Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

africa

#Testemunho | Nossa história – Rajiv & Lorena

 

Nossa História

Onde todo sonho se inicia “No Coração”

Sabe aqueles versículos que queimam em nosso coração? Pois é, para mim um desses versículos está lá nos Salmos 139:16 “Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nenhum deles havia ainda.” fui surpreendido por viver e experimentar a concretização dele em minha vida. Compartilharei um pouquinho dessa experiência fantástica que tive com o poder de Deus.

A Corte – 11 de Maio de 2009



Tudo começou no dia 11 de Maio de 2009, quando tive um encontro com Deus e uma transformação maravilhosa em minha vida iniciou. Foi então que conheci uma maneira diferente de se relacionar, “Corte (Um relacionamento que não tem como foco a satisfação dos desejos da carne, mas sim na procura da pessoa que o Senhor separou para ser seu cônjuge, abstendo-se do beijo, lascívia e outras atitudes que levam ao engano, frustrações, feridas e até mesmo ao sexo antes do casamento. A escolha de dar o primeiro beijo no Altar)”. Para mim, inicialmente essa visão era algo impossível de se viver, mas à medida que o tempo se passava e as experiências em Deus se tornavam cada vez mais profundas, optei andar por esse caminho cheio de desafios, mas que agradava a Deus e que me levaria a desfrutar do melhor.

Ele “O Chamado” – 07 de Setembro de 2010



Passei a me preparar e a buscar uma vida de intimidade com Deus. No dia 07 de Setembro de 2010 na Conferência Radicais Livres, foi um marco – tive uma experiência sobrenatural com o Senhor, de uma forma tão clara, tão poderosa e convicta senti que o Senhor estava me separando, me chamando para as nações, em especial para a África. Foi tremendo, agora eu tinha um propósito específico em minha vida!

Uma grande preocupação que veio a era de encontrar uma mulher com o mesmo propósito que estaria ao meu lado me auxiliando no ministério. Entretanto, mal sabia eu que Deus já estava preparando minha esposa antes mesmo de eu ter me encontrado com Ele.

 

Ela “O Chamado” – 10 de Fevereiro de 2008



Foi assim no dia 10 de Fevereiro de 2008, Lorena Marques conheceu uma maneira diferente de se relacionar, uma visão, um caminho sobremodo excelente, a Corte. Apaixonou-se por essa visão e então decidiu que a partir daquele dia se guardaria para o homem que seria seu esposo. E assim, passou a orar, a sonhar e a se preparar para o dia em que se encontraria com o príncipe que Deus estava preparando para ela.

O tempo foi passando, e ela investiu em seus estudos, buscou se aprofundar na palavra de Deus, gerou frutos, liderou, multiplicou, recebeu o discernimento do seu chamado e a cada dia experimentava de uma porção cada vez maior no Senhor.

 

E os olhos foram Abertos

 

Em um momento de aconselhamento, um de meus líderes (Hérick Bueno) chamou minha atenção para uma moça que se destacava por seu coração quebrantado e por seu anseio em agradar o Senhor. E assim, procurei estar mais próximo para observá-la cuidadosamente. Com o passar do tempo nossos caminhos foram se cruzando através dos encontros, vigílias e festas da igreja.

Em um dos encontros da rede, Lorena precisou com urgência de um irmão para fazer um personagem de uma peça, e eu não pensei duas vezes e aproveitei a oportunidade para servi-la e assim estarmos mais próximos. De fato meu objetivo foi alcançado. Suas lideranças e amigos perceberam as afinidades e assim, as brincadeiras começaram a surgir e a serem mais frequentes com relação a nós. Nos tornamos amigos (só que no meu coração já tinha outras intenções).

 

Distância, desafio aceito!

 

Como disse anteriormente, meu o chamado para a África foi se tornando cada vez mais intenso, me impelido a tomar a decisão de largar tudo e ir cumprir à vontade de Deus. Mas ao mesmo tempo algo me incomodava “Como poderia cultivar um relacionamento estando tão longe daquela a quem o Senhor havia colocado em   meu coração?” E mesmo diante disso, decidi obedecer e responder ao Senhor, sabendo que se fosse à Sua vontade, nos reencontraremos. Afinal a palavra de Deus é a verdade:

“o Senhor trabalha para aquele que Nele espera (Is 64:4)”.

“confie no Senhor e ele satisfará o desejo do seu coração (Sl.37:4)”.

“Buscai primeiro o reino do Senhor e as outras coisas lhes serão acrescentadas (Mt. 6:33 )”.

Tendo essas convicções em meu coração, fui em paz!

 

A Lorena, por outro lado, não correspondia ao mesmo sentimento ou interesse, deixando claro em suas atitudes que através desta viagem para a África tal sentimento e brincadeiras chegariam ao fim. Mas estava muito enganada, pois mesmo sem minha presença, nossos amigos continuavam brincando e evitando que outros rapazes se aproximasse dela – “Glória a Deus”.

 

 

A Ligação

 

Durante meu primeiro ano na África, confesso que nosso contato era mínimo, resumido em pequenas conversas pelo messenger. Um dia ela recebeu uma ligação com um código de área diferente, quando atendeu ao telefone, era eu (resolvi me encher de coragem e ligar), a quem ela tanto evitava. Foi um espanto, a ligação foi rápida, mas o choque durou muito tempo. Então ela começou a tentar entender o porquê que mesmo estando tão distante, eu ainda insistia em falar com ela. Percebi que deveria surpreendê-la de outra forma, então aproveitei à visita do Pr. Luís Rigonato a África e mandei por ele um presente para ela (um porta jóias no formato do mapa da África). Ela ficou muito surpresa ao ser procurada pelo pastor e ficou em choque quando recebeu o presente, a partir de então, percebeu que meu interesse por ela era sério e que eu fazia questão em envolver minha liderança.

 

imagem2

 

O tempo foi passando e com o whatsapp nossa comunicação foi se tornando mais frequente, mas ela mesmo assim, não se permitia gerar um sentimento que fosse além de um a amizade superficial, o que tornava a situação um pouco mais complicada pra mim. E como não bastava a distância entre nós e a indiferença dela, surgiram outros contratempos, por exemplo outros rapazes interessados por ela, mas eu confiei no Senhor e Ele cuidou disso pra mim

 

A Volta

 

No ano de 2014, voltei para o Brasil com planos e um objetivo principal, conquistar o coração da Lorena e ultrapassar a linha de apenas “amigos”.

 

imagem3

 

Nos primeiros três meses, comecei aproximar da família dela e meu objetivo foi ficando cada vez mais próximo, até que eu sem hesitação a convidei a fazer parte da minha vida, inicialmente ela resistiu, mas depois de 21 dias de Jejum e Oração, o Senhor a fez compreender sua vontade perfeita. E assim no dia 18 de Maio de 2014, entramos na corte.

 

imagem4

 

 

O Cumprimento da Promessa

 

Enfim meu plano estava em execução, nós estávamos relacionando. Mesmo assim não foi fácil, pois ela ainda me resistia. Porém, quando é propósito de Deus, tudo é transformado na hora e no tempo certo. Continuamos a nos conhecer melhor e a vontade de Deus foi ficando mais clara e seu coração foi se abrindo para mim.  Comecei a perceber que estava no tempo para um próximo passo e assim depois de um ano e sete meses de relacionamento, no dia 15 de outubro de 2015, (no seu aniversário) a surpreendi com o pedido de casamento. Foi uma surpresa linda, com a presença da nossa família, pastores, amigos, líderes. Com direito a anel de noivado, buquê de flores, champanhe e brindes… Pronto, uma nova fase em nossas vidas foi iniciada, caminhando então com os preparativos para o grande dia em que nos tornaremos uma só carne, para o cumprimento do propósito eterno do Senhor.
imagem5

 

E no dia 11 de junho de 2016 concretizamos este grande sonho que se resultará na edificação do Reino de Deus por onde passarmos estamos experimentando o melhor de Deus, e diante de tudo só podemos dizer “Deus é fiel”.

 

“Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações.” Jr. 1:5.

 

Testemunho: Rajiv e Lorena
Igreja: Videira – Goiânia

Se você também tem um testemunho, envie um  e-mail para: contato@odiáriodazoe.com.br
Lembre-se o testemunho edifica a igreja, não deixe de compartilhar.


#Diário de Viagem | África 04 – Músicas que marcaram essa experiência!

diario_04

 

Olá pessoal, tudo bem?

Eu sei que estou sumida… mas essa semana que as coisas deram uma “acalmada”. Depois que voltamos de viagem não paramos nenhum dia, mas apesar de ser corrido, eu gosto muito disso tudo, vejo que tenho muita vida!! õ/

Tenho muito o que compartilhar com vocês sobre a viagem e só tenho a agradecer a Deus e àqueles que oraram por nós, investiram recursos e acreditaram que essa viagem era realmente Deus que estava nos direcionando a ir.

Gravei algumas coisas por lá, tirei fotos e etc, mas eu ainda estou meio perdida nos meus arquivos, não consegui organizar pra poder postar – vida de blogueirinha não é fácil, não rsrsrsrs – então, quero compartilhar algo que me marcou nessa viagem, que foram algumas músicas.

É um grupo chamado We Wiil Worship, são irmãos da África do Sul que cantam maravilhosamente bem e que assim que voltei, pesquisei e comecei a “mantrar” na música YHWH.

 

 

Outra música deles que me marcou também foi a Nkosi Yezulu:

 

 

E quando voltei comecei a passar pra todos ouvirem, porque a música é realmente boa e meu irmão até fez uma versão da Malibongwe que é cantada em Zulu, mas ele fez em inglês e português.

 

 

A letra é realmente linda! Confere:

 

Ngaphandle kwakho, anginathemba, anginalutho

(Without you I have no hope, I have nothing)

Sem tua presença não há esperança, não tenho nada

 

Ngaphandle kwakho, Ngaphandle kwakho (repeat)

(Without you, without you)

Sem Tua presença, Sem Tua presença

 

Wangifela esiphambanweni, Wangikhipha ezonweni zam

(You died for me at the cross, You cleansed me of my sins)

Tu morreste naquela cruz, limpou os meus pecados

 

 Ngasho ngahlala nawe iNkosi, Ngasho ngahlala nawe iNkosi

(And I got to dwell with you God, And I got to dwell with you God)

Só pra viver comigo Oh Deus, Só pra viver comigo Oh Deus

 

Chorus:

Malibongwe igama lakho, Malibongwe igama lakho

(Let your name be praised, Let your name be praised)

Louvarei Teu nome Oh Senhor, Louvarei Teu nome Oh Senhor

 

Malibongwe igama, Malibongwe igama,

(Let your name, let your name)

Louvarei Teu nome, Louvarei Teu nome

 

Malibongwe igama lakho

(Let your name be praised)

Louvarei Teu nome Oh Senhor

 

Malibongwe, Malibongwe

(Be praised, be praised)

Exaltado, Exaltado

 

Malibongwe, Malibongwe (repeat)

(Be praised, be praised)

Exaltado, Exaltado

 

Vou tentar nos gravar cantando a versão em português, caso você queira ver como é! 🙂

 

Espero que goste das músicas e que cante muito também!

 

Com amor,

 

Carol Assinatura

 

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz

 

 

 

 

 

 

 

 


#Diário de Viagem | África 03 – Um dia em Frankfurt?!

diario_03

 

Mais um diário de viagem rumo a África, Moçambique/Maputo… mas antes demos uma passadinha rápida por Frankfurt na Alemanha! 🙂

Se você não acompanhou o começo dessa história, assista os primeiros diários de viagem e Viel Spaß (divirta-se em alemão), haha!

 

 

 

 

 


#Missões | Ajude a igreja Videira de Cabo Verde – África.

cabo-verde-grunge-bandeira_61-1212

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Falta muito pouco para a grande viagem para a Moçambique, na África para participarmos da Conferência Vinha África. 🙂 #GoÁfrica!

 

Antes de decidirmos participar dessa caravana, nós do DZ já estávamos em contato com os irmãos que estão plantando as igrejas na África, inclusive, postamos alguns testemunhos como o do Pr. Cristiano Hovadick e do Estevão Martinho. Em contato com o Estevão, estávamos compartilhando sobre as necessidades da igreja pioneira em Cabo Verde, que tem crescido a cada dia. Além de trabalhadores, hoje a necessidade é de recursos como um notebook e um projetor multimídia, para auxilio nos cultos de celebração, encontros e ministração de cursos.

 

Combo-Projetores-mais-notebook1

 

 

Diante disso, queremos compartilhar com você que certamente tem encargo pela obra de Deus e pedir que se você tem algum desses itens em bom estado ou conhece alguém que tem e que tem o desejo de doar, ficarei muito feliz de levar para a África e entregar esses itens em mãos para os irmãos! 🙂

 

Ah! Caso você queira colaborar com dinheiro também pode!

 

Em ambos os casos, entre em contato conosco através do e-mail: contato@odiariodazoe.com.br.

 

Estamos muito felizes por ver o alcance dessa obra, mas mais do que isso, devemos cooperar para que ela continue a crescer.

 

 

Um grande abraço!

 

 

Carol Assinatura

 

 

Ana Carolina Ferreira

@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

 

 

 

 

 

 

 


#Diário de Viagem | África 02 – África não é um país!

diario 2

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Estamos muito ansiosos com a viagem e registrando tudo pra vocês nos acompanharem nessa missão. 🙂

 

 

 

Segue uma playlist de vídeos com os programas O Mundo Segundo os Brasileiros da África, assim você poderá ver conhecer alguns países desse continente!

 

 

Continue nos acompanhando nessa aventura missionária e não deixe de orar por nós! 🙂

 

Grande abraço,

 

 

Carol Assinatura

 

 

Ana Carolina Ferreira

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz

 

 

 


#Diário de Viagem | África 01 – Passaporte, Vacina e Visto.

diario_viagem_011

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Como prometemos, segue o primeiro diário de viagem sobre a nossa ida para a África, Moçambique.

 

 

 

Não esqueça de nos seguir em todas as redes sociais e deixar o seu comentário! 🙂

 

 

Grande abraço,

 

 

Carol Assinatura

 

 

Ana Carolina Ferreira

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz


#Missões | Vamos para a África – Carol & Marcos

carol e marcos_africa

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Se você nos acompanha aqui no blog, sabe que não cansamos de falar de missões porque esse é um chamado que temos e o nosso coração realmente arde por isso. Eu especificamente sempre compartilho sobre a Índia e como que faço para que esse sonho de ir às nações não morra em meu coração. (Confira os posts aqui!)

 

Algo que eu nunca compartilhei com vocês, é sobre como toda essa história com missões começou em minha vida. Bom, sou filha de pastor desde que nasci e sempre vi meus pais vivendo pela fé e servindo na obra. Claro que ser filha de crentes não me fazia ser crente e apesar de frequentar religiosamente a igreja (isso mesmo religiosamente!) todos os domingos desde que me conheço por gente, eu não tinha tido um encontro com Jesus.

Quando eu era adolescente, eu era uma chatolina e nunca nada estava bom pra mim. Eu sentia como se houvesse uma insatisfação no meu coração, mas achei que um namorado me ajudaria a superar isso, engano meu! Rsrsrs

Então, em um culto religioso de domingo vi alguns irmãos “se alegrando” no Espírito e fiz uma oração perigosa (é daquelas que achamos que Deus nem vai ouvir…rsrsrs), falei assim: “Deus, se isso que eles estão sentindo é real, eu quero!” hahahaha Foi a deixa! Depois disso a vida continuava, porém Jesus já tinha a minha autorização pra fazer algo, afinal, eu orei.

Consegui ter o namorado que queria, entrei pra faculdade, tinha um bom emprego… Mas nada daquilo ainda era o suficiente. Nessa altura, nossa igreja ainda não era associada a Vinha, mas estávamos na visão de células. Foi então que houve a oportunidade de eu ir ao encontro com Deus. Fui com o meu coração completamente fechado… As irmãs vinham ministrar algo e eu logo dizia: “Não quero!”… Foi horrível. Depois que passou aquela oportunidade, eu vi o quanto eu fui tola e comecei a “correr atrás do prejuízo”, orando, lendo a Bíblia e etc. Comecei a auxiliar em uma célula só de meninas na época, e isso me ajudou a ter um incentivo para buscar mais do Senhor, afinal, eu tinha pessoas que se espelhavam em mim.
Depois dessa fase, nos associamos a Vinha e houve a oportunidade de eu ir ao encontro novamente. Claro que fui com o coração completamente aberto, pois eu queria receber e aproveitar tudo aquilo que eu não tinha aproveitado antes. Foi transformador, e a partir dali começamos a implantar a visão de células e muita informação sobre côrte, visão do reino, visão de propósito, vida com Deus e etc foi “desvendada” à nós.

A partir daí que Deus começou a colocar em meu coração o desejo de ir às nações, a liberar palavras através de pessoas e a trazer convicção disso tudo. De inicio eu não tinha a menor ideia pra onde Deus me levaria, mas Ele sempre foi me dando algumas pistas e sei que pisarei em algumas nações. Aleluia!

Falar desse assunto enche o meu coração de alegria e muito entusiasmo, porque sei que nasci para um propósito e Deus tem alinhado todas as coisas para que se concretize.

Veja esse vídeo onde eu e meu esposo compartilhamos um pouco mais sobre o que Deus tem feito na nossa vida e os caminhos que Ele tem aberto para nós!

 

 

Quer nos ajudar? Seguem os dados bancários para ofertas e meu e-mail, caso queira entrar em contato comigo.

Banco Itaú | Agência 0252 | C/C 73904-0

CPF: 349.436.828-71 | Ana Carolina Ferreira

anacarolina@odiariodazoe.com.br

 

 

Para acompanhar de perto a nossa trajetória e os diários de viagem, fique ligado aqui no blog, em nossas páginas do Facebook e Instagram ou no meu snapchat! 😉

 

 

Grande abraço,

 

 

Carol Assinatura

 

 

Ana Carolina Ferreira

anacarolina@odiariodazoe.com.br

Insta: @odiariodazoe

Snap: anacarolina.dz

 

 


#Missões | Testemunho – Estevão Martinho (Cabo Verde)

estevão1

 

Graça e paz!

 

Meu nome é Estevão Martinho Duarte, tenho 27 anos, meus pais são guineenses, mas eu nasci no Senegal, um país que tem fronteira com Guiné-Bissau. Na época meus pais imigraram para o Senegal para trabalhar, então nasci no Senegal, mas como estudei e fui criado em Guiné-Bissau, me considero um guineense. Sou casado com Estela Duarte e temos um filho chamado Asafe Estevão Duarte. Sou o obreiro responsável pela igreja Videira em Cabo Verde, um dos países na África que fala a língua portuguesa, porque foi colonizado por Portugal.

 

O meu encontro com Jesus, só posso admitir que foi uma escolha d’Ele mesmo.

Minha mãe tinha sérios problemas espirituais, e quando nasci eu tinha quase o mesmo problema. Isso desencadeava em problemas de saúde, pesadelos a noite, eu vivia assustado na hora de dormir. Então minha mãe me levou à Guiné-Bissau para procurar a solução, me entregando ao Deus na nossa tribo (demônio), mas nada deu certo. Quando a minha mãe voltou comigo para o Senegal, recebeu um convite de uma amiga para participar de um culto, e ela foi, ouviu a mensagem e foi tocada por Deus. Ela decidiu entregar a vida para Jesus e foi liberta. Nessa altura eu tinha uns 7 anos, recebi também Jesus e imediatamente tudo foi lavado em mim, fui sarado e liberto até hoje. Antes o meu pai não era crente em Cristo, mas depois ele veio atrás de nós e hoje ele é um homem de Deus servindo a Jesus. Graças a Deus, hoje toda a nossa família é cristã.

 

Quando voltamos para Guiné-Bissau, eu tinha uns 10 anos de idade e congregávamos na igreja Assembleia de Deus, foi aonde eu cresci, aprendi e ganhei experiência. Com 15 anos, Deus me deu o chamado do louvor e lá eu ministrava sempre, Deus me usou muito nessa área e me deu a oportunidade de gravar um CD para honra do nome dEle. Com 16 anos sonhei um sonho que foi uma confirmação de que Deus também estava me chamando para ministério da palavra/pastoral. No sonho eu estava numa floresta grande com muitas ovelhas e carneiros, e eu estava dando de beber para essas ovelhas. Quando eu expliquei isso para o meu pastor, na época o pastor Julio Panfon, ele me falou: Estevão você tem chamado de Deus, continue orando, não sei como vai ser o seu chamado, mas só sei que tem Chamado.

 

 

estevão8

 

 

Depois de 4 anos o Fernando Gomes atual pastor da igreja Videira da Guiné-Bissau, ele se converteu na mesma igreja que eu estava, na Igreja assembleia de Deus. Então, começamos a caminhar juntos, aprender juntos, e ele teve um crescimento forte e rápido pela graça de Deus. Foi ele que conheceu o ministério da Videira, acho que pela Internet, depois teve uma conversa com o Pr. Marcelo e quando tudo deu certo, o Pr. Marcelo Almeida o convidou para viajar para o Brasil, para fazer seminário pastoral. Depois que o Pr. Fernando teve o conhecimento da Igreja Videira, falou comigo também, então eu conheci e integrei na Videira. Nós cremos que Deus já tinha nos preparado para essa obra.

 

estevão6

 

estevão7

 

estevão12

 

 

Os desafios em Cabo Verde são enormes, mas nós cremos que enorme é o poder de Deus! Hoje estamos com aproximadamente 50 irmãos e nos reunimos na casa de uma irmã. Aqui nos deparamos com dificuldades financeiras, por exemplo: estamos orando para que o Senhor nos abençoe com recursos para alugar um prédio, comprar material de som, um computador e um projetor para a igreja. A expectativa aqui em Cabo Verde é muito grande, temos sonhos de ampliar a obra aqui, criar projetos, etc.

 

 

Com encargo,

 

 

estevão4

 

 

 

 

 

Obr. Estevão Martinho e Estela Duarte.

 

 

 

 

Se você tem o coração voltado para as missões e quer ser um cooperador com a igreja em Cabo Verde, seja doando um dos itens que eles precisam ou com valores, você pode encaminhar um e-mail para contato@odiariodazoe.com.br.

 

Você pode acompanhar o trabalho em Cabo Verde através da página do Facebook ou aqui no blog. 😉

 

 

O Diário da Zoe

contato@odiariodazoe.com.br


#Missões | África desde 2011 – Pr. Cristiano Hovadick

capa

 

“O Senhor Jesus Cristo é Alfa e Ômega, o começo e o fim, o início, o criador de tudo e de todos. A Ele sempre toda honra, glória e louvor.”

Chegamos na Cidade da Beira, província de Sofala – Moçambique no dia 11 de agosto de 2011, para iniciar um trabalho que não sabíamos, com um povo e uma cultura que não conhecíamos, em um lugar que nem imaginávamos.

Nos primeiros seis meses tivemos o privilégio de caminhar com o Pr. Flávio Andrade e transicionar as três igrejas de Mafambisse, Dondo e Beira-Matacuane para a nossa visão celular, além de preparar e iniciar em Janeiro de 2012 a Escola de Obras Pioneiras da Videira com 118 alunos internos, sendo 25 brasileiros. Nesta ocasião o Pr. Marcelo Almeida estava presente e os pastores Roberto e Lúcia Rosendo eram os pastores responsáveis por este trabalho.

 

 

 

 

Nos dois anos seguintes o trabalho foi muito intenso, ministramos muitas aulas nos seminários, iniciamos várias turmas de Ceifeiros, Cursão (Maturidade no Espírito ou Cume) e CTL (Curso de Treinamento de Líderes) ás terças e quintas a tarde e aos sábados pelas manhãs, e os Encontros com Deus aconteciam todas as semanas de fevereiro a novembro.

Em Julho de 2012 fui privilegiado em assumir uma região na cidade, chamada Alto da Manga. Fomos morar em uma grande casa com 23 seminaristas (5 brasileiros e 18 moçambicanos). Neste local, com o favor infinito do Senhor multiplicamos nossa igreja duas vezes. A primeira multiplicação para uma sub-região da Manga, chamada Passagem de Nível (com todo suporte da Vinha Internacional compramos um prédio para reuniões). A segunda multiplicação para outra sub-região da Manga, chamada Manga Mascarenhas (hoje o responsável é o Obreiro Isaías Cardoso, casado com a Julieta – este irmão foi tirado da prisão no final de 2011 para ingressar no seminário).

No final de 2013 concluiu-se o Seminário Escola de Obras Pioneiras, e a grande maioria dos alunos voltaram para suas aldeias e cidades para colocarem em prática aquilo que aprenderam neste período. O desafio então, neste momento era: recomeçar, reestruturar, restabelecer células e discipulados, mas a bondade de Deus é infinita, tivemos grande vitória e ainda conseguimos comprar o nosso novo local de reunião, uma casa velha (chama-se MASSUQUATA em dialeto) abandonada com 18 quartos, ela foi toda reabilitada e agora abriga nossa reunião de celebração e a Escolinha de pré-alfabetização com mais de 100 alunos.

Em 2014 iniciamos o Seminário Turma Especial com 18 alunos e uma Escola Bíblica a noite com 50 novos alunos. Nosso desafio era de implantar igrejas por toda a cidade. Chegamos ao final do ano, com 9 Igrejas espalhadas na cidade, a Escolinha com projetos para multiplicar para novas regiões e muitos frutos para glória de Deus.

Em novembro de 2014 fomos convidados a vir para a Capital do País – Cidade de Maputo, pelos nossos supervisores em África, os pastores Washington e Silvia Andrade. Atualmente sou Diretor Acadêmico da Videira Escola de Ministérios e ainda assumimos uma multiplicação da nossa Igreja no Bairro Mavalane, na periferia da cidade, que era liderada pelo Pr. Fernando Gomes de Guiné-Bissau.

 

 

 

 

 

Na medida que vamos andando o mar vai se abrindo. Acredito que estes são dias de um despertamento missionário, Deus está a procura de corações desesperados pela glória d’Ele. Costumo dizer que em África você pode tocar Deus com as suas próprias mãos, é tão maravilhoso sentir o cuidado e a presença de Deus em tudo. Tudo Ele direciona, cuida, provê, faz, abre portas, move. O nosso trabalho é apenas colocar o coração n’Ele, depositar nossa confiança, segurança, ansiedades, motivações, sonhos e tudo mais Ele fará.

 

Neste tempo experimentamos na pele, malárias, cóleras, muuuuito calor, apertos financeiros, dificuldades de adaptação, feridas no corpo, furúnculos (numa ocasião tive 13 de uma vez), banhos de canecos por muito tempo, muitas ocasiões pregando a palavra fomos convidados a voltar para nosso país, e tantas coisas mais, porém, em todas estas coisas somos mais do que vencedores.

 

 

 

 

 

Estamos bem, vivemos bem, amamos a Deus acima de todas as coisas e amamos missões. Alguns me perguntam: “Pastor, quando voltará ao Brasil?” Acredito que para voltar ao Brasil hoje, precisaria ter queimando no meu coração um chamado específico. Eu e minha casa servimos ao Senhor e o coração do Senhor é para as nações. Se você deseja conhecer mais o coração de Deus, faça alguma coisa pelas nações.

 

Quero compartilhar com você alguns motivos de oração bem específicos:

 

  • Orem por nosso ministério, por nossa saúde e pelo crescimento de nossa Igreja;
  • Orem pelos ministérios de crianças, jovens e adultos;
  • Orem pela compra do nosso prédio (local de reuniões), pela reforma e cobertura deste local;
  • Orem pela educação dos nossos filhos, precisamos levantar mantenedores que nos ajudem na mensalidade da Escola deles.

 

O meu desejo através deste testemunho é informar, mostrar, fazer notório, compartilhar, prestar contas das vitórias alcançadas nesta terra, neste tempo oportuno que cá estamos, e também agradecer imensamente pelas orações, pelos testemunhos dados a nosso respeito e também pelas ofertas direcionadas a nós.

Sua oferta tem sido de imenso valor para favorecer nossa manutenção, nossa permanência neste país, e investimento na educação dos nossos filhos.

 

 

Um carinhoso abraço,
 

 

1_

 

 

 

 

 

 

 

 

Pastor Cristiano, Pastora Jandira. Samuel, Sophia e Hadassah.

KANIMAMBO = Obrigado!

 

 

 

O Pr. Cristiano é casado com a pastora Jandira, pai de Samuel, Sophia e Hadassah. Hoje é diretor acadêmico da Videira Escola de Ministérios e lidera a igreja em Maputo no Bairro de Mavalane.

 

Se você tem o coração voltado para as nações e quer ser um mantenedor ou ofertar no ministério do Pr. Cristiano, pedimos que o faça através dos seguintes dados:

 

Banco Bradesco

Agência 2729

Conta Corrente 14561-0

Favorecido Jandira Ferreira Hovadick

CPF: 036.067.566-23

 

Se você tem um chamado para as nações tem o desejo de conhecer esse trabalho, entre me contato conosco através do e-mail: contato@odiariodazoe.com.br.

 

 

O Diário da Zoe.

 


#Missões | Burkina Faso – África.

BF1

Sou Rafael do Vale, tenho 22 anos e sou estudante de teologia, servo de Deus. Não me dou ao luxo de dizer que sou missionário por não atuar no campo, apesar de acreditar que todo cristão é um missionário, se não for é um impostor.

Há seis anos sou líder de jovens na Catedral da Adoração “O Brasil Para Cristo” na cidade de Goiânia. Não sou cristão de modinha, nasci para morrer em Cristo. Tive meu primeiro contato missionário aos 20 anos, desde então, tive a oportunidade de ministrar e visitar alguns países como França, Burkina Faso, Alemanha, Bélgica, Holanda, Panamá, e Haiti…

 

BF2

Logo na primeira viagem, enfrentei uma discrepância social, cultural e climática tão grande, a ponto de sair da França com 4°C e chegar à noite na África com 39°C.

Burkina Faso, a Missão Desafio que é um projeto nacional, está a frente de alguns trabalhos como por exemplo abertura de poços, doação de alimentos e várias igrejas espalhadas por todos os países. Uma delas possui 800 crianças. No local em que estávamos havia vários “garibus”, são crianças de 2 a 14 anos que são rejeitadas pelos seus pais e ficam sob o cuidado dos muçulmanos do Islã que os escravizam e maltratam. Por obrigação as crianças devem decorar o alcorão, pedir esmolas com baldes nas costas e o que ganham dão aos muçulmanos e todo trabalho escravo. (90% da sociedade de Burkina Faso é Islã).

Os garibus que resistem às condições precárias de vida até aos 14 anos fogem ou morrem. Quando estávamos na divisa de Burkina com Mali, num lugar totalmente deserto, chegamos a um vilarejo onde havia várias crianças garibus. Paramos em uma loja de conveniência bastante simples, uma criança me pediu dinheiro, mas havíamos sido instruídos a não dar dinheiro. Comovido com a situação comprei 10 mil franco CFA de guloseimas e dei a eles. Nisso multiplicaram as crianças do pó da terra. Eu me alegrava com elas, tentávamos conversar com o básico de francês e inglês, perguntava o nome de cada uma, quando menos esperava todas estavam falando meu nome de uma forma engraçada e diferente o que me emocionava bastante.

Estávamos em uma casa próxima a uma base da Al-Qaeda. Segundo os missionários de campo, estávamos cercados pelo exército local. No país o risco de morte de cristão é muito grande. Logo pela madrugada levantamos eu e um amigo americano para orar pela nação e pelo povo. Passaram-se algumas horas e enquanto orávamos, notei olhos de pessoas na parede da casa. Quando abri a porta, milhares de crianças estavam nos esperando e algumas delas me chamaram pelo nome de um jeito engraçado, como na loja de conveniência – estávamos a 35 km de lá.

Nesse momento comecei a olhar como Cristo, verdadeiramente. Tive compaixão pela nação de Burkina Faso, chorava ao pensar na maneira que vivemos o evangelho no Brasil, Superficialmente. (Esta foi apenas uma das várias experiências em campo).

 

BF3

Na volta ao Brasil, orei meses pedindo estratégias, pois com uma mente tão diferente não conseguia formar ideias; tudo o que falava e falo não representa o que vivo. Mas enquanto orava, Deus me disse para amar pessoas mais que coisas, amar pessoas incondicionalmente e conscientizar a igreja da necessidade de trabalhadores na seara.

 

BF4

Sabendo disso, assumi a responsabilidade missionária em nossa comunidade de fé e da minha cidade, criando uma base missionária para alcançar todas as esferas da sociedade. A missão se chama Missão Desafio Goiás, onde estamos formando, aproximadamente, 15 missionários que atuarão com Cristo na cidade. Temos como objetivo somar com os projetos já existentes e dar continuidade, criar ramificações para alcançar, absolutamente, todas as pessoas, de pobres à ricos. Já fomos e, ainda vamos, em vários lugares do Brasil e do Mundo. Certa vez meu pai me disse que se temos poder para sonhar, Deus tem poder para realizar todos os nossos sonhos. Os trabalhos e missões são inúmeros e parecem impossíveis, mas cremos no Deus do impossível, capaz de fazer coisas inimagináveis, vivemos por fé e não pelo que vemos. Por isso, todo dia presencio um Milagre.

 

BF5

Caro leitor, espero que essas palavras tenham edificado sua vida e o mesmo Espírito que move em mim, se mova em você. Que você tenha uma consciência missionária. Você é a palavra de Deus para alguém.

Contribua com essa obra:

Banco Bradesco
Agência: 1777
Conta Corrente: 1000131-5

Rafael do Vale Maciel

 

Lembre-se que o testemunho edifica a igreja, compartilhe o que Deus tem feito e envie para contato@odiariodazoe.com.br.

 

O Diário da Zoe.

 

 


 
1 2
 
Top