Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

Palavras de vida

#Gratidão – 2016.

dinamica-da-gratidao

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Eu sei que um monte de gente tem feito posts e vídeos sobre gratidão, mas quero contar a minha experiência de gratidão à Deus, por tudo o que Ele fez em minha vida.

Todo início de ano sempre fazemos metas e planos, e no ano de 2015 não foi diferente, fiz minhas metas e alvos do ano e em dezembro quando fui ler o que eu havia proposto, para a minha surpresa NENHUM, isso mesmo NENHUM dos alvos haviam sido alcançados. Fiquei super frustrada e chateada comigo mesma, não eram coisas difíceis de se colocar em prática, mas como a maioria de nós, negligenciei o ano todo e queria ao final dele ter algum resultado, isso é insanidade!

Diante daquela frustração falei pra Jesus que eu não ia fazer nenhum alvo para 2016, ia deixar as coisas acontecerem e ser guiada por Ele, porque na minha força eu não ia conseguir nada mesmo. Confesso que falei isso num momento não muito são, eu estava enfurecida e não queria saber de alvo nenhum, mas Jesus mesmo assim ouve as nossas orações e começou a fazer coisas em minha vida que eu nunca teria colocado nos alvos.

Logo nos primeiros dias do ano, aconteceu de manifestar nas juntas do meu corpo e depois por outra regiões umas manchas vermelhas, quentes e que coçavam! Fui ao hospital e a primeira vista o médico disse que estava com cara de artrite reumatoide e me encaminhou pra passar com o reumatologista. Entrei em parafuso, porque essa doença te paralisa, além de ser autoimune, ou seja, era meu corpo lutando contra ele mesmo. Na mesma semana marquei com a reumatologista, ela me examinou, ficou chocada com o tamanho das manchas, tirou umas fotos, passou alguns exames e um remédio.

1

Resumindo a história, fiz os exames, tomei o remédio e nada das dores e manchas desaparecerem. Foi então que em um dia de ceia, enquanto eu compartilhava com a célula, declarei que Jesus já levou sobre si todas as minhas dores e enfermidades, e então tomei o cálice declarando que naquela hora eu estava sendo curada. Sai do culto e as dores e manchas desapareceram, nunca mais tive isso. Aleluia, fui curada!

Quem me conhece sabe que sou muito elétrica, estou sempre fazendo algo, mas um desejo que tenho já faz um tempo é de poder ser do lar, ou trabalhar de casa. Um dia eu estava na igreja me preparando pra tocar (pra quem ainda não sabe, eu toco contrabaixo) e o Espírito Santo me disse: Se prepara, porque você ainda vai trabalhar muito! De início não entendi, mas logo que o mês de março chegou e o meu esposo, assim como muitos outros brasileiros, foi dispensado do trabalho, entendi com maior clareza, que eu iria literalmente trabalhar bastante para poder sustentar a casa. Nesse mesmo mês tivemos a conferência dos vencedores, onde Deus falou demais comigo e alinhou conexões que eu nunca em minha vida inteira iria imaginar.

2

Na conferência ficamos sabendo da Conferência Vinha África e em abril decidimos ir, mesmo sem ter o dinheiro para todas as despesas e o Marcos estando desempregado. Agimos por fé e gente, como vocês puderam acompanhar aqui no blog (eu sei que falta postar alguns vídeos, mas em breve finalizo isso… rsrsrs meta de 2017!) Deus nos surpreendeu demais, cuidou em cada detalhe e fomos pra África com uma conexão em Frankfurt na Alemanha. Conhecemos dois continentes em uma única viagem. õ/

Ah! Em abril meu querido esposo estava indo com o nosso pastor para o sítio em um encontro de pastores, e o carro que estavam rodou na pista e ele que estava na parte de trás, sem cinto, se debateu como um bebê indefeso e apesar de não ter quebrado nada, se machucou feio, ficando uns 2 meses com sequelas do acidente. Todos os dias ele tomava remédios, eu passava uma creme pra ajudar nas dores e etc… mas o que mais me alegra nessa situação toda é que o Senhor poupou a vida dele, o pior poderia ter acontecido.

Maio foi o mês do meu aniversário (como em todos os anos kkkk) e também aconteceu uma das coisas mais legais que poderia acontecer conosco (Eu e Dani), que foi sermos convidadas para fazer parte da equipe de comunicação da Vine International. õ/

Em junho como já falei fomos para a África!! Foi demais, conheci muita gente tanto de lá como daqui do Brasil, pessoas que em outras circunstâncias eu nunca conheceria. A conferência foi demais, conhecer nossos irmãos africanos também. Tive a oportunidade de conhecer pessoalmente o Estevão Martinho, de Cabo Verde e entregar os dois notebooks que conseguimos aqui no Brasil para ajudar os nossos irmãos.

4

Junho foi um mês de muitos acontecimentos! Voltamos da África, minha célula se multiplicou e finalizamos o seminário (faltam umas quatro matérias pra nos formarmos…rsrsrsrs).

3

Depois de junho, trabalhamos muito com a Vine, inclusive em dezembro participamos da conferência de pastores e líderes em Goiânia como equipe. Aconteceu o casamento de um amigo querido e tivemos a oportunidade de fazer muitas outras conexões.

5

Pra fechar o ano com chave de ouro, meu esposo conseguiu emprego para início no dia seguinte que voltamos de viagem de Goiânia. Aleluia!!

2016 foi um ano de muitas crises para mim também, mas o Senhor é fiel e além de me sustentar, cumpriu outras promessas em minha vida, como cantar (sim, cantar!! rsrssrs) no ministério de louvor e ser uma missionária (dos bastidores).

Toda essa gratidão me lembra o trecho de uma música do Diante do Trono:

“Não tenho palavras pra agradecer, Tua bondade, dia após dia me cercas com fidelidade. Nunca me deixes esquecer, que tudo o que tenho, tudo o que sou e o que viera a ser, vem de Ti, Senhor!”

gratidao-claudia1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comecei 2017 focada para não perder nenhuma parte daquilo de Deus quer fazer na minha vida e através dela. E você já parou pra pensar no que tem à agradecer?

 

 

Grande abraço,

 

Carol Assinatura

 

Ana Carolina Ferreira

@anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

 

 


#Relacionamentos | Investindo em laços de alma! 

laços_20

 

Oi gente,

Sempre acompanhamos a audiência do blog, e dentre os textos que são mais acessados o post sobre Laços de Alma é um dos campeões de visualização! Então quero abordar um outro aspecto sobre esse tema.

Você sabia que nem todos os laços de alma são ruins ? Pois é, e ainda temos que investir em certos relacionamentos para que os laços de alma se tornem cada vez mais fortes.

Calma! Não fique escandalizado. Os laços de alma bons pra nós estão na palavra. Como o casamento, relacionamento entre pais e filhos e amizades genuínas de companheirismo. Todos esses relacionamentos envolvem laços de alma e só são possíveis através do amor ágape, amor de Deus fluindo em nós.

Quero mostrar alguns exemplos desses laços de alma na palavra:

 

CASAMENTO 

A primeira menção desse tipo de laço de alma aconteceu no Éden:

Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem. e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; e da costela que o Senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. Portanto deixará o homem a seu pai e li sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne. Genesis 2: 21 a 24

Sem dúvida o casamento é um dos laços mais fortes e mais importantes. Por isso a questão do sexo é tratada de forma tão séria na Bíblia. A perversão desse ato que pertence exclusivamente ao matrimônio está levando a sociedade e a igreja a decadência humana.

É fácil observar que maior parte de pessoas com problemas de depressão estão com problemas nessa área da vida. Uns por se divorciarem e romperem uma aliança que foi feita com o princípio de durar até morte,  outros por se envolverem sexualmente fora do casamento e unirem-se completamente com uma ou muitas pessoas.

Ainda sobre esse laço de alma é importante ressaltar alguns aspectos:

Por meio das ligações, se estabelece um canal espiritual. Por exemplo: em um casamento sadio, o Espírito Santo opera entre esposo e esposa. As bênçãos de Deus são comuns entre os dois, porque são “um“.

O mesmo princípio opera nas ligações de alma demoníacas. Os espíritos malignos em uma pessoa expõem a outra para a entrada de espíritos semelhantes ao ocorrer uma união pecaminosa entre eles pela qual se tomou “um” (transferências de demônios).

 

PAIS E FILHOS

“Agora, pois, se eu for ter com o teu servo, meu pai, e o menino não estiver conosco, como a sua alma está ligada com a alma dele, acontecerá que, vendo ele que o menino ali não está, morrerá; e teus servos farão descer as cãs de teu servo, nosso pai, com tristeza ao Seol.”(Gn.44:30-31).

 

Nesse exemplo, Jacó havia apegado sua alma a de seu filho Benjamin, isso aconteceu após a suposta morte de seu filho José. Jacó teve Benjamin como consolo por sua perda. Era um filho muito estimado.

É inegável o amor dos pais pelos filhos e a palavra ainda fala sobre isso para exemplificar o amor de Deus.

Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Isaías 49:15

 

 

AMIZADE

A amizade entre Jônatas e Davi:

“Ora, acabando Davi de falar com Saul, a alma de Jônatas ligou-se com a alma de Davi; e Jônatas o amou como à sua própria alma“. Esta amizade foi muito elevada e em todo o tempo houve presença de amor e respeito um pelo outro. 1 Sm.18:1 

 

Essa amizade é muito usada com uma interpretação errada, para justificar alguns comportamentos iníquos e abomináveis diante de Deus. Contudo seu real significado é uma amizade genuína de profundo companheirismo. Ela expressa o amor ágape entre dois amigos que se entregam completamente em confiança um para com o outro. Jônatas arrisca sua própria vida por amor a Davi, e Davi por sua vez cumpre até o fim sua aliança com o amigo Jônatas.

São o verdadeiro exemplo descrito em Provérbios.

O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável, mas há um amigo mais chegado do que um irmão. Provérbios 18:24

 

Temos outro exemplo desse tipo de amor e companheirismo, que é entre Noêmi e sua nora Rute.

Nos dias em que os juízes governavam houve um período de grande fome na terra e a família de Noêmi (ela, o marido Elimeleque e os dois filhos Malom e Quiliom) partem em direção à Moabe e ali permanecem. Seu marido morre e os dois filhos casam-se com mulheres moabitas (Orfa e Rute). Passando-se alguns anos morreram também os dois filhos, ficando assim Noêmi desamparada de seus dois filhos e de seu marido. Assim sendo, Noêmi e as duas noras saem de Moabe, caminhando para a terra de Judá novamente, pois ouvia-se que o Senhor havia visitado o seu povo, dando-lhe pão. Noêmi então sugere às suas noras, agora viúvas, que cada uma delas volte para a casa de sua respectiva mãe. Quando Noêmi as beijou, ambas levantaram a voz e choraram.

“Então levantaram a voz, e tornaram a chorar; e Orfa beijou a sua sogra, porém Rute se apegou a ela. Pelo que disse Noêmi: Eis que tua concunhada voltou para o seu povo e para os seus deuses; volta também tu após a tua concunhada. Respondeu, porém, Rute: Não me instes a que te abandone e deixe de seguir-te. Porque aonde quer que tu fores, irei eu; e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo será o meu povo, o teu Deus será o meu Deus. Onde quer que morreres, morrerei eu, e ali serei sepultada. Assim me faça o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti. “Rute 1:14-17

Uma forte ligação entre almas estava estabelecida entre Rute e Noêmi.

 

 

IGREJA

Há ainda outro exemplo desse laço de alma importante para nós. Esse expressa a clara vontade de Deus nos relacionamentos. É a genuína essência da igreja.

“Da multidão dos que criam, era um só o coração e uma só a alma, e ninguém dizia que coisa alguma das que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. ” Atos 4:32

 

Paulo, era tão fascinado por essa verdade que sempre frisou em suas cartas o seu encargo pela igreja, com orações aos santos por essa revelação:

Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito,
para que Cristo habite em seus corações mediante a fé; e oro para que vocês, arraigados e alicerçados em amor,
possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade,
e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus. Efésios 3:16-19

 

Vimos em todos esses exemplos laços de alma, mas não aqueles que como a palavra diz são destrutivos pra nós:

“Espinhos e laços há no caminho do perverso; que guarda a sua alma retira-se para longe deles. Não faças amizade com iracundo: nem andes com homem colérico; para que não aprendas as suas veredas, e tomes um laço para a tua alma.” Pv.22:5;24-25

 

Os laços que estamos falando tratam-se de laços fundamentais para nossa vida.

Em cada um de nós há um desejo de vivermos um bom casamento, constituirmos família e termos bons relacionamentos com nossos pais e filhos. Possuir amizades verdadeiras e vivermos em unidade com os irmãos. Esse é um desejo legítimo e está dentro do propósito de Deus, afinal ele nos criou com essa finalidade. Fomos feitos pra nos relacionarmos.

Por isso é necessário investimos nesses nesses laços de alma. É perceptível que os problemas que nos cercam estão ligados diretamente à algum desses níveis de relacionamento. Também é claro o investimento de satanás para destruí-los.

Nos últimos 21 dias fizemos em nossa igreja local um jejum pela unidade, e pudemos compreender que a unidade fala do estilo de vida de Deus e que sem ela nunca desfrutaremos da plenitude d’Ele.

Nesse tempo eu tive revelação do peso dos relacionamentos na nossa vida, e também descobri que o descontentamento com a vida está ligado diretamente a eles.

Então, como investir nesses laços de alma?

Enquanto os passos para romper com os laços de alma malignos falam de tirar das nossas vidas tudo o que nos liga a eles, sejam lembranças, contatos físicos ou espirituais ou até mesmo objetos, para investir em laços de alma devemos fazer ao contrário:

  • Restaurar os relacionamentos quebrados;
  • Liberar perdão, ter uma conversa sincera;
  • Ser alguém que investe tempo de qualidade com essas pessoas;
  • Estar disposto e disponível;
  • Ouvir;
  • Abrir mão de sua razão em virtude de manter um relacionamento saudável;
  • Criar oportunidades para que esses relacionamentos se desenvolvam;
  • Dar prioridade.

Tive uma experiência recente onde uma amiga querida estava praticamente isolada, percebia a frieza dela no meio da igreja, e eu simplesmente havia abandonado esse relacionamento. Foi então que percebi meu erro e passei a contatá-la, conversamos, demos inicio a restauração desse relacionamento e posso testemunhar de um milagre que aconteceu, em pouco tempo ela voltou a atividade, é perceptível a transformação. Claro, ela ainda tem suas dificuldades, mas agora estamos juntas caminhando pra superar isso, mas eu tive que dar o primeiro passo.

As vezes estamos perdendo pessoas preciosas simplesmente porque não estamos dispostos a sofrer o dano, investir tempo, morrer pra nossa vontade ou mesmo passar por cima do ego e pedir perdão.

É importante valorizar os relacionamentos que Deus nos deu, eles são o canal pelo qual seremos tocados pelo amor de Deus.

Espero que esse post faça você refletir, buscar restaurar e investir nos relacionamentos da sua vida.

 

 

Com encargo,

 

 

 

dz

 

 

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br

 

 


#Relacionamentos | Eu – Coerência!

coerencia

Oi gente,

Estou um pouco sumida é verdade, e a culpa é minha. Tem sido muito difícil me organizar pra achar tempo de compartilhar com vocês. Por outro lado estou com o coração explodindo, com tantas coisas que quero e preciso falar.

Nos últimos tempos tenho sido tomada de uma profunda indignação, comecei a perceber que nós os cristãos, que temos uma IDENTIDADE bem resolvida (ou pelo menos deveríamos ter), somos os que menos expressam essa identidade no nosso dia a dia.  Digo isso, porque comecei a consumir muitos vídeos e nesse tempo vi que pessoas completamente sem propósito falam de suas “convicções” com tanto ímpeto e o pior acabam arrastando milhares de pessoas junto com elas. São verdadeiros influenciadores, mesmo que seja uma má influencia, estão lá totalmente ativos e expondo publicamente o que pensam a cerca de qualquer coisa.

Contudo, nós que temos propósito ficamos muitas vezes calados para não entrar em conflitos, ou termos algum problema com um familiar ou mesmo um amigo que nem compartilha da mesma fé que nós. Seguimos a risca o ditado que diz que religião, política e gosto não se discutem. O que é engraçado em tudo isso, é que nós temos que ouvir aquele colega de trabalho falar mal dos crentes, ouvir nossos familiares zombarem de nós por decidirmos nos guardar para o casamento ou não falarmos que somos contra o casamento gay, afinal esse é um assunto muito polêmico. Somos os “parciais”, os “omissos” os “sem sabor”.

Essa indignação começou a ser gerada no meu coração, e eu sinceramente estava louca para colocar a boca no trombone e falar um monte para os crentes que agem assim.  Até que algumas circunstâncias e algumas conversas me fizeram ver, que essa indignação, não era sobre os outros, mas sobre MIM mesma.

Com certeza você já ouviu falar que aquilo que mais te incomoda no outro é o que ele tem de mais parecido com você e nesses dias essa frase tem feito todo o sentido pra mim.  Graças a Deus por isso!

Bem, analisando todo esse meu conflito, cheguei a uma conclusão. Porque é que mesmo eu tendo minha identidade em Cristo, ainda estava com essa dificuldade de me posicionar “fora da igreja”, digo isso porque no meio dos irmãos, sempre somos intensos e radicais.  O problema é fora do ambiente da igreja. Descobri que o grande problema era a “coerência”. Como assim?

Coerência
substantivo feminino

1.qualidade, condição ou estado de coerente.

2.ligação, nexo ou harmonia entre dois fatos ou duas ideias; relação harmônica, conexão.

A coerência nada mais é do que a prática daquilo que nós cremos.  Talvez você esteja pensando que no meu ambiente de trabalho sou um agente secreto do reino, aqueles crentes que não se dizem crentes, para não assustar as pessoas. Não, eu não sou essa pessoa. Pelo contrário, faço questão de falar sobre isso, pois é o meu propósito de vida.  Sempre fui muito radical nesse aspecto, inclusive quando estava esperando em Deus pelo meu marido. E como mencionei, fui muitas vezes tachada de retrograda e alienada rs.

Talvez você seja essa pessoa, que não é coerente nisso e age assim quando está longe dos irmãos da igreja.

No meu caso entendi ser algo mais profundo. Deus me chamou para influenciar uma geração e muitas vezes por medo de “errar” deixei de falar e expressar as minhas convicções. E deixei de fazer isso por entender que o mais difícil na vida cristã é ser coerente.  A coerência que estou falando é a prática da palavra.  Não é difícil compartilhar uma palavra na célula, ou pregar em algum lugar para muitas pessoas. O difícil é voltar pra casa e se deparar com aquela situação que você pregou e não conseguir praticar. Por exemplo, falamos muito em submissão e na verdade não é difícil falarmos sobre isso, o difícil é ser submisso.  Falamos de unidade, o difícil é viver essa unidade na hora que o irmão não faz o que você esperava que ele fizesse. Cobramos constância das pessoas, mas nós mesmos mudamos de ideia do dia pra noite.  Assim fica difícil.

Por saber disso, é que dá medo de abrir a bocona e declaramos o que acreditamos. Isso pode até parecer bom, afinal estamos reconhecendo  que somos fracos, mas não é bem assim. Temos medo de nos posicionarmos a respeito de uma coisa e amanhã não conseguirmos  sustentar aquilo. Mas pensando nisso, é o mesmo que as pessoas fazem hoje com respeito ao casamento. Elas casam-se com a mentalidade de que existe a possibilidade de divórcio, ou seja, se você já se casa com esse pensamento, na primeira dificuldade que surgir vai correr pra essa válvula de escape. Mas e se essa opção não existir? Você terá que resolver o problema. Compreende?

Fugir do conflito não vai nos fazer crescer e eu sempre fui essa pessoa que fugia de conflitos, tinha dificuldade de falar não e infelizmente sofri muito com isso. Tenho aprendido que os conflitos são importantes e nos fazem crescer. Quando expomos nossa ideia a cerca de algo, estamos nos abrindo para a possibilidade de alguém ir contra aquilo, mas por causa disso deixaremos de falar o que pensamos? Entenda, não estou falando de briga ou discussões sem sentido. Estou falando de uma opinião consistente, como por exemplo, você crer  que Jesus é o caminho a verdade e a vida. Se alguém é contra isso, você prefere ficar calado?  Entendo que se eu me calo diante de algo assim, é sinal de que eu não creio. Por outro lado, se falo com certeza, com convicção, no mínimo farei o outro pensar sobre isso.

Estudando a vida de grandes homens e mulheres de Deus, é possível perceber que foram grandes porque declararam publicamente suas convicções e percorreram com coerência o caminho que estava proposto.

A falta de expressão da igreja se deve a nós, que somos omissos em falar e viver as verdades que cremos.

“Mas aquele que tem dúvida é condenado se comer, porque não come com fé; e tudo o que não provém da fé é pecado.
Romanos 14:23

“Sede praticantes da Palavra e não simplesmente ouvintes, iludindo a vós mesmos”.  Tiago 1:22

Com a mesma intensidade, rendição e amor que recebemos a Cristo e publicamente confessamos isso através do batismo, precisamos continuar a caminhada com ele.

“Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele.“ Colossenses 2:6

 

Que nossa vida possa expressar o que de fato cremos.

“Seja, porém, o teu sim, sim! E o teu não, não! O que passar disso vem do Maligno.”  Mateus 5:37

Talvez esse post tenha ficado um pouco confuso, mas era o que estava em meu coração para compartilhar. Espero que assim como eu tenho aprendido a ser coerente, Deus também te ajude a viver assim pra que juntos possamos fazer a diferença.

Quero aproveitar e indicar um testemunho muito bacana, que  tem tudo a ver com o que compartilhei aqui.

Que a graça de Deus nos ajude a sermos sal nessa terra.

dani_noiva

Danielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Dica| Você já fez seus alvos para este ano?

7.-Alvos

Oi gente,

Estamos de volta!

É ruim voltar à ativa depois dessas festas de fim de ano, mas não podemos perder oportunidades e o começo de um ano é sempre uma GRANDE oportunidade. Vamos deixar a preguiça de lado e a mentalidade brasileira de que o ano só começa depois do carnaval.

Antes queremos agradecer a Deus e a todos vocês que contribuíram de alguma forma para que o DZ chegasse aonde chegou.  Colaboradores, parceiros, leitores, amigos, maridos que contribuíram para tudo o que aconteceu com o DZ em 2015. Tivemos um ano muito abençoado. Fizemos contatos que marcaram a nossa vida.  Também foi um ano de experiências com o blog, eventos, vídeos etc. Mas cremos que nada disso se compara ao que está reservado pra nós neste ano. Amém igreja?

Continuem a orar por nós e nos abençoar com sua audiência, suas indicações e sugestões para o blog. Colaborem enviando seu testemunho, suas dúvidas ou apenas deixando seu comentário. Isso faz toda a diferença pra nós.

E que Deus possa nos usar para abençoar a vida de vocês. Muito obrigada. ♥

Como falei o início do ano já começou e a pergunta que não quer calar é: Você já fez os seus alvos?

Sempre reforçamos isso na igreja local, pois sabemos que sem alvos nunca alcançaremos nossos objetivos. E ficaremos com a sensação de que nunca conquistamos nada.

O ano de 2015 foi surpreendente, pois a maior parte dos meus alvos foi alcançada. Eu fiz muitos alvos, mas alguns deles foram mais significativos. O meu casamento sem dúvida era um deles e pra quem acompanhou sabe que foi maravilhoso. Tudo foi além das minhas expectativas. Também tinha o alvo de me tornar discipuladora, esse alvo aconteceu de forma impressionante, porque no ano do casamento nossa mente está tão focada nele que não é fácil manter a rotina das células. No entanto eu me esforcei, afinal a primazia da minha vida é o Reino e pela graça de Deus esse alvo foi alcançado logo depois do casamento. E pra fechar com chave de ouro, no final de semana pós natal, meus pais se batizaram. Pra quem me acompanha mais de perto sabe que há anos eu oro para que isso aconteça e esse era um dos meus alvos para 2015. Com certeza foi um ano que marcou a minha vida. Mas eu só pude celebrar essas conquistas, porque eu havia feito alvos.

Quero te incentivar a fazer os alvos para esse ano e a ser detalhista nessa lista. Não seja subjetivo.

Nada melhor do que visualizar uma lista de alvos para ter ideias do que colocar. Esse quadro é um bom exemplo de como fazer alvos concretos.

alvos_1
Também quero indicar duas ministrações que assisti antes de fazer os meus alvos para este ano, com certeza essas palavras vão te ajudar muito.

 

 

Essa palavra do Pr. Lucinho, foi ministrada para o ano de 2015, no entanto dá pra se basear no que ele fala para fazer os alvos para 2016.

 

 

E pra finalizar quero compartilhar esse texto escrito por um homem de Deus:

 

Um dos segredos da oração respondida são alvos claros e definidos. Mantenha seus alvos constantemente diante dos seus olhos. Você só alcançará o que se torna uma santa obsessão em sua vida. Não tenha receio de repetí-los em oração. Não é pela repetição que seremos ouvidos, mas a repetição nos ajuda a manter o foco, e o próprio Senhor Jesus orou três vezes usando as mesmas palavras.

A única razão para o fracasso é desviar a atenção. Qualquer coisa que controla sua atenção domina sobre a sua vida. O foco lhe da o poder. Isso pode ser visto nas artes márciais. Lutadores conseguem quebrar blocos de concreto simplesmente se concentrando em um foco. Por isso, tire seu foco do passado coloque no presente. Tire seu foco da morte e coloque na vida. Coloque sua atenção nas coisas positivas, e não nas negativas. Seu foco determina sua atitude. seu foco determinará o que você produzirá em sua vida . Ele atrairá as pessoas certas para perto de você. Uma das maiores estratégias do diabo contra você é distraí-lo do seu propósito, do seu alvo, do seu foco. Ele quer desviar a sua atenção. Criatividade é a busca de opções, mas concentração é a eliminação delas. Quando somos vagos indefinidos, é porque temos muitas escolhas. Se quero buscar algo para realmente obter resultado, então eu preciso eliminar opções. Quando somos suficientemente específicos e definidos em nossa oração, então recebemos o que buscamos. Faça condições de vitórias de seus alvos. Você nunca alcançará ok palácio falando como um camponês. O milagre começa com uma confissão. Você recebe o que você confessa. Sua mente é programada pelo que você fala e pelo que você ouve. A vida e a morte estão no poder da língua. Confesse seus alvos em voz alta para si mesmo e também fale de seus alvos somente com quem possa contribuir. Nunca discuta seu problema com alguém que não consiga resolvê-lo e também nunca comente seus alvos com alguém incapaz de compreendê-los. Finalmente, lembre-se de que você nuca terá o que você não busca. A prova do desejo é a busca. Aquilo que você está buscando mostra o que você terá. muitos dizem que desejam crescer , mas não oram , não estudam, não lideram , não tem discipulador . Estão mentindo para si mesmos. O lugar onde você investe seu tempo mostra o que você está buscando. Quatro horas na internet e cinco minutos diante de Deus. É só fazer as contas.

Pr. Aluizio A. Silva

Desejo que  2016 seja o ano da sua vida!

Com muita expectativa em Deus,

dani_noivaDanielle dos Santos
@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Eu – Da solidão a solitude!

solidao

 

Oi gente,
Estou muito surpresa com o alcance dos posts. É muito prazeroso descobrir que pessoas que você nunca imaginou estão lendo seus textos e mais, estão sendo edificados. Que privilégio!
Hoje quero compartilhar sobre um assunto comum, muito falado, mas pouco resolvido: Solidão.

Quem nunca se sentiu sozinho? Não importa o tanto de atividades que você tenha no seu dia a dia, se está cercado de pessoas, se é solteiro, corte, noivo ou casado. Todos já fomos acometidos pela “solidão”. Aquele sentimento profundo e palpável de estar só. O desejo sobre-humano de se isolar.
Algumas vezes não identificamos a solidão. Sentimos uma inconstância nos sentimentos e no humor, achamos que é um período de TPM (para as meninas), ou cansaço (para os meninos). Nos sentimos desanimados para os eventos sociais e estar em casa parece bem mais atraente do que uma roda de amigos. Nossos estímulos criativos são afetados também. Chegamos em casa já ligando a TV, o rádio ou o computador e saímos a procura de algo interessante, mas nada parece despertar nossa atenção então o melhor mesmo é dormir.
Nesse momento somos bombardeados com pensamentos como: “Ninguém sente minha falta”, “Ninguém me liga”, “Não tenho amigos”, “A vida é tão chata”, “Não sou importante para ninguém”, “Nem Deus me ouve”, “Tenho muitos problemas”, “Nunca vou mudar” e etc.
São tantos pensamentos, tantos sentimentos que pra ajudar colocamos aquela música de fossa, pra criar um climão de velório onde enterramos todos os sonhos e promessas que Deus nos deu. Agora é só abrir a boca cheia de dentes e dar oi, porque a #depressão chegou!
Você pode dizer: Nossa Dani, que deprê esse post!
Pois é, mas é bem assim que muitos de nós nos sentimos e acabamos indo de um estado mal para um pior.
Lembro que quando eu ainda não era convertida, esse ai em cima era o meu cenário. Tanto é que cheguei a tomar remédios (aqueles tarja preta) para resolver o problema, mas é claro que não resolveu. Eu tinha pavor de ficar sozinha comigo mesma, odiava almoçar sozinha, vivia o tempo inteiro conectada ou rodeada de amigos. Nos finais de semana eu sempre tinha que ter uma programação, se não era #morte. Creio que é por isso que tantas pessoas vivem de balada em balada, ou trabalho atrás de trabalho sem hora pra voltar pra casa. Afinal, estar em casa muitas vezes representa “estar sozinho”. Mas eu não tinha Jesus, e sem Ele a vida é uma verdadeira #depressão.
E porque ainda encontramos cristãos que vivem na “bad” da solidão? Sabemos que o homem tem necessidade de se relacionar, isso é algo comprovado cientificamente. Algumas pesquisas mostram que pessoas solitárias tem a tendência de morrerem mais cedo do que as pessoas que são conectadas a famílias e amigos. Necessitamos de relacionamento e eles são a base para nossa transformação.
O que nos faz sentir a solidão é a falta de identidade. Pessoas que não sabem quem são vivem tentando ser aceitos e com isso deixam de lado suas vontades e personalidade acabando por se perderem nesse caminho dando de cara com a #depressão.
Precisamos nos lembrar quem somos e o que temos. Muitos na ânsia de resolver o problema da solidão, buscam desesperadamente por um “par romântico” e caem nos laços da alma e é claro nos destroços dela também.

 

tumblr_ltyh13m2rt1qhrq7eo1_500
Só há uma solução para nossas vidas. É a solução para todos os problemas, para todas as crises, para nossas emoções! Sim, essa solução é Jesus! Mas não é simplesmente conhecer Jesus e fazer uma oração de entrega. É necessário desfrutar d´Ele e é ai onde muitos se perdem, inclusive eu mesma me perdi algumas vezes. Nos tempos de pressão onde as coisas não acontecem como gostaríamos temos a tendência de ouvir e aceitar as falácias de satanás, nos isolamos e não queremos a ajuda de ninguém.
Alguns erroneamente dizem que a solidão é saudável. Que todos precisamos de um tempo a sós, mas não é bem assim. Claro que não discordo dessa afirmação, e também não quero deixar você confuso, mas é certo de que nunca estaremos a sós. O homem que está só é aquele que ainda não conheceu a Cristo, esse na verdade não sabe que o Senhor sempre estará com ele.

Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?
Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também.
Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,
Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.
Salmos 139:7-10

…porque Deus mesmo disse:
“Nunca o deixarei,
nunca o abandonarei”.
Hebreus 13:5

O que precisamos é sair da solidão em direção a solitude. A solitude é o desejo de estar só. Um desejo consciente de se isolar para ter contato e relacionamento com Deus. Já fizemos um post para o Sou Igreja falando sobre um livro que foi escrito pelo Pr. Wilson Oliveira, onde ele fala sobre a solitude, esse livro é pequeno, mas é muito poderoso. Nesse livro tive uma revelação que mudou meu relacionamento com o Senhor. Eu entendi que sou completamente livre pra me relacionar com Ele, entendi que não há regras. Talvez você assim como eu, esteja vivendo um tempo de solidão por não saber como desfrutar de Cristo, e infelizmente tem perdido o tempo que é tão precioso e único.
Precisamos entender algo fundamental: Não existe ninguém que vai nos amar como Ele nos amou. Não existe nada que vai nos suprir como ele nos supre. Não existe razão para viver se não for por Ele.
Quando entendermos e experimentarmos dessas verdades, não deixaremos mais a solidão tomar conta de nossos corações, mas buscaremos a solitude a fim de sermos completamente satisfeitos nEle.
Por experiência, estar na corte não muda seu mundo interior. Ter um bom emprego, não satisfaz sua alma. Viver os sonhos naturais é bom, mas não chegam nem aos pés do amor de Jesus.
Ainda quero compartilhar uma das experiências que tive, em um momento de pressão que vivi. Eu me sentia muito deprimida e parecia que o Senhor havia me abandonado. Eu não conseguia ouvi-lo, não conseguia orar, foi uma fase horrível. E em meio a esse desespero, me posicionei e em um momento de solitude clamei pela voz do Senhor. Comecei a pedir pra ele falar comigo, ainda que fosse uma disciplina, ainda que Ele fosse me mostrar o quão miserável eu era. Eu precisava ouvir a voz d’Ele. Coloquei a música da Ludmila Ferber – Dá-me ouvidos , e comecei a orar e quando menos esperava eu ouvi: Você é a menina dos meus olhos! Aquela frase quebrantou meu coração, fui cheia de amor. Fiquei tão constrangida, pois eu não esperava ouvir aquilo. Aquela experiência me deu revelação do amor de Deus, pois muitas vezes fugi da presença d´Ele por saber que estava errada e achava que Ele iria esfregar isso na minha cara quando na verdade Ele está sempre nos esperando com seu imensurável amor.
Convido você a não perder mais tempo na fossa da solidão, mas sim a investir tempo de solitude na presença do amado da nossa alma.

Ainda que me abandonem pai e mãe,
o Senhor me acolherá.
Salmos 27:10

Por isso não tema, pois estou com você;
não tenha medo, pois sou o seu Deus.
Eu o fortalecerei e o ajudarei;
eu o segurarei
com a minha mão direita vitoriosa.
Isaías 41:10

Deixo uma música que fala a respeito do amor de Deus que nos enche. A música é da Laura SougueLlis e no video você confere a versão em inglês e português. 🙂

Com amor,

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Amizades Alienígenas

ET

Helloo!! Tudo bem com vocês?

Vocês devem estar se perguntando: A Carol enlouqueceu? Amizade alienígena? Hãm?!?!

Esse termo “amizade alienígena” quem usou foi Pr. Marcelo Almeida em uma das suas ministrações para dar o exemplo de amizade esquisita que temos visto nos últimos dias. Na verdade foi uma tradução do que eu sempre pensei sobre alguns tipos de amizades e não tinha ainda chegado a uma conclusão clara.

No post sobre ansiedade que fiz para o blog Sou Igreja, comentei que somos ansiosos com absolutamente tudo, inclusive com as amizades. Somos tão ansiosos que não conseguimos esperar uma amizade amadurecer, não esperarmos um tempo até conhecer a pessoa de verdade para saber se é nossa amiga mesmo ou se é somente uma conhecida… é triste dizer, mas a metade dessas amizades não duram nada, terminam em frustração e geram aqueles comentários de pessoas que se acham perseguidas, invejadas e que tem “inimigas”.

Hoje em dia as coisas estão tão banalizadas que você conhece uma pessoa hoje e amanhã já é BFF (Best Friend Forever) e posta nas fotos do facebook: “te amo”, “Minha”, “Meu”, “Linda”, “Lindo”, “Perfeito”, “Perfeita” e por aí vão os elogios extraterrestres que são comuns em adolescentes e sinceramente me dão vontade de vomitar…

bob_arcoiris

Antes de continuarmos, vamos ver o significado das palavras conhecido, colega e amigo no dicionário:

Conhecido

Que se conhece; sabido. Ilustre, célebre.
Indivíduo com quem se mantêm relações superficiais.

Colega

Pessoa que pertence ao mesmo colégio, à mesma classe, escola, instituição, corporação, repartição ou sociedade, principalmente literária ou científica, que outra ou outras; aquele que preenche as mesmas funções, que exerce a mesma profissão ou atividade que outras pessoas: colegas de escola, de magistratura.
Companheiro de estudos, de folguedos; camarada.

Amigo

Indivíduo com quem se tem uma relação de amizade, de afeto, de companheirismo: tem muitos amigos.
adj. Que expressa afeto: irmãos amigo.
Que demonstra amizade, sentimento de afeição: ato amigo.
Perceba que há diferença de conhecido, colega e amigo. Como meu querido amigo Milton Nascimento já dizia que “Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito… amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves…” …. rsrsrsrs. Infelizmente as amizades atuais são tipo Cup Noodlles, joga água quente espera um pouquinho e voilá, está pronto! Minha frustração com Cup Noodlles é que sou apressada e muitas vezes o macarrão fica meio durinho ainda! 🙁 Alguma semelhança com algumas amizades?

Não digo que amizades verdadeiras não podem surgir de forma rápida, mas é necessário ter uma base para que a amizade fortaleça e permaneça. Algo em comum, como o estilo de vida, a fé e etc.

Tenho um exemplo muito claro de amizade “relâmpago”, mas que foi na verdade uma junção divina em minha vida. No ano de 2011 eu queria ir para a conferência de pastores e lideres em Goiânia e não tinha onde ficar, pois a grana estava super curta para pagar hotel e eu decidi ir de ultima hora. Falei com uma colega aqui em São Paulo, se ela conhecia alguém lá que poderia me abrigar… enfim, ela me indicou uma irmã de lá chamada Érica e nos adicionamos no face. Conversei poucas vezes com ela sobre a viagem e marcamos de nos encontrar no aeroporto de Goiânia para eu ir até a casa dela e ficar por lá naqueles dias. Meu voo chegou e fiquei esperando por ela… sinceramente eu não ficava imaginando com ela era fisicamente, nem coisas do tipo, mas eu tinha um pouco de receio de ser uma pessoa que eu não tivesse afinidade. Vocês acham que aconteceu o que? Hahahahahahaha… viramos BFF instantaneamente!! Conversamos muito naqueles dias, eu pude conhecê-la e ela a mim e o mais doido de tudo é que ela tinha uma vida igual a minha só que em outro lugar do país, ela era discipuladora, temente a Deus, tinha as mesmas brisas com Jesus (o que eu acho que nos uniu ainda mais). No período todo da conferencia, ficamos muito amigas e o Senhor nos uniu ainda mais. Quando voltei pra São Paulo eu a trouxe junto comigo (em sua primeira experiência no avião! 🙂 ) para passar uns dias na casa daquela colega lá que nos apresentou.

Resumindo a historia, somos amigas desde então e nos encontramos ao menos uma vez no ano, seja em conferencias, ela vindo para o meu casamento (sim ela veio! *_____*), ficando em minha casa para passar uns dias ou até mesmo para trabalhar no encontro em nossa igreja.

Hoje a Érica foi enviada para as missões em Nova Hamburgo/RS e mesmo tão longe, nos falamos com muita frequência e para mim é como se ela estivesse aqui, só morando em um bairro vizinho.

Quis te contar toda essa história doida que aconteceu comigo para mostrar que uma amizade improvável pode sim surgir, mas não podemos de forma alguma alimentar as alienígenas com aquela melação toda que na verdade não passa de pura falsidade, pois não se pode contar com essas pessoas para conselhos e ajuda quando houver a necessidade, principalmente quando essa pessoa não tem o mesmo estilo de vida que você.

erica e eu

Um exemplo bíblico de amizade é a que acontece entre Jônatas (filho de Saul) e Davi. Podemos acompanhar a amizade deles a partir do capitulo 18 do livro de I Samuel e ver como o companheirismo, a lealdade e a amizade era algo que os unia. Eles tinham uma verdadeira aliança:

“Jônatas e Davi fizeram uma aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.”

I Samuel 18:3

Se hoje as suas amizades tem sido tipo essas alienígenas, com pessoas que não professam a mesma fé, que só curtem as suas fotos no face, pessoas que não te acompanham, não são leais e só querem status, recomendo que fuja! Invista naqueles que você percebe que estão do seu lado de verdade e que de fato acrescentarão algo em sua vida, não apenas um comentário que massageia o seu ego.

Te convido a se posicionar nesses dias, a avaliar as suas amizades e pedir que o ES mostre se você também não tem sido o alienígena da situação. 😉

 

Saudações, terráqueos!

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz

www.facebook.com.br/annacarolinafer


#Santidade

tumblr_lgmnd71bqq1qh8znvo1_500

 

Oi gente!

Estamos muito felizes com as portas que Deus tem aberto pra nós! Em primeira mão queremos contar a vocês que participaremos de uma grande conferência aqui em São Paulo, a Conferência dos Vencedores nos dias 03 e 04 de abril \o/. Convidamos todos vocês que leem o blog para nos conhecerem pessoalmente na conferência, será um tempo muito bom! 😀

Temos outras novidades, hihihihi…mas essas vocês terão que aguardar!! <3 <3 <3

Hoje quero começar a falar um tema muito discutido, pouco entendido e muito menos vivido, a “SANTIDADE”.

Só começarei a falar, porque esse tema leva a tantos outros assuntos que só mesmo uma série de posts pra conseguir abordar tudo. Vamos lá!

Estou finalizando o Seminário na Escola Videira de Ministério, me formo no meio do ano pra glória de Deus!!! 😀 e dentre as ultimas matérias que estou estudando estão as Epistolas Gerais. Lendo e relendo as Epistolas de Pedro me deparei com a seguinte palavra:

“Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para agir; estejam alertas e ponham toda a esperança na graça que será dada a vocês quando Jesus Cristo for revelado. Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância. Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: “Sejam santos, porque eu sou santo”. Uma vez que vocês chamam Pai àquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês. Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver, transmitida por seus antepassados, mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito, conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês. Por meio dele vocês creem em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e o glorificou, de modo que a fé e a esperança de vocês estão em Deus. Agora que vocês purificaram a sua vida pela obediência à verdade, visando ao amor fraternal e sincero, amem sinceramente uns aos outros e de todo o coração. Vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente.” – 1 Pedro 1: 13 – 23

Conversando com o meu noivo sobre a vida cristã, percebemos que todo o tempo o Espirito Santo trabalha para nos convencer de algo, que já somos! Entendeu a nossa viagem? Como assim? Nos convencer daquilo que já somos? Pois é, desde o Éden o homem é enganado por satanás, que de todas as formas tenta corromper nossa identidade de filhos a imagem e semelhança de seu Pai.

A partir do momento em que passamos da morte para a vida através do sangue de Jesus, não fomos apenas lavados dos nossos pecados e absolvidos da condenação que nos aguardava, mas fomos também inseridos n’Ele, ou seja, aquilo que o pai vê, já não sou eu ou você, mas sim Jesus; o santo, sem mácula ou ruga, completamente puro. No entanto, apesar de sabermos de tudo isso não vivemos segundo essa verdade.

Entendemos que há a posição legal de santidade, somos santos legalmente, o sangue de Cristo conquistou isso por nós, mas agora precisamos desenvolver a nossa santidade que é a posição experimental.  E é aí que muitos cristãos param, não avançam para o nível experimental do que o Senhor disse:

“pois está escrito: Sejam santos, porque eu sou santo”. – 1 Pedro 1: 16

Existe uma barreira gigantesca que nos separa do desejo inicial do pai pra nós, que é termos relacionamento com ele. Isso acontece por não compreendermos quem de fato somos e acabamos por caminhar nas antigas obras:

“Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância. Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem..” – 1Pedro 1: 14-15

 

Como comecei a falar que eu e meu noivo entendemos que em todo o tempo o Espirito Santo trabalha para nos fazer entender essa verdade e caminhar nela e nossa pergunta foi: Como podemos esquecer quem somos? E a única forma disso acontecer é a não renovação da mente, pois fomos alimentados por tantos princípios mundanos que se não renovarmos a mente através da palavra Deus, sofreremos com perda de memória e voltaremos a viver como Pedro diz:

“O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.” 2 Pedro 2: 22

É muito triste vermos tantas pessoas que mesmo tendo experiências genuínas com o amor de Deus ainda vivem uma vida completamente mundana, suas vontades, seus sonhos, suas práticas nada diferem das de um ímpio. Por isso os relacionamentos no meio cristão são um dos maiores fatores que fazem com que tantas pessoas se desviem do propósito de Deus.  Precisamos lembrar que:

“… Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade”. – 1 Tessalonicenses 4:7

Constantemente vemos sonhos serem frustrados simplesmente porque não há perseverança na busca pela santificação. Muitos acham impossível viver um relacionamento onde não há contato físico, em santidade. Posso testificar que não é impossível e mais, mesmo alguém que já viveu um relacionamento mundano pode sim ter sua mente renovada a tal ponto de ser completamente santo em suas atitudes e relacionamento.

No entanto, a santidade não fala apenas de uma forma de se relacionar sem sexo, a santidade vai muito além dos relacionamentos, fala de caráter, de consagração, da forma na qual você se dedica a Deus. Por isso esse post foi só o começo daquilo que ainda quero compartilhar sobre santidade.

Que Deus desde já ministre em nossas vidas a verdade sobre a santidade, que ele nos traga revelação do que somos n’Ele.

Com amor,

 

20140417-103021.jpg

 

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


#Relacionamentos | Vontade de Deus

vontade de Deus_ok

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

No final de semana passado fui a um casamento da família do meu marido e em conversa com uma pessoa sobre o relacionamento dela, fiz algumas perguntas: “Você está orando o que? Para que o Senhor faça a vontade d’Ele? Você já parou pra pensar que a vontade de Deus pode ser que você termine tudo e espere?”. Depois me pus a pensar sobre essa questão da vontade de Deus e analisei como foi em minha vida no quesito relacionamentos.

Eu estava em um relacionamento de 5 anos, ambos não sabíamos o que queríamos e como já falei em outros posts, eu tinha muito medo de estar me relacionando com a pessoa errada. Quando eu tive um verdadeiro encontro com Deus, comecei a fazer a oração suicida: “Deus, que seja feita a sua vontade!”. Essa oração é suicida porque você de livre espontânea vontade está abrindo mão dos seus planos para obedecer e viver a vontade de Deus para a sua vida. O que há de errado nisso?!?! NADA! Está completamente correto, pois a vontade de Deus é boa, agradável e perfeita (Romanos 12:2) e como filhos que confiamos em nosso Pai Celestial, entregamos a Ele o controle de tudo, afinal Ele sabe muito mais o que é melhor para nós do que nós mesmos.

Depois dessa oração Deus me disse que a vontade d’Ele não era que eu continuasse naquele relacionamento, que eu serviria de exemplo para muitos com a atitude de obedecê-lO e por mais que fosse doer, Ele estaria comigo. Nesse tempo, a palavra que me marcou foi:

“Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto. Quem ama a sua vida perde-a; mas aquele que odeia a sua vida neste mundo preservá-la-á para a vida eterna. Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará. Agora, está angustiada a minha alma, e que direi eu? Pai, salva-me desta hora? Mas precisamente com este propósito vim para esta hora.” – João 12:24-27

 

Confesso que obedecer e permanecer em obediência não foi nada fácil. Tive momentos de intensa crise onde até falei pra Jesus que “se eu fosse Ele não teria morrido por seu ninguém!”. Mas nesse tempo tive a ajuda dos irmãos e como nunca, me joguei nos braços de Jesus e vivi coisas profundas como nunca antes. Hoje colho os frutos da decisão de obedecer e permanecer! 🙂

Contei essa experiência para vocês, pois muitas vezes oramos e cantamos que a vontade de Deus seja feita, até choramos… Mas você já parou pra pensar que a vontade de Deus pode ser o contrário do que você tem planejado? Que Ele pode pedir isso que você tanto preserva e ora para que aconteça? Às vezes nem é um relacionamento, mas é a faculdade que quer cursar, ou a área que quer trabalhar, são as missões que você quer realizar… são coisas legitimas, mas são realmente a vontade perfeita de Deus para você?

Hoje vim com muitas perguntas para que você avalie se está disposto(a) a pagar o preço pelas orações suicidas. Te digo que nem para Cristo foi fácil! Como lemos em João 12, Ele estava com a alma angustiada, mas disse algo que foi chave para mim e que eu sempre repetia: “…e que direi eu? Pai, salva-me desta hora? Mas precisamente com este propósito vim para esta hora.”. Eu tinha entendido que o propósito de tudo aquilo era a glória de Deus em minha vida e não o meu sofrimento.

E você? Tem orado o que? Se for para que a vontade de Deus seja feita esteja preparado(a) para tomar decisões, muitas vezes difíceis, mas que glorificarão o Pai.

Compartilhe conosco a sua experiência com a vontade de Deus para sua vida!

 

Com amor,

 

pickerimage

 

 

 

 

 

 

 

 

 

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz


#Relacionamentos | Você é o que você come!

comida_ok

Olá pessoal!

Não sou nutricionista, mas hoje quero alertar sobre a sua alimentação! 😉

Estamos junto com toda a igreja de São Paulo em 21 dias de jejum, acompanhado do livro SENTIMENTOS escrito pelo Pastor Wilson Oliveira. Confesso que o jejum tem sido poderoso e a leitura do livro esclarecedora. Muitos de nós pensávamos já estar completamente resolvidos, mas nesses dias temos descoberto que existem situações que ainda precisam ser tratadas. Falar de comida em período de jejum é um pouco difícil, mas não falarei especificamente de arroz e feijão e sim da alimentação da sua alma.

No post sobre laços de alma expliquei que a alma é composta por mente, emoções e vontade. A nossa mente é um campo de batalha e o domínio dela, deve ser nosso. Tudo o que colocamos diante dos nossos olhos é diretamente absorvido pela nossa mente, que provoca uma emoção, essa emoção desce para a vontade e aí que mora o perigo, colocar em prática aquilo que se viu e sentiu.

” Os olhos são como uma luz para o corpo: quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz. Porém, se os seus olhos forem maus, o seu corpo ficará cheio de escuridão.” – Lucas 11:34

Depois que eu tive um encontro com Deus me posicionei para viver em santidade e esperar para ter um relacionamento à maneira de Deus. Nesse período eu literalmente parei de alimentar caraminholas na minha cabeça. Eu não assistia mais filmes românticos, não escutava musicas melosas e nem ficava alimentado nada do tipo em mim. Não estou dizendo para você matar o sonho de casar, mas sim tomar todo o cuidado com o que tem alimentado a sua alma. Geralmente em um filme romântico o mocinho e a mocinha se conhecem em um dia e no outro já estão deitados na mesma cama, partilhando de coisas que apenas os casados têm a bênção para viver. Claro que no meio do filme sempre acontece alguma coisa terrível que separa o casal, mas no final das contas eles descobrem que não conseguem viver sem o outro (isso em algumas semanas ou meses, dependendo do tempo que o filme atribuir). Isso quando no filme um dos mocinhos já não é casado e se separa para viver esse lindo romance.

Tudo isso é realmente muito lindo, lutar pelo amor, ser feliz… mas quero te perguntar: onde ficam os nossos princípios e a palavra de Deus diante disso? Quando assistimos a esse tipo de filme, série, novela sem ter a nossa identidade firmada acabamos por acatar aquilo que a mídia lançou como verdade e passamos a sonhar com algo igual para nós. Temos que lembrar que o nosso padrão de relacionamento é celestial! Não somos seres desse mundo, não devemos sonhar como o mundo sonha e nem nos alimentar do que o mundo se alimenta.

Me lembro que nesse período, eu li todos os livros de relacionamentos do pastor Naor Pedroza, do Pastor José Carlos e todos os outros que apareceram também. Eu participava de workshops, via muitos filmes bíblicos (o filme Rute foi chave, depois posto ele como dica para você! 😉 ), procurava coisas na internet para alimentar o sonho do casamento, mas sempre a maneira de Deus e não do mundo.

Quero deixar com você o versículo 8 de Filipenses 4:

“Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente.” – Filipenses 4:8

Saiba se o que você tem comido é um lindo x-Burger com carne podre ou se é um prato de arroz e feijão genuíno com todos os nutrientes necessários! 🙂

Você tem sofrido com a alimentação da alma? Compartilhe com a gente sua experiência!

 

 

Com amor,

 

 

pickerimage

 

 

 

 

 

anacarolina.dz

anacarolina@odiariodazoe.com.br

 


#Orações |Identidade e Posição em Cristo

Sabemos que a estratégia de Satanás, juntamente com seus demônios, é aproveitar-se da nossa ignorância, quanto a quem somos em Cristo, isto é, a nossa identidade e também quanto a nossa posição Nele, agora que somos novas criaturas.



Continue reading

 
1 2 3
 
Top