Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

Sou Igreja

#Relacionamentos | Treinando para o casamento!

TREINANDO

Oi gente,

Estou muito empolgada com o meu casamento, que está quase chegando e com tudo o que estou vivendo. Resolvi compartilhar um post que escrevi pro blog Sou Igreja e que acredito que tem tudo a ver com o DZ e com vocês. 🙂

Falarei sobre Treinamento!

Estamos a todo tempo sendo treinados. Desde pequenos vamos para a pré-escola treinar antes de ir pra escola, depois da escola passamos para o ensino médio para sermos treinados para a faculdade, mas antes disso ainda vamos pro cursinho pré- vestibular e, por fim, chegamos à faculdade pra treinarmos antes de ingressar no mercado de trabalho. Há, ainda, tantos outros treinamentos, cursos e mais cursos de inglês, CFC – Curso de formação de condutores – antes das aulas para aprender e treinar a direção e assim por diante.

Bem, este princípio também é aplicado aos relacionamentos. Estamos a todo instante sendo treinados para formar uma família. A forma como chegaremos ao casamento e aos filhos depende de como enfrentamos o tempo de treinamento.

É importante entender que o treinamento é equivalente ao alvo, à missão. Por exemplo, para ser um auxiliar de enfermagem o treinamento leva cerca de dois anos, já para se tornar um neurologista o treinamento começa na graduação em medicina, que dura em média seis anos mais a especialização na área de neurologia que dura o mesmo tempo, ou seja, um total de doze anos de treinamento. :O

Você até pode pensar que o casamento não é tão complexo quanto a área de medicina e que não exige tanto treino, mas sinto em lhe informar que é bem mais difícil se casar e manter uma família do que se formar em uma área como a que mencionei.

É importante ressaltar que fomos incumbidos desta missão:

Quanto a vós, sede fecundos, multiplicai-vos, povoai a terra e dominai-a!” Genesis- 9 :7

Então, como é que somos treinados para o casamento?

Quero compartilhar alguns pontos importantes que devemos treinar antes do casamento:

 

1. Emoções

Para se casar é importante que você seja alguém inteiro, como sempre falo, não adianta procurar sua outra metade em “outra” pessoa. 😉 A maturidade emocional é expressa na forma que você lida com seus relacionamentos atuais.  Alguém que tem dificuldades de relacionamento com os pais, parentes, amigos ou no trabalho não pode ser considerada uma pessoa inteira.  É preciso treinar e o ambiente familiar é o primeiro centro de treinamento, afinal, geraremos aquilo que somos. Se somos alguém que não se relaciona bem com os pais, muito provavelmente teremos problemas com o cônjuge e, posteriormente, com os filhos.

 

2. Finanças

O treinamento na área financeira começa desde criança. A forma com que você lida com o dinheiro precisa ser observada. Vejo que é uma das áreas de maior negligência, percebo a falta de responsabilidade, principalmente nos adolescentes que já são “endividados”. Não podemos ser inocentes e pensar que um adolescente com problemas financeiros, quando adulto será alguém controlado. O quanto antes percebermos os erros, mais tempo teremos para treinar e responder de forma correta. O treino pode ser inicialmente algo pequeno, como pagar seu próprio lanche na escola até chegar a pagar seu curso na faculdade.  Olhando pra minha vida, percebo que sempre tive uma tendência às dívidas. Desde pequena eu fazia conta pra comprar “fiado” na cantina da escola.  Conforme fui crescendo esse tipo de atitude piorou. Somente depois que entendi alguns princípios da palavra com respeito às finanças é que minha vida financeira mudou. Sei que não é a área onde tenho mais êxito, mas tenho buscado de Deus para que essa realidade mude.

 

3. Romantismo

Todos querem viver um casamento cheio de romance. Histórias lindas repletas de expressões de carinho e lealdade. No entanto, no tempo de treino muitos negligenciam essa modalidade e não desfrutam disso quando casados. O treino nessa área começa no ambiente familiar, a forma como trataremos nosso cônjuge será a mesma forma que tratamos nossos pais, família. Devemos declarar nosso amor aos nossos pais, abraçar, beijar, presentear, surpreender. Lembro-me de que quando eu era menor, adorava preparar a mesa pros meus pais, fazer um jantar especial ou o café da manhã. É engraçado que isso tem se reproduzido na minha prima (irmã), ela ama presentear e preparar surpresas como essa.

 

4. Pressões

Esse, talvez, seja o maior treinamento para o casamento, pois nele certamente haverá momentos de conflitos e pressões. Outro dia me deparei com uma situação em que uma pessoa que conheço teve um conflito com seu padrasto e, por conta disso, correu para a casa de seu pai. Conversando com ele perguntei: “Quando você for casado, e tiver um conflito com sua esposa, vai correr pra casa da sua mãe?” Infelizmente essa é a forma que muitos casais casados acham para resolver seus problemas, mas isso, na verdade, é fruto de respostas erradas no tempo de treino.  Eu mesma vivi dias de muita pressão; em uma das minhas crises na adolescência eu fugi de casa. Na verdade dei algumas voltas no quarteirão e voltei pra casa antes que meus pais pudessem perceber o que eu tinha feito. Eu, na verdade, entendi que aquilo não ajudaria em nada. Como eu iria sobreviver sem meus pais? Eu precisava deles, ou seja, era hora de crescer e aprender a lidar com as pressões.

Entendi que se não aprendemos a lidar com as pressões no tempo de solteiro, correremos para o precipício dentro do casamento.

 

5. Sexo

Opa!!! Treinar o sexo antes do casamento?!?

Calminha. Não é nada disso.  Precisamos treinar, mas não na prática! Ai, ta ficando mais confuso ainda, não é? Não, não devemos praticar o sexo antes do casamento, isso é bíblico, não adianta fugir. Mas e como é que treinaremos essa área das nossas vidas?

O treinamento ocorre no cultivo da santidade. Te decepcionei? Tá precisando orar mais, hein?! :O
O fato é que essa área não pode ser negligenciada. Como falei antes, tudo passa por um treinamento e a vida sexual precisa de sua devida atenção. Muitos pensam que casar é a solução para os problemas de impureza sexual, mas isso é um grande engano.  Quem tem problemas com masturbação, pornografia, pensamentos impuros no tempo de solteiro, continuará a tê-los dentro do casamento, mas agora com um agravante: “o casamento”, ou seja, você além de pecar com tudo isso ainda estará sujeito ao adultério, entre outras coisas. Se pra quem não tinha uma vida sexual ativa essa área é complicada, imagina pra quem está a mil por hora?

Sobre o ato sexual, esse não tem segredo. Deus nos fez com instintos sexuais que se encarregam de nos direcionar e pronto! Claro que no tempo certo, próximo aos dias do casamento é interessante se informar através da literatura e curso de noivos, antes disso não precisamos nos preocupar.

A frase que despertou o tema do post de hoje foi:

Toda missão requer um treinamento!

E, é claro, não se aplica apenas aos relacionamentos. Lembre-se: o treino é importante, mas muitos dos resultados não são vistos nesse tempo e sim quando passamos a aplicar aquilo que treinamos.

Temos muito mais coisas para falar, mas é melhor deixar para outro post. 😉

Ah, e antes de finalizar quero dizer que ainda não sou casada, estou noiva e como o próprio título do post diz, estou treinando para o casamento! 🙂

 

Com amor,

 

 

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

 

 

@danielle.dz

danielle@odiariodazoe.com.br


Posts no Sou Igreja

Se você gosta de ler nossos posts aqui no DZ, também pode acompanhar nossas postagens no blog Sou Igreja onde somos colunistas no tema: Relacionamentos. 😉

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se você já leu alguns dos nossos textos, deixe seu comentário.

O Diário da Zoe


 
 
Top