Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

#Relacionamentos | Noivado – Como marcar a data do casamento?

data_casamento

Gente,

 

Me perdoe, mas agora quem saiu de férias foi a Carol e como ela falou aqui outro dia, precisamos muito uma da outra pra esse blog andar. Mas vamos lá, vou dar continuidade ao assunto do post Da corte para o noivado.

 

Essa semana completou um ano do meu noivado, não estamos mais noivos, mas mesmo assim a data continua especial. ♥

 

noivinhos

 

Uma das coisas mais importantes quando decidimos pelo noivado é ter uma data para o casamento. Noivar sem data para casar é o mesmo que dizer “deixa a vida me levar”. Eu entendo que a data do casamento gera uma pressão principalmente quando o dinheiro está curto. Por isso você precisa estar bem convicto se essa é a vontade de Deus. Porque essa e outras pressões serão respondidas ao fazer a seguinte pergunta: Irei casar na dependência de Deus ou de mamon (deus do dinheiro)?

 

Eu e o Rafa não sabíamos nem a data do noivado, mas assim que iniciamos a corte começamos a orar por isso e pedir uma direção.. Iniciamos um jejum para estarmos sensíveis a voz de Deus. Então começamos a ver algumas datas até que sentimos paz em marcar no dia 07 de dezembro de 2014. Quando marcamos o noivado tínhamos dois meses de corte.

 

No nosso caso, o noivado aconteceu de forma programada. No entanto, o rapaz pode querer fazer uma surpresa para sua corte e fazer um pedido de noivado ao estilo americano. Aquele que se entrega um anel de forma inusitada e romântica. Bem, para isso sugiro que o rapaz conheça bem a moça e saiba que é esse o desejo do coração dela. Também é importante falar com os pais da moça afinal eles é que vão liberá-la para o casamento.

E a data do casamento ? Essa com certeza foi a mais difícil.

Depois de marcarmos o noivado precisávamos da data do casamento, não poderíamos ficar noivos sem isso. Começamos a pedir pra Deus falar conosco. Queríamos uma palavra, ou um outro sinal de que aquela seria a data certa para que no momento da dificuldade tivéssemos onde nos firmar. Tínhamos visto algumas datas, queríamos casar em um feriado para não atrapalhar as programações da igreja. Havíamos pensado no dia 02 de novembro de 2015, mas ficamos com receio porque queríamos casar de dia em um lugar mais aberto e no dia dois, sempre chove, pelo menos aqui em São Paulo. Mesmo como esse fator, tínhamos gostado da data. Então eu fiz um pedido pra Deus, eu pedi para que não chovesse no dia dois de novembro de 2014 um ano antes do casamento. Se não chovesse seria a confirmação de que essa era a data correta. Fiz isso sem falar com o Rafa. Quando o dia dois daquele ano chegou e o dia inteiro só fez sol, eu contei pro Rafa o que eu havia pedido pra Deus, e apesar de não ficar nenhum pouco contente com o que eu fiz (sem falar com ele) resolvemos marcar essa data. Fizemos isso um mês antes do noivado.

 

Tudo isso pode soar como misticismo ou religião, mas pra mim foi Deus falando comigo e por muitas vezes quando os recursos não vinham e a data se aproximava eu pensava o Senhor disse que seria aquela data, então vai acontecer.

 

 

Depois de um tempo, já noivos, quando estávamos para fechar o lugar do casamento, eu e o Rafa pedimos mais uma confirmação de Deus. Isso porque por algumas circunstâncias nossos líderes sugeriram mudar a data do casamento. Ficamos com o coração apertado porque sabíamos que Deus havia falado conosco, mas não queríamos estar em desobediência aos líderes, como eles apenas sugeriram, pedimos pra Deus confirmar através da disponibilidade do local. Sabíamos que haveria certa dificuldade, pois o ideal é fechar o local do casamento com no mínimo um ano de antecedência e fizemos isso alguns meses antes, a agenda do lugar estava lotada. Naquele dia não tínhamos nada nem o valor pra pagar.

 

Passamos o dia de jejum e ao final dele fomos pela fé no espaço. Quando chegamos lá, meus pais que na ocasião foram conosco nos ajudaram a negociar o melhor preço e já no fim da conversa eu não aguentava mais aquela angústia perguntei: –  E ai, vocês têm a minha data? Foram segundos de tensão até que responderam: – Essa é a única data que eu temos”. Gloria a Deus que nos respondeu.

 

Essas foram as minhas fortes emoções para marcarmos o casamento. Ahhh e além disso meus pais nos abençoaram com metade do valor do espaço.  Deus só nos surpreendeu naquele dia.

 

Calma ainda não acabou rsrs. Tudo foi pela fé e se não fosse dessa forma eu teria desistido de tudo. Eu não contei na ordem, mas no dia seguinte do meu noivado no dia 07/12/2014 eu fui trabalhar como normalmente e recebi uma notícia extremamente improvável.  Encerraram meu contrato de trabalho. Fui despedida! :O

 

Imagina a minha cabeça como não ficou? Pensei e agora Jesus? Mas como eu não estava na dependência de mamon, agradeci a Deus e disse que confiava que ele teria o melhor. Pois é! Foram fortes as emoções, mas sobrevivi e valeu a pena confiar em Deus. Tenho muitos outros testemunhos pra contar sobre ficar sem emprego após o noivado, mas fica para o próximo post.

 

 

Que minha experiência ajude vocês a encontrarem um rumo para que esse casamento aconteça e pra quem precisa de fé, que meu testemunho te edifique.

E não esqueça de deixar o seu comentário. Ele é muito importante pra nós.

 

Com amor,

 

dani_noivaDanielle dos Santos]
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br

 

10 de dezembro de 2015 CasamentoNoivadoTestemunho
1 comment

One Response to “#Relacionamentos | Noivado – Como marcar a data do casamento?”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top