Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

#Relacionamentos | Noivado – Da corte para o noivado I

noivado

Oi gente,

 

Falei que tinha muita coisa pra compartilhar, isso porque eu só compartilhava sobre a corte e minhas experiências nela.

Eu não queria postar sobre noivado, antes de casar, porque afinal de contas o noivado apesar de ser um compromisso mais sério, não é casamento e estava sujeito a acabar e vocês já sabem que escrevemos aquilo que vivemos pra termos legalidade. Agora já casei, então vamos lá!

Muitas pessoas testemunharam que o DZ ajudou a entender como a corte funciona e cremos que depois de esclarecidos no assunto romperam em fé e já estão cortejando. Mas as dúvidas não param por aí, muitos querem saber o que fazer durante a corte, ou como vencer os conflitos que surgem nesse tempo e pra tudo isso, já fizemos um post. Agora é hora de esclarecermos outra dúvida. Como avançar da corte para o noivado?

Precisamos entender que a corte, o namoro, o noivado não estão na Bíblia, mas a palavra tem os princípios para todos os níveis de relacionamento e é nisso que precisamos estar firmados. Também precisamos entender que o casamento é bíblico e que faz parte do propósito de Deus.  Costumo dizer que quem diz que não quer casar, é porque ainda é muito carnal. 

Existem experiências e revelações da palavra que como solteiros não viveremos, precisamos casar, assim como existem coisas na palavra que só entenderemos quando formos pais. Assim fica evidente que a família está no centro do coração de Deus.

 

Se você entrou em um relacionamento de corte, com o intuito de conhecer alguém para então formarem uma família no padrão de Deus e cumprirem seu propósito, tenha certeza de que tudo cooperará para que isso aconteça, porque Deus observa a motivação do nosso coração.

 

Como ter certeza de que o noivado é a melhor decisão e qual o tempo pra isso acontecer? 

O Espírito Santo precisa ter a primazia em todas as suas decisões, você precisa ouvi-lO para saber se essa é a pessoa certa. As avaliações para o noivado não diferem das avaliações que fazemos para iniciar uma corte. No entanto agora você terá respostas mais concretas, afinal você investiu tempo para conhecer sua (seu) corte. A bênção dos pais e liderança também são fundamentais.

 

Não existem regras para o tempo entre corte e noivado. Conheço pessoas que ficaram na corte um ano e depois noivaram. Outros que cortejaram por quase um ano, noivaram e em um mês de noivado casaram. Outros como eu e o Rafa que cortejaram por quatro meses, ficaram noivos dez meses e casaram.  Isso depende muito do nível de relacionamento de vocês, pois para partir para o noivado você precisa ter certeza de que o casamento é o que ambos desejam.

 

No meu caso, a corte durou pouco tempo, como já contei no post Mais que amigos, menos do que apaixonados eu e o Rafa sempre fomos amigos, então tínhamos necessidade de nos conhecer romanticamente digamos assim. Pois convivíamos tão próximos em amizade que outras questões sobre caráter, preferências, temperamento, já nos conhecíamos. Quando iniciamos a corte nós tínhamos convicção de casamento. Foram dois anos de oração. Hihi calma, isso não é o padrão. Isso aconteceu com a gente e logo mais contarei meu testemunho na íntegra.

 

Outros casais levam menos tempo entre corte, noivado e casamento. Não me canso de dizer que no quesito relacionamentos para casamento não há regra, existem boas práticas. Os pastores mais experientes dizem que o melhor é casar em no máximo um ano desde que o relacionamento é iniciado, isso para que não sejamos tentados e levados ao pecado. Ou seja, corte, noivado e casamento em 12 meses!

 

É importante você não se deixar levar simplesmente pela emoção, esse não é o tempo para a paixão. Ela nos cega e nos incita a tomar decisões erradas. Se não sentir paz nesse relacionamento, não tenha medo de romper a corte. Essa não será sua única oportunidade de se relacionar e com certeza você não terá problemas no futuro por decidir continuar algo que sabia que não daria certo. Fique atento aos sinais.

 

Já postamos essa frase aqui, mas vale relembrar:

A corte foi feita para acabar. Acabar em amizade ou no altar.

 

Uma dica que dou é: não se precipite. Não queira avançar as etapas antes da hora, muitos têm pressa para construir um relacionamento de intimidade sem compromisso, mas isso só te levará a frustração. Infelizmente, mesmo na corte, uma visão tão maravilhosa para os relacionamentos muitos saem machucados. Isso porque quiseram pular as fases.

 

É tão gostoso curtir cada coisa a seu tempo e falo por experiência.

 

Espero que esse post tenha ajudado os cortejandos a tomarem um rumo na vida haha.

 

No próximo post falarei de um fator importante sobre o noivado, a “data do casamento”.

 

Que Deus te abençoe.

 

 

Com amor,

 

dani_noiva

 

 

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br

 

 

 

1 de dezembro de 2015 NoivadoRelacionamentos
2 comments

2 Responses to “#Relacionamentos | Noivado – Da corte para o noivado I”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top