma revelação de um versículo em Genesis ” Não é bom que o homem esteja só, farei uma auxiliadora que seja idônea.” Ali eu tive revelação do casamento.

Após essa mudança de mente eu comecei a orar por casamento e pedi que o Senhor enviasse a pessoa correta. Foi neste tempo, aos 19 anos que decidi então dar oportunidade para o irmão João, visto que ele ainda gostava de mim e eu apesar de não gostar muito dele ficava na duvida se ele era a pessoa correta para mim. Eu ficava me apoiando no sentimento dele por mim, e o que me gerava dúvida era porque ele dizia com muita convicção que gostava de mim e queria casar comigo. 

Um dia após uma conferencia de jovens, o Espírito Santo me deu uma palavra em meu coração, que dizia que era para eu conhecer o João e só assim eu iria saber se daria certo ou não. Então uma vez em uma conversa com ele, decidi ceder para começarmos orar juntos para saber qual era a vontade de Deus. Nesta época eu já era líder e ele discipulador de jovens. Então conversamos com os pastores e os discipuladores e começamos a orar, oramos 1 mês depois decidimos entrar na corte.

Neste tempo de corte, percebi que gostava dele como amigo e não como um homem para a minha vida, não conseguia me ver casada com ele para toda a vida, eu tinha muitas duvidas, não achava ele bonito, o nosso chamado era comum, ser pastores, porém tinha algumas coisas que não concordávamos. Minha família não gostou desse relacionamento, e alguns irmãos na igreja também não gostavam da ideia. Enfim, sei que ficava com muitas duvidas e sentimentos confusos, porém o João as vezes me pressionava para casar e dizia que Deus iria alinhar as coisas e mudar o coração das pessoas, mas na verdade ele queria antecipar as coisas com medo de me perder. Uma vez falei para uma pastora muita preciosa, que acompanhou minha conversão, que estava na corte, ela com muita autoridade e sabedoria e me disse: “Eu não sei se você vai casar com o irmão, mas não é tempo na sua vida para pensar em relacionamento”.
Através desta palavra comecei a refletir, ouvir ministrações sobre corte e relacionamento, e comecei a pensar será que aproveitei meu tempo de ser solteira? Ouvi uma ministração que falava da benção de estar solteiro, então comecei a perceber que realmente não era tempo.

tumblr_m3s8uw8UsD1qjtdvno1_500_large

Ficamos na corte 5 meses, tempo suficiente para nos conhecermos e decidirmos que não era isso que o Senhor tinha para nós. Graças a Deus neste tempo, vivemos em santidade, não nos beijamos e nem tivemos momentos de abraços e carícias, algo que tanto eu como ele tínhamos era o temor de Deus e zelo pelo chamado, então sempre que saíamos era com velas (pessoas que nos guardavam).

Amo a visão da corte, me ajudou amadurecer e discernir os tempos de Deus para minha vida. Hoje oro e desejo muito casar, vejo que estou “preparada” emocionalmente e financeiramente também. Hoje sou discipuladora de jovens na igreja, tenho chamado pastoral e sei o que quero para a minha vida que é servir ao Senhor, fazer a sua obra e casar debaixo de um casamento com propósito.

imagem_dz

Hoje as pessoas me perguntam por que seu relacionamento da corte não deu certo?

Porque não era tempo de Deus para minha vida. Entrei no relacionamento baseada apenas nos sentimentos, era muito nova e não tinha a aprovação dos meus pais e admirava ele como amigo e não como a pessoa que iria viver para o resto da minha vida.

O que eu aprendi com tudo isso?

Aprendi e tive mais certeza que a visão da corte é maravilhosa, e que realmente ela nos guarda para evitamos decepções. Apesar de hoje não conversamos, fico pensando como seria se tivéssemos namorado, iríamos sofrer muito.

Aprendi a ouvir a Deus e confiar nEle. Vi que Deus é Deus de propósitos e de tempos e quando O amamos Ele faz com que todas coisas cooperem para o nosso bem, então amadureci, cresci e essa experiência me ajudou a aconselhar melhor as irmãs e entender mais os sentimentos delas. Em tudo vejo que o Senhor permitiu para o meu crescimento.

Testemunho: Anônimo
Igreja: Videira – SP

Se você também tem um testemunho, envie um e-mail para: contato@odiariodazoe.com.br.

Lembre-se que o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar!

 

O Diário da Zoe.


#Relacionamentos | Eu – Inveja

inveja

 

Oi gente,

As coisas parecem meio paradas ultimamente aqui no blog, mesmo com todos os planos, todos os posts, não sabemos ao certo o que está acontecendo. Apenas confiamos que aquilo que Deus liberou sobre nós, irá se cumprir. Confesso que estou vivendo um tempo de morte para o meu eu, mas não é a morte morrida, é a morte matada. Deus tem permitido circunstâncias para me moldar e apesar de saber que tudo isso é para meu bem, não é nada gostoso.

Espero em breve compartilhar com mais detalhes sobre esse momento que estou vivendo, creio que tudo isso dará um grande testemunho.

Aproveitando o ensejo do “tratar” de Deus na minha vida para compartilhar sobre um tema bem #tenso: A INVEJA.

Certa vez ouvi que ninguém confessa o pecado de inveja e quase concordei com isso, mas decidi sair dessa estatística e confessei meu pecado. Pois é, eu já senti INVEJA e sabe o que é pior? Você também já sentiu! Ui!!!

Forte essa afirmação, não é? Mas infelizmente essa é uma realidade confirmada pela bíblia e também pela psicologia. A inveja é um sentimento inerente ao homem, faz parte de sua natureza.

“Houve tempo em que nós também éramos insensatos e desobedientes, vivíamos enganados e escravizados por toda espécie de paixões e prazeres. Vivíamos na maldade e na inveja, sendo detestáveis e odiando uns aos outros”.  Tito 3:3

O que é inveja?

INVEJA: palavra proveniente do latim invidĭa, significa o desejo de obter algo que outra pessoa possui e que você não tem. Representa a tristeza ou o pesar pelo bem alheio.

A inveja é um sentimento de frustração insuportável perante algum bem de outra pessoa causando o desejo inconsciente de danificá-lo. Em outras palavras, a inveja é a raiva vingadora do impotente que em vez de lutar por seus anseios, prefere eliminar a concorrência.

A inveja tem inúmeras formas de expressão: críticas, ofensas, dominação, rejeição, difamação, agressões, rivalidade, vinganças, ciúmes, desdém etc.

O que a bíblia nos fala a respeito da inveja?

lendoabiblia

“O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos”. Provérbios 14:30

 

“O rancor é cruel e a fúria é destruidora, mas quem consegue suportar a inveja?” Provérbios 27:4

 

“Pois onde há inveja e ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males”. Tiago 3:16

 

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece”.1 Corintios 13: 4

 

“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia,
Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”. Gálatas 5 : 19-21

Existem muitos outros versículos na palavra que falam sobre a inveja e há muitos exemplos de personagens bíblicos que expressaram inveja, como: Saul que teve inveja de Davi, Raquel que teve inveja de sua irmã Lia, os irmãos de José que o invejaram, o povo que se rebelou contra a autoridade de Moisés por inveja, Caim que teve inveja da oferta de seu irmão Abel e tantos outros.

Apesar de todos esses exemplos, como cristãos filhos de um Deus Santo não podemos aceitar esse sentimento. Todavia, ele pode acontecer, afinal estamos em processo de transformação das nossas almas.

Como comecei falando aqui no post, não é algo comum alguém confessar que sofre com o sentimento de inveja. Podemos falar abertamente sobre os pecados de avareza, idolatria, impureza sexual, mas INVEJA é algo que dificilmente alguém expõe. Isso porque o orgulho e o egoísmo acompanham esse tipo de pecado. Pode acontecer de não identificarmos a inveja, pois ela pode ser sutil.

Minha experiência com a inveja.

minhaexperiencia

 

Já falei lá em cima, que já senti inveja e todas as vezes que percebo qualquer nuvem de inveja se aproximando de mim, rapidamente a neutralizo. Não sou mais dominada por esse sentimento, pois tomei posse da minha identidade em Cristo e não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim (Gálatas 2:20).

Vocês sabem que eu e a Carol, minha parceira aqui no blog, somos muito amigas. Somos literalmente o Bob Esponja (Eu) e o Patrick (Ela) RS! No entanto, mesmo com todo nosso companheirismo e lealdade passamos maus bocados por causa da inveja. Quando a Carol estava para entrar na corte, eu também achava que isso estava pra acontecer comigo, lembra da decepção que contei no post – Porque é tão difícil guardar o coração? Pois é, aconteceu que o sonho dela se realizou e o meu não.  Poxa, que benção! Não aconteceu comigo, mas minha amiga está feliz, vou viver esse tempo com ela!  Claro que não pensei assim, pelo contrário deixei a minha velha natureza ressuscitar dos mortos e ao invés de me alegrar com a corte da Carol, senti um sentimento horrível dentro do meu coração. Detalhe, eu fui uma das pessoas que mais contribuiu para que esse sonho se realizasse e quando ele aconteceu eu simplesmente não conseguia me alegrar com ele. Eu questionava a Deus o porquê de ter abençoado ela e eu não!

Eu lutei muito contra esse sentimento, não queria sentir aquilo, mas sentia :(. Todas as vezes que via a felicidade dela, eu me lembrava da decepção que vivi. Apesar de todo esse turbilhão dentro de mim eu aparentava ser diferente. Lembro que no tempo em que a Carol estava na corte tivemos uma crise na nossa amizade, pois eu achava que tinha que procurar novos amigos, mas hoje falando tudo isso eu vejo que eu só queria abafar o sentimento de inveja me afastando dela.  As coisas ficaram um pouco piores quando ela ficou noiva e compartilhava as coisas do casamento comigo. Poxa, eu deveria ser a amiga que blaster iria ajudar. Infelizmente, demorei muito para me livrar desse mal até que um dia escutei uma ministração da Helena Tanure onde ela compartilhou a experiência que ela teve com a inveja.

Essa ministração marcou minha vida. Depois disso, me arrependi por aquele sentimento, procurei a Carol, confessei o meu pecado, pedi perdão e foi um grande liberar de Deus naquele dia. Nossa aliança de amizade foi fortalecida e decidi que viveria aquele momento com ela sendo sua maior colaboradora.  Estive nos momentos mais especiais dos preparativos pro casamento como a escolha do vestido de noiva. Também tive o privilégio de semear na vida dela e do seu esposo.

Essa experiência me trouxe revelação da palavra:

“Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram”; Romanos 12:15

Por que sentimos inveja?

pqsentimos

 

A inveja acontece quando não somos satisfeitos em Cristo. Como contei, na minha experiência com a inveja o que deu vazão foi à frustração que eu havia vivido.  Meu coração estava amargurado com aquela decepção.

Pessoas que não tem uma visão clara de si pela ótica da palavra estão propensas a serem constantes invejosas. Tudo na verdade é reflexo de uma alma completamente deformada que não se submeteu ao moldar da palavra conforme Cristo. A perda da nossa identidade em Cristo nos faz invejar até mesmo os ímpios, como contou o Salmista:

“Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos. Pois eu tinha inveja dos néscios, quando via a prosperidade dos ímpios”.
Salmos 73: 2-3

 Como vencer a inveja?

vencendoainveja

 

Como tudo na vida cristã, o segredo é depender do Espírito Santo, mas baseada na minha experiência, na palavra e no conselho de homens de Deus (ou seja, não é uma regra), quero dar algumas dicas:

  • Quando sentir um desconforto com a felicidade ou conquista do próximo, cheque seu coração diante de Deus. Peça a Ele que sonde o seu coração e que esquadrinhe o seu ser, a fim de mostrar qual o real sentimento por trás desse incomodo;
  • Diante do que Deus mostrar, arrependa-se e exponha-se, peça perdão a pessoa na qual sua inveja havia sido direcionada;
  • Torne-se o maior admirador dessa pessoa, com toda certeza não haverá lugar para a inveja muito menos para satanás e seus enviados;
  • Aproxime-se de Deus, busque cada vez mais a intimidade com ele. Pois é o único lugar onde você poderá ser suprido. Assim como o Salmista que sofria com a inveja:

“Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor DEUS, para anunciar todas as tuas obras”.
Salmos 73: 28

Sou invejado!

souinvejado

 

Sei que o post está gigantesco, mas não posso deixá-lo incompleto. Preciso compartilhar sobre o outro lado da história.

Quando invejamos os outros, sentimos vergonha ou ficamos assustados e nos reprimimos. Se percebemos a inveja dos outros, ficamos com medo ou raiva da outra pessoa.

Todo esse texto surgiu de algumas circunstâncias que vivi depois que entrei na corte. Pessoas que oravam, choravam comigo, simplesmente mudaram. Ao invés de desfrutarem desse tempo comigo, só conseguiam olhar para elas mesmas. Pois é, vivi o outro lado da história. 🙁

Como eu já havia passado por isso como a “invejosa” consegui lidar bem com a situação. Não senti nem medo nem raiva, pois sabia o que essa pessoa estava vivendo.  Porém, quando a pessoa “invejada” não enxerga a situação como no meu exemplo o clima pode ficar muito tenso a ponto de amizades serem rompidas.

A inveja é enganosa, muitas vezes desejamos aquilo que é do outro sem nem mesmo termos consciência do que é de verdade. Lembro-me de uma vez, que uma irmã passou a mão no meu cabelo e disse: Queria que meu cabelo fosse igual ao seu! Naquele momento, eu só pude clamar por misericórdia a Deus, pois aquela irmã não sabia o perigo daquilo que ela estava pedindo. Eu, naquela época, usava aplique no cabelo porque eu estava CARECA. Pasme!

Não podemos deixar de mencionar que algumas pessoas se sentem “invejadas” pelos outros por que “se acham” demais. O fruto do EGO é tanto que a pessoa acha que todo mundo sente inveja dela. CUIDADO!

Se perceber que alguém por algum motivo sentiu “inveja” de você reconheça-se como de fato você é: NADA! Tenha compaixão dessa pessoa que está invejando algo que não existe, pois o único que tem TUDO é Deus!

Esteja disposto a pedir perdão por gerar um sentimento errado em seu irmão e é claro, a perdoar.

Nem um, nem outro!

A inveja não é boa pra ninguém. Nem para quem sente, nem para quem é invejado. Devemos mesmo é cultivar os frutos do Espírito:

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei”. Gálatas 5:22 -23

Desejo profundamente que Deus tenha falado com você através desse post e que você dependa do Espírito Santo para vencer essa e qualquer outra dificuldade.

 

Com encargo,

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


Com quem você tem andado?

Quase sempre encontro pessoas que afirmam ser cristãs, mas sua postura diante da sociedade não condiz com sua afirmação.
Sabemos que estamos desenvolvendo nossa salvação (falarei mais a respeito disso em outro post), mas devemos buscar caminhar segundo a revelação que já temos.

V

As vezes a resposta que Deus quer de nós é uma simples atitude de deixar de caminhar com quem não nos influência para as coisas do reino.

Com quem você tem andado?

“O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído”. Provérbios 13:20

“Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” 2 Corintos 3:18 </>

pickerimage (1)


 
 
Top