Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

#Relacionamentos | Amizade – Friends Forever!

 

 

dsc_0481

 

Oi gente!

Falamos muito aqui no blog sobre relacionamentos e parece que quanto mais falamos mais assunto gera, isso porque a nossa vida gira em torno deles.

A Bíblia nos diz que tudo o que Jesus fez por nós, foi para nos reconciliar com o Pai. Agora nós é que devemos ser os agentes de reconciliação para que todos os homens também possam voltar à comunhão com Deus. Contudo, às vezes nos esquecemos que ser agente de reconciliação também se aplica a nossa vida com respeito aos nossos relacionamentos.

Algo que é comum em toda igreja local são pessoas com relacionamentos quebrados. Vivemos em busca de ganharmos novas almas para Cristo e por consequência novos relacionamentos, mas raramente nos esforçamos para restaurar relacionamentos quebrados.

No que depender de vocês, façam todo o possível para viver em paz com todas as pessoas. – Romanos 12:18

 

Neste trecho da palavra está explícito que precisamos nos esforçar para vivermos em comunhão com todos, ou seja, não podemos ignorar o problema e viver segundo o provérbio do mundo: “O tempo cura todas as coisas.” Isso não é verdade! Se há um problema precisamos resolvê-lo, não podemos esperar pelo outro.

Vivemos pedindo pra Deus revelação de sua palavra, mas confesso que algumas revelações não são nada prazerosas. Uma vez que agora sei, preciso praticar. Puff!!

Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta. – Mateus 5:23-24

 

Aqui não diz, se você tem algo contra seu irmão e sim se ele tem algo contra você, ou seja, como você controla isso? Não tem jeito, se você tem algum tipo de relacionamento (e é claro que tem, porque não vivemos numa bolha) terá em algum momento que procurar a pessoa para acertar as coisas, mesmo que a questão seja dela.

Sorry, agora você também está sabendo disso e não poderá mais fugir!

Paulo diz que é um sinal de maturidade resolvermos conflitos e ficou escandalizado com a igreja de Corínto:

Que vergonha! Será que entre vocês não existe alguém com bastante sabedoria para resolver uma questão entre irmãos? – 1 Coríntios 6:5

 

É importante entendermos que viver em paz, não é ser alguém que não se incomoda com as coisas, porque em todos os relacionamentos teremos conflitos, isto é fato. Somos diferentes, temos opiniões que hora ou outra vão se chocar, mas a questão não é o conflito, a divergência de ideias etc… e sim como continuar a se relacionar apesar das diferenças?

Sempre procuramos aplicar um testemunho em nossos textos, afinal tudo o que falei aqui está na palavra e em inúmeros textos e livros, mas quando contamos algo particular você se identifica com a situação e fica mais fácil até pra entender e aplicar na vida.

Então vamos lá!

Nesses últimos meses, vivi um monte de coisas que resumo em “pressão.” Uma série de dificuldades que geraram crises e mais crises, mas um fator foi responsável tanto pela crise quando pela superação dela. Imaginem o que é? Se você pensou em RELACIONAMENTOS, acertou! Haha

Pois bem, eu e a Carol somos amigas desde 2009 que foi quando nos conhecemos e de lá para cá tivemos diversas DRs desde a mais simples a mais complicada e claro isso é normal, lembra? Somos diferentes.

O fato é que quanto maior intimidade, maior o risco de se ferir. Afinal para ter intimidade é necessário ter confiança, amor, entrega e zás. Se uma pessoa que você não confia muito te decepciona, você diz: – Já esperava por isso! No entanto, quando a pessoa é aquela que você coloca a mão no fogo por ela e algo do tipo acontece? O mundo cai!

No meu caso e da Carol não houve nada com respeito à confiança, mas algo muito mais simples e comum chamado de “EXPECTATIVAS.” Tanto eu quanto ela, tínhamos muitas expectativas a cerca da nossa amizade e ao longo desses anos, muitas delas foram frustradas, algumas nós resolvemos e outras não e aí é onde mora o problema.

No meu caso, a coisa ficou tão grave que cheguei a pensar que nossa amizade não tinha mais como continuar. Eu tinha certeza das coisas boas que vivemos e em virtude dessas memórias viveria um relacionamento continuo, mas não profundo. Mas apesar de tomar essa decisão, meu coração não ficou em paz. Por  que? Exatamente porque isso não está alinhado à vontade de Deus.

Esse relacionamento quebrado me paralisou de tal forma e não só a mim, mas ela também. Ambas não conseguíamos avançar nas coisas, inclusive o blog estagnou. Além disso, comecei a pensar que nenhum relacionamento valia à pena e até que era muito difícil viver no corpo de Cristo, afinal eu não sentia amor fluir ali.

Contudo o problema estava nela ou nas pessoas? Essa era a pergunta que não queria calar. E para que toda essa situação mudasse precisei de luz nas minhas trevas.

Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão. – Mateus 7:3-5

Antes de culparmos os outros, precisamos olhar para nós. Com certeza não é nada gostoso se ver diante da luz de Deus e entender que você é falho também.

E mais uma vez, nós conversamos. Claro até tomar essa decisão de conversar e expor tudo, foi muito difícil!!! Mas ou nós fazíamos isso ou fazíamos. E assim como eu tinha expectativas frustradas a respeito da nossa amizade ela também tinha, mas não nos atentamos a solução do problema em justificativas ou em descobrir de quem era a culpa e sim na restauração do relacionamento. Isso é o que realmente importa!

 

Se vocês receberam algo bom por seguir a Cristo; se o amor dele fez alguma diferença na vida de vocês; se estar numa comunidade do Espírito significa algo para vocês; se vocês têm um coração; Se vocês se importam uns com os outros – façam me um favor: concordem um com o outro, amem um ao outro, sejam amigos de verdade. – Filipenses 2.1-2

 

Se não buscarmos a Deus antes de procurarmos alguém para restaurar um relacionamento, pode ser que isso fique pior do que estava. Precisamos da graça de Deus para ver que também erramos. Mas quando colocamos diante de Deus todos nossos sentimentos de raiva, injustiça e frustração. Deus nos conduz à melhor forma de resolver esse conflito.

A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira.  – Provérbios 15:1

Quem tem coração sábio é conhecido como uma pessoa compreensiva; quanto mais agradáveis são as suas palavras, mais você consegue convencer os outros. – Provérbios 16:21

 

Depois de uma conversa sincera, com graça no falar e acima de tudo o desejo de cumprir o mandamento do Senhor, temos visto Deus conduzir as coisas em nossas vidas. Coisas paradas voltaram a fluir.

Sabe, esse é um testemunho pessoal do que a falta de unidade provoca em nós. Imagine isso no meio da igreja. Deus deseja que tenhamos relacionamentos restaurados. E olha, agora que superamos isso, quão mais forte é nossa amizade!

Aprendi com a Carol a orar esse versículo:

No que depender de MIM, farei todo o possível para viver em paz com todas as pessoas. – Romanos 12:18

 

Quero deixar uma pergunta:

Com quem você precisa restaurar o relacionamento hoje?

 

 

Que Deus te abençoe!
Com encargo,

 

 

 

dz

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br
 

25 de outubro de 2016 RelacionamentosTestemunho
No comments yet


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top