Blog sobre relacionamentos, corte e lifestyle cristão.
 
 

Moda Cristã

#Relacionamentos | Côrte – A ditadura da beleza.

beleza_5

Imagem: Portal R7

Olá pessoal, tudo bem?

Você com certeza deve estar se perguntando o que a ditadura da beleza tem a ver com a côrte ou pensando que esse será mais um texto falando do “empoderamento feminino” (palavra que está super na moda kkk).

Por esses dias, eu estava vendo um vídeo sobre esse tema, e a blogueira junto com a sua amiga “gordinha” falavam sobre você ser feliz e se aceitar como é e blá-blá-blá… todo aquele discurso que é usado pra falar que você é dono do seu nariz e faz dele o que você quiser. Calma… antes de comentar me apedrejando, me dê a oportunidade de terminar sobre o assunto. rsrsrs

Falar sobre não ser o padrão de beleza e etc me fez lembrar que no início desse ano uma leitora me procurou pra abrir o coração sobre essa questão, na época achei super legal o tema pra compartilhar com mais pessoas, mas acabei foi me esquecendo mesmo. Ela falou em seu e-mail que era “gordinha” e que não era resolvida com ela mesma, e que sentia que a maioria dos relacionamentos que iniciavam eram com as “barbies” da igreja. Sei que muitas de vocês pensam assim e que de alguma forma a mentalidade da nossa sociedade é que só é bonito quem é magro e se encaixa nos padrões da pele perfeita, cabelo perfeito e tudo perfeito… isso é um engano, porque ninguém é perfeito da forma exigida, aí fica um monte de gente “lutando” pra se encaixar nos padrões, fingindo que aquele estilo de vida é o normal de se seguir.

beleza_8

Ditadura da Beleza

Falar que essa ditadura não existe, é ser hipócrita, ela existe e guia as escolhas de roupas, sapatos, cortes de cabelo, produtos para pele, maquiagens e afins. Um detalhe importante de ressaltar que isso não ocorre somente com as meninas, apesar de falar que não ligam, os meninos “sofrem” com isso também, pois querem se enquadrar nos padrões.
Antigamente as referências de perfeição eram outras, tanto é que quando uma mulher ia cortar o cabelo, ela falava pro profissional: “quero o cabelo igual o de fulana de tal, da novela tal.” e hoje em dia, apesar de termos ainda as novelas, a maior influência que temos tido em termos de beleza, são as blogueiras, youtubers, cantoras e etc. Você vê a youtuber mostrando a casa perfeita que ela tem, a vida perfeita, como ela come só comidas saudáveis, como ela só vai em lugares legais e se relaciona com pessoas legais… não quero falar que o que as meninas que são blogueiras passam é pura mentira, mas sim que só mostram o lado legal da vida e o público de 13 á 18 anos que as segue acha que a vida é assim, que só serão felizes se tiverem o cabelo, a pele, o computador, o celular, a clínica de estética e tudo o mais que as blogueiras tem e aí que vem a tal da ditadura: “só serei feliz e completa se as coisas forem daquele jeito!”.

beleza_1

É interessante enxergar que as consequências dessa cultura tem desencadeado duas vertentes:

1.Meus corpo, minhas regras

Essa vertente é bem impactante… são mulheres que querem mostrar que não se rendem a ditadura da beleza e então param de fazer uma série de cuidados que são mais higiênicos do que estéticos, como depilar as axilas por exemplo, para provar pra sociedade que são poderosas e mandam em seus corpos.

2.Tenho que ser perfeita

Aqui é a classificação para as “barbies” que querem ser magras, perfeitas e correm atrás dos resultados, custe o que custar. Navegando na internet encontrei o trabalho da artista equatoriana Jo Cabrezas, com o tema de Obsession With Beauty (Obsessão com a beleza). Na obra, bastante impactante, ela mistura fotografias em preto e branco – priorizando as sombras e os tons de cinza – e ilustrações para demonstrar essa obsessão:

beleza_2 beleza_3

 

O ser humano tem uma tendencia muito forte de ser extremista, ou se preocupa demais com o corpo, ou o entrega as traças. Temos que ter equilíbrio nesse sentido, se não cairemos nos extremos e isso não é bom.

 

Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? – 1 Coríntios 6:19

 

Acho bem engraçado que quando se trata do assunto de tatuagem, todos declaram esse versículo condenando aqueles que tem tatuagem e etc, mas é aquela coisa, né?! Apontamos o cisco no olho do irmão, mas não vemos a trave que está diante de nós… quando não cuidamos do nosso corpo, principalmente no quesito saúde, também não estamos cuidando do templo do Espírito.

Minha experiência

Nasci bem magrinha e fui crescendo… quando completei 9 anos de idade disparei a engordar (as fotos daquela época eu estou parecendo o madimbu do desenho Dragon Ball) e a partir dali a zueira sempre era sobre eu ser gorda, meus irmãos me chamavam de pançuda (pensa na minha cabeça…rsrsrs).

madimbu

Quando entrei na pré-adolescência, com uns 12/13 anos, comecei a emagrecer, mas como a zueira dos meus irmãos sempre era com o meu peso, na minha cabeça eu era gorda ainda, até porque eu sempre fui mais alta e mais cheiinha do que as meninas “normais”. Cresci mais e ficava na sanfona do emagrece e engorda, mas sempre achando que era uma rolha de poço. Quando eu tinha mais ou menos 20 anos, fui olhar minhas fotos de adolescente e me deparei com a verdade e que eu estava presa em um engano… EU NÃO ERA GORDA! Gente, naquele dia eu quis matar os meus irmãos, mas pensei: bom, nada colaborou pra isso também, porque além deles ficarem me pilhando com o lance de ser gorda, eu, mesmo não sendo gorda baleia, não me encaixava nos padrões exigidos de altura e peso. Depois disso, fui seguindo a vida, sabendo da verdade, mas não ligava muito pra dietas, comer bem e etc… sempre comi muitas besteiras, mas o que me ajudava a não ficar roliça era a correria de 344 mil células, faculdade… na maioria dos dias eu nem jantava, mas eu ainda não era padrão em peso e altura. Quando eu pensava em me relacionar, eu nunca me via com um rapaz magro e muito menos baixo, porque isso não combinaria comigo, eu nem imaginava que meu esposo seria assim, e de fato, meu esposo é grande, não é magro e somos um casal que combina bastante. Bom, agora vem a parte triste, kkkkk, depois que me casei, passei a fazer comida e a jantar todos os dias, comer fora, comer muito mais besteiras do que o normal…então imagine o resultado disso?!?! Estou super gordinha, mas em 2017 uma das metas é de me alimentar melhor, mas não só por estética, mas o principal que é a saúde, afinal de contas não tenho mais 15 anos de idade e com o passar dos anos tenho sentido total diferença na minha vida.

Se até o Madimbu emagreceu, porque eu não?!!? rsrssrsrs

madimbu2

Casamento de gordinha, acontece?!

Claro que acontece! Já vi um monte deles. Uma das coisas que sempre falamos aqui é que o homem de Deus para você tem que ser de fato um homem de Deus, então, ele não vai julga-la somente pela aparência – digo somente porque a aparência conta também – mas sim por um casamento com propósito. Isso não te isenta de ser uma pessoa saudável, cuidar da aparência, se preocupar sim com isso, inclusive fará você se sentir muito melhor.

gordinha

Você sofre ou já sofreu com essa crise de peso?! Compartilha com a gente, queremos saber da sua história também. 🙂

Grande abraço,

Carol Assinatura

Ana Carolina Ferreira

anacarolina@odiariodazoe.com.br

@anacarolina.dz


#Santidade |Roupas – Como guardar seu irmão?

#santidade2

Oi gente!

Quem tem nos acompanhado sabe que estivemos no ultimo final de semana na Conferência dos Vencedores 2015 aqui em São Paulo e UAU! Ainda estamos extasiadas com tudo o que aconteceu ali. Pudemos conhecer alguns dos nossos queridos leitores e outras tantas coisas que Deus fez. As portas estão escancaradas pra nós, mas depois contamos mais no post especial sobre a conferência onde você saberá tudo o que rolou por lá. Aguarde!

Hoje quero dar continuidade à série #SANTIDADE e falarei a respeito das roupas, mais especificamente em como guardar nossos irmãos.

O propósito da roupa é nos cobrir. Isso ficou evidenciado após o pecado de Adão e Eva, que sentiram-se nus após caírem no engano da serpente e Deus providenciou peles para cobri-los.  No entanto a questão da roupa gera tanta discussão e exageros que quando não caímos no conservadorismo somos levados ao liberalismo. O que precisa ficar claro é que nossas roupas devem expressar nossa identidade de santos. A bíblia ainda fala a respeito das mulheres e seus modos de vestir, pois o mais importante não são seus adornos exteriores, mas sim seu coração, sua vida com Deus (1 Pedro 3:1-6).

Devemos entender que a bíblia em nenhum instante diz que devemos mudar nosso estilo.  Veja, quando Jesus chamou seus discípulos não os obrigou a mudar de profissão, mas mudou o alvo de sua profissão de “pescadores de peixes, para pescadores de homens”:

E Jesus, andando junto ao mar da Galiléia, viu a dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão, os quais lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores;
E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.
Então eles, deixando logo as redes, seguiram-no. Mateus 4:18-20

Assim o Senhor também não nos chama para mudarmos de estilo, mas agora nossas roupas que antes ressaltavam o corpo e os desejos da carne agora devem cobrir o corpo e exaltar a Deus.  Nosso estilo deve expressar nossa nova identidade, de filhos. Isso é inegociável.

Desde que me converti, meu guarda roupa mudou muito, mas isso foi um processo em que eu tive a ajuda do ES. Desfiz-me de muitas roupas, mas entendi algo importantíssimo nesse processo: O que não serve pra mim, não serve pra ninguém! Ou seja, muita coisa virou pano de chão mesmo. Vira e mexe ainda faço uma limpa no guarda roupa e o ES me mostra algo que não está no padrão. Apesar de tudo isso não mudei meu estilo, sempre gostei de vestir jeans, blusinha, vestidos, tudo bem fofinho e continuo usando, mas antes o que era colado, decotado agora é comportado! 😀

Algo que não teve jeito mesmo foram os brincos. Antigamente eu usava muito brinco grande, mas agora se uso um brinco grande me sinto estranha, me remete a velha Dani então, EU, não uso. Ressaltei o “EU”, porque isso não é regra, isso é algo meu. Não me sinto bem. Como você vai se vestir é algo pessoal, você e o ES vão chegar à conclusão de coisas que são boas ou não para usar e principalmente para representar a Cristo. Confira um pouco sobre no post sobre moda.

Bem, você deve estar se perguntando: Mas o que tudo isso tem a ver com guardar o meu irmão?

Agora vamos ao que interessa. Em meu relacionamento com meu corte, atual noivinho lindo S2, eu sempre pergunto o que tem em nosso relacionamento que ele nunca teve em outros relacionamentos e a resposta é que ele é tratado com pureza. Ele diz que nunca ninguém o tratou com tanta pureza como eu, porque normalmente as meninas querem provocar seus parceiros e fazem isso através da roupa na maioria das vezes. No entanto, eu sou super atenta a isso, com a finalidade de guardar meu noivo e os demais irmãos também.  Confesso que fiquei surpresa, mas muito feliz, porque na verdade o que faço para guardá-los é algo natural.

Então você não precisa estar se relacionando para pensar nisso, devemos pensar nisso sempre, afinal temos o dever de guardar nossos irmãos. Por isso quero dar algumas dicas:

  • Sempre consulte o ES quando estiver se arrumando, peça para ele te direcionar no que vestir para que você expresse a sua identidade em Cristo. Acredite, ele vai te ajudar! Prepare-se para se desfazer de algumas roupas que não condizem com sua nova natureza.

foto16

  • Use e abuse de lenços/ echarpes para cobrir o colo. Esse é um bom truque para aquelas blusinhas que você ama e não quer se desfazer, mas são um pouco decotadas. Use um lenço! 😀 O lenço/ echarpe pode ser um truque para aquela saia ou vestido que ao sentar acaba ficando curta, é só você cobrir as pernas com ele (meu noivo diz que sou muito sábia quando faço isso hihi).

Lenços[4]

  • Use sempre uma camisetinha regata por baixo das blusinhas, camisetas, camisas, principalmente se forem de um tecido muito fino ou transparente. Essas regatas também ajudam a esconder o sutiã, tanto as alças como a estampa. Precisamos tomar mais cuidado com isso, muitas acham que não tem nada a ver, mas nossos irmãos sofrem com isso. #ficadica

camisetinha1

  • Use um Haramaki (roupa tipicamente japonesa para aquecer a barriga) ou mais conhecido como tapa cofrinho. Cuidado com o cofrinho, além de ser horrível mostra-lo também é algo que precisamos vigiar, pois mostra parte das costas e as vezes aparece até mesmo nossa roupa íntima.

haramaki11

Achei um link legal que mostra como fazer, é bem simples. Confere aqui.

5098466380_f27f6960aa

  • Cuidado com a legging. A calça legging é extremamente confortável e ótima pra usar com botas, mas precisamos tomar muitíssimo cuidado. Usar esse tipo de calça sem cobrir o bumbum é muito complicado, pois ela ressalta o corpo e leva nossos amados irmãos a pecarem. Imagina a cena, você lá com uma legging sem cobrir o bumbum sentada na frente de um irmão na igreja, intensa na hora do louvor e oração, mexendo pra lá e pra cá. Irmã!!! Coitado dos irmãos, não há santo que consiga se concentrar. Recomendo usar sempre uma blusinha maior, para cobrir essas áreas, ou amarrar algo na cintura, o truque do echarpe também funciona, mas precisa ter um estilo apropriado pra usar dessa forma.

legging

 

Imagens: Dicas de Mulher

Espero que tenha gostado das dicas, mas principalmente, que o ES te conduza a vestir-se como uma verdadeira princesa do Senhor.

Vamos expressar a santidade em nossas vestes.

Com amor,

20140417-103021.jpg

 

 

 

@danielle.dz
danielle@odiariodazoe.com.br


A garota cristã e a beleza

mulhervirtuosa

 

A garota cristã e a beleza

Quantas garotas ao revelarem seu estilo de vida de seguir a Cristo acabam ouvindo: “- Mas você não se veste como uma cristã!”?!?! Infelizmente muitas pessoas tem o pensamento estereotipado de que temos que usar saias imensas, coques e nem pensar em fazer um make!

Sabemos que a nossa aparência acaba falando muito de quem nós somos ou do que queremos mostrar que somos. Alguns textos na bíblia revelam quem somos de fato:

II Pedro 2:9: “…vos sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus...”

2 Coríntios 5:20: “De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo…”

1 Coríntios 6:19: “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?”

Além de termos a revelação de quem somos a palavra nos diz que carregamos o Santo dentro de nós e isso nos faz alegres e por consequência, formosas!

Provérbios 15:13: “O coração alegre aformoseia o rosto;”

A garota cristã é guiada pelo Espírito Santo em absolutamente TUDO, inclusive na forma de vestir-se e portar-se. O Espírito Santo é quem dita as “regras” da nossa moda, sempre dando o sinal verde para certas roupas e acessórios ou em alguns casos, sinal vermelho. Ele mais do que ninguém sabe da nossa fraqueza, – “o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza…” Rom 8:26 –  Ele nos conduz para que não sejamos enganadas por nós mesmas – “O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreende-lo?” Jer 17:9 –  e não agirmos com a intensão errada aos nos vestirmos (muitas vezes para impressionar os outros).

Em Provérbios 31 vemos Salomão (um bom entendedor de mulheres…rsrs) destacar os pontos fortes da mulher virtuosa e um desses pontos é a questão da beleza:

  •        Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis
  •        Seu vestido é de seda e de púrpura
  •        A força e a honra são seu vestido
  •        Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada.
    (Trechos de Provérbios 31:10-31)

A garota cristã pode sim ter a beleza destacada por roupas legais, makes bacanas e cabelos da moda, mas tudo com ordem e decência, nunca esquecendo que quem dita à moda não é ela e sim o Espírito. Tente ver hoje qual tem sido a motivação para vestir-se, se é para impressionar ou para expressar o Senhor e honra-lo diante dos homens. Como a palavra nos diz: “Avalie-se o homem a si mesmo”, se avalie e alinhe essa questão com o Senhor, seja uma garota cristã virtuosa!

Por: Ana Carolina, Discipuladora de Adolescentes e Jovens, Igreja Comunidade Betânia, São Paulo – SP, Brasil.

pickerimage


 
 
Top